//

Cantor e compositor de 78 anos publicou nesta sexta-feira (12), nas redes sociais, o momento em que foi aplicada nela a primeira dose do imunizante

Leia em: < 1 minuto

O cantor e compositor baiano Gilberto Gil, publicou nesta sexta-feira (12), nas redes sociais, o momento em que ele foi vacinado contra a Covid-19, em Salvador.

Gil, que tem 78 anos, foi imunizado no 5º centro de saúde Clementino Fraga, na capital baiana. Através da postagem, ele reforça que mesmo vacinadas, as pessoas devem continuar tomando os cuidados contra o coronavírus.

//

Devem ser entregues 400 mil doses até abril

Leia em: < 1 minuto

O Ministério da Saúde anunciou a compra de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, produzida pelo instituto russo Gamaleya em parceria com a farmacêutica brasileira União Química.

O contrato foi assinado e as doses deverão ser disponibilizadas no primeiro semestre. Devem ser entregues 400 mil doses até abril, 2 milhões até maio e 7,6 milhões em junho.

A vacina deve ser produzida em plantas em São Paulo e no Distrito Federal. De acordo com o Ministério da Saúde, ainda está em análise a celebração de um outro acordo comercial de aquisição de imunizantes.

Na ação foram recuperados vários pertences das vítimas como relógios de luxo, joias e aparelhos de telefone celular

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em ação conjunta com a Polícia Militar da Bahia (PMBA) prendeu ontem (11.mar), três homens apontados de furtar residências na região do Lago Norte de Brasília.

O trio estava sendo procurado em vários estados do Brasil e já responde a inquéritos policiais por diversos crimes.

Conforme investigações da polícia, os homens haviam fugido da capital federal em direção ao Nordeste e estavam a bordo de um Fiat/Pálio, de cor branca.

Prontamente, os policiais diligenciaram e visualizaram o veículo suspeito trafegando na BR-101, próximo ao município de Camacan, na região sul da Bahia.

Foi dada ordem de parada e os três ocupantes do carro foram consultados nos sistemas policiais utilizados pela PRF, e confirmado tratar-se das pessoas apontadas como autores dos crimes, registrados no Distrito Federal.

Dentro do carro, os policiais encontraram vários pertences das vítimas como relógios de luxo, perfumes, joias e aparelhos de telefone celular. Também foram apreendidos 2.764 reais e 7 dólares.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao trio e todos foram encaminhados à autoridade competente da Delegacia de Polícia Civil de Itabuna, para as providências cabíveis.

//

O julgamento teve início hoje no plenário virtual do Supremo

Leia em: 2 minutos

Da Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou hoje (12) pela inconstitucionalidade do decreto presidencial que ampliou as possibilidades da autorização para a posse de armas.

Na decisão, Fachin argumentou que “a posse de armas de fogo só pode ser autorizada às pessoas que demonstrem concretamente, por razões profissionais ou pessoais, possuírem efetiva necessidade”.

O julgamento teve início nesta sexta-feira (12) no plenário virtual do Supremo, ambiente digital em que os ministros têm uma janela de tempo para votar por escrito, sem debate oral. Neste caso, o prazo para apresentação de votos se encerra em 19 de março, às 23h59. Até o momento, consta somente o voto do relator no processo.

Os ministros julgam uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) em que o PSB contesta, entre outras normas, dispositivos do Decreto 9.845, de 25 de junho de 2019, segundo o qual a “efetiva necessidade” para a aquisição de armas pode ser atestada por uma declaração cuja veracidade deve ser presumida pelas autoridades.

VOTO
Fachin concordou com os argumentos do partido e considerou que o decreto amplia indevidamente o alcance da expressão “efetiva necessidade”, que consta no Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/2003) como condição para a aquisição de armas. “O decreto extrapola a lei que adjetiva a ‘efetiva’ necessidade, transformando-a em uma necessidade apenas presumida, sem lastro sólido na realidade dos fatos”, escreveu o ministro. “A necessidade de uso de arma de fogo deve ser sempre concretamente verificada e não presumida”, acrescentou.

O relator também rebateu argumentos apresentados pela Advocacia-Geral da União (AGU) em favor do decreto. O órgão sustentou, por exemplo, que a norma buscou dar mais clareza e objetividade ao processo de autorização para a posse de armas, e que a norma anterior sobre o assunto continha “restrições excessivas” e “subjetivas”.

A AGU sustentou ainda que o decreto “se justifica diante de razões de interesse público, concernentes aos alarmantes índices de violência aferidos nos últimos anos e à necessidade de combater, com urgência, os problemas relacionados à segurança pública e ao crescimento da criminalidade no território nacional”.

Para Fachin, a União não conseguiu comprovar que facilitar o acesso a armas garante maior segurança à população. Ele escreveu que “as melhores práticas científicas atestam que o aumento do número de pessoas possuidoras de armas de fogo tende a diminuir, e jamais aumentar a segurança dos cidadãos”.

A AGU pediu ainda que a ação fosse rejeitada por perda de objeto, pois o decreto original, que primeiro foi questionado pelo PSB, acabou sendo revogado e substituído. Fachin também rebateu o argumento, afirmando que o ponto questionado persistiu no decreto mais recente e ainda vigente, motivo pelo qual o Supremo deve se pronunciar.

“Isso resultará na circulação maior de pessoas. Pessoas que dependem exclusivamente do transporte público”, assegura a vereadora Enilda

Leia em: 2 minutos

Uma situação preocupa a vereadora Enilda Mendonça (PT) caso não haja uma urgente intervenção da Prefeitura de Ilhéus para que as empresas de transporte público voltem a funcionar imediatamente com 100 por cento da frota. Se a situação já está complicada para a população que reside na área urbana, com registro de ônibus circulando lotados em plena pandemia, o quadro tende a piorar a partir desta segunda-feira (17.mar), especialmente na zona rural. O município iniciará o ano letivo.

A vereadora Enilda explica que apesar de, neste primeiro momento, as aulas não ocorrerem de forma presencial, o modelo de ensino formatado pela Secretaria Municipal de Educação implica em, a cada 15 dias, os professores disponibilizarem aos pais de alunos o material impresso para que, de casa, eles possam estudar e responder as atividades que serão devolvidas para acompanhamento dos professores. “Isso resultará na circulação maior de pessoas. Pessoas que dependem exclusivamente do transporte público”, assegura.

A parlamentar lembra que na maioria da zona rural de Ilhéus há apenas um ônibus circulando no turnos de 24 horas. “Imagina o caos”, alerta, sobre o perigo de proliferação do vírus por conta da grande procura dos usuários. “São mais de 21 mil alunos matriculados na rede municipal e se o transporte público não estiver funcionando com 100 por cento da frota e, em especial no campo, a família terá dificuldade de ter acesso às escolas”, completa.

Solicitada pelo líder do PT na Câmara, o vereador Augusto Cardoso, a instituição realizará no próximo quarta-feira (17.mar), às 16 horas, uma Audiência Pública Remota para debater a regularização do funcionamento das linhas de ônibus, serviço seriamente afetado durante a pandemia, mas que não voltou à funcionar na sua totalidade mesmo diante do decreto municipal determinando que 100 por cento da frota estivesse, nesse momento, nas ruas.

Para a audiência pública foram convidadas representações da Justiça, do Ministério Público, da Superintendência de Trânsito, Procuradoria Geral do Município, Secretaria de Mobilidade Urbana, dentre outras autoridades. A audiência será transmitida pelas redes sociais da Câmara de Ilhéus, através da TV Câmara, em full HD, e a população poderá interagir com o Poder Legislativo, durante a transmissão.

//

As doses dos imunizantes passarão a ser aplicadas nos 31 postos de saúde de Itabuna, garantiu a secretária Lívia Mendes

Leia em: 2 minutos

Na sessão especial dessa quinta (11.mar), presidida pela vereadora Wilma (PCdoB), a secretária de Saúde de Itabuna, Lívia Mendes, anunciou o início da vacinação descentralizada contra a covid a partir de 16 de março. Isso significa que as doses dos imunizantes passarão a ser aplicadas nos 31 postos de saúde do município. Conforme o vacinômetro exibido na Câmara, até a última quarta-feira (10.mar), haviam sido vacinados 11.144 itabunenses, cobrindo cerca de 80% das 14.064 doses recebidas até o momento.

Conforme a prévia do Plano Municipal de Vacinação, apresentado aos vereadores, a imunização nos postos de saúde será voltada, inicialmente, para idosos acima de 70 anos, mas haverá busca ativa daqueles com mais de 80 anos que ainda estão com pendência na vacina. Entre as estratégias que a Secretaria deve adotar estão agendamento de horário e de vacinação por agentes de saúde, distribuição de senhas, vacinação domiciliar e drive thru na porta das unidades de saúde.

Lívia apresentou as ações desenvolvidas para prevenção e enfrentamento do coronavírus. A gestora destacou a ampliação de 40 leitos (entre clínicos e de UTI) quando o Hospital de Campanha for concluído; o aumento das testagens (incluindo o teste de antígeno), sanitização de espaços públicos e o que a secretária chamou de “resgate do papel da atenção básica” por meio do Sinmcov, programa criado para detecção e monitoramento da pandemia em Itabuna. “Vai ser muito promissor. É a participação mais ativa da atenção básica no isolamento precoce e no acompanhamento [dos infectados]”, acredita Mendes.

Vários vereadores reforçaram o discurso de que a pandemia ainda não acabou. Eles alertam sobre a importância das medidas sanitárias de segurança como o distanciamento social, uso de máscara e a higienização das mãos (com água e sabão e álcool em gel). “O espírito é de dar as mãos para salvar vidas. É uma luta de todos”, pontuou Wilma. “A população precisa abraçar a causa. Já perdemos muitas pessoas”, ressaltou Francisco (PSD) que preside a Comissão de Saúde na Câmara.

O provedor da Santa Casa, Francisco Valdece, usou a experiência dele como vítima da covid e fez um apelo para que todos respeitem as orientações dos médicos. “Não sejam irresponsáveis como eu fui. Porque eu dizia que era parente do homem do ferro e não precisava usar máscaras”, salientou Valdece que ficou 40 dias hospitalizado, “alguns deles entre a vida e a morte”.

Também participaram da sessão especial o presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), Eduardo Kowalski e o conselheiro de saúde Paulo Eduardo Santana.

Método de vacinação que amplia faixa etária e envio de respiradores também foram elencados pela prefeita Cordélia Torres

Leia em: 2 minutos

Uma nova videoconferência ocorrida esta semana, reuniu o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e os prefeitos dos municípios do extremo sul do estado. Durante o encontro virtual, a prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres (DEM), solicitou e o governador se comprometeu em ajudar a transformar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Rosa Neto em unidade Covid-19.

Para o pedido, a prefeita afirmou que “nós temos aqui, em Eunápolis, uma UPA, que foi inaugurada no ano de 2012, e ela se encontra abandonada, logo, como sugestão, gostaríamos de transformá-la em Unidade de Pronto Atendimento para Covid, a fim de atender toda a região, inclusive”. A proposta foi prontamente aceita pelo governador.

A audiência abordou ainda sobre o novo método de vacinação, sugerido pelo governador, e acatado pelos prefeitos presentes, e que já vem sendo aplicado, em Eunápolis. A fim de evitar perdas técnicas, o município otimiza as doses ainda disponíveis em frascos abertos, direcionando o uso da vacina para idosos a partir de 75 anos de idade, a partir de lista de espera.

Para isso, o idoso ou responsável envia para o e-mail [email protected] seu nome completo, endereço, idade e telefone. O envio via endereço eletrônico garante a formalização da solicitação. A medida segue critérios da faixa etária de priorização do plano nacional de operacionalização da vacinação contra Covid-19, estabelecidos pela portaria do Ministério da Saúde.

A prefeita ainda questionou sobre o envio de seis respiradores (ventiladores) mecânicos destinados para o uso no Hospital de Tratamento de Covid-19, Centro de Atendimento Eunápolis, conforme acerto realizado na última sexta-feira, 05. Em seu lugar, a secretaria estadual de Saúde (Sesab) encaminhou três monitores. O governador ficou de verificar a situação e dar posição a respeito.

Marcelo Britto assume no lugar do ex-secretário Edval Gomes

Leia em: < 1 minuto

Assumiu a pasta da Saúde o médico ortopedista, Marcelo Britto. A transição do cargo ocorreu no Paço Municipal nesta manhã (12.mar), na presença do prefeito Colbert Filho e do ex-secretário, Edval Gomes.

Marcelo Britto possui larga experiência na área e assume com o compromisso de implementar uma nova gestão transparente e participativa. Ele destacou que é “grande o desafio e a prioridade neste momento é ampliar a quantidade leitos no Hospital de Campanha e intensificar a vacinação”.

Na oportunidade, o gestor aproveitou para enfatizar a importância de a população manter os cuidados preventivos quanto à Covid-19.

O ato também teve a participação do procurador municipal, Moura Pinho, dos secretários de Governo, Denilton Brito, José Carneiro (Meio Ambiente) e de Edson Borges (Comunicação). O decreto de nomeação foi publicado em edição extra do Diário Oficial Eletrônico.

EXPERIÊNCIA
Marcelo Britto é presidente licenciado do Sindicato dos Hospitais Particulares de Feira de Santana, ex-presidente da Associação dos Hospitais Particulares da Bahia e foi diretor do HTO, além de especialista em gestão de unidades de saúde pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro, mestre em Administração de Saúde pelo ISCTE/Universidade de Lisboa, em Portugal e bacharel em direito.

Leia em: < 1 minuto

Um novo decreto publicado pela Prefeitura de Ilhéus na manhã desta sexta-feira (12.mar) proíbe o funcionamento de cabanas de praia, nos dias 13 e 14 de março de 2021. Já a venda de bebida alcóolica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), está vedada das 18h do dia 12 de março até às 5h do dia 15 de março de 2021. O toque de recolher, determinado pelo Governo do Estado, segue das 20h às 5h até o dia 1º de abril de 2021.

Segundo o Executivo, a decisão foi tomada após reunião do Gabinete de Crise e visa conter a transmissão da Covid-19, tendo em vista a alta taxa de ocupação em leitos de UTI e a circulação das variantes do Reino Unido e de Manaus no município.

O serviço de delivery, também autorizado no decreto, estará disponível no sábado até as 22 horas e no domingo até às 20 horas. A programação o Cinemark deve ser consultada no site do cinema

Leia em: < 1 minuto

Com o novo decreto publicado pela Prefeitura de Itabuna, que autoriza a abertura do comércio no final de semana, o Shopping Jequitibá definiu os horários de funcionamento neste sábado e domingo.

As lojas abrem sábado das 9 às 19 horas e no domingo das 13h às 19 horas e a Praça de Alimentação das 10h às 19 horas e das 12h às 19 horas respectivamente. Já o Big Bompreço, a Farmácia e a Barbearia funcionam das 8h às 19 horas nos dois dias.

A lotérica abre das 8h às 19 horas no sábado e das 13h às 19 horas no domingo e a academia das 8h às 16h30min no sábado e das 8h às 14 horas no domingo.

Para prevenir o avanço da pandemia, o O Shopping Jequitibá vem reforçando todos protocolos de prevenção da Covid 19 determinados pela Organização Mundial de Saúde e referendadas pela Associação Brasileira de Shopping Centers, validadas por especialistas do Hospital Sírio Libanês, visando garantir a segurança de lojistas, clientes e colaboradores.

Entre as medidas adotadas estão a instalação de termômetros digitais para medição de temperatura corporal, colocação de dispensers com álcool gel e pias para lavagem das mãos, obrigatoriedade do uso de máscaras, sinalização para o distanciamento social e higienização permanente.

Estão sendo cumpridas dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Salvador e Camaçari

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deflagrou na manhã de hoje (12.mar) a Operação Nocivum, que visa desarticular um grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários na Bahia.

As investigações apontam que a fraude se dava mediante a falsificação de documentos utilizados para comprovar perante o INSS, falsamente, a exposição de trabalhadores a agentes nocivos à saúde, tais como produtos químicos, ruídos, calor etc. Com isso, logravam reduzir o tempo de trabalho necessário para a obtenção da aposentadoria.

O valor do prejuízo estimado com as fraudes é de 2,5 milhões de reais, relativos a cerca de 20 benefícios previdenciários suspeitos, números estes que muito provavelmente aumentarão com o avançar das investigações e a identificação de outras fraudes.

No bojo da referida operação estão sendo cumpridas dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Salvador e Camaçari.

Os envolvidos responderão por diversos crimes, dentre eles integrar associação criminosa (art. 288 do CPB), estelionato previdenciário (art. 171, §3º do CPB), falsificação de documento público (art. 297 do CPB), uso de documento falso (art. 304 do CPB), com penas que, se somadas, podem chegar a mais de 25 anos de prisão.

Dê play e assista o vídeo ⤵️

//

Chegarão à Bahia 6 milhões de doses da vacina Sputnik V

Leia em: < 1 minuto

Nesta sexta-feira (12.mar), o Governo da Bahia assinará o contrato com o Fundo Soberano Russo para compra de 6 milhões de doses da vacina Sputnik V.

“Se tudo der certo, teremos mais vacinas em nosso estado para acelerar a imunização de baianos e baianas”, garantiu o governador Rui Costa (PT).

Dê play e assista o vídeo ⤵️

A partir de segunda-feira, dia 15 das 8 às 18 horas, a Avenida Cinquentenário será fechada para o tráfego de veículos

Leia em: 2 minutos

O comércio de Itabuna vai abrir no sábado, dia 13, até as 14 horas, mas comerciantes, comerciários e a clientela devem adotar protocolos e medidas de prevenção contra a disseminação do novo coronavírus, a exemplo da higienização das mãos, uso de máscaras e álcool gel 70% e distanciamento social. A permissão acontece depois que a Prefeitura determinou restrições nos dois últimos finais de semana.

As autoridades sanitárias do município permanecem em alerta quanto à doença, já que continua alto o percentual de novos casos da Covid-19, como aponta estudos epidemiológicos e projeções de pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Além disso, mantém o apelo à população para que adote os protocolos para que novos casos de contaminação sejam evitados.

Depois da grave situação no final de semana, nesta quinta-feira, Itabuna registra 23.700 casos de pacientes curados; 24.615 casos confirmados, sendo 471 casos ativos; 25 internados em UTI, 30 em leitos clínicos e 444 óbitos. O Boletim informa que 11 leitos clínicos estavam disponíveis e apenas quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva de acordo o Boletim Covid-19 divulgado hoje pela Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde.

Bares e restaurantes, shopping, academias de ginástica e igrejas podem funcionar até 19h30min. O transporte coletivo público até as 20 horas. Os transportes individuais profissionais, serão liberados se tiverem motivos justos para circular. Delivery de alimentos, bebidas e medicamentos, será permitido até a meia-noite.

CINQUENTENÁRIO
A medida será do trecho entre a Rua Sóstenes Miranda (esquina do Colégio Divina Providência) até a Praça Santo Antônio com gradis para impedir a circulação de veículos e facilitar o deslocamento das pessoas em segurança e com distanciamento social. Entretanto, as transversais estarão livres para a circulação de veículos.

//

As testagens nos bairros têm sido uma ação estratégica da Prefeitura com o intuito de conter o avanço da curva de contágio na cidade

Leia em: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna realizará 600 testes rápidos com comerciantes e funcionários e parte da comunidade do bairro Santo Antônio com o objetivo de detectar possíveis casos ativos da Covid-19. A ação será hoje (12.mar), das 8h e 13 horas, na Praça Alice Monteiro.

As testagens nos bairros têm sido uma ação estratégica da Prefeitura com o intuito de conter o avanço da curva de contágio na cidade. A intenção é identificar, precocemente, os casos assintomáticos e evitar a transmissão do vírus entre a população, a exemplo de comerciantes, seus funcionários e também clientes.

Os casos positivos serão orientados e monitorados pela Divisão de Vigilância Epidemiológica, com o acompanhamento do Centro Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest). Esta ação conta com a participação das Vigilâncias Epidemiológica, Sanitária, Cerest, Coordenação de Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias, além do apoio da Settran e Guarda Civil Municipal.

Em razão do acelerado aumento de casos de Covid-19 e superlotação dos leitos clínicos e de UTI na UPA 24 Horas e nos hospitais do município, a recomendação é que a população redobre os cuidados com a higiene pessoal, lavando as mãos com água e sabão a cada hora, faça uso de álcool gel 70%, evite aglomerações e saia de casa para o estritamente necessário.

//

A decisão do Governo da Bahia atinge Itabuna

Leia em: < 1 minuto

Ao que tudo indica Itabuna ficará sem receber novo lote de vacinas contra a Covid-19, por não ter atingido a meta de 85% de aplicação das doses recebidas. Essa notícia pega todos de surpresa num momento em que tudo que o povo mais quer é ser imunizado.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), das 9.887 doses recebidas pelo município, apenas 8.035 doses foram aplicadas, o que representea 81,3% das doses.

A decisão foi tomada pela Comissão de Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), durante reunião com prefeitos e secretários municipais. Foi determinado que uma nova remessa só seria entregue aos municípios que tivessem administrado no mínimo 85% das doses recebidas, para evitar o estoque desnecessário.

Nossa reportagem tentou contato com a coordenadora da Rede de Frio de Itabuna, Camila Brito, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno.

A secretária de Saúde de Itabuna, Lívia Mendes, afirmou às 19h15 de quinta-feira (11.mar) que conseguiu a atingir a meta e que receberá novo lote de vacinas nesta sexta-feira (12.mar).

Entenda ⤵️

Atualizada às 21h26min.

//

Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna

Leia em: 2 minutos

A curva de contágio da covid-19 nas duas principais cidades da região Sul da Bahia tem preocupado autoridades, enquanto que grande parte da população segue alheia ao assunto, desrespeitando protocolos e medidas de segurança.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde de Itabuna, no dia 03 de março o número de casos ativos da doença chegava a 623, ocupação de leitos de UTI 29, de ocupação dos leitos clínicos 38 e óbitos 412.

Na quarta-feira, 10, os casos ativos até baixaram, estava em 489, ocupação de leitos clínicos 34 e de UTI 25, mas em relação às mortes, deu um salto para 444. O que mostra que nessa segunda onda a doença está muito mais agressiva, com evolução para óbito.

Na vizinha cidade de Ilhéus, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, no dia 03 de março os casos ativos estavam em 332, internados em UTI 63 pessoas, sendo que destas, 29 são de Ilhéus. Já as mortes, 323. No último dia 10, 255 casos ativos da covid-19 com 69 pessoas internadas na UTI, sendo que destas, 35 de Ilhéus. Os óbitos saltaram para 336.

A recomendação é simples, sair de casa para o estritamente necessário, e se sair, use máscara, não deixe de usar álcool em gel ou lavar as mãos e não aglomere. Seja consciente.  

Danilo do Mercado, vereador de Duque de Caxias

Leia em: 2 minutos

O vereador de Duque de Caxias Danilo Francisco da Silva, conhecido como Danilo do Mercado (MDB), foi morto a tiros na última terça-feira (10.mar), no bairro Jardim Primavera, na Baixada Fluminense. O filho do político, Gabriel Francisco, de 25 anos, também morreu no local.

Os dois estavam a cerca de cinco quilômetros de casa quando um homem, ainda não identificado, atirou com um fuzil nos dois. Danilo foi o oitavo vereador mais votado da cidade da Baixada Fluminense, com 6.080 votos.

Em nota, a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) informou que investiga o caso. O delegado Uriel Alcântara afirmou à CNN que, a princípio, a investigação seguirá na linha de execução.

A DHBF também informou que Danilo do Mercado é investigado por homicídios, constituição de milícia e grupo de extermínio, esbulho possessório (grilagem de terras), extorsão e ameaça.

Fernanda Costa, do MDB, filha do traficante Fernandinho Beira-Mar, assume a vaga que era de Danilo na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias.  

A dentista Fernanda Costa (MDB), vereadora de Duque de Caxias (RJ) e filha do traficante Fernandinho Beira-Mar assume vaga na Câmara de Duque de Caxias

//

Leia em: < 1 minuto

No seu primeiro pronunciamento após se tornar elegível, o ex-presidente Lula fez duras críticas ao comportamento das igrejas na pandemia do novo coronavírus. Só faltou dizer que esses templos religiosos são também responsáveis por muitos óbitos.

O petista-mor disse que “muitas mortes poderiam ter sido evitadas, que o papel da igreja é ajudar para orientar as pessoas, não é vender grão de feijão”.

Nas entrelinhas, o líder do lulopetismo acusa os senhores líderes religiosos de ganhar dinheiro aproveitando da gravíssima crise sanitária e humana, que, pelo andar da carruagem, pode alcançar, ainda no primeiro semestre de 2021, a triste marca de 500 vidas ceifadas pela covid 19.

Algumas lideranças do lulopetismo da Bahia acharam que Lula exagerou na dose. Lembraram que o discurso vai criar mais obstáculos na tentativa de reconquistar a confiança do segmento religioso, principalmente em relação aos evangélicos, que começam a se afastar do bolsonarismo. 

___________
Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

//

Secretário da Saúde de Santo Antônio de Jesus autoriza compra de remédios sem eficácia comprovada contra a Covid-19 // Foto: Reprodução/TV Subaé

Leia em: < 1 minuto

O secretário da Saúde de Santo Antônio de Jesus, Leonel Cafezeiro, autorizou a compra de ivermectina e azitromicina para tratar a Covid-19. No entanto, segundo estudos rigorosos realizados ao redor do mundo, esses remédios não têm eficácia comprovada contra a doença.

“Autorizamos a compra, já foi feita a licitação, porque não temos outra medicação a não ser essas. Muitas pessoas que tomaram tiveram bons resultados, então o que a gente não pode é não fazer nada”, disse.

Apesar da informação do secretário, a prefeitura de Santo Antônio de Jesus informou, por meio de nota, que a licitação não é direcionada ao combate do coronavírus de forma específica e que os medicamentos já são utilizados por médicos da rede municipal para tratar outras doenças e problemas respiratórios.

Ainda de acordo com a nota, não há um protocolo que obrigue os médicos a receitarem os medicamentos em caso de Covid-19, mas quem julgar necessário pode prescrever.

Segundo o secretário, ele tomou a medicação quando foi infectado pelo novo coronavírus e ainda disse que o melhor remédio é o cuidado que cada um tem que ter. Do G1

O prefeito de Curaçá, Pedro Alves de Oliveira (PSC); a ex-prefeita de Capim Grosso, Dra. Lydia (PSD); e a ex-prefeita de Malhada de Pedras, Terezinha Alves (PP)

Leia em: < 1 minuto

Na sessão desta quinta-feira (11.mar), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios determinaram que sejam feitas representações ao Ministério Público Estadual contra o atual prefeito de Curaçá, Pedro Alves de Oliveira (PSC); da ex-prefeita de Capim Grosso, Lídia Pinheiro (PSD) ou Dra. Lydia como é conhedida; e da ex-prefeita de Malhada de Pedras, Terezinha Alves Santos (PP), pelo pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias, no exercício de 2019. Os gestores também foram punidos com multa no valor de R$1,5 mil cada.

Os conselheiros determinaram, ainda, a restituição aos cofres municipais, com recursos pessoais, dos valores gastos indevidamente. Assim, o prefeito de Curaçá terá que devolver o montante de R$83.622,51, enquanto a prefeita de Capim Grosso devolverá a quantia de R$4.571,61. Já à gestora de Malhada de Pedras foi determinado o ressarcimento de R$24.277,05.

O relator dos processos, conselheiro Fernando Vita, afirmou que o não cumprimento dos prazos e formalidades exigidas pela legislação previdenciária, implica no prejuízo – injustificável – ao erário, impondo aos responsáveis pelo ato a obrigação de ressarcir o dano causado. Cabe recurso das decisões. 

Notícias mais lidas

Outros assuntos