Hilton Coelho está firme nas fiscalizações

Leia em: 2 minutos

O deputado Hilton Coelho (PSOL) deu entrada em uma representação junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Salvador, Bruno Reis. “Acionamos o Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa do MP-BA em razão das falas inverídicas do prefeito Bruno Reis em relação à pandemia do coronavírus. Segundo o parlamentar, Bruno Reis tem soltado inverdades em relação à vacinação de grupos de professores. “Questionamos de forma absoluta essas e outras falas do executivo municipal”, afirma o parlamentar.

Hilton Coelho lembra que o processo de vacinação é lento e a primeira dose, para atingir 100% dos docentes, exige certo tempo. “As falas do prefeito dão a entender que se trata de processo imediato. Ora, a imunização completa das trabalhadoras e trabalhadores da educação só ocorrerá algumas semanas após a segunda dose dos imunizantes, que variam de acordo com o tipo da vacina”.

O legislador destaca que “de forma acintosa o prefeito Bruno Reis chamou de falsa a informação e denúncias feitas por entidades de representação dos docentes sobre escolas que, recém-abertas às aulas presenciais, foram fechadas por casos de contaminação pelo coronavírus. A situação em duas escolas comprovou-se grave e desmentiu a posição da Prefeitura de Salvador. Na Escola Municipal Professora Eufrosina Miranda e no Centro Municipal de Educação Infantil Mário Altenfelder, profissionais testaram positivo e os tais protocolos não foram cumpridos. O prefeito Bruno Reis (DEM) e o secretário de Educação, Marcelo Oliveira, em lugar de resolver a situação, preferiram tentar desacreditar a denúncia a chamando de “fake news”.

E completa: “A atuação do Ministério Público é fundamental para que se restabeleça a verdade. A inverdade não pode se tornar um instrumento de ação administrativa em Salvador”, conclui Hilton Coelho.

Governador Cláudio Castro

Leia em: < 1 minuto

O governador Cláudio Castro virou alvo de um pedido de impeachment do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) em função da operação policial no Jacarezinho, que resultou em 28 mortes, entre elas a de um policial.

Segundo o parlamentar, Castro cometeu crime de responsabilidade por descumprimento da decisão do STF e permitir a operação da Polícia Civil no Jacarezinho.

A petição do deputado, que foi protocolada na Alerj junto ao presidente da casa André Ceciliano, com base no artigo 146 da Constituição Estadual do Rio de Janeiro, que diz que é crime de responsabilidade do governador que atentar contra: a existência da União, do Estado ou dos Municípios; o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e do Ministério Público; o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais; a segurança interna do país ou do estado, entre outros.

Marcelo Nilo (PSB) e Rodrigo Maia (ex-DEM e agora no PSD)

Leia em: < 1 minuto

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) tomou café da manhã com o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Em entrevista à Rádio Metrópole, Maia afirmou que se sente traído pelo presidente nacional do Democratas, ACM Neto, por não ter apoiado o deputado federal Baleia Rossi (MDB) na eleição à presidência da Casa.

Segundo ele, a decisão do ex-prefeito de Salvador de endossar o nome de Arthur Lira (PP-AL), candidato visto como nome do Palácio do Planalto, mesmo após o seu bloco unir mais de 300 deputados, só veio à tona na véspera da eleição.

Rodrigo Maia está de malas prontas para o PSD de Gilberto Kassab, seguindo os caminhos do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

//

Leia em: 3 minutos

O título do comentário de hoje está no plural porque envolve duas expressivas lideranças políticas: o governador Rui Costa (PT) e o senador Otto Alencar (PSD).

O também senador Jaques Wagner e ACM Neto, ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ficam de fora dessa angustiante dúvida diante do processo sucessório estadual, da disputa pelo cobiçado comando do Palácio de Ondina.

O ex-governador Jaques Wagner, que é o petista da Bahia mais próximo do ex-presidente Lula, já decidiu seu caminho. Sua candidatura ao governo do Estado no pleito de 2022 é irreversível, favas contadas, 2+2=4.

Não tem nenhum “porém” na pretensão de Wagner. Nada que possa demovê-lo da intenção de governar a Boa Terra pela terceira vez, salvo algum acidente de percurso que justifique sua desistência.

Em relação a ACM Neto, qualquer recuo pode significar o começo de um desgaste que pode durar por muito tempo. Vale lembrar que o ex-gestor soteropolitano deixou várias feridas – muitas delas ainda não cicatrizadas – em decorrência da sua decisão de não sair candidato na sucessão de 2018.

Cito o exemplo de dois postulantes, um para a Assembleia Legislativa e o outro à Câmara Federal, que culpam Neto por não se reelegerem, respectivamente Augusto Castro, atual prefeito de Itabuna, e o demista José Carlos Aleluia, que volta e meia ameaça romper com o netismo. Augusto deixou o PSDB e foi para o PSD. Aleluia permanece no DEM.

Essas opiniões de que ACM Neto vai ser vice de Bolsonaro e que vai desistir da disputa pelo maior cargo do Poder Executivo estadual visam enfraquecê-lo e, por tabela, atrair os pré-candidatos da oposição a deputado federal. Uma espécie de terrorismo político.

Quanto a Rui Costa, o dilema continua: disputar ou não o Senado da República? Já disse inúmeras vezes que a cúpula do lulopetismo não confia no vice-governador João Leão, que ficaria seis meses como governador com a desincompatibilização de Rui. Leão é do PP, que é a legenda mais bolsonarista do Congresso. O presidente nacional da sigla, o senador Ciro Nogueira, um dos ferrenhos defensores do governo federal na CPI da Covid-19, é adepto do “Deus no céu, Bolsonaro na terra”. Com efeito, o próximo passo é criar obstáculos para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar o tal do orçamento secreto de R$ 3 bilhões, já apelidado de “bolsolão”, que rima com petrolão e mensalão, os dois maiores escândalos dos governos do PT.

E Otto Alencar, dirigente-mor do PSD da Bahia, como fica nessa composição da chapa majoritária se Rui Costa resolver disputar o Senado? Vai se contentar em ser vice de Wagner, como quer a instância maior do lulopetismo? O cargo de vice é muito pequeno para Otto, que merece ser tratado com mais respeito. Otto como vice de Wagner é o começo da sua decadência política. Não podemos esquecer do compromisso de Rui com a reeleição de Otto, que faz um bom trabalho no Parlamento, tido como um senador atuante, incisivo, coerente e firme nas suas colocações.

Outro ponto que não pode passar despercebido, é que qualquer manobra contra à reeleição de Otto pode afastar de vez um eventual apoio do PSD à candidatura presidencial do agora “ficha limpa” Lula e, como consequência, aproximar a sigla, sob a batuta de Gilberto Kassab, do presidenciável Ciro Gomes (PDT).

Os dilemas da sucessão estadual estão no colo de Rui Costa e de Otto Alencar. A grande expectativa gira em torno da reação de Otto se ficar de fora da majoritária na vaga para o Senado.

Francamente, como diria o saudoso e inesquecível Leonel de Moura Brizola, não acredito que o senador Otto Alencar aceite ser apequenado pela soberba e esperteza do lulopetismo. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

Secretária Andrea Castro

Leia em: < 1 minuto

Duas mil e quinhentas famílias em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza recebem, a partir da manhã desta quarta-feira, dia 12, em caráter emergencial, cestas básicas distribuídas pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza de Itabuna. A distribuição integra o “Comida na mesa”, uma ação da Prefeitura local.

A distribuição será realizada nos CRAS da Rede de Apoio da Secretaria, a partir dos cadastros previamente realizados. “As famílias cadastradas estão sendo contactadas pela Equipe de Abordagem para comparecem, em dia e turno específicos, no CRAS de referência, de acordo ao bairro de cada família”, explicou a secretária Andrea Castro.

Nesta quarta-feira, as cestas básicas são distribuídas na sede do CRAS-CEU–Centro de Referência de Assistência Social-Centro de Artes e Esportes Unificados, no bairro Urbis-4.

A pena prevista para o Crime contra a Administração da Justiça pela sonegação de objeto de valor probatório (retenção de autos) é de detenção, de seis meses a três anos, e multa

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (12.maio), a Operação Restituir, em Ilhéus.

Trata-se de fase ostensiva de investigação da Polícia Federal visando cumprir 2 (dois) mandados de busca e apreensão, tendo por objeto documentos e elementos informativos, em especial, autos de processos (ações penais) que não foram restituídos por advogado(a) devidamente intimado(a) judicialmente.

Policiais federais deram cumprimento aos mandados na residência da pessoa de interesse e em um Cartório de Registro Civil (local de trabalho do mesmo alvo), ambos expedidos pela Vara Única da Justiça Federal em Ilhéus.

ATUALIZADA ÀS 10H02MIN

Balanço: Foram encontrados os 03 procesos penais objetos dos mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal e outros 02 processos, um do TJBA e outra da Justiça Federal, que serão encaminhados as respectivas Varas para providências necessárias

Polícia Federal chegando no Premier Business Center, em Ilhéus; Assista ⤵️

Rui destacou a importância de garantir a valorização das forças de segurança do Estado. “O prêmio é pago para as unidades que alcançaram as metas de redução de violência. O objetivo é reconhecer e valorizar o desempenho de servidores no combate ao crime”, afirmou

Leia em: < 1 minuto

A Bahia irá aplicar mais de R$ 13 milhões no pagamento do Prêmio por Desempenho Policial (PDP) para servidores da segurança pública que contribuíram para a redução da criminalidade em suas áreas de atuação.

Serão contemplados mais de 13 mil policiais militares, civis e técnicos, com valores que podem chegar a R$ 1,8 mil por pessoa. O governador Rui Costa fez o anúncio na terça-feira (11.maio), durante o programa Papo Correria. Os recursos estarão disponíveis nas contas dos servidores no próximo dia 17 de maio.

Os valores a serem pagos variam entre R$ 371 e R$ 1,8 mil, calculados com base nos resultados alcançados. No total, serão contemplados aproximadamente 10,6 mil profissionais da Polícia Militar e 2 mil da Polícia Civil, além de mais de 200 peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

As inscrições podem ser feitas ainda na sede da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, no Estádio Municipal

Leia em: < 1 minuto

O Projeto Social Lazer do Bem iniciará aulas gratuitas de futevôlei para o público masculino e feminino, na faixa etária de 12 a 17 anos. As aulas e treinos serão nos períodos da manhã e tarde, às segundas e quartas-feiras, na quadra da Praça da Bíblia.

O projeto é organizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, em parceria com a Escola de Futvôlei El Tchaca, que seguirá todos os protocolos de segurança em saúde recomendados em decretos municipais e estaduais. Portanto, inicialmente as vagas serão limitadas a 12 pessoas por horário.

“O esporte é essencial à qualidade de vida, por isso, estamos estimulando os jovens nesta modalidade, embora, as condições atuais ainda exijam muitas restrições. Nosso prefeito Jânio Natal faz questão de apresentar alternativas seguras neste período pandêmico, para que a chama do espírito atlético dos nossos talentos não se apague, além de proporcionar mais qualidade de vida”, explica o secretário de Esportes e Lazer, Hélio de Paula.

De acordo com Mário Alexandre, o feito reflete o reconhecimento do Governo Federal ao trabalho realizado pelo Município de Ilhéus

Leia em: 2 minutos

A Prefeitura de Ilhéus concretizou na terça-feira (11.maio) um duradouro e árduo trabalho social de equipe, em favor da população em situação de vulnerabilidade e risco social. Isto porque, nesta terça-feira, 11, o prefeito Mário Alexandre entregou na sede do centro administrativo de Ilhéus à secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), o micro-ônibus adquirido por meio do programa de Mobilidade do Ministério da Cidadania (Mob-SUAS).

Um grupo de quatro mulheres representantes dos Centros de Referência Assistência Social (CRAS) do município, como Lailana Marques de Oliveira (CRAS Oeste), Taynã Tubinambá (CRAS de Olivença), Thais Silva da Paixão (CRAS norte), e Julita Maria de Jesus (CRAS Vilela), prestigiaram o ato, que foi marcado por muita emoção e agradecimento.

O veículo, equipado com elevador para deficientes físicos, é destinado para o atendimento dos beneficiários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), com assistência às famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico); beneficiárias do Programa Bolsa Família; gestantes; crianças de até seis anos e suas famílias em situação de vulnerabilidade social e risco pessoal e social; idosos e pessoas com deficiência, os contemplados pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC); e pessoas em situação de rua.

Ilhéus é um dos onze municípios baianos contemplados no programa do Ministério da Cidadania (Mob-SUAS). O processo para a aquisição, fruto de uma gestão voltada para a dignidade humana, foi iniciada ainda no ano de 2017, quando a pasta municipal de Desenvolvimento Social estava sob os cuidados da primeira dama Soane Galvão, autora da solicitação do veículo.

A entrega oficial do micro-ônibus pelo Ministério da Cidadania ao Município de Ilhéus aconteceu na última sexta-feira, 7, em um encontro na capital baiana entre o prefeito ilheense e o Ministro da Cidadania, João Roma. De acordo com Mário Alexandre, o feito reflete o reconhecimento do Governo Federal ao trabalho realizado pelo Município de Ilhéus. “Quero agradecer ao ministro da Cidadania, João Roma, e ao deputado Paulo Magalhães pelo apoio”, acresceu Mário Alexandre.

O conjunto de dados pode significar o início de reversão de ciclo de redução do fluxo comercial, que se expandiu 20,1% no quadrimestre, com aproveitamento da retomada do comércio mundial. Em tempos de pandemia e de medidas de restrição à circulação de pessoas, a exportação gera oportunidades de negócios, com efeitos domésticos positivos na geração de riqueza e renda

Leia em: 2 minutos

As exportações baianas atingiram US$ 840,5 milhões em abril, com aumento de 55,5% em comparação a igual mês de 2020. Apesar do efeito base que explica parte importante da sua magnitude, a alta na exportação em abril reflete a recuperação do comércio internacional e a intensa demanda chinesa e asiática, que contribuiu para elevar preços e puxar o embarque de commodities. Isso ocorre sobretudo com a soja, que voltou em grande volume aos portos após o atraso na colheita e dos derivados de petróleo, cujos preços médios tiveram aumento significativo.

As informações, divulgadas nesta segunda-feira (10), foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan).

As importações alcançaram US$ 727,8 milhões no mês e aumentaram 91,4% em relação a abril de 2020. Também sob o efeito da base baixa de comparação, as compras externas foram puxadas principalmente por combustíveis e pela recomposição de insumos que sofreram desabastecimento no mercado externo e interno. Isso aconteceu mesmo com câmbio depreciado, porque o desabastecimento também contribuiu para elevar preços no mercado interno.

As exportações do complexo soja (grão, farelo e óleo) aumentaram 34,2% no mês passado e responderam por 26% das vendas totais do estado ao exterior, em abril. Os fortes embarques do grão, em março e abril, ocorreram após um atraso da safra recorde, que reduziu a exportação no início da temporada.

As projeções para as exportações de soja são as melhores possíveis para a atual safra, considerando o valor baixo dos estoques globais, o aumento da produção na Bahia e a forte demanda asiática, sobretudo da China. O mercado chinês representou quase 57% das vendas do setor esse ano, com um crescimento de 18,6% ante igual período de 2020.

Já o valor das exportações de derivados de petróleo teve alta de 433,5% sobre abril do ano passado, impactado por uma alta dos preços, que se elevou em média 113,1% comparado ao mesmo mês de 2020. Novamente o mercado asiático (Cingapura) respondeu por mais de 90% das compras.

No acumulado até abril, as exportações baianas acusam crescimento de 7,5%, influenciadas muito mais pela alta dos preços médios dos produtos exportados (33,4%), com destaque para soja, derivados de petróleo, produtos metalúrgicos e minerais. Os volumes embarcados avançaram muito menos em alguns segmentos e chegaram a registrar baixa no total do período (-19,4%), em função do atraso na colheita das lavouras de soja nos primeiros dois meses de 2021 e dos embarques menores de derivados de petróleo.

Os países asiáticos lideram os mercados de destino com 50% de participação no total de vendas até abril. Mas outros parceiros econômicos importantes da Bahia, que demandam produtos locais, como Estados Unidos (+17,4%), Argentina (+15,4%) e União Europeia (+6,5%), também vivem em um contexto de recuperação econômica, resultando numa demanda crescente de diversos produtos da pauta estadual. 

Tags: , ,
Leia em: < 1 minuto

“Esse documento foi comentado pela doutora Nise Yamaguchi, que provocou uma reação um pouco deselegante minha, de dizer que aquilo não poderia ser. Só quem pode modificar uma bula de medicamento registrado é a agencia reguladora do país, desde que solicitado pelo detentor do produto”.

O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, confirmou à CPI da Covid que houve uma reunião no Palácio do Planalto para discutir a mudança na bula da cloroquina.

Nutricionista Gabriella Barreto

Leia em: 2 minutos

A nutricionista Gabriella Barreto, servidora da Prefeitura Municipal de Coaraci, usou as redes sociais para fazer um desabafo no que se refere ao tratamento que os profissionais e pacientes de nutrição estão recebendo no município. Ela que atende em várias unidades de saúde conta em uma de suas primeiras denúncias refere-se ao fato de “infelizmente o município prezar por quantidade e não qualidade. O município tem 10 postos de saúde, mas apenas dois nutricionistas”.

E completa: “Nutricionista tem que ser máquina de atendimento. Eu não consigo atender um paciente em menos de 30 minutos, porém, somos obrigados a atender o máximo de pacientes que puder”.

Condições atuais da sala para atendimento no município de Coaraci, segundo a nutricionista Gabriella Barreto

Ela cita também o Centro Médico de Sáude Ângelo Brito, em que as condições da sala em que ela precisou atender os pacientes foi uma demonstração de um ato desumano. “Eu tenho direito de me recusar a atender numa sala a que me foi imposta hoje. E essa situação já vem me incomodando há muito tempo, tentei conversar com o meu coordenador, com o Secretário de Saúde, com o prefeito e até com a primeira dama, que também é nutricionista e poderia se sensibilizar, mas sem sucesso, confundem a situação com assuntos políticos”.

A nutricionista Gabriela frisa que os profissionais de nutrição merecem respeito e uma sala digna. “Nós não temos condições de trabalho, não temos nem uma balança para pesar o paciente, sumiram os livros, didáticos, mesas, cadeiras, tudo que foi adquirido através de verba da Vigilância Alimentar e Nutricional, do Governo Federal”.

 

Condições da sala antes, em 2015, segundo a nutricionista Gabriella Barreto

E lamenta o fato de que o município prega a humanização do atendimento, mas que não faz de fato. “Nós só trabalhamos com a boca, papel e caneta. Estou exigindo apenas que a Prefeitura faça a sua parte. Deixo aqui a minha revolta com a saúde pública de Coaraci”.

O Pauta.Blog deixa o espaço para a Prefeitura de Coaraci se manifestar.

Dê play e assista o vídeo da nutricionista Gabriella Barreto⤵️

Leia em: 2 minutos

Um grupo de mães do movimento “Volta às aulas Itabuna” foi recebido segunda-feira (10), no Plenário da Câmara de Itabuna, para apresentar um protocolo defendendo o retorno das aulas no formato híbrido. Elas levaram o documento atendendo a pedido do presidente da Casa, Erasmo Ávila (PSD), que planeja audiência para tratar do assunto junto com representantes do Executivo, do Ministério Público, além de técnicos nas áreas de saúde, educação e da sociedade organizada.

CAUSA COLETIVA
O formato híbrido para o retorno, como o nome sugere, prevê que metade de cada turma assista às aulas de forma presencial e o restante de maneira remota. Nos dias seguintes, alterna. Ou seja, todos teriam a oportunidade de desfrutar da sociabilidade com colegas e professores – algo viabilizado pelo convívio escolar e que tanta falta tem feito na rotina dos estudantes. Afinal, são mais de 400 dias sem aulas.

O pleito foi apresentado pela advogada Indira Riella; médica Carolina Barreto; fisioterapeuta infantil e psicanalista Natália Freire; neuropsicóloga Daniela Moreira; dentista Daniele Rocha e a funcionária pública Débora dos Santos. Com a exigência de que sejam adotadas medidas sanitárias nas unidades escolares, elas relataram sobre queixas de famílias que não têm estrutura para garantir o acesso dos filhos às aulas virtuais ou até a exposição deles à violência estando fora da sala de aula.

“Viemos explicar detalhadamente o propósito desse movimento, para que nossa representação, que é a Câmara, entenda o que nossas crianças estão passando. Nosso objetivo é demonstrar que o ambiente escolar é seguro; a mesma ciência que defende a vacina defende que o ambiente escolar é seguro e o retorno das aulas pode acontecer de maneira imediata sim!”, justificou Indira Riella.

Vice-presidente da Associação Somos Um, Daniele Rocha mostrou a roforma voluntária que a entidade garantiu na Escola Municipal Leonor Santos Pacheco, na Rua de Palha. E reiterou, sobre o protocolo que consideram semelhante ao adotado para abertura de academias, bares, restaurantes e igrejas: “Termômetro, álcool em gel, máscaras, salas divididas … os protocolos são simples e dá para serem seguidos”, afirmou.

Graças aos reparos assegurados, o local está pronto para a volta às aulas. Em relatos emocionados mostrados em vídeo, inclusive, mães daquela região fizeram questão de clamar para ver seus meninos na escola novamente.

//

Giselly está confiante no resultado

Leia em: < 1 minuto

A jovem itabunense Giselly Pinheiro está na expectativa do grande ensaio geral do Concurso Miss e Mister Bahia, que acontecerá no próximo dia 22 de maio, Casa D’Itália (Campo Grande), em Salvador.

A turma teen e juvenil se apresentará às 13h30min, enquanto que os adultos às 15 horas.

A recomendação é que caprichem no visual e não deixem de levar um salto e estar com faixa.

Giselly, que representará Itabuna, conta que tem muitas expectativas para este ensaio e que apesar de se sentir à vontade nas passarelas, sempre bate uma ansiedade. “Principalmente por fazer parte desse concurso e por rever amigos que fiz”, contou Giselly.

Ajude uma família carente de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

O Colégio Jorge Amado, de Itabuna, realiza uma campanha solidária em prol das famílias carentes da cidade. Intitulada “Jorge Amado Solidário”, a campanha tem o objetivo de arrecadar leite, arroz e óleo.

Quem quiser ajudar, o posto de coleta das doações está sendo na sede do próprio colégio.

Cotações desta terça-feira, 11 de maio de 2021

Leia em: < 1 minuto

🍫 Cotação do Cacau 
Ilhéus > R$ 200,00 (comum > arroba)
Nova York > R$ 2.462,00 (futuro > tonelada)

☕ Cotação do Café Conillon (60 kg) 
Eunápolis > Café Tipo 7/8 > R$ 430,00
Eunápolis > Café Tipo 7 > R$ 435,00

🐂 Cotação do Boi Gordo @ arroba 
Jequié > R$ 290,00
Barreiras > R$ 290,00
Feira de Santana > R$ 300,00
Santo Antônio de Jesus > R$ 300,00
Itapetinga > R$ 285,00
Salvador > R$ 301,00

Marcone Amaral (PSD), Rosemberg Pinto (PT) e Josias Gomes

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (PSD), conseguiu uma verba no valor de 1 milhão para reformar o Centro de Abastecimento do município.

A verba virá através de uma emenda parlamentar do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e foi assinado o convênio na Desenvolvimento Rural (SDR) sob o comando do secretário Josias Gomes.

A obra será executada pelo Consórcio Litoral Sul.

Leia em: < 1 minuto

“Os fatos falam por si. O Brasil virou o cemitério do mundo. O fato de terem transformado o Brasil nisso não ficará impune. Seria a desmoralização de todos nós da CPI”.

Renan Calheiros (MDB-AL) é o relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado.

//

Leia em: 2 minutos

O lulopetismo e o bolsonarismo estão empatados nas acusações de forte impacto eleitoral. O placar, que é de 1×1, envolve a corrupção e o genocídio.

Os petistas acusam o governo Bolsonaro de não ter combatido a pandemia do novo coronavírus como deveria, atribuindo a falta de vacinas ao governo federal e, como consequência, boa parte do número de óbitos, cuja previsão é de mais de 500 mil vidas ceifadas pela cruel covid-19 ainda neste semestre.

Os bolsonaristas, por sua vez, acusam os governos do PT, principalmente os dois do ex-presidente Lula, de serem os mais corruptos da história da República brasileira.

Ambos os lados estão assentados em fatos. E contra eles, os argumentos são fracos e inconsistentes. Não tem como negar à irresponsabilidade diante da gravíssima crise sanitária e a roubalheira escancarada nos governos do PT.

É evidente que os dois extremos, um de direita outro de esquerda, negam o genocídio e a corrupção. Tem até lulominions dizendo que Lula, o petista-mor, não sabia de nada. O que não deixa de ser hilariante. Se for verdade, o ex-presidente foi um bobo da corte.

O jogo das acusações teve agora um novo ingrediente que pode alterar o resultado. Se o governo Bolsonaro não explicar o tal do orçamento secreto bilionário para favorecer parlamentares, o placar passa a ser de 2×1 a favor do petismo.

O toma lá, dá cá, em troca de apoio no Congresso, envolve a dinheirama de R$ 3 bilhões. Teve até compras de tratores e de equipamentos agrícolas com preços de quase 260% acima dos valores fixados pelo governo.

A comparação com o escândalo dos Anões do Orçamento passa a ser inevitável. Até as freiras do convento das Carmelitas sabem que o “tratoraço” é uma modalidade de corrupção com recursos do orçamento.

Portanto, cabe ao governo Bolsonaro explicar tudo, sob pena do lulopetismo passa na frente do placar.

Pois é. Até que ponto chegamos. Disputa entre grupos políticos pelo “troféu” de quem menos se corrompeu. É fim de mundo, diria minha saudosa vovó Nair.

E assim caminha a politicagem, seguindo a estrada da corrupção, atropelando o que há de mais sagrado na política: o dinheiro público, dinheiro meu, seu, nosso, enfim, de todo povo brasileiro.

PS – O Brasil não pode ficar nessa disputa entre a volta do passado e a permanência da desesperança, de um futuro sombrio. Nessa polarização carregada de ódio. O Brasil precisa de paz, harmonia e justiça social. Não suporta mais o extremismo de esquerda e nem o de direita. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

Além disso, a CIB incluiu agentes do sistema sócio-educativo, bem como pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente a partir de 18 anos

Leia em: < 1 minuto

A Bahia recebereu nova remessa de vacinas contra Covid-19 produzida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, em parceria com a empresa alemã BioNTech. A carga com 69.030 doses chegou em Salvador por volta das 0h45 desta terça-feira (11.maio).

Com mais este envio, a Bahia soma 95.940 imunizantes da Pfizer/BioNTech. Além dessas, o estado já recebeu 2.794.200 doses da Coronavac e 216.3950 Oxford/AstraZeneca, totalizando 5.054.090.

Será publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (12.maio) a ampliação dos grupos prioritários, o que incluirá a vacinação de lactantes, sem doenças crônicas, até o sexto mês de amamentação e trabalhadores de transporte aquaviário (lancha e transporte de passageiros).

Notícias mais lidas

Outros assuntos