Crime teria acontecido no estado de Santa Catarina; suspeito viajou até a Bahia para fugir da prisão

Leia em: < 1 minuto

Um homem de 56 anos suspeito de estuprar o próprio filho foi preso em uma pousada localizada em Santa Cruz Cabrália, no extremo sul baiano. O crime teria acontecido no estado de Santa Catarina e, ao descobrir que poderia ser preso, o suspeito fugiu para a Bahia.

Com ele, foram apreendidos vários equipamentos eletrônicos que vão ajudar no nas investigações. De acordo com a polícia, o suspeito teria admitido o crime por meio de conversas em um aplicativo de troca de mensagens.

Além disso, a polícia afirma que o homem chegou a fazer chacota com os integrantes das forças de segurança.

Deputado Binho Galinha cumpre prisão domiciliar por ter foro privilegiado

Leia em: < 1 minuto

Nesta terça-feira (9.abril), a Polícia Federal, a Receita Federal, o Ministério Público da Bahia e a Polícia Militar deflagraram a Operação Hybris contra um grupo miliciano que atua em Feira de Santana. Foram cumpridos um mandado de prisão preventiva, 17 de busca e apreensão e o bloqueio de, aproximadamente, R$ 4 milhões das contas dos investigados.

A esposa do deputado estadual Binho Galinha, Mayana Cerqueira Silva, foi presa preventivamente. No ano passado, o parlamentar foi apontado nas investigações como o chefe da organização criminosa e está cumprindo prisão domiciliar porque tem foro privilegiado.

Hoje, cinco policiais militares suspeitos de participarem do esquema foram afastados das atividades. De acordo com a Polícia Federal, o grupo é investigado por lavar dinheiro do jogo do bicho, além de praticar agiotagem, extorsão e receptação qualificada.

A Operação Hybris é um desdobramento da Él Patron, que foi deflagrada no ano passado. Na ocasião, outros três PMs foram presos.

📷 Reprodução/Redes Sociais

Suspeito foi condenado por tentativa de feminicídio em 2021, mas respondia pelo crime em liberdade

Leia em: < 1 minuto

Na madrugada de ontem (7.abril), uma mulher de 35 anos foi morta a facadas pelo ex-companheiro no município de Iuiu, no sudoeste baiano. Eliete dos Santos Silva ainda chegou a ser socorrida pelo Samu, mas morreu no local.

De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito de cometer o crime é Adão Lima da Silva, que fugiu a bordo de uma motocicleta logo após golpear a vítima. Até o momento, ele não foi localizado.

Ainda segundo a polícia, o suspeito já havia tentado tirar a vida de Eliete em 2019, quando foi preso e alegou que teria sido traído pela vítima. Em 2021, ele foi condenado a mais de nove anos de prisão pelo crime, mas, em março deste ano, passou a responder em liberdade.

Vítimas foram assassinadas a tiros

Leia em: < 1 minuto

Na manhã de hoje (1.abril), os corpos de quatro jovens foram encontrados com marcas de violência na zona rural de Barro Preto. De acordo com a polícia, as vítimas foram sequestradas ontem (31.março) no Bairro Bonfinzão e levados até uma fazenda.

Entre as vítimas, estão os irmãos Jamylle Ramos Santos, de 24 anos, e John Lennon Ramos Santos, de 26. Além deles, foram mortos Gustavo Silva Lima, de 17 anos, e Samyr Emanuel dos Santos, de 19. Todos foram assassinados a tiros e um dos braços de cada um deles foi amarrado ao outro com as próprias camisas.

Até o momento, ninguém foi preso. A Polícia Civil investiga o caso.

Maguila ministrava aulas para crianças carentes

Leia em: < 1 minuto

No final da tarde de ontem (24.março), um professor de basquete foi morto a pauladas no Bairro Nova Ferradas, em Itabuna. George Felipe Bispo Nascimento, mais conhecido como Maguila, foi cruelmente espancado no Condomínio Jubiabá.

George era bastante conhecido no meio esportivo e, atualmente, ministrava aulas gratuitas para crianças carentes. Até o momento, a polícia não divulgou informações sobre a possível motivação do crime e o caso segue sendo investigado.

Homem queria exigir que prefeito arcasse com supostos prejuízos ocasionados por obra da prefeitura

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Condeúba, Silvan Baleeiro (MDB), foi vítima de uma tentativa de extorsão. De acordo com a Polícia Civil, o político foi abordado por um homem que alegou que um imóvel de sua propriedade teria sofridos danos por causa das obras públicas da prefeitura e, por isso, o gestor deveria arcar com os supostos prejuízos.

Ainda segundo a polícia, o homem foi até a casa do prefeito com uma arma de fogo de uso restrito na tentativa de intimidá-lo. Nesse momento, os policiais militares conseguiram prendê-lo e conduzi-lo à delegacia para prestar depoimento.

Lideranças criminosas de outros estados foram localizadas na Bahia

Leia em: < 1 minuto

Policiais civis das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) já prenderam 267 pessoas desde as primeiras horas da 12ª fase da Operação Unum Corpus, deflagrada em mais de 400 municípios do interior baiano nesta quinta-feira (21.março). As prisões são decorrentes de cumprimentos de mandados judiciais e também de situações em flagrante.

Dos presos, 97 têm envolvimento com crimes contra a vida. Entre estes, três são lideranças de facções criminosas de outros estados com ramificação na Bahia. Pedro Víctor Fatel Costa Leite, o “Fatel”, entrou em confronto com as equipes da Polícia Civil, foi atingido e não resistiu. Ele era líder de um grupo criminoso vinculado a uma facção do Rio de Janeiro, responsável pelo tráfico de drogas e homicídios na região sudoeste, baixo sul e sul da Bahia.

Também foram alcançadas mais duas lideranças representantes de grupos criminosos de outros estados. Um alvo teve o mandado de prisão cumprido no município de Santo Amaro. Outro líder, Danilo Silva dos Santos, com histórico de homicídios, tráfico de drogas e roubo resistiu à prisão, entrou em confronto com as equipes policiais e também foi atingido e não resistiu, em Luís Eduardo Magalhães.

Mais de 300 mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos durante as ações desenvolvidas pelos policiais do Departamento de Polícia do Interior (Depin), com o apoio das 12 equipes da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP).

Homem trocava conteúdos íntimos com vítimas e, em seguida, as extorquia para não divulgar os materiais

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Civil de Itapetinga prendeu ontem (11.março) um homem suspeito de assediar mais de 100 mulheres por meio de um perfil falso em uma rede social. De acordo com as investigações, o indivíduo trocava fotos íntimas com as vítimas e, em seguida, as extorquia para não divulgar os conteúdos.

As investigações começaram depois que uma das vítimas registrou um boletim de ocorrência informando que teria trocado mensagens e fotos íntimas com o suspeito e ele a extorquiu pelo valor de R$ 3 mil para não expor o conteúdo.

Seis mulheres registraram o crime de violação sexual mediante fraude e extorsão contra o homem. O mandado de prisão contra ele foi cumprido durante a “Operação Átria”, que tem o objetivo de combater a violência contra a mulher em razão do gênero.

Dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Leia em: < 1 minuto

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam que, de 2015 até 2023, 10,6 mil mulheres foram vítimas de feminicídio no Brasil. No ano passado, 1,4 mil mulheres foram assassinadas.

O feminicídio é uma qualificação do crime de homicídio doloso, quando há a intenção de matar. É o assassinato decorrente de violência contra a mulher, em razão da condição do sexo ou quando demonstrado desprezo pela condição de mulher.

No ano passado, foram 1,46 mil vítimas desse tipo de crime no Brasil, o que representa uma taxa de 1,4 mortes para cada grupo de 100 mil mulheres. O número apresenta um crescimento de 1,6% em relação a 2022.

28 armas foram apreendidas e 39 pessoas foram presas em flagrante

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Militar da Bahia realizou mais uma edição da operação Força Total nesta semana. Nesta fase, 28 armas de fogo foram apreendidas, 39 criminosos foram presos e 13 veículos foram recuperados.

Em todas as fases, 464 armas foram retiradas de circulação e 752 prisões em flagrante foram efetuadas. Além disso, 398 termos circunstanciados de ocorrência foram registrados e 250 mandados de prisão foram cumpridos.

📷 Foto de Alberto Maraux

Notícias mais lidas

Outros assuntos