Bekos

A Prefeitura estava impossibilitada de realizar a coleta de lixo

Leia em: < 1 minuto

Após Decisão Judicial que determinou a desobstrução da entrada do galpão onde ficam os carros de coleta de lixo, a Prefeitura de Eunápolis retomou, no fim da tarde de ontem, 3ª feira (25.maio), o serviço de coleta de lixo em todo o município.

A Prefeitura estava impossibilitada de realizar a coleta de lixo desde a noite do último domingo (23.maio), quando um pequeno grupo de catadores de materiais recicláveis ocupou a entrada do galpão, impedindo a saída dos veículos.

A ação danosa, que foi realizada por um pequeno grupo de catadores, prejudicou toda a população que ficou sem os serviços de limpeza nos últimos dias. Na decisão, que foi prontamente cumprida pelos manifestantes, o juiz Roberto Costa de Freitas Júnior, da 1ª Vara da Fazenda Pública, Comarca de Eunápolis, determinou a desocupação e desobstrução imediata do local.

Para garantir a retomada imediata da limpeza em todo o município, o secretário de Serviços Públicos, Sandro Lopes, afirmou que os técnicos da equipe operacional da secretaria estarão nas ruas realizando a coleta, até a conclusão dos serviços. De acordo com o secretário, outros serviços que ficaram prejudicados também serão retomados, como iluminação, tapa-buracos, roçagem e poda, dentre outros..

A prefeita Cordélia disse que "é preciso ter responsabilidade com o erário público"

Leia em: 2 minutos

Durante uma #Live com a população de Eunápolis, a prefeita Cordélia Torres (DEM), “entregou” os mais recentes deslizes da gestão anterior, que estão consequentemente prejudicando este início de governo da administração municipal. “O tempo da mentira acabou. Minha gestão vai ser de transparência, é preciso ter responsabilidade com o erário público. Dívida é dívida e deve ser paga”, alfinetou.

E prosseguiu: “Nós sabemos que muitos vão falar do meu governo que começou agora, mas imagina 16 anos de um mesmo governo, e quando nós assumimos a Prefeitura encontramos uma enxurrada de demandas que começamos tentando amenizar cada uma”. Ela cita como exemplo o serviço de coleta de lixo que estava interrompido, e logo foi regularizado assim que foi empossada.

Também citou a retirada brusca das famílias que vivem da coleta seletiva no lixão. “Se tivessem criado primeiro uma cooperativa, para só depois retirar essas famílias, poderia estar gerando aproximadamente 200 empregos”, sugeriu. Logo que foi empossada, a prefeita Cordélia Torres também buscou logo visitar o hospital da cidade, onde recebeu várias informações e denúncias impactantes, entre elas, de um bebê que faleceu recentemente na lista de espera de uma vaga em UTI Neonatal.

“O município fez a aquisição de equipamentos para montar a referida UTI, há cerca de quatro anos, mas não prosseguiu com o projeto. Vidas foram perdidas como deste bebê, que precisava apenas de um banho de luz infravermelha, que é disponibilizado apenas em UTI Neonatal”, explicou. E finalizou questionando a falta de pagamento ao SOS vida, instituição que atende crianças. “Cinco meses sem pagar as despesas desta instituição tão importante. Deixou de pagar mais de R$ 100 mil”.

Notícias mais lidas

Outros assuntos