//

Leia em: 3 minutos

O Governo do Estado decidiu prorrogar a restrição da locomoção noturna de pessoas das 21h às 5h, em toda a Bahia, até o dia 17 de maio. A medida, que tem como objetivo conter a disseminação do novo coronavírus, foi publicada neste domingo (9) na versão on-line do Diário Oficial do Estado (DOE).

Em 227 municípios (ver lista abaixo), o toque de recolher vale das 20h às 5h. Já nos municípios integrantes de região de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI vier a se manter igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos, a restrição na locomoção será válida das 22h às 5h. Por ter alcançado esta meta, o toque de recolher em Salvador está em vigor das 22h às 5h.

Fica proibida, em todo o território do Estado da Bahia, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 18h de 14 maio até às 5h de 17 de maio.

Para a venda de bebida alcoólica aos finais de semana, continua a valer a determinação de que as regiões de saúde precisam alcançar a taxa de 75% ou menos de ocupação de leitos de UTI por cinco dias consecutivos. Por isso, em Salvador, segue permitida a venda de bebidas alcoólicas durante o final de semana.

A realização de shows e festas, independentemente do número de participantes, também continua proibida até 17 de maio. Esta medida vale para toda a Bahia sem exceção, nem mesmo para Salvador.

AULAS
As unidades de ensino públicas e particulares podem manter as atividades de forma semipresencial. Para que isso ocorra, é necessário que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid esteja abaixo de 75% por cinco dias consecutivos nas regiões de saúde. Para Salvador, o Governo do Estado já havia autorizado o retorno das aulas, respeitando tais critérios, e segue mantido.

Além disso, as atividades letivas devem ficar condicionadas à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.

TRANSPORTE
A circulação dos meios de transporte metropolitanos continua suspensa no período das 22h30 às 5h, até 17 de maio.

A circulação do ferry boat também segue suspensa das 22h30 às 5h de 10 de maio a 14 de maio de 2021, ficando vedado o seu funcionamento nos dias 15 e 16 de maio.

Até 17 de maio, a circulação das lanchinhas deverá ser suspensa das 22h30 às 5h. Nos dias 15 e 16 de maio, ocupação das embarcações fica limitada ao máximo de 50% da capacidade.

MUNICÍPIOS COM TOQUE DE RECOLHER DAS 20H ÀS 5H:
Abaíra, Acajutiba, Adustina, Alagoinhas, Alcobaça, América Dourada, Anagé, Andaraí, Angical, Antas, Aporá, Araçás, Aracatu, Aramari, Baianópolis, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Belmonte, Belo Campo, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Bonito, Boquira, Botuporã, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buritirama, Caatiba, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Canápolis, Canarana, Candiba, Cândido Sales, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Catolândia, Catu, Caturama, Central, Cícero Dantas, Cipó, Cocos, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cotegipe, Crisópolis, Cristópolis, Dom Basílio, Encruzilhada, Entre Rios, Érico Cardoso, Esplanada, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Firmino Alves, Formosa do Rio Preto, Gentio do Ouro, Guajeru, Guanambi, Guaratinga , Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapuã, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Igaporã, Iguaí, Inhambupe, Ipupiara, Iraquara, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itaetê, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itamaraju, Itambé, Itanagra, Itanhém, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itarantim, Itororó, Ituaçu, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, Jacobina, Jandaíra, João Dourado, Jucuruçu, Jussara, Jussiape, Lagoa Real, Lajedão, Lajedinho, Lapão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Maetinga, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Mansidão, Marcionílio Souza, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Mirangaba, Mirante, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Muquém do São Francisco, Nova Canaã, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Horizonte, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pedrão, Piatã, Pindaí, Piripá, Piritiba, Planalto, Poções, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Quixabeira, Riachão das Neves, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Ruy Barbosa, Santa Cruz Cabrália, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José do Jacuípe, Sátiro Dias, Saúde, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serrolândia, Sítio do Mato, Sítio do Quinto, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanque Novo, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Tremedal, Uibaí, Umburanas, Urandi, Utinga, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wanderley e Xique-Xique.

Dupla também tem envolvimento na ocorrência que terminou com dois homens mortos por traficantes

Leia em: < 1 minuto

Equipes das polícias Civil e Militar capturaram, na manhã desta segunda-feira (10), mais dois seguranças do supermercado Atakarejo. Os mandados foram cumpridos em Salvador e na cidade de Conceição do Jacuípe. Dupla também tem envolvimento na ocorrência que terminou com Bruno e Yan Barros da Silva mortos por traficantes.

Até o momento, três seguranças e três traficantes foram presos por participação no duplo homicídio. Os mandados foram cumpridos durante a Operação Retomada, deflagrada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio de outras unidade da Polícia Civil, da SI da SSP, da PM e do DPT.

Além das prisões, mandados de busca e apreensão também foram cumpridos. Um deles, na sede do supermercado, onde foram recolhidos livros de ocorrências administrativas, computadores e aparelhos celulares.

//

A peça conta com os talentosíssimos atores Alex Francis, Rafael de Souza e a grande atriz Larissa Profeta, que também é interprete da canção para a peça, escrita por Nô, com arranjo de Adilson Nascimento. A produção é do Teatro de Experiência Grapiúna

Leia em: 3 minutos

Quando você é convidado para assistir a uma peça teatral online, num primeiro momento imagina que não será algo tão interessante, pois estamos acostumados ao teatro existindo diante da plateia, com o coração do ator pulsando na sua frente. O ator  trocando energia com a público, e você  sendo tocado pela emoção, de forma direta. Aquela luz, aquele som, aquele olhar cruzando com o seu, nada pode substituir. Ledo engano. A última apresentação me fez refém, me hipnotizou. Já tinha assistido a outros espetáculos, inclusive um diretamente de Salvador, no mês de fevereiro, que me impressionou, sobretudo, como a tecnologia foi usada para trocar cenários, aproximar atores, atuando a distância. Gritei: Viva a tecnologia! Atores bons, direção belíssima! Gostei do espetáculo. Entretanto, na última semana, o diretor Marquinhos Nô, de Itabuna, com quem tive o privilegio de trabalhar na montagem da peça  “Paixão de Cristo”, em 2017, naquela cidade, e já fez apresentação em Itapetinga, me enviou um convite para o espetáculo “Canção Para Uma Flor de Barro”, de sua autoria e que também assinava a direção.

O trabalho começa com uma câmara focando alguém que olha pelo buraco, buscando algo, outras vezes, esse buraco parece  ser aquele lugar de onde olhamos como plateia, a miséria da vida, do mundo dos outros, como se nada tivéssemos com aquilo. Depois vem o texto, a história… Tudo é um soco no estômago.  A peça dura cerca de quarenta minutos. O impacto que nos causa, parece um piscar de olhos. É tudo tão direto, tão duro, tão seco, que nos provoca asco à existência de um daqueles personagens, e vontade de cuidar e proteger aquelas vítimas. A plateia se manifesta através do chat (bate-papo), com aplausos, gritos e descrição de lágrimas. Mas é ficção! Bom seria, se fosse! É a vida vestida de arte ou a arte vestida de vida? Ficamos confusos, durante aquela apresentação. Vibramos pelo deleite artístico, mas sofremos ao pensar na realidade.

O espetáculo conta uma história de exploração, machismo, dor, miséria. Fala de Ana, jovem de 23 anos, adotada por uma trasvesti doente (deficiente física, cega), que sofre preconceitos e não tem condições de trabalhar.  Ana, se entrega a um homem,  machista, que lhe maltrata, com a finalidade de ter um sustento para si e para a mãe adotiva. E, ao tentar sair daquele relacionamento abusivo, sofre ainda mais. E o final dessa história é bem conhecida. Ele lhe mata!  “O espectro de Ana vaga, questiona, esperando todas as respostas para compreender por que morreu. Nessa busca, ela descobre que todos são manipulados e manipuladores”, disse o autor e diretor Marquinhos Nô.

No final, nos apresenta a triste estatística do Brasil, como quinto país em mortes violentas de mulheres no mundo, e que mais de 250 mulheres foram vítimas de violência domestica por dia, durante o isolamento social até o momento.  Nos choca saber que uma mulher é morta a cada nove horas, e que o Brasil registra uma morte por homofobia a cada 16 horas. E para concluir, a palavra, escrita, como um grito: Chega! E nos juntamos a esses que gritam: Chega!!

A peça conta com os talentosíssimos atores Alex Francis, Rafael de Souza e a grande atriz Larissa Profeta, que também é interprete da canção para a peça, escrita por Nô, com arranjo de Adilson Nascimento. A produção é do Teatro de Experiência Grapiúna. 


Antônio Maciel é pedagogo, professor, poeta e produtor cultural

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

A Procuradoria Especial da Mulher na ALBA fortalece a rede de proteção à mulher na Bahia

Leia em: < 1 minuto

As deputadas Fabíola Mansur (PSB) e Ivana Bastos (PSD) acompanharam a deputada federal Lídice da Mata (PSB) na audiência que teve com o presidente Adolfo Menezes quando discutiram a instalação de uma Procuradoria Especial da Mulher na Assembleia Legislativa. Procuradora adjunta na Câmara dos Deputados, a socialista trabalha para a implantação de órgãos semelhantes em todas as assembleias legislativas do Brasil para salvaguardar os direitos nas mulheres que são garantidos pela Carta Federal e por todas as Constituições Estaduais.

Para a deputada federal Lídice da Mata, a Procuradoria Especial da Mulher é um “espaço que dá visibilidade e atuação às mulheres deputadas, além de ser um local de acolhimento da luta das mulheres na sociedade. Temos na procuradoria uma interlocução grande com o sistema de justiça do país e recebemos as denúncias de violências contra a mulher, de discriminação de todos os tipos e de violência política”.

A deputada Fabíola Mansur acrescentou que a procuradoria tem o intuito de promover e zelar pela participação mais efetiva das deputadas nos órgãos oficiais, receber, examinar e deliberar denúncias de violência e atos discriminatórios, elaborar pesquisas, estudos, campanhas educativas e ações para representatividade política e empreendedorismo feminino.

Por seu turno, a deputada Ivana Bastos disse ainda que essa iniciativa é mais um passo para estimular a participação feminina, além de ser um ato de respeito à sociedade e às parlamentares.  

//

As mães também estão sendo contempladas com ações realizadas pela SCMI em parceria com O Boticário

Leia em: 2 minutos

Familiares e pacientes da Unidade de Oncologia Pediátrica do Hospital Manoel Novaes (HMN) e do Centro de Radioterapia da Santa Casa de Itabuna (SCMI) tiveram uma manhã de quinta-feira (6.maio) diferente. Eles foram brindados com uma linda apresentação da Charanga da Alegria, que tocou clássicos da MPB, frevo e samba, dentre outros, na abertura da programação especial do Dia das Mães, que será celebrado no domingo (9.maio). As mães também estão sendo contempladas com ações realizadas pela SCMI em parceria com O Boticário.

Apresentação da banda musical emocionou crianças, mães e pais que acompanhavam seus filhos na consulta ou tratamento na unidade de oncologia pediátrica do HMN. Os grandes clássicos da música popular, frevo e machas carnavalescas foram apresentados também para os pacientes e acompanhantes da unidade de radioterapia da SCMI. Entre os pacientes mais animados estava o agricultor Silvestre dos Santos, morador da Fazenda Boa Vista, no distrito de Taboquinhas, em Itacaré.

Morador da zona rural de Itacaré, ele iniciou há uma semana o tratamento de um tumor de próstata. O paciente diz que fez uma viagem no tempo ao ouvir a apresentação musical. “Vou lembrar-me desse dia todas as vezes que me deslocar de Taboquinhas para fazer o tratamento em Itabuna. Foi muito especial por ter tocado muitas músicas que marcam a minha vida. Estamos precisando de ações desse tipo. Até esquecemos que estamos em tratamento”, conta. Silvestre dos Santos acrescentou ainda que, inicialmente, fará esse trajeto por um período de 35 dias.

A supervisora administrativa da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) da SCMI, Deize Souza, explica que apresentação musical foi com o objetivo de proporcionar um momento de alegria para os pacientes e para mães que passam parte de seu tempo na unidade pediátrica lutando para que a saúde de seus filhos seja restabelecida. “Sempre tentamos oferecer esses momentos de descontração e interatividade com os nossos pacientes. É uma ação voluntária feita com muito amor e carinho. E temos um retorno maravilhoso quando olhamos para o rosto de cada um”, conta.

Os músicos Douglas Araújo de Souza e Aldenir Ramos afirmam que a apresentação é uma forma de retribuição ao carinho que recebem do público. “Esses encontros com pacientes em tratamento não têm preço. Ficamos muito contentes com a receptividade e carinho deles. Esse tipo de reconhecimento é o maior patrimônio para o artista”, comemora Aldenir Ramos.

“É gratificante ajudar a proporcionar um momento de alegria para essas crianças aqui, do ambulatório, e os adultos em tratamento no Centro da Radioterapia. Percebemos o sorriso na expressão facial deles. Para nós, que estamos sem poder fazer o que mais gostamos por causa da pandemia, é confortante essa oportunidade de levar a nossa arte para pessoas que estão precisando tanto de ter a saúde restabelecida”, afirma Douglas Araújo. A Charanga da Alegria existe há 9 anos.  

//

Leia em: 2 minutos

A ala pragmática e mais fisiológica do DEM começa a dizer que a posição de ACM Neto, presidente nacional da legenda, diante da sucessão do Palácio do Planalto, vem provocando a debandada de lideranças para outras agremiações partidárias.

O ex-alcaide de Salvador já disse que o DEM não vai tomar o caminho do extremismo, seja com Bolsonaro, que busca sua reeleição, ou com o petista-mor Lula, que quer retornar ao cargo mais cobiçado do Poder Executivo.

Essa decisão de não pegar a estrada dos extremos, do radicalismo e do confronto do ódio, está afastando da sigla os que fazem política de olho nas pesquisas de intenções de voto, os que ficam esperando quem está melhor colocado nas enquetes para encostar.

Todos que estão deixando o demismo, com algumas poucas exceções que envolvem as arrumações regionais, o fazem por oportunismo político. São defensores de que o DEM tem que deixar duas portas abertas, uma para Jair Messias Bolsonaro e a outra para Luiz Inácio Lula da Silva.

Não existe “crise de identidade” no DEM, como alegam os parlamentares que apoiam a possibilidade de apoiar Bolsonaro ou Lula. Ora, ACM Neto já decidiu que não quer nem um e, muito menos, o outro. “Óbvio que não vou cogitar apoiar de um extremo a outro”, disse o ex-gestor soteropolitano. Portanto, essa alegação de “crise de identidade” não passa, como já disse no parágrafo anterior, de oportunismo.

Olhe, caro e atento leitor, ainda vou mais longe. Se no segundo turno a disputa for entre Bolsonaro e Lula, e se tiverem empatados, com qualquer um podendo ganhar, os oportunistas de plantão vão ficar em cima do muro, esperando o resultado. Depois é só dizer que apoiaram o vitorioso, que só não fizeram abertamente por causa da decisão do partido.

Neto diz que o DEM “está sofrendo ataque especulativo dos que têm inveja”. Lembra que a sigla cresceu na comparação entre as eleições de 2020 e 2016, elegendo 464 prefeitos contra 268 do pleito anterior e 49% a mais de vereadores.

É evidente que ACM Neto não pode só ficar na simpatia com o movimento “NEM LULA, NEM BOLSONARO”. Antes das águas de março fechando o verão de 2022, vai ter que decidir o seu candidato à presidência da República. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

Os professores e proprietários de escolas se uniram no movimento

Leia em: 2 minutos

Professores e pais de alunos fizeram uma manifestação na tarde de sexta-feira (7.maio), numa ação do Movimento Volte às Aulas Itabuna. Eles querem o retorno das aulas no sistema híbrido, de forma responsável, tendo os pais a opção de escolha se leva os filhos para a escola ou se permanecem em casa.

Danielle Rocha, integrante do movimento, chama a atenção da sociedade. “Queremos que a sociedade acorde. Estamos em Lockdown apenas nas escolas”, destaca.

O movimento chama a atenção para a necessidade de criar protocolos para o retorno híbrido. “Queremos que as autoridades competentes tomem uma posição. Já temos mais de 400 dias sem aula”, lembrou.

Outra professora frisou que os professores já estão sendo vacinados. A representante da Escola Catavento, Denise Sousa, finalizou lamentando o fato dos alunos estarem sendo prejudicados no desenvolvimento didático, social e afetivo. “Tantos segmentos já retornaram, somente os alunos estão sendo prejudicados. A lacuna será enorme, e quanto mais demorar, pior será”. 

Eduardo Paes nega desentendimento com o ex-prefeito de Salvador

Leia em: < 1 minuto

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, nega desentendimento com o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto. De malas prontas para o PSD de Gilberto Kassab, Paes, agradeceu ao presidente Nacional do DEM em entrevista a Folha de S. Paulo.

“Sinceramente, não tenho qualquer crítica ao presidente ACM Neto, tenho profunda admiração por ele, gratidão, e respeito. Se tem alguma coisa que me entristece nesse momento de saída é isso”, avaliou Paes.

Já o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, também deve seguir o mesmo caminho.

“É uma pessoa que é importante para mim, que é o Rodrigo Maia. Ele é um quadro político importante do Brasil, é o nosso quadro de articulação nacional. Esse desentendimento dele acabou gerando isso”, finalizou o prefeito do Rio. 

//

Baixe o aplicativo e ajude doando

Leia em: < 1 minuto

O Grupo de Apoio à Criança com Câncer – Bahia (GACC-BA) inaugurou o seu primeiro aplicativo de doação, que permitirá à população contribuir com a causa do câncer infantojuvenil do estado.

Para Roberto Sá Menezes, presidente da instituição, a nova plataforma de doação possibilitará, ainda, a aproximação cada vez maior do doador com a causa.

O aplicativo permite realizar doações por diversas modalidades bancárias, como boleto, cartão de crédito e pix. A navegação é fácil e segura, com interface simples e disponível para download nos sistemas da Apple (App Store) e do Google (Google Play Store), bastando apenas pesquisar por “GACC-BA”. 

As vacinas começará a ser enviada para os municípios ainda neste sábado (8.maio)

Leia em: < 1 minuto

Mais 60.200 doses da vacina Coronavac foram entregue hoje (8.maio) na Bahia. A remessa começará a ser enviada para os municípios ainda neste sábado, juntamente com as 244.200 doses da vacina Astrazeneca/Oxford que chegaram na quinta-feira (6.maio) no estado. Todas as 304.400 doses serão destinadas para a segunda aplicação, completando o esquema vacinal.

Todos os municípios estão aptos a receberem os imunobiológicos. Os imunizantes serão enviados para os regionais de saúde em aeronaves do Grupamento Aéreo da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador, após conferência da equipe da Coordenação de Imunização do Estado. Quando as vacinas chegam nas regionais de Saúde, elas são distribuídas para todos os seus municípios de abrangência, completando assim a entrega para os 417 municípios do estado da Bahia.

Com o novo lote, a Bahia totaliza 4.985.060 doses de vacinas recebidas desde o dia 18 de janeiro, data de chegada da primeira remessa. Deste total, 2.794.200 foram Coronavac, 2.163.950 Aztrazeneca/Oxford e 26.910 da Pfizer/BioNtech.  

Todo o material foi apresentado no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco)

Leia em: < 1 minuto

Guarnições da Rondas Especiais (Rondesp) Central localizaram 1 tonelada de maconha, no bairro de Tancredo Neves, em Salvador. O flagrante ocorreu ontem (7.maio).

Os militares faziam ações preventivas contra grupos de criminosos intitulados de “bondes”, quando receberam uma denúncia anônima sobre um laboratório de entorpecentes, na localidade do Buracão. Após varreduras, o imóvel foi encontrado e dentro dele os PMs acharam uma tonelada de maconha.

Além da erva, os militares da Rondesp Central apreenderam também 50 kg de cocaína, 8 kg de pasta base de cocaína e uma balança. Nenhum criminoso foi encontrado no local. 

//

Conclusões são utilizadas pela PF em inquérito criminal sobre o caso

Leia em: < 1 minuto

A Marinha informou ontem (7.maio) que três navios são suspeitos pelo derramamento de óleo no litoral brasileiro em 2019. As informações foram divulgadas após a retirada do sigilo do relatório da investigação, que foi entregue à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal (MPF) em agosto do ano passado. As conclusões são utilizadas pela PF em um inquérito criminal sobre o caso.

“Com o apoio de instituições técnicas e científicas, públicas e privadas, brasileiras e estrangeiras, três navios foram apontados como principais suspeitos: Navio-Tanque (NT) BOUBOULINA; NT VL NICHIOH (em maio de 2020, o navio alterou seu nome para NT CITY OF TOKYO); e NT AMORE MIO (em março de 2020, o navio alterou seu nome para NT GODAM)”, informou a Marinha.

Na época dos fatos, as manchas iniciais de óleo apareceram a 700 km da costa brasileira (em águas internacionais) e atingiram mais de 250 praias do Nordeste.

No comunicado, a Marinha também defendeu investimentos no monitoramento de navios. “Esse evento, inédito e sem precedentes na nossa história, traz ensinamentos, como a necessidade de se investir no aprimoramento do monitoramento dos navios que transitam nas águas jurisdicionais brasileiras e nas suas proximidades, destacando o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz)”. Da Agência Brasil

//

Leia em: 3 minutos

Os pré-candidatos à deputado federal e estadual, independente de partido e do posicionamento ideológico, seja de direita, esquerda ou de centro com suas variantes, estão afinados em um mesmo discurso: o da representatividade política. Uns por convicção. Outros por conveniência eleitoral. Acredito que mais por sinceridade do que por cinismo.

De olho em uma boa votação no sul da Bahia, mais especificamente em Itabuna, pregam o voto regional como necessário. O fortalecimento político é o oxigênio para reivindicar dos governantes soluções para os problemas que afligem a população.

Ninguém, pelo menos em sã consciência, pode ir de encontro à importância de se votar em candidatos regionais. Hoje, citando o exemplo de Itabuna, o prefeito Augusto Castro (PSD) tem que buscar o apoio de parlamentares que não têm nenhuma identificação com o município.

Em priscas eras surgiu a chamada “Bancada do Cacau”. Um movimento que tinha a missão de convencer o eleitorado da importância de votar nos candidatos da região. Até que surtiu efeito. Depois foi se esvaindo, se enfraquecendo e, como consequência, o fim.

O discurso da “Bancada do Cacau” não aguentou interesses maiores, pressões de cima para baixo. Os defensores da iniciativa terminaram sendo cooptados por forças poderosas.

Agora vem a versão 2 da “Bancada do Cacau”, que já começa a ser sabotada por quem não tem interesse no ressurgimento do movimento, com destaque para os candidatos apelidados de “copa do mundo”, que aparecem de quatro em quatro anos dizendo que tem o maior carinho pelo sul da Bahia, principalmente por Itabuna e Ilhéus.

O problema é a tal da “dobradinha”. O candidato à Assembleia Legislativa do Estado apoiando um postulante à Câmara Federal que não tem nenhum vínculo com Itabuna. O discurso da representatividade política vai por água abaixo, passa a ser mentiroso, demagogo e enganador.

Alguns candidatos a deputado estadual, na eleição de 2018, usou esse discurso, mas na calada da noite, sorrateiramente, pediam votos para deputado federal de fora. Hoje, na maior cara de pau, começam a ensaiar a versão 2 da “Bancada do Cacau”. Tudo de mentirinha. Já acertaram o troca-troca de votos com os forasteiros de plantão.

Vale lembrar, até mesmo como forma de fazer uma homenagem, que a expressão “Bancada do Cacau” foi criada pelo saudoso, inquieto e polêmico jornalista Eduardo Anunciação, que na sua conceituada coluna “Política, Gente, Poder” defendia, de maneira entusiasmada, o voto regional.

Portanto, que o eleitor-cidadão-contribuinte fique atento. É um olho no padre, outro na missa, como diz a sabedoria popular.

PS – Faço aqui uma ressalva. Do contrário, estaria cometendo uma injustiça com os deputados que, mesmo não sendo da chamada Região do Cacau, têm ajudado os municípios através de suas emendas e no agendamento dos prefeitos tanto em Brasília como no Palácio de Ondina. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

//

Além de representantes de fabricantes de vacinas, os senadores da CPI da Pandemia irão ouvir na próxima semana o diretor da Anvisa e o ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten

Leia em: 2 minutos

Na próxima semana, a CPI da Pandemia fará audiências que voltam as atenções para o tema da chegada de vacinas ao Brasil. A comissão ouvirá a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pela autorização para uso de imunizantes no país, e a Pfizer, empresa americana cujas vacinas foram rejeitadas pelo governo federal em 2020.

Na terça-feira (11.maio), a comissão recebe Antônio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa. A agência deu início às aprovações de vacinas em janeiro, com autorização emergencial para a chinesa CoronaVac, e até agora já liberou o uso de quatro imunizantes: além da CoronaVac, as vacinas da Janssen, da Oxford/Astrazeneca e da Pfizer. Apenas as duas últimas têm registro definitivo, enquanto as outras se baseiam em autorização emergencial.

Recentemente, a Anvisa foi criticada por impedir a distribuição da vacina russa Sputnik V, alegando falhas no processo de produção. A CPI requisitou que a agência apresentasse atas e registros em vídeo das suas reuniões em que se tratou da Sputnik V.

Antônio Barra Torres é oficial de reserva da Marinha, onde alcançou o posto de contra-almirante. Ele é formado em medicina, foi diretor do Centro de Perícias Médicas e do Centro Médico Assistencial da Marinha e instrutor na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro (RJ). Atua como diretor-presidente da Anvisa desde o início de 2020, mas já integrava a diretoria da agência desde 2019.

PFIZER
Na quinta-feira (13) a CPI receberá Marta Díez, presidente da subsidiária brasileira da Pfizer. A empresa farmacêutica recentemente entregou cerca de 1 milhão de doses ao Brasil, mas já negociava com o governo brasileiro desde o ano passado. Segundo relatos da companhia, o governo rejeitou as primeiras ofertas. A vacina da Pfizer foi a primeira a obter registro definitivo na Anvisa, no final de fevereiro.

Também sobre as negociações com a Pfizer, a CPI ouvirá na quarta-feira (12.maio) o ex-ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência da República Fábio Wajngarten, que deixou o cargo no início de março. Em entrevista concedida algumas semanas depois, Wajngarten atribuiu ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello a responsabilidade pelo encerramento das negociações com a farmacêutica.

Pazuello será ouvido pela CPI no próximo dia 19. Seu depoimento seria na semana passada, mas foi adiado após ele informar que teve contato com casos confirmados de covid-19.

REQUERIMENTOS
A CPI continuará votando requerimentos durante a semana. O relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), apresentou pedido de convocação de Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde. O documento atribui a ela a defesa de medicamentos sem eficácia comprovada contra a covid-19. Na última quinta-feira (6), o chefe da pasta, ministro Marcelo Queiroga, afirmou que sua gestão não participou da distribuição desses remédios.

Os senadores também querem convocar titulares de outros ministérios — como Economia, Casa Civil, Ciência e Tecnologia, Justiça, Relações Exteriores e CGU — e governadores estaduais. Por enquanto, a CPI apenas requisitou informações dos órgãos e dos estados, mas não chamou nenhuma dessas autoridades para prestar depoimento.  

Governador da Bahia Rui Costa (PT)

Leia em: < 1 minuto

Com 58 anos e diagnóstico de hipertensão arterial, o governador Rui Costa (PT) foi vacinado contra a Covid-19, na tarde de ontem (7.maio), em uma Unidade de Saúde da Família, no bairro da Federação, em Salvador.

Com essa comorbidade, Rui cumpre os requisitos previstos pelo Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, para ser imunizado.

Ao receber a dose da Pfizer, o governador comentou que deseja que esse momento chegue o mais rápido possível para toda a população. “Hoje é um dia muito especial para mim e vou continuar trabalhando dia após dia para proporcionar essa emoção para todas as pessoas. Só com mais vacinas para voltar à normalidade”.  

Todo o material foi encaminhado para o Draco, para as medidas cabíveis serem tomadas. Os autores estão sendo procurados

Leia em: < 1 minuto

Drogas avaliadas em R$ 66 mil foram apreendidas ontem (7.maio), por equipes da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e pelos cães farejadores da Coordenação de Operações Especiais (COE), no Centro de Distribuição dos Correios.

Foram apreendidos mil comprimidos de ecstasy e mais de seis quilos de maconha, distribuídos em diversas embalagens diferentes. “Uma delas nos chamou a atenção: os traficantes deixaram um recado, como se fosse um presente para a mãe do remetente, em comemoração ao Dia das Mães. Mas, ao abrir a caixa, havia dois sacos com maconha”, informou o coordenador de Narcóticos, delegado Yves Correia. 

Moradores que fizeram doações para a campanha participarão de sorteio de brindes realizados através de uma live

Leia em: < 1 minuto

Equipes do 5° Grupamento De Bombeiros Militar distribuíram cerca de 70 cestas básicas na cidade de Ilhéus, ontem (7.maio). Com cadastramento prévio, distanciamento social e uso de máscaras, kits de alimentos e produtos de limpezas foram entregues para mães do bairro de Teotônio Vilela, na rua do Mosquito.

A “Quarentena Solidária” foi criada durante a pandemia para ajudar famílias carentes. Qualquer pessoa pode doar, basta ir a sede do 5° GBM ou marcando um ponto de encontro.

Lotado no 5° GBM o tenente Rômulo César Pereira Nunes informou que na cidade a divulgação foi massiva por meio da TV e de outdoors. “Nessa semana foram distribuídas cerca de 120 cestas básicas e o total arrecadado é de aproximadamente 4 toneladas”, acrescentou. 

O fim dos lixões em todas as cidades do país segue a Leis Federais nº 12.305, do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, e nº 14.026 do Novo Marco Regulatório do Saneamento

Leia em: 2 minutos

O aterro sanitário do Centro de Valorização de Resíduos Costa do Cacau (CVR) iniciou a coleta dos resíduos sólidos de Itabuna nesta sexta-feira, dia 7. A parceria da empresa com a Prefeitura foi firmada na segunda-feira passada durante solenidade no km 21,5 da rodovia BR-415 Jorge Amado, entre Ilhéus e Itabuna.

A parceria se consolida com o fim do lixão da cidade que durante cerca de 40 anos abrigou famílias que sobreviviam da reciclagem em condições insalubres. Agora, elas serão assistidas com aluguel social e cestas básicas pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza e mais R$ 700,00 que serão fornecidos pela CVR por seis meses em atendimento ao pedido do prefeito Augusto Castro.

De acordo com o gerente administrativo e comercial da CVR, Maurício Sena, os resíduos sólidos terão um acondicionamento com proteção mecânica e sem contato com o solo. Além disso, o chorume, que é o líquido poluente, vai passar drenagem. Ele explicou que o aterro recebeu certificação dos órgãos ambientais.

Ainda segundo Maurício, a expectativa e de que 140 toneladas de lixo por dia cheguem ao aterro sanitário. “São oito caminhões compactadores, 15 rotas diárias”, disse.

Atualmente, o aterro da CVR conta 23 profissionais, entre eles um engenheiro, operadores de máquinas, encarregados de serviços gerais e de operações e balanceiro.  

Notícias mais lidas

Outros assuntos