O vereador de Ilhéus, Edvaldo Gomes (DEM), solicita ampliação do número de coletivos para o Maria Jape

Leia em: < 1 minuto

A ampliação do número de coletivos que fazem a linha Ilhéus-Maria Jape está sendo solicitada pelo vereador Edvaldo Gomes (DEM). Região de grande destaque na produção agrícola de Ilhéus, a população de Maria Jape sente enorme dificuldade no deslocamento, especialmente os que se destinam à Central de Abastecimento do Malhado onde comercializam, diariamente, frutas e verduras.

Segundo o vereador, esta população enfrenta, no momento, grandes dificuldades para o escoamento da produção, por conta do número limitado de coletivos. Para além disso, dificulta bastante o horário de retorno das pessoas, visto que há apenas dois horários disponíveis durante todo o dia.

Edvaldo Gomes pede à Mesa Diretora da Câmara que seu pedido de ampliação da frota seja encaminhado à Empresa São Miguel, responsável pela linha, e à Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade de Ilhéus, para que as medidas sejam adotadas o mais rápido possível, melhorando a vida da população de Maria Jape.

Maria Jape é um povoado que fica localizado na zona rural do Distrito Ilhéus.

Félix Mendonça Júnior (PDT) apresentou um projeto de indicação ao governo federal

Leia em: 2 minutos

Coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Lavoura Cacaueira no Congresso Nacional, o deputado federal, Félix Mendonça Júnior (PDT) apresentou um projeto de indicação ao governo federal que cria, dentro da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), uma unidade voltada para o cacau, a exemplo do que já existe em relação ao café, por exemplo.

Essa unidade na Embrapa absorveria a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), incluindo os funcionários, laboratórios e equipamentos. “Como a Ceplac vem definhando governo a governo, essa é a única forma de tentarmos salvar todo o conhecimento acumulado pelos pesquisadores aqui na Bahia e também fortalecer novos estudos diante do aparecimento de uma nova e devastadora praga na lavoura, chamada de monilíase”, justificou o deputado.

Félix lembrou que a Embrapa tem orçamento e recursos para fortalecer pesquisas que visem estimular ainda mais a produção de cacau no sul e no oeste da Bahia. Por outro lado, como a nova unidade absorveria a Ceplac, não haveria maiores custos de implantação por parte do governo federal.

“Muito graças à Embrapa, o Brasil é uma potência no agronegócio. O cacau não pode ficar de fora disso, nós que, na década de 1980, já fomos os maiores produtores e exportadores do planeta e hoje ocupamos apenas a sétima posição em exportação. Podemos voltar a crescer associando pesquisa, inovação, assistência técnica e financiamento, sobretudo agora, com o crescimento da lavoura no oeste baiano”, ressaltou o pedetista.

Chocolate – Félix afirmou que a Embrapa Cacau também permitira que o Brasil aproveitasse melhor as oportunidades no mercado internacional geradas pelo aumento do consumo global de chocolate. Ele lembrou que o Brasil é certificado pela Organização Internacional do Cacau (ICCO) como exportador de cacau fino e de aroma, mas tem perdido espaço por falta de investimento em pesquisa, inovação e apoio à produção nacional.

“Na década de 1980, nossas safras ultrapassavam a marca de 400 mil toneladas, mas a vassoura-de-bruxa reduziu drasticamente nossa produção – a última safra resultou em 115 mil toneladas. Atualmente, temos que importar cacau para atender as necessidades da indústria nacional de chocolate. Com a Embrapa Cacau e uma política de Estado para o setor podemos retomar a autossuficiência e também a competitividade internacional”, concluiu.

//

Ação habilita empreendedoras à produção de doces e compotas

Leia em: < 1 minuto

O Cesol (Centro Público de Economia Solidária) Litoral Sul realizou em Itaju do Colônia e no distrito de Palmira, o curso de produção de doces e compotas.

A iniciativa contou com o apoio dos vereadores Suzana Rocha e Tales Oliveira e reuniu mulheres empreendedoras atendidas pelo Cesol e outras que foram em busca de conhecimento para empreender na economia solidária.

A atividade foi ministrada pelas profissionais do Cesol Litoral Sul, a nutricionista Luciana Lavinscky e a engenheira agrônoma Bárbara Aragão e foi uma oportunidade para qualificar empreendedoras no município, conforme aponta o coordenador do Cesol, Thiago Fernandes.

“Sem dúvida alguma essas mulheres que participaram da capacitação voltaram para suas casas esperançosas, cheias de autoestima e com a certeza que podem sim fazer a diferença investindo na economia solidária para alcançar, entre outros benefícios, a independência financeira”, finaliza o gestor.

O secretário Ricardo Xavier disse que o canal de diálogo ganha legitimidade e atualmente une todas as instituições o que o leva a acreditar que em breve a situação seja resolvida

Leia em: 2 minutos

Representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (Sindicom) e Associação dos Vendedores Ambulantes (AVAI) se reuniram com o secretário de Indústria, Comércio, Emprego e Renda, Ricardo Xavier. O objetivo do encontro foi discutir a necessidade de reorganizar  o comércio informal no centro da cidade e a busca por alternativas que atendam ao comércio como um todo.

O secretário informou que a proposta do prefeito Augusto Castro é criar um Plano de Ação que possa reorganizar o comércio, em especial com a realocação dos vendedores ambulantes que  vendem produtos ao longo da Avenida do Cinquentenário e transversais. Ele disse estar satisfeito com os avanços das discussões não apenas pela participação, mas, pelas sugestões apontadas pelos representantes do comércio.

Ricardo Xavier lembrou que o assunto já vem sendo discutido há cerca de dois meses por uma comissão formada pelas secretarias municipais de Planejamento, Transporte e Trânsito (Settran) e Segurança e Ordem Pública (Sesop) e Procuradoria-Geral do Município.

Por isso, já está agendado um novo encontro com os representantes das entidades de classe do comércio para a próxima quinta-feira, dia 22. Para o secretário municipal de Indústria e Comércio,  o diálogo tem sido importante desde o início, porque tanto o poder público quanto o comércio de forma geral buscam a mesma coisa: o reordenamento do setor informal e a liberação de calçadas, passeios e das vias públicas para os transeuntes.

O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Carlos Leahy, disse que está a favor do comércio informal, desde que ocorra a fiscalização e ordenamento que todos buscam. O presidente da Associação dos Ambulantes de Itabuna, Márcio Higino, também se mostrou favorável à proposta da Administração pública em reordenar o comércio informal e se disponibilizou a colaborar. “Com a regulamentação e o reordenamento todos nós seremos beneficiados”, disse.

De acordo com ele, atualmente existem 95 vendedores ambulantes trabalhando na área central da cidade, enquanto outros 35 atuam no Shopping Popular, um imóvel locado com acessos pelas avenidas Inácio Tosta Filho e Amélia Amado, no centro.

O programa Conexão ON - Na Boca do Povo contou com a presença do advogado Klaus Farias

Leia em: 2 minutos

A rádio Cacau FM, através do programa Conexão ON – Na Boca do Povo (líder de audiência no horário) conversou ontem 4ª feira (14.julho), com o advogado, candidato a prefeito de Ibicaraí no último pleito eleitoral e atual procurador do município de Barro Preto, Klaus Farias.

Por mais de 70 minutos, Otaviano Neto (âncora do programa), diretor da Cacau FM e Master Coach, conversou com Klaus sobre a política de Ibicaraí e o que ele está achando dos seis primeiros meses de gestão da prefeita Monalisa Tavares e equipe.

Klaus falou e respondeu sobre os mais diversos assuntos e ressaltou a secretária Yanca Soares (Infraestrutura) como a única que está correspondendo aos anseios da comunidade ibicaraiense. Segundo o advogado, apesar da pouca idade a secretária Yanca é muito focada e tem feito muito com pouco.

O programa contou ainda com o jornalista Roberto Silva e o radialista Juarez Santos, que interagiram e cada um fez uma pergunta para Klaus. Estava presente ainda Raimundo Félix, morador do bairro Delfino Guedes (Mutirão), que cobrou da atual gestão um guarda municipal na nova praça do Mutirão e conclamou a população para ajudar no cuidado com o bem público, já que vândalos têm destruído a praça que foi feita ao lado do posto de saúde.

Otaviano salientou a independência da rádio Cacau FM e mais uma vez lembrou da parceria com a Rádio Bahiana de Ilhéus, que retransmite o programa para Ilhéus e toda a Região Cacaueira, levando o Conexão ON para mais de 60 municípios baianos.

Entre diversos assuntos abordados a tarifa cobrada pelo SAAE de Ibicaraí foi o tema mais comentado e o radialista Juarez Santos anunciou no programa que na próxima quarta-feira o diretor do SAAE será o entrevistado da vez e falará sobre o aumento na tarifa da água.

Por último, Klaus Farias agradeceu o convite e se colocou à disposição para um novo chamado da Cacau. Otaviano Neto agradeceu a presença do advogado e demais convidados e pautou para a próxima quarta-feira o tema: aumento da tarifa de água, quando o Conexão conversará com Thallis Leal, Diretor do SAAE.

Harisson Leite explica que todas as obrigações que eram separadas, agora serão colocadas em uma única obrigação acessória que é o e-social

Leia em: < 1 minuto

A necessidade de implantação do Sistema eSocial nas prefeituras associadas à Amurc foi o destaque da palestra online, realizada ontem 4ª feira (14.julho). O novo cronograma de implantação do serviço publicado pela União destaca que as prefeituras deverão iniciar a primeira fase no próximo dia 21 de julho, com qualificação da base de dados cadastrais e funcionais dos seus servidores.

De acordo com o advogado e professor da UFBA e Uesc, Harisson Leite, todas as obrigações que eram separadas, agora serão colocadas em uma única obrigação acessória que é o e-social, com a integração de cinco órgãos: Receita Federal, INSS, Previdência do Trabalho e Emprego, Caixa Econômica Federal e Previdência Social.

“Não se trata de uma nova obrigação tributária acessória, mas uma nova forma de cumprir obrigações estatutárias, trabalhistas, previdenciárias e tributárias já existentes. Com isso, ele não altera as legislações específicas de cada área, mas apenas cria uma forma única e mais simplificada de atendê-las”, explicou Harisson.

O encontro foi marcado pela grande participação de prefeitos, secretários e técnicos municipais da região. Para o presidente da Amurc, Marcone Amaral, a temática foi fundamental para o desenvolvimento da base de dados das prefeituras. “Foi muito importante para que possamos estar melhorando a gestão dos nossos municípios”, concluiu o gestor que também é prefeito de Itajuípe.

O retorno foi confirmado pelo governador Rui Costa // Foto de Camila Souza

Leia em: < 1 minuto

O retorno das aulas na rede estadual de ensino, de forma semipresencial, foi confirmado pelo governador Rui Costa, ontem 3ª feira (13.julho), durante o Papo Correria. No dia 26 de julho, as escolas da rede estadual irão iniciar a segunda fase do planejamento do ano letivo 2020/21, passando do ensino 100% remoto, que começou em 15 de março, para o ensino híbrido.

O governador destacou que serão adotadas medidas de segurança no retorno das aulas. As salas serão ocupadas com metade da capacidade, e a semana letiva passará a ter seis dias, dividida em dois grupos de estudantes. Um grupo terá aula nas segundas, quartas e sextas, enquanto o outro terá nas terças, quintas e sábados. “A ideia é dividir a turma por ordem alfabética, mas vamos dar liberdade para que cada escola possa fazer esse ajuste quantidade de alunos em sala”, afirmou.

Ainda sobre as mudanças na educação, Rui disse que autorizou a ampliação da carga horária de professores de 20 horas para 40 horas semanais. “Vamos também zerar o chamamento do concurso de 2019 e vamos declarar o concurso encerrado. Ainda convocaremos professores no regime REDA para suprir as vagas existentes nas escolas”.

Durante o programa, ele também garantiu a oferta de transporte, alimentação escolar reforçada, internet com wi-fi de qualidade e auxílio presença aos alunos da rede estadual de ensino.

Arquiteta e Urbanista, Mariana Grobério, é formada pela Universidade Federal do Espírito Santo

Leia em: 2 minutos

Arquiteta, com 31 anos, Mariana Grobério já é um nome reconhecido no extremo sul da Bahia, por seus projetos e residências tipicamente baianos e com materiais ecologicamente corretos. “Trancoso e região vem atraindo cada vez mais pessoas neste momento atual em que estamos vivendo. Descobrimos que o home office pode funcionar bem, e que a saúde física e mental é o que mais importa. Daí o boom no mercado imobiliário por aqui no sul da Bahia”, disse.

Arquiteta e Urbanista formada pela UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), Mariana é também bailarina clássica formada pela Royal Academy of Dance of London, de onde herdou um olhar mais apurado para a arte. “A decoração rústica, principalmente com madeira, pode ser arrojada e leve ao mesmo tempo. Levar um estilo cômodo, casual e com a cara da natureza para o ambiente é o que têm feito os olhos dos meus clientes brilharem”, explica ela, que vem sendo pioneira em algo inusitado: o fato dos novos moradores ou turistas não trazerem um profissional de fora. “É o olhar daqui, o material daqui, construídos por pessoas daqui. Quem disse que santo de casa não faz milagres?!”, brinca sobre o tema, acostumada a trabalhar com os nativos de Trancoso.

O resultado tem ganhado vôos altos. Recentemente, por exemplo, Mari, como é carinhosamente chamada por todos, teve um de seus projetos destacado no site casa.com.br, um dos maiores de decoração, arquitetura e design do Brasil, com cerca de um milhão de seguidores no instagram.

Clique e confira alguns projetos e o olhar de Mariana Grobério para o mundo, em seu Instagram.

A Uesc está incluída novamente no Times Higher Education Latin America University Rankings(THE)

Leia em: 2 minutos

A Uesc está incluída novamente no Times Higher Education Latin America University Rankings(THE). O Times Higher Education Latin America University Rankings lista as melhores universidades da região da América Latina e do Caribe.

O ranking é baseado nos mesmos 13 indicadores de desempenho rigorosos que sustentam o THE World University Rankings, mas os pesos foram redefinidos para refletir as características das universidades da América Latina. As universidades foram avaliadas em todas as suas missões principais: ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectiva internacional.

A classificação de 2021 inclui 177 instituições em 13 países, contra 166 instituições no ano passado. O Brasil é o país mais representado no ranking, com 67 instituições, seguido pelo Chile com 28, Colômbia com 24 e México com 23.

A Universidade Estadual de Santa Cruz obteve a 87ª posição, uma posição acima no mesmo ranking em relação ao ano de 2020. Na Bahia, a Uesc tem a apenas a Ufba à sua frente e, na região Nordeste, a Uesc ficou atrás somente das universidades Federal da Bahia (Ufba), Federal de Pernambuco (UFPE), Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Federal de Sergipe (UFS).

Para o reitor da Uesc, prof. Dr. Alessandro Fernandes, “é uma alegria coletiva recebermos esse resultado de uma instituição externa que avalia o resultado do trabalho da nossa Universidade em termos de ensino, pesquisa e extensão. Isso nos coloca em um ranking dentre universidades de destaque internacional, com ações mostrando a importância e a relevância dos trabalhos realizados dentro da nossa instituição. Ressalto, porém, que devemos mensurar os critérios estabelecidos pela instituição avaliadora, visando aperfeiçoarmos ainda mais esse caminho de crescimento”.

O professor Dr. Maurício Moreau parabenizou a comunidade acadêmica: “o reconhecimento é mérito do fazer universitário coletivo. Destaco que a Uesc não parou, se reinventou diante do cenário de pandemia e prosseguiu cuidando das pessoas, valorizando cada vez mais a ciência, servindo a sociedade e cumprindo seu papel nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação”.

A assessora de Relações Internacionais, professora Ticiana Moura, afirma que “considerando o contexto de enormes dificuldades causadas pela pandemia da Covid-19, trata-se de um grande feito, pois demonstra a qualidade do corpo docente, discente e do staff administrativo da Uesc. Isso significa que a Universidade continua a cumprir sua missão como centro emissor e disseminador de conhecimento científico e tecnológico”.

Emasa acelera o ritmo da Operação Tapa-Buraco nas vias de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

O serviço de recuperação das vias públicas, calçadas e passeios de Itabuna, executado pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), vem sendo intensificado nas últimas semanas. Na 3ª feira (13.julho), as equipes atuaram nos bairros de Fátima e São Roque neste trabalho de reposição do piso em locais que sofrerem intervenções para a manutenção das redes de água ou esgoto.

Segundo o coordenador de Recuperação de Vias da Emasa, Elânio Santos de Oliveira, a Operação Tapa-Buracos busca dar uma resposta rápida à comunidade naquelas vias que passam por interferência da Emasa. “Montamos frentes de trabalho com equipes específicas para recuperar o piso em asfalto, em paralelepípedos e calçadas, afinadas com os grupos que dão manutenção as redes de água e esgoto”, afirma.

Residente do Bairro São Roque, Nelito Cigano atesta que a direção da Emasa acertou neste programa de intervenção rápida e elogiou o pessoal de campo que, segundo disse, vem trabalhando certo. “Agora o serviço está de qualidade. Uma equipe abre o buraco e realiza o reparo enquanto outra chega tapando o buraco, devolvendo a rua como era antes”, diz.

Além dos bairros de Fátima e São Roque, as equipes da Operação Tapa-Buracos nesta semana atuam na Rua José Bonifácio, Bairro Conceição, Avenida Itajuípe, Bairro Santo Antônio e Rua B, no Bairro Nossa Senhora das Graças, acesso à Maternidade Ester Gomes.

Cotações desta 4ª feira, 14 de julho de 2021

Leia em: < 1 minuto

🍫 Cotação do Cacau 
Ilhéus > R$ 190,00 (comum > @ arroba)
Nova York > R$ 2.416,00 (futuro > tonelada)

☕ Cotação do Café Conillon (60 kg) 
Café Tipo 7/8, em Eunápolis > R$ 500,00
Café Tipo 7, em Eunápolis > R$ 505,00

🐂 Cotação do Boi Gordo @ arroba 
R$ 290,00 > Jequié
R$ 295,00 > Barreiras
R$ 300,00 > Feira de Santana
R$ 300,00 > Santo Antônio de Jesus
R$ 295,00 > Itapetinga 
R$ 300,00 > Salvador

A tabela com a identificação (matrícula) dos condutores está disponível na edição eletrônica do Diário Oficial do Município de nº 4.412, de 10 fevereiro passado

Leia em: 2 minutos

Os condutores credenciados para exploração do Serviço de Mototáxis em Itabuna devem comparecer à sede da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Settran) para inspeção veicular obrigatória. O prazo para vistoria prossegue até o próximo dia 29 de julho, depois de iniciada na segunda-feira passada de acordo com o secretário Thales Silva.

É necessário ao mototaxista comparecer com antecedência ao dia da vistoria para validação dos documentos exigidos: Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certidão do Condutor, Antecedentes Criminais e Alvará de Tributos. Importante lembrar que o condutor só estará apto à inspeção após a validação da documentação.

Nesta 4ª feira (14.julho), a Settran atende aos mototaxistas identificados com a numeração a partir de MT 101 a 150. Amanhã 5ª feira (15.julho), aos condutores de MT 151 a 200, e na 6ª feira (16.julho), MT 201 a 250.

No dia 19 serão atendidos mototaxistas identificados da MT 251 a 300. No dia 20, do MT 301 a 350, e no dia 21, de MT 351 a 400. No dia 22, serão os inspecionados aqueles da MT 401 a 450, no dia 23, da MT 451 a 500, e no dia 26, da MT 501 a 550.

No dia 27, a inspeção veicular será para mototaxistas identificados com a MT 551 a 600, no dia 28, MT 601 a 650, e por fim, no dia 29, da MT 651 a 700. O atendimento será sempre das 8 às 14 horas.

A lei concede reajuste de 30% no salário dos servidores da Sutram

Leia em: 2 minutos

“Mais uma vitória para o servidor público municipal”, foi assim que o prefeito Mário Alexandre definiu a sanção da lei que concede reajuste médio de 30% no salário dos agentes de trânsito de Ilhéus. Assinado na terça-feira (13) com a presença de representantes da categoria, o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) beneficia 84 servidores lotados na Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade (Sutram), autarquia criada na atual gestão.

“Essa conquista é fruto do esforço e do diálogo com o sindicato e toda equipe da Sutram. Não é fácil, mas com a força do trabalho conseguimos avançar dentro desse processo de valorização do servidor público. Todas as conquistas obtidas fazem com que trabalhemos mais e o resultado seja positivo para a nossa população”, ressaltou Mário Alexandre.

De acordo com Valério Bomfim, presidente do Sindicato dos Agentes de Trânsito do Estado da Bahia (Sindatran), o reajuste é aguardado há 16 anos. Além da equidade salarial, o PCRR possibilita a qualificação e o aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido pela Sutram.

PCCR SUTRAM
“O sentimento é de agradecimento ao prefeito, que desde o primeiro momento foi consciente e humano. A Sutram completa 18 anos de fundação em outubro e durante todo esse tempo lutamos com todos os governos, mas nunca conseguimos uma vitória tão expressiva como essa”, frisou Bomfim.

O presidente destacou que o servidor que se capacitar também terá vantagens acrescidas à sua remuneração. Com a vigência do plano será possível ofertar cursos de formação e capacitação profissional, permitindo também organização e ascensão na carreira, mudança de níveis por mérito, conhecimento e tempo de serviço. A assinatura contou com as presenças do secretário de Mobilidade e Ordem Pública, Gabriel Bittencourt; e do procurador-geral do Município, Jeferson Domingues.

O início das aulas dos cursos está previsto para o dia 9 de agosto de 2021

Leia em: 2 minutos

Começaram, na 2ª feira (12,julho), as inscrições para o processo simplificado de seleção e matrícula de estudantes nas turmas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), executado pela Secretaria da Educação do Estado.

Serão ofertadas 1.050 vagas para cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD). As inscrições seguirão até o dia 19 de julho, pelo Portal da Educação, por meio de formulário eletrônico, disponibilizado pela Secretaria da Educação. As vagas são para os cursos de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual (MEI); e Promotor de Vendas. Os cursos são de curta duração, 160 horas, e o objetivo da oferta é preparar o estudante à vida produtiva e social, promovendo a inserção e reinserção de jovens e trabalhadores no mundo do trabalho.

Podem se inscrever estudantes ou egresso da rede pública de educação, seja no âmbito federal, estadual ou municipal ou, comprovadamente, de instituição filantrópica ou de instituição privada na condição de bolsista integral. Também estão entre os pré-requisitos para a inscrição, ser residente e domiciliado no Estado da Bahia e declarar-se integrante de família com renda per capita mensal de até meio salário mínimo e/ou de até três salários mínimos totais.

O ingresso nos cursos será por sorteio eletrônico, a ser realizado no dia 20 de julho. A listagem com o resultado parcial do processo de seleção com a indicação dos nomes dos classificados deverá ser divulgada no mesmo dia, no Portal da Educação. A lista com o resultado final será publicada no dia 23 de julho também no Portal da Educação.

Os contemplados deverão encaminhar os documentos para a pré-matrícula, de 23 a 31 de julho de 2021, para o e-mail suprotpronatec@enova.educacao.ba.gov.br. Entre os documentos necessários estão: cópia legível de RG e do CPF (frente e verso); cópia legível do comprovante de endereço atualizado dos últimos 60 dias (exemplo: conta de água, luz, telefone fixo ou móvel e gás encanado); e a cópia legível do certificado e/ou histórico escolar em frente e verso (Ensino Fundamental ou Ensino Médio). Após confirmação dos documentos, a matrícula ocorrerá automaticamente de 2 a 4 de agosto.

Vereador de Ilhéus, Cláudio Magalhães, do PCdoB

Leia em: < 1 minuto

O vereador Cláudio Magalhães (PCdoB) encaminhou à mesa diretora da Câmara de Ilhéus, um requerimento para a realização de uma sessão especial, com o objetivo de discutir as ações afirmativas de políticas públicas para a capoeira na cidade. O debate também pretende incluir em sua abordagem, “as injustiças e as justiças em relação aos mestres de capoeira do município”.

Cláudio propõe que a audiência aconteça na casa legislativa no próximo dia 2 de agosto, às 16h. “Atendendo a uma orientação do presidente Jerbson Moraes, estamos pedindo que essa sessão ocorra na segunda-feira (2). Isso porque no dia 03 é o dia que se comemora o Dia do Capoeirista, mas cai em um terça-feira, dia de sessão ordinária na Câmara. Por isso, propomos a antecipação desse debate”, justificou.

“Esta será a oportunidade para um grande diálogo sobre a capoeira, mostrando o valor dos nossos mestres, praticantes, admiradores e apoiadores dessa arte tão rica e importante da cultura brasileira. Aqui em Ilhéus precisamos preservar e incentivar a capoeira como ela merece e assim foi reconhecida como patrimônio imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e como patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco)”, concluiu Cláudio Magalhães.

//

Leia em: 3 minutos

A Comissão da Mulher da OAB/BA Subseção de Itabuna repudia o fechamento da sala da OAB instalada na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Itabuna-BA. O fechamento da referida sala sofrerá solução de continuidade em um direito específico da advocacia e ainda nos plantões de atendimento, acompanhamento, auxílio e orientação gratuitos à vítima de violência, seja menina, mulher e também à mulher advogada. Além de, a despeito do quadro geral de violência e de sucateamento dos órgãos de polícia no combate à violência contra a mulher, Itabuna terá prejuízo ao eliminar uma ferramenta da rede de apoio que já atua desde 2019 na cidade, com repercussão em toda região.

A informação acerca do fechamento da sala deu-se a partir do recebimento de ofício n°349/2021 da Secretaria de Segurança Pública/6a COORPIN do Estado da Bahia que determinou a desocupação da sala até o dia 1° de agosto do ano em curso. Sem nenhum diálogo com esta Comissão e sem observância ao que dispõe o Estatuto da Advocacia e da OAB e em afronta à Constituição Federal de 1988, carecendo de critérios lógicos em sua argumentação, a SSP, ao determinar a desocupação do espaço utilizado pela OAB nas dependências da DEAM, viola normas ao impor óbice à manutenção da estrutura física que, com muito esforço financeiro, emocional, físico e moral adequou aquele espaço como ferramenta de apoio à mulher vítima de violência e de uso da advocacia. Cabe salientar que a Lei nº 8.906/94, impõe ao Estado o dever de instalar, em todos os Juizados, Fóruns, Tribunais, Delegacias de Polícia e presídios, salas especiais permanentes para as advogadas e os advogados.

Com base nisso, rejeitamos todos os meios utilizados e todos os argumentos que venham a inviabilizar a garantia de cessão gratuita do espaço físico para o suporte ao exercício da advocacia e que serve de apoio também às mulheres da sociedade civil como um todo ante ao estado de insegurança constante em que vivem e o crescimento alarmante das violências de gênero, especialmente no contexto da pandemia no Brasil e no mundo.

Não há justificativa para inibir ou coibir iniciativas e projetos de combate à violência contra a mulher. Não há razão para, simplesmente, abrir-se mão de uma sala que tem grande funcionalidade e visibilidade entre as pessoas deste Estado e que está em atuação desde março de 2019, cujo fechamento deixará a advocacia desatendida em suas prerrogativas legais e a sociedade desassistida, sobretudo mulheres, de seu direito de acesso a uma estrutura necessária para o enfrentamento à violência com a devida orientação e auxílio que se deve.

A advocacia tem enfrentado dificuldades de todas as ordens e para o exercício de sua função e agora, oficialmente, vê-se acuada a abrir mão de uma ferramenta que é, para além de sua dignidade, imprescindível para otimizar e garantir o efetivo atendimento do grande número de mulheres que necessitam da DEAM, bem como o espaço instalado atende aos advogados e advogadas da região no exercício profissional naquela unidade.

Em razão do exposto, em face da ausência de mais ferramentas efetivas e de mais políticas públicas evidentes de combate à violencia, a Comissão da Mulher repudia o pedido de desocupação da sala da OAB das instalações da DEAM de Itabuna posto que foi a saída mais fácil encontrada pela SSP para contornar a alegada falta de salas para o desenvolvimento de outras atividades da Polícia Civil não mais importantes que as prerrogativas da advocacia e o combate à violência de gênero.

Por fim, para além do repúdio, não abriremos mão de nenhum direito, nenhuma prerrogativa violada e de nenhuma luta. Tudo é político quando se trata do exercício da advocacia, tudo é político quando se trata da vida da mulher.

COMISSÃO DA MULHER
OAB/BA SUBSEÇÃO ITABUNA

//

O jornalista Walmir Rosário apresenta livro com suas experiências nos botecos localizados numa única via pública de Itabuna, na Bahia: o Beco do Fuxico

Leia em: 3 minutos

“Crônicas de Boteco, um guia sem ordem” é um livro para quem pretende se tornar um frequentador de botequins, os que porventura tenham alguma curiosidade sobre o clima reinante neles ou aqueles clientes costumeiros da extensão do lar. O livro – por enquanto apenas em formato online (e-book) – está à disposição dos leitores no portal da Amazon, no link.

Como relata o autor Walmir Rosário, são crônicas bem-humoradas e não tenha receio de entrar para conferir qualquer um deles. Basta dar o primeiro passo, sentar, observar a clientela em volta, perguntar as especialidades da casa fazer o pedido e experimentar. Enquanto não chega seu pedido não se constranja em puxar conversa com quem está ao seu lado e pergunte qualquer coisa. Você já fez um amigo.

E essas experiências são contadas com os botecos localizados numa única via pública de Itabuna, na Bahia: o Beco do Fuxico, que já foi divido em três zonas distintas, o baixo beco, o médio beco e o alto beco. Em cada ambiente, um costume diferente, mesmo que os frequentadores, em maioria sejam os mesmos. Experimente uma boa cachaça, batida, cerveja gelada e os melhores tira-gostos.

Frequentador de botequins neste imenso Brasil e alguns países, há várias décadas, Walmir Rosário conta histórias, costumes, o espírito de corpo, o humor dos proprietários e o que fazer para se tornar mais um dessas tribos. Não se incomode se o dono do boteco não lhe trata com a deferência esperada, pois pode estar fazendo charme para lhe conhecer melhor.

No prefácio, o saudoso jornalista Tyrone Perrucho diz que o Beco do Fuxico é o templo sagrado da boemia itabunense há mais de 50 anos, como o ABC da Noite, do Caboco Alencar, destaque neste estudo de Walmir, que abrange o circuito formado pelos saudosos bares de Batutinha, do Dortas, do Mário, do Alcides Roma, do Ithiel…

Pois lá se foram também 50 anos desde que, em julho de 1969, eu me matriculei no ABC do Caboco, tornando-me nos 20 anos seguintes aluno mais ou menos aplicado dele e demais integrantes do circuito.

E Tyrone vai mais longe: Vejam só, naqueles idos, simultaneamente ao histórico desembarque do homem na Lua, eu desembarcava de uma marinete da Sulba e me acomodava num quarto da Pensão Senhor do Bonfim, em uma rua Rui Barbosa ainda longe de virar calçadão, e justamente nas imediações ficavam o ABC e os congêneres citados.

Mas é a Walmir Rosário, reconhecido expert na arte de entornar copos e na de elaborar quitutes os mais apreciados, que coube legar para a posteridade este verdadeiro compêndio de uma apreciável parte da vida mundana e boêmia de Itabuna. O roteiro etílico que é foco deste trabalho, é mais uma prova provada de que a bebida é insuperável em criar e estreitar laços sociais.

“Ele trata do cotidiano da mesa de bar onde toda sorte de gente despreocupada, ou nem tanto, costuma se reunir para jogar conversa fora, aí incluídos o ato de festejar a vida e de reformar o mundo”, conclui Tyrone Perrucho.

Prefeito Augusto Castro em audiência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas // Fotos de Lucas Mattos

Leia em: 2 minutos

O prefeito de Itabuna Augusto Castro (PSD), acompanhado do secretário de Infraestrutura e Urbanismo, Almir Melo Júnior, foram recebidos em audiência, ontem 3ª feira (13.julho), em Brasília, pelos ministros Tarcísio Gomes de Freitas, Flávia Arruda e Tereza Cristina, da Infraestrutura, da Secretaria de Governo e Agricultura, respectivamente. Além do diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit), general Antônio Santos Filho, no encontro com as autoridades federais, foi apresentado e discutido projetos estruturantes para serem implantados na cidade.

Com o ministro Tarcísio de Freitas, o chefe do executivo itabunense, solicitou a autorização por parte do Governo Federal, para a realização das obras de requalificação dos dois acessos à cidade, o primeiro acesso envolve o trecho da BR-101 ao trevo que liga a Avenida Itajuípe e o segundo acesso de ligação do viaduto sob a BR-101 ao prolongamento da Avenida Amélia Amado.

“Por ser uma área de domínio da União solicitamos a liberação do Ministério da Infraestrutura, para realizar a qualificação desses dois acessos. Também apresentamos ao ministro o projeto de duplicação e urbanização do trecho da BR 101, do posto da Polícia Rodoviária Federal até o local que abrigou a Kbon Sorvetes no sentido a cidade Buerarema”, disse Augusto Castro.

Segundo Castro, o ministro Tarcísio de Freitas atendeu o pleito para a intervenção nos dois pontos de entrada da cidade e foi muito receptivo ao projeto de duplicação da rodovia que passa pelo perímetro urbano de Itabuna. Augusto, também se encontrou com o diretor geral do Denit, general Santos Filho, que elogiou as propostas estruturantes apresentadas pelo prefeito.

“O ministro foi um entusiasta do projeto de duplicação do trecho da BR 101 e o diretor geral do Denit, encaminhou nosso pleito para os técnicos da pasta. Além disso, foi autorizada a intervenção do Estado e Município nos dois acessos à cidade”, ressaltou o prefeito.

Com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o prefeito discutiu assuntos ligados à agricultura familiar e a lavoura do cacau.

CANAIS DE MACRODRENAGEM

Ministra Flávia Arruda liberou recursos para investimento nos canais que cortam Itabuna

Já o encontro de quase duas horas, com a ministra Chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, serviu para assegurar a liberação de recursos da ordem de R$ 8 milhões, que serão empregados na requalificação dos canais de macrodrenagem que cortam a cidade. “A exemplo do que estamos realizando no canal do Bairro Santo Antônio, onde a Emasa e a Prefeitura, estão realizando o saneamento do canal de macrodrenagem, retirado o esgoto e urbanizado aquela área, vamos levar o mesmo projeto a outros pontos da cidade, como é o caso dos canais dos bairros São Caetano e Califórnia”, assegurou o prefeito Augusto Castro.

//

A taxa de inscrição para os não isentos é de R$ 85

Leia em: < 1 minuto

Termina hoje (14) às 23h59 o prazo para inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Os interessados em participar do exame devem acessar a Página do Participante, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A taxa de inscrição para os não isentos é de R$ 85. O pagamento deve ser feito por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) até o dia 19 de julho.

PROVAS
As provas do Enem 2021 serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. As duas versões terão a mesma estrutura de prova: quatro cadernos de questões e a redação.

Cada prova terá 45 questões de múltipla escolha, que, no caso do Enem Digital, serão apresentadas na tela do computador. Já a redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão em papel. Os participantes receberão folhas de rascunho nos dois dias.

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, e ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. A aplicação regular terá cinco horas e 30 minutos de duração.

No segundo dia, as provas serão de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. Nesse caso, a aplicação regular terá cinco horas de duração. Da Agência Brasil.

Material era importado da China e falsificado por pessoas físicas e jurídicas no Brasil

Leia em: 2 minutos

A Polícia Federal iniciou uma operação para combater o comércio e o uso de agrotóxicos importados ilegalmente e falsificados, nesta 4ª feira (14.julho). Três mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Juazeiro, no norte da Bahia.

A operação foi batizada de “Negócio da China II”, porque o material era importado do país asiático. A PF detalhou que a falsificação era feita por pessoas físicas e jurídicas brasileiras. As investigações começaram em 2015, quando um grupo criminoso, que fazia o contrabando dos agrotóxicos por meio de navios usados para a exportação de mangas, foi identificado.

Após serem contrabandeados o material era misturado com defensivos agrícolas brasileira – produtos químicos usados pra evitar e extinguir pragas de lavouras. Em seguida, esses agrotóxicos eram reenvasados, com embalagens nacionais reaproveitadas, para dar uma aparência de legalidade ao comércio dos produtos.

Em junho de 2020, a polícia apreendeu mil litros de um fitorregulador – uma substância usada para acelerar o crescimento dos vegetais.

Segundo a PF, esse produto contrabandeado tinha saído de uma empresa química do interior de São Paulo, e seria levado para a uma empresa de importação e exportação sediada na cidade de Petrolina, em Pernambuco.

Durante a investigação, a PF identificou o “modus operandi” do grupo. Essa quadrilha era formada por pessoas físicas e jurídicas, ligadas ao comércio de produtos voltados à fruticultura. Além dos mandados de busca em Juazeiro, também são cumpridos nove em Petrolina e outros dois em Jaboticabal (SP).

 

Os investigados deverão responder por contrabando e dois outros crimes ambientais, caso as suspeitas sejam comprovadas.

Notícias mais lidas

Outros assuntos