Enderson Guinho tem mostrado bastante desenvoltura e experiência política

Leia em: 8 minutos

O vice-prefeito e Secretário Municipal de Esportes e de Lazer, Enderson Guinho (DEM), fala nessa entrevista bombástica sobre a sua caminhada política junto ao prefeito Augusto Castro, avalia a sua gestão, além de falar sobre a sua pré-candidatura a deputado federal, inclusive com uma possível dobradinha com a primeira-dama e Secretária Municipal de Combate à Pobreza, Andrea Castro. “Hoje, Andréa Castro é um nome que está sendo conversado”.

Também comenta sobre a sua filiação ao DEM e o compromisso de articular em Itabuna a candidatura de ACM Neto junto ao Governo da Bahia, bem como sobre sua relação política com a presidente do Cidadania, Mariana Alcântara. Confira os principais trechos.

Pauta.Blog // Enderson Bruno dos Santos. De onde vem o nome Guinho?
Guinho // Meu irmão se chama Gleidston e o apelido Gueu. Quando nasci meu pai Emerson escolheu Enderson, mas uma tia, para combinar com o meu irmão me chamou de Guinho e pegou. Com o passar do tempo ficou Guinho e pouco uso Enderson, é tanto que quando fui candidato a vereador usei “Enderson Guinho”.

Pauta.Blog // De onde vem o DNA de sua ascensão na política?
Guinho // Desde adolescente que trabalho com juventude na Igreja Católica, fui coordenador do grupo de adolescentes, depois grupo de jovens da Diocese de Itabuna que tem outras 18 cidades, e nessa luta quando via muitos jovens envolvidos no mundo das drogas sempre existia um desejo de discutir política pública para juventude, dando opções de emprego e lazer para a juventude. Nós sabemos que não se combate a criminalidade aumentando o número de viaturas e policiais, mas também com oportunidades. Quando você tem o esporte funcionando, educação, cultura e lazer dentro das comunidades, é dada a oportunidade para os jovens estarem distante da marginalidade.

No Brasil tem existido uma ascensão de novos nomes em busca de uma política mais transparente, mais limpa, e desde o início do meu mandato como vereador estive muito próximo das pessoas e elas perceberam que dentro de Itabuna existia um político jovem que era acessível para construir essa política. Com apenas dois anos de mandato coloquei meu nome como deputado estadual, as pessoas achavam ser loucura, mas eu estava analisando como era a política de Itabuna. E o resultado é que dentro da política que fiz enquanto vereador, a população teve um olhar diferente para o meu mandato, que me consagrou o terceiro candidato a deputado estadual mais votado em Itabuna, e dois anos depois sendo o vice-prefeito da cidade em uma chapa vitoriosa.

Pauta.Blog // Dos cargos já ocupados de vereador, vice-prefeito e secretário, qual foi ou tem sido o mais desafiador?
Guinho // Eu acredito que o de vereador porque é preciso atuar com 20 vereadores e se destacar entre todos é muito difícil. O resultado do seu trabalho é o voto, então se sobressair dentro de um colegiado, é preciso realmente atender as expectativas da população. Ser vereador é um desafio gigantesco. Para ser eleito você concorre com a cidade toda, é muito difícil chegar ao Parlamento Municipal, e ao chegar lá é preciso mostrar a população qual é a função do vereador, depois executar essa função com maestria e isso não é fácil!

Ser vice-prefeito também não é fácil, apesar das demandas do Poder Executivo recair sobre o prefeito, mas é muita coisa também com o vice-prefeito, principalmente pelo fato da nossa campanha ter sido muito casada e assim tem sido no mandato. Enquanto Secretário de Esportes também não tem sido fácil, porque pegamos um esporte falido e precisamos mudar essa situação.

Pauta.Blog // Como você avalia a cidade após Augusto e Guinho assumirem a Prefeitura de Itabuna?
Guinho // O que está sendo diferente na nossa gestão é que ela está sendo extremamente participativa. A comunidade está tendo a oportunidade de dialogar com o prefeito e as coisas serem construídas com a participação popular e de representações. Eu recebo em meu gabinete inúmeras pessoas dos bairros e de representações, e nós temos tentado atender as demandas do povo e isso cria uma aprovação popular.

O dia a dia também mostra essa aprovação com o atendimento de cobranças das gestões anteriores, como a retomada do atendimento portas abertas SUS no Hospital Manoel Novaes, a reabertura do Cemepi que ocorrerá no próximo mês, hospital de campanha que era o desejo da população, ações mais efetivas no combate à Covid-19, operação oxigênio funcionando diariamente, obras estruturantes como a da avenida Manoel Chaves, atração de empregos, temos o Atakarejo que será instalado a cidade, entre outras ações.

Pauta.Blog // Qual a nota você daria, hoje, para a sua relação com o prefeito Augusto Castro?
Guinho // Eu tenho uma relação muito boa. E me ouso a dar um dez. Eu e o prefeito dialogamos sempre, não existe nenhum tipo de problema, e isso tem sido importante para a cidade. Ele tem dado condições para que eu possa contribuir com a gestão. Tenho tido condições de trabalhar dentro da minha pasta e também em outras pastas, o que não acontecia em gestões anteriores e agora com Augusto tem sido desta forma. Sou grato a ele porque tenho conseguido mostrar também meu trabalho dentro do Executivo.

Pauta.Blog // Fala-se que o prefeito Augusto Castro irá fazer alguns ajustes na equipe de secretários. Você se sente seguro?
Guinho // Tenho conversado muito com o prefeito e tenho dito que as secretarias são de responsabilidade dele, a livre nomeação ou exoneração, então se eu tiver que ser substituído enquanto secretários nós vamos dialogar, assim como eu já disse que nós temos dialogado muito. O meu trabalho tem sido feito e o prefeito como gestor tem avaliado. Eu estou tranquilo em relação a isso. As secretarias são de responsabilidade dele e ele fará o que for melhor para a gestão.

Pauta.Blog // Procede a informação de que sua relação está em pane com Mariana Alcântara atual presidente do Cidadania, partido o qual você foi eleito como vice-prefeito?
Guinho // Da minha parte está tudo tranquilo. Conversei com ela desde quando decidir mudar em razão inicial da minha candidatura para deputado estadual e depois deputado federal, porque o partido tem perspectiva de eleger um deputado e o presidente [Joceval Rodrigues] tem essa candidatura [a federal] já declarada. Então optei por estar em um partido que tivesse maiores condições de ser eleito. A troca de partido foi necessária [recebeu um convite de ACM Neto]. Itabuna é carente de representação na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa, e a minha disponibilidade em colocar meu nome é legítima, é democrática, mas é claro que a população que vai analisar.

Pauta.Blog // Joceval Rodrigues disse que você esteve em Salvador para conversar quando estava saindo do PDT para ir para o Cidadania, mas o mesmo não ocorreu quando você optou por deixar o partido. O que o levou a não procurá-lo mais?
Guinho // Como a tratativa foi feita por aqui, aqui mesmo eu conversei com Mariana, e também em razão da situação de pandemia optei por resolver tudo por aqui, além disso, ACM Neto pediu celeridade na minha decisão porque havia outras pessoas também com interesse no partido, mas por eu já ter sinalizado interesse Neto optou por essa disponibilidade de me entregar o partido…

Pauta.Blog // …então Guinho que comanda o DEM em Itabuna?
Guinho // Com esse convite de ACM Neto eu me senti muito lisonjeado porque ele sempre foi avaliado como um dos melhores prefeitos do Brasil, fez um excelente trabalho em Salvador, e tem uma boa projeção para as próximas eleições. Então assumir o DEM em Itabuna, que é a quinta maior cidade do estado, é uma responsabilidade muito grande. Nunca estive na base do governador Rui Costa, somente quando era PDT, quando deixei o PDT fui para um partido que não era aliado ao Governo do Estado, era oposição, então hoje eu mantenho minha posição, não estando na base do Governo do Estado, só que indo para o DEM e assumindo em Itabuna essa articulação da candidatura de Neto junto ao Governo da Bahia.

Pauta.Blog // O deputado Rosemberg concedeu recente entrevista em relação a gestão do prefeito Augusto Castro, dizendo existir um problema que ele terá que enfrentar, que seria a sua candidatura porque Augusto é parceiro de Rui e consequentemente apoiará a candidatura de Jaques Wagner… Você acredita que essa situação poderá gerar uma fissura entre Augusto e Guinho?
Guinho // Esse comentário é visto por ele como um problema, para mim nunca foi, pelo fato de quando Augusto era candidato eu acreditei na sua candidatura e me coloquei vice, enquanto Rosemberg tinha outro candidato que era Geraldo Simões. O projeto de Augusto foi Guinho, quem acreditou e pediu voto para ele foi Guinho, não foi Rosemberg, que apoiou um candidato que teve quase quatro mil votos e foi derrotado.

Eu acredito é que é um privilégio para o Governo do Estado ter o apoio de Augusto, porque Rui Costa também não apoiou Augusto na sua candidatura, e eu me coloquei contrário ao Governo do Estado porque eu era oposição a Fernando Gomes, com denúncias gravíssimas da administração dele, Itabuna reprovava Fernando, e o Governo do Estado o apoiava. Eu não poderia dividir palanque com uma pessoa que estive durante todo meu mandato denunciando irregularidades. Não vou mudar meus princípios, meu jeito de pensar por conta de um cargo político.

Ninguém viu até aqui postura minha contrária ao governo do Estado, que venha prejudicar o prefeito. Eu e Augusto fomos parceiros na eleição, ganhamos e até aqui eu tenho sido parceiro, foi com quem eu fiz compromisso na eleição e tenho compromisso até aqui.

Pauta.Blog // Qual a sua eficaz estratégia para se eleger deputado federal?
Guinho // Visualizando essa real necessidade de representação da região Sul da Bahia, nós vamos levar esse discurso da representatividade. A região tem necessidade de uma maior atenção do governo federal, pois infelizmente pereceu nos últimos anos por falta de ações mais efetivas e de um político que possa lutar pela região. Nós temos condições de levar o Sul da Bahia para o Congresso Nacional e buscar recursos para a região.

Pauta.Blog // Já fechou com quem fará dobradinha em Itabuna?
Guinho // Hoje, Andréa Castro é um nome que está sendo conversado. Nós temos consciência da necessidade de dentro da nossa gestão ter um candidato a deputado estadual e federal, sabendo que o prefeito tem compromisso com Paulo Magalhães, que tem contribuído muito com a nossa cidade, então eu não vou colocar o prefeito contra a parede, jamais. Desde quando eu coloquei meu nome à disposição como federal, eu sabia que o prefeito tinha um compromisso partidário com o Paulo. Andréa Castro como deputada estadual dobra com muita gente [riso], inclusive com Paulo Magalhães, mas acredito muito que podemos formar uma dobradinha itabunense.

Pauta.Blog // Jovem, aos 28 anos, a meta de Guinho é ser prefeito de Itabuna?
Guinho // Confesso que tinha esse sonho, não vou dizer que tinha porque parece não querer mais, mas ao chegar aqui agente se depara com muitas situações que precisa mudar muita coisa, mas confesso que ao chegar aqui bate aquela insegurança, mas estarei sempre à disposição da população. Augusto tem feito uma gestão muito boa, acredito que Itabuna terá pela primeira vez um prefeito reeleito, e quem sabe num futuro agente pode representar Itabuna nesse Centro Administrativo.

LEIA TAMBÉM A COLUNA BALÃO DA POLÍTICA⤵️

Andrea Castro, Enderson Guinho, Pancadinha, Charliane, Colbert, Fernando Gomes, Ronaldo Abude e Oziel Aragão

O projeto virá ao Senado após ter sido aprovado nesta quinta-feira na Câmara dos Deputados // Roberto Jayme/Ascom/TSE

Leia em: 2 minutos

O Senado vai analisar o projeto que garante o direito de se candidatar ao gestor público que tenha tido suas contas julgadas irregulares, mas que tenha sido punido apenas com multa. Isso está previsto PLP 9/2021, projeto de lei complementar que foi aprovado nesta 5ª feira (24.junho) pela Câmara dos Deputados.

O autor do projeto é o deputado federal Lúcio Mosquini (MDB-RO).

De acordo com a legislação atual, fica inelegível por oito anos o gestor que tiver contas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.

Já o texto aprovado na Câmara determina que a pena não cabe aos responsáveis que tenham tido suas contas julgadas irregulares, sem imputação de débito, e tenham sido sancionados exclusivamente com o pagamento de multa.

O deputado argumenta que a inelegibilidade é “a pena de morte” para o político.

“A pena máxima, para quem faz da política uma militância, é a inelegibilidade. E esse projeto tira a inelegibilidade apenas para aqueles que não cometeram ato doloso, não tem dano ao erário, não tem enriquecimento ilícito e tem apenas uma sanção de multa”, declarou ele, acrescentando que a lei atual aplica a pena máxima de forma muito genérica.

O relator da matéria na Câmara, deputado federal Enrico Misasi (PV-SP), afirmou que é necessário tornar a Lei Complementar 64/1990 (também chamada de Lei da Inelegibilidade) compatível com a jurisprudência dos tribunais eleitorais.

“Ao analisarem as contas, os tribunais veem que a pena é desproporcional. São casos de omissão parcial na prestação de contas, divergência com tribunal de contas acerca de dispensa de licitação para a realização de algum show, situações de baixíssimo potencial ofensivo em que não há dano ao erário”, justificou. 

//

Leia em: 3 minutos

Podemos dizer que a votação apontada nas pesquisas para João Roma, do Republicanos, sigla ligada a Igreja Universal do Reino de Deus, aqui na Bahia sob a batuta do deputado federal e bispo Márcio Marinho, corresponde a 80% de eleitores bolsonaristas.

Outro fato incontestável é que a pré-candidatura do ministro da Cidadania na sucessão do governador Rui Costa (PT) ainda é uma tentativa de levá-lo a ser vice de ACM Neto, que além de ocupar a primeira posição nas consultas de intenções de voto, é o presidente nacional do Partido do Democratas (DEM).

Roma na chapa majoritária encabeçada pelo ex-prefeito de Salvador, que realizou duas boas gestões no comando do Palácio Thomé de Souza, é o maior desejo do bolsonarismo. Se a missão de reaproximá-los falhar, o plano B entra em ação, que é a candidatura de verdade de Roma ao governo do Estado, o que significa um importante palanque para o segundo mandato de Bolsonaro (reeleição).

De agora em diante, tudo que vier do governo federal para a Bahia será creditado a Roma. Vale lembrar que o programa Bolsa Família, vinculado a pasta da Cidadania, terá um aumento e, obviamente, que será atribuído a um esforço, a uma iniciativa do ex-aliado de Neto.

Outro ponto é que não interessa a cria política do ex-alcaide soteropolitano postular o Senado. Ou a vice de Neto ou sair candidato a governador. Nos bastidores do romismo, é dado como certo, favas contadas, que a vaga para o Senado da República não tem como não ser do grupo político do lulopetismo, seja com Rui Costa ou Otto Alencar, dirigente-mor estadual do PSD, buscando sua reeleição.

O cenário, até mesmo em decorrência de que as eleições vão acontecer em 2022, se encontra envolto por um grande e denso nevoeiro, que só vai começar a dissipar, tornando-o mais transparente, depois das águas de março fechando o verão de 2022, como costumo dizer.

Daqui para o início da efervescência do pleito, na hora da onça beber água, como diz a sabedoria popular, muita água para passar debaixo da ponte do emaranhado jogo político ou, se o caro leitor preferir, muita poeira para assentar no chão da sucessão estadual.

O que salta aos olhos, e aí não se tem nenhuma dúvida, é que João Roma saindo candidato ajuda o petista Jaques Wagner. Assim como qualquer rebeldia na base aliada de Rui Costa, principalmente com o PP do vice-governador João Leão, termina beneficiando ACM Neto.

Dessa, digamos, labiríntica e empolgante disputa pelo cobiçado comando do Palácio de Ondina, só se tem uma única certeza: que o próximo governador não tem como não ser ACM Neto, Jaques Wagner ou até mesmo João Roma. É mais fácil encontrar uma pequenina agulha em um gigantesco palheiro do que aparecer outra opção com viabilidade eleitoral e força política para desbancar o trio.

O traiçoeiro e movediço mundo da política, através de seus representantes, uns dignos outros não, uns com espírito público, mas a grande maioria visando os próprios interesses, costuma dizer que na política tudo é possível. Mas é impossível que o substituto de Rui Costa não saia dessa “lista tríplice” pelo voto popular. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

A prefeita Sheila Lemos (DEM) marcou a próxima reunião já está marcada para daqui 30 dias.

Leia em: 2 minutos

A prefeita Sheila Lemos (DEM) cobrou de cada membro do primeiro escalão a apresentação de metas para 30, 60 e 90 dias. Segundo a gestora, as diversas secretarias estão comprometidas com a realização de uma gestão com grandes projetos para a cidade e para a zona rural, projetos que exigem tempo e muitos recursos, mas também tem o compromisso das ações mais imediatas, com as prioridades, por isso a estipulação de três prazos para essas metas.

“Estamos em um momento financeiro muito complicado, em que a arrecadação diminuiu e a despesa cresceu, daí a importância de termos bem definido o que podemos fazer no curto prazo, para atender às demandas da população”, explicou Sheila.

Ter boas ideias, projetos e colocar mãos à obra, esta foi, em resumo, a orientação que Sheila deu na reunião. E sempre chamando a atenção para a necessidade de utilização criteriosa dos recursos financeiros. “Vamos procurar fazer mais com menos. A redução na arrecadação. Incluindo repasses, exige de nós criatividade, evitar qualquer desperdício. Vamos analisar cada ação, ver a urgência e as condições para a sua realização. Podemos diminuir despesas, colocar o pé no freio dos gastos, sem parar de trabalhar, de realizar”, afirmou.

A prefeita fez questão de destacar a autonomia de cada membro do primeiro escalão em suas respectivas pastas, mas disse que sua orientação é a de que haja a máxima integração entras diversas secretarias.

Para Sheila, o diálogo e a integração entre as áreas do governo são fatores que possibilitarão o sucesso do conjunto. “A nossa meta é que o nosso trabalho obtenha a melhor aprovação possível, nosso esforço tem que ser nessa direção, mas, com consciência das dificuldades, sabemos que é melhor todo mundo ter nota oito do que um ter 10 e outro cinco. Trabalhando, ao máximo, a intersetorialidade, a cooperação interna podemos cumprir as prioridades que estão no nosso plano de governo”, avaliou a prefeita.

“Ainda há muito a ser feito. Estamos todos sendo avaliados, por isso, vamos ser ainda mais exigentes com nós mesmos, por isso estipulamos as metas e a necessidade de economizar para poder fazer ainda mais pelas pessoas”, alertou Sheila e finalizou reafirmando a importância da unidade interna. “O governo está sendo avaliado em conjunto. Se um setor não está bem, não é um problema do setor, mas de todos. Somos um só organismo atuando em favor de uma comunidade e o que cabe a um cabe a todos”.

A próxima reunião já está marcada para daqui 30 dias.

//

Os voos serão operados por aeronaves Airbus A320

Leia em: < 1 minuto

Salvador e Porto Seguro estão entre as oito cidades brasileiras incluídas no início das operações da ITA Transportes Aéreos, companhia do Grupo Itapemirim, que estreia no mercado doméstico no dia 1º de julho. A capital baiana receberá nessa data voo de Guarulhos (SP), rota que também abrange a cidade de Porto Seguro (Costa do Descobrimento) como escala.

A coordenadora de Parcerias da companhia, Patrícia Gomes, reuniu-se virtualmente com o secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacelar, para conversar sobre o voo inaugural para Salvador, projetos da ITA para o Estado e possíveis parcerias na divulgação dos destinos baianos.

Um receptivo do Governo do Estado, com mulheres caracterizadas de baianas distribuindo fitinhas do Senhor do Bonfim e cocadas, aguardará os convidados do primeiro voo no portão de desembarque do aeroporto de Salvador. Segundo Patrícia, um porta-voz da empresa concederá entrevista coletiva no local para falar do início das operações da ITA e planos de expansão para o futuro.

As passagens estão à venda no site da companhia, www.voeita.com.br, e em agências de viagens, com tarifas especiais de lançamento.

//

Manchetes desta 5ª feira, 24 de junho/2021

Leia em: < 1 minuto

// VALOR ECONÔMICO: Salles deixa Meio Ambiente e temor é de continuidade

// CORREIO DA BAHIA: Bahia tem 2 mil denúncias de violência contra criança

// O GLOBO: Servidor diz ter levado suspeita na compra da Covaxin a Bolsonaro

// O ESTADO DE S.PAULO: Aliado diz que avisou Bolsonaro de compra suspeita de vacina

// FOLHA DE S.PAULO: Cai Salles, que conduziu agenda antiambiental no Meio Ambiente

//

Mauro Ribeiro, presidente da ACI

Leia em: < 1 minuto

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Mauro Ribeiro, parabenizou a atuação da Secretaria Municipal de Saúde pela implementação de estratégias visando o avanço na vacinação contra a Covid-19 no município. O empresário lembrou ainda que a demanda foi abordada em reunião com representantes da classe empresarial e a secretária Lívia Mendes.

Dentre as solicitações, os empresários comemoram o horário estendido para a imunização e o Drive Noturno para o atendimento às pessoas com idade acima de 40 anos. Ao mesmo tempo, a secretaria atendeu ao pedido de não paralisar a vacinação nas semanas com feriado, tendo em vista a grande quantidade de pessoas que aguardam a primeira dose.

Segundo a prefeitura municipal, mais de 90 mil pessoas vacinadas em Itabuna e isso significa mais de 40% da população acima dos 18 anos. “O avanço da vacinação nos deixa esperança e expectativa para que possamos no segundo semestre virar a página do Covid-19, das restrições e pensar num plano de retomada da economia, no pós-pandemia”, concluiu Mauro.

Cotações desta 4ª feira, 23 de junho de 2021

Leia em: < 1 minuto

🍫 Cotação do Cacau 
Ilhéus > R$ 178,00 (comum > arroba)
Nova York > R$ 2.374,50 (futuro > tonelada)

☕ Cotação do Café Conillon (60 kg) 
Eunápolis > Café Tipo 7/8 > R$ 455,00
Eunápolis > Café Tipo 7 > R$ 460,00

🐂 Cotação do Boi Gordo @ arroba 
Jequié > R$ 290,00
Barreiras > R$ 285,00
Feira de Santana > R$ 300,00
Santo Antônio de Jesus > R$ 305,00
Itapetinga > R$ 298,00
Salvador > R$ 301,00

//

INSS fará o pagamento para 31 milhões de beneficiários

Leia em: 2 minutos

Opagamento da segunda parcela do 13º salário ocorrerá entre os dias 24 de junho e 7 de julho. A data do depósito será de acordo com o número final do benefício, sem levar em conta o dígito verificador. Mais de R$25 bilhões serão injetados na economia do país.

Confira o calendário de pagamento:

DESCONTO DO IMPOSTO DE RENDA
A segunda parcela do 13º salário pode ter um valor diferente da primeira devido ao desconto do Imposto de Renda. Essa tributação varia conforme a idade: para aposentados a partir de 65 anos, há isenção extra do Imposto de Renda e só é cobrado se o benefício superar R$ 3.807,96. Já o segurado com idade até 64 anos paga IR caso receba acima de R$ 1.903,98.

QUEM TEM DIREITO AO 13º SALÁRIO
Tem direito ao 13º salário quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão.

Não têm direito ao abono anual os que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/Loas) e Renda Mensal Vitalícia (RMV).

//

Exoneração foi publicada hoje, 4ª feira, no Diário Oficial da União

Leia em: < 1 minuto

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu demissão do cargo nesta 4ª feira (23.junho). A exoneração, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

No lugar de Salles, o presidente nomeou Joaquim Álvaro Pereira Leite, que até então ocupava o cargo de secretário da Amazônia e Serviços Ambientais do ministério.

Após a publicação de sua exoneração, Ricardo Salles fez um pronunciamento à imprensa, no Palácio do Planalto, para explicar os motivos de sua saída. Segundo ele, está ocorrendo no país um processo de “criminalização” de opiniões divergentes sobre a questão ambiental e, por isso, ele estava abrindo espaço para maior diálogo. Da Agência Brasil.

//

Com concentração 55% de cacau, o intenso ao leite Bahia Terra da Felicidade da ChOr foi destaque em concurso na França

Leia em: 2 minutos

Marca baiana de chocolate de origem dirigida pela empresária Luana Lessa, a ChOr acaba de receber o Prêmio Gourmet Bronze AVPA 2021, concedido pela Agência de Valorização dos Produtos Agrícolas (AVPA), uma organização não governamental sediada em Paris. Referência em concursos internacionais de produtos excepcionais feitos no país de origem, a AVPA foi fundada em 2005 e mantém relacionamento permanente com mais de 10.000 produtores de 50 países.

O produto eleito, concorrendo com chocolates do mundo todo, foi o Bahia Terra da Felicidade, um chocolate ao leite mais intenso, “dark milk” com 55% de concentração de cacau. O resultado foi divulgado ontem, 3ª feira (22.junho) em Paris, França. Para as avaliações do concurso de chocolates, a agência convidou um júri de especialistas em chocolate, analistas sensoriais e personalidades gastronômicas mundiais.

“O propósito da ChOr é contribuir com o crescimento desta cadeia produtiva e mostrar ao Brasil e ao mundo o valor do cacau brasileiro através do nosso chocolate”, explica Luana Lessa, que há dois anos se mudou para Portugal com a intenção de internacionalizar sua marca.

CACAU
Criada em Ilhéus, Sul da Bahia, a ChOr – Chocolate de Origem traz na essência a valorização da sua região, a Costa do Cacau. A marca produz, desde 2013, o seu próprio chocolate bean-to-bar, partir de amêndoas rigorosamente selecionadas de cacau fino oriundo de produtores locais.

Para o chocolate premiado com o selo AVPA, a ChOr utilizou cacau selecionado do cacauicultor José Carlos Assis, dedicado à produção de amêndoas especiais há mais de 15 anos na região do cerrado de Ilhéus e no município vizinho, Uruçuca.

José Carlos orgulha-se de ser parceiro da ChOr desde o nascimento da marca e ressalta que já possui diversos lotes de cacau com selo de indicação geográfica, o que atesta a qualidade e a origem do insumo.

Prefeito Augusto Castro e o secretário Davidson Magalhães avaliam locais para receber novos equipamentos esportivos // Foto de Alex de Sousa

Leia em: 2 minutos

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), visitou praças esportivas da cidade, na terça-feira, dia 22, acompanhado do secretário estadual do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte, Davidson Magalhães, e do secretário municipal de Relações Institucionais e Comunicação, José Alcântara Pelegrini.

O Governo do Estado sinalizou que vai aportar mais investimentos na requalificação de quadras de areia e quadras poliesportivas.

Antes da visita às praças esportivas, o titular da Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte fiscalizou a construção do Campo de Futebol do Esporte Amador, no Centro de Atenção Integral à Criança e Adolescente (CAIC), Jorge Amado, no Jardim Primavera, onde autorizou as obras de drenagem e do banco de reservas. Depois, a comitiva se dirigiu ao conjunto desportivo da Avenida Fernando Cordier, ao lado da ponte do São Caetano, cuja requalificação será autorizada pelo governador Rui Costa.

“Davidson é itabunense, tem feito grande trabalho à frente da Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte e conosco está acompanhando a execução de obras em andamento e observando o que pode ser feito alguns equipamentos da cidade, utilizados para a prática de esportes”, afirmou o prefeito Augusto Castro. Segundo ele, “agora, o secretário traz mais boas notícias para Itabuna, o que demonstra seu compromisso e do Governo do Estado com a cidade”.

O secretário destacou que, além da reforma e requalificação da Vila Olímpica Professor Everaldo Cardoso e da construção do Campo do Futebol Amador, o governo estadual vai autorizar um pacote de obras na infraestrutura esportiva na cidade. “As obras serão anunciadas pelo governador e pessoalmente desejo deixar uma marca na cidade. Não posso passar pela Secretaria sem que faça uma intervenção nos equipamentos dedicados à prática do desporto”, resumiu.

O secretário de Relações Institucionais e Comunicação, José Alcântara Pelegrini, acredita que seja possível entregar a remodelada praça esportiva da Ponte do São Caetano num prazo entre 90 e 120 dias. “Além disso, o prefeito Augusto Castro e o secretário Davidson Magalhães visitaram outras praças, cuja requalificação depende de estudos que estão sendo iniciados. “Foi grata satisfação receber este itabunense que, como titular da Setre, contribui com a Administração municipal e promete mais um presente para a cidade ao lado do governador Rui Costa. Aguardem”, declarou.

O deputado federal Félix Mendonça afirmou que existem indícios fortes de corrupção na aquisição do imunizante

Leia em: 2 minutos

O deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT) enviou hoje, 4ª feira (23.junho) ao Ministério da Saúde um requerimento solicitando informações sobre a compra de doses da vacina indiana Covaxin. O pedetista afirmou que existem indícios fortes de corrupção na aquisição do imunizante.

No requerimento, Félix questiona quanto o ministério gastou por cada dose da Covaxin. De acordo com informações divulgadas na imprensa, uma dose do imunizante custaria cerca de 100 rúpias, aproximadamente US$ 1,34 (um dólar e trinta e quatro centavos), mas foi adquirida pelo governo federal por US$ 15 (quinze dólares).

“Queremos saber o que a Covaxin tem de especial para ser mais cara do que as outras vacinas. Enquanto a dose desse imunizante custou o equivalente em reais a cerca de R$80, a Oxford/AstraZeneca saiu por pouco menos de R$20. É uma história nebulosa que precisa ser explicada. Os indícios de ilícitos são grandes”, afirmou Félix.

O Brasil assinou um contrato para a compra de 20 milhões de doses da Covaxin. No requerimento, Félix questiona o ministério sobre irregularidades apontadas no contrato por um funcionário do Departamento de Logística da pasta, que teria sofrido pressões atípicas para acelerar o processo de compra. As denúncias foram feitas ao Ministério Público Federal (MPF), que investiga o caso.

“Esse servidor disse, inclusive, ter denunciado diretamente ao presidente da República as suspeitas envolvendo a Covaxin e apresentado um material que comprovaria que houve pedido de pagamento fora do contrato para importar três lotes com data próxima ao vencimento. Questionamos no requerimento se o ministério recebeu essas denúncias e se agiu para coibir eventuais casos de corrupção nesse episódio”, acrescentou o deputado.

//

Denúncias podem ser feitas à CIPRv/Itabuna pelo (73) 9 9984-8359

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Rodoviária Estadual deflagrou na 3ª feira (22.junho), a Operação São João, com o intuito de intensificar o policiamento e a fiscalização de trânsito em toda área de responsabilidade da PRE.

Vale ressaltar que também serão intensificadas as fiscalizações do cumprimento das medidas de prevenção à propagação da Covid-19 e outras ações pertinentes à responsabilidade da PRE.

A CIPRv/Itabuna seguem as atividades até o próximo dia 30 com atuação também de prevenção ao transporte irregular intermunicipal, além de serem utilizados radares portáteis e testes de etilômetro com o intuito de reduzir os casos de acidentes de trânsito.

Denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp (73) 99984-8359.

//

Os proprietários de veículos com placas de final 3 e 4 têm também até os dias 29 e 30 de junho, respectivamente, para pagar o IPVA em cota única e sem desconto // Foto de Camila Souza/GOVBA

Leia em: 2 minutos

Os proprietários de veículos com placas de final 7, 8, 9 e 0 ainda podem pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com 5% de desconto, em cota única. No caso das placas de final 7 e 8, o prazo se encerra nos próximos dias 29 e 30 de junho, respectivamente. Já para as placas de final 9 e 0, o abatimento é válido até o final do próximo mês: dias 29 e 30 de julho. As datas podem ser consultadas na tabela do IPVA 2021 do Estado da Bahia.

O contribuinte pode fazer o pagamento em uma agência, um caixa eletrônico ou um aplicativo do Banco do Brasil, do Bradesco ou do Bancoob, bastando apenas apresentar o número do Renavam. Para quem estiver elegível, o desconto de 5% no IPVA é calculado automaticamente no momento da transação.

PARCELAMENTO
Os proprietários de veículos com placas terminadas em 7, 8, 9 e 0 podem optar ainda por dividir o IPVA em três parcelas, sem o desconto. Para isso, basta observar os vencimentos das cotas na tabela, também de acordo com o número final da placa do veículo. Quem perder o prazo da primeira cota deixa de ter o direito ao parcelamento em três vezes, devendo efetuar o pagamento integral do imposto até a data da última parcela.

Todas as informações poderão ser consultadas neste site, Canal Inspetoria Eletrônica – IPVA, ou pelo call center da Secretaria da Fazenda do Estado, no 0800 071 0071 (ligações de telefone fixo) e no 71 3319-2501 (para ligações de celular ou de telefone fixo).

Os débitos referentes à taxa de licenciamento e às multas de trânsito deverão ser pagos até a data de vencimento da terceira parcela. Os débitos anteriores do IPVA ainda não notificados também podem ser divididos em três vezes, juntamente com o IPVA 2021. No entanto, o proprietário que perder o prazo da primeira cota deixa de ter o direito ao parcelamento.

//

Os condutores podem acessar habilitação digital, sistema de notificação eletrônica e parcelamento de taxas, impostos e multas, no cartão de crédito

Leia em: < 1 minuto

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) lançou o app gratuito Detran.BA Mobile está disponível para os sistemas Android e iOs, com plataformas de fácil navegação.

Pelo celular, o cidadão pode acessar uma série de serviços relacionados a condutores e veículos, como a segunda via da carteira de habilitação e do licenciamento. Ele pode também registrar a ocorrência de acidentes de trânsito, com foto, checar veículos suspeitos e conferir o vencimento da carteira e do documento do carro.

O app integra ações na área de tecnologia que incluem o portal de serviços do órgão na internet (www.detran.ba.gov.br), habilitação digital, sistema de notificação eletrônica e parcelamento de taxas, impostos e multas, no cartão de crédito. Procedimentos ainda estão disponíveis no SAC Digital (www.sacdigital.ba.gov.br).

“Os avanços tecnológicos seguem a determinação do Governo do Estado de facilitar a vida do cidadão. Em dezembro, quando entra em vigor a placa Mercosul, vamos inaugurar uma moderna Central de Atendimento, no Shopping da Bahia, e pretendemos lançar a versão digital do documento do veículo”, explicou o diretor-geral do Detran, Lúcio Gomes.

//

Ilhéus zerou o estoque e aguarda nova remessa da vacina contra a Covid-19

Leia em: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus informou que a vacinação da primeira dose contra a Covid-19 está suspensa no município a partir de hoje, 4ª feira (23.junho).

De acordo com a Secretaria de Saúde, a cidade zerou o estoque e aguarda nova remessa da vacina para dar continuidade à imunização por faixa etária, que nesta semana contemplou pessoas com idade igual ou superior a 40 anos.

Pessoas com dose de reforço tanto da CoronaVac quanto da vacina de Oxford/AstraZeneca devem se dirigir ao ponto fixo, portando CPF e cartão de vacinação constando a primeira aplicação do imunizante.

SERVIÇO
2ª dose – CoronaVac e Oxford/AstraZeneca
Local: CMAE – Avenida Canavieiras, 275 – Cidade Nova
Horário: Das 8h às 12h e das 13h às 15h

Advogado e ex-presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Nizan Lima estava internado e, há alguns dias, apresentou piora do seu quadro de saúde, por complicações da Covid-19

Leia em: < 1 minuto

NOTA DE PESAR

A Câmara de Vereadores de Ilhéus lamenta o falecimento do ex-vereador e ex-presidente da Casa, Nizan Lima dos Santos, vítima da Covid-19. Considerada uma das mais respeitadas lideranças políticas da região, especialmente entre as décadas de 80 e 90, Nizan foi eleito para cinco mandatos no Parlamento ilheense. Ocupou a presidência do Legislativo por mais de uma vez.

Em 2016, tentou chegar ao Poder Executivo. Foi candidato a vice-prefeito de Ilhéus, pelo PRTB. E, em 2020, tentou retornar para a Câmara, candidatando-se pelo Democratas. Era advogado e tinha 77 anos. Deixa esposa, filhos e netos.

Nizan Lima era respeitado por seu espírito público e pela forma de fazer política, com ética e equilíbrio. Era admirado por correligionários e por adversários políticos. Foi mais uma vítima da pandemia.

Foi internado há algumas semanas e teve o quadro agravado nos últimos dias. Uma campanha chegou a pedir doação de sangue para um quadro que já era extremamente grave. Esta madrugada, ele não resistiu.

A Câmara de Ilhéus se solidariza com os familiares de Nizan Lima dos Santos. E lamenta mais esta irreparável perda para a sociedade ilheense. Ilhéus perde uma personalidade rica na forma de pensar e de agir pela coletividade.

Ilhéus, 23 de junho de 2021.

Jerbson Moraes
Presidente

//

Manchetes desta 4ª feira, 23 de junho/2021

Leia em: < 1 minuto

// A TARDE: Capital para de vacinar por escassez de doses

// CORREIO DA BAHIA: Sem fogueiras e com barreiras sanitárias

// TRIBUNA DA BAHIA: Força-tarefa fecha cerco a sonegadores

// O GLOBO: MPF aponta indícios de crime na compra da Covaxin

// O ESTADO DE S.PAULO: Indústria faz lobby e Câmara articula limite a importados

// FOLHA DE S.PAULO: Lira fala em racionamento educativo de energia no país

Notícias mais lidas

Outros assuntos