SSP determinou que Polícia Militar da Bahia apure o caso

Leia em: < 1 minuto

Na noite dessa quarta-feira (28.fevereiro), um policial militar agrediu uma mulher com um tapa no rosto depois que ela questionou o porquê dele estar bebendo. Em seguida, a mulher revidou a agressão e atingiu o PM com uma garrafa de vidro.

O caso aconteceu dentro de um bar localizado em Travessão, distrito de Camamu. Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver que o PM está fardado e ameaça a mulher com uma arma mesmo depois de já ter sido agredido.

A secretaria de Segurança Pública informou que está ciente da situação e determinou que a Polícia Militar inicie uma apuração imediata sobre o caso.

Corpo da vítima foi encontrado em estado de decomposição nas proximidades de plantação de café

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Civil da Bahia cumpriu o mandado de prisão temporária de um homem indígena apontado como responsável pela morte de outro indígena. O crime aconteceu no início deste mês e o corpo da vítima foi encontrado em estado de decomposição nas proximidades de um plantação de café localizada na Aldeia Meio da Mata, em Caraíva, distrito de Porto Seguro.

De acordo com a Polícia Civil, a causa da morte foi traumatismo torácico, provocado por espancamento. O autor do crime cometeu homicídio qualificado pela traição, o que aumenta a gravidade do delito.

Quatro suspeitos de operarem esquema criminoso foram presos e um servidor público foi afastado

Leia em: 2 minutos

O Ministério Público estadual e a Polícia Federal deflagraram a Operação Stop Driver na região oeste da Bahia nesta quarta-feira (28.fevereiro). A operação teve o objetivo de combater uma organização criminosa investigada por operar um esquema ilegal de venda de Carteira Nacional de Habilitação com emissão fraudulenta do documento para clientes de dentro e fora do estado.

Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 21 de busca e apreensão em Bom Jesus da Lapa, Canarana, Coribe, Correntina, Santa Maria da Vitória e São Félix do Coribe, na Bahia, em Brasília, no Distrito Federal, e em Goiânia, em Goiás.

Foram presos um agente público da 17ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), em Santa Maria da Vitória, um ex-servidor do órgão e sócios de autoescolas. Eles são investigados por operarem o esquema e cometerem os crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, falsificação de documento público, lavagem de capitais e estelionato.

A Vara Criminal de Santa Maria da Vitória também decretou o afastamento do servidor da 17ª Ciretran e o bloqueio dos bens dos quatro investigados. Os presos foram conduzidos à delegacia da Polícia Federal de Barreiras.

As investigações apontam que o esquema existe desde 2016, ano em que houve um grande número de habilitações concedidas a residentes distantes de Santa Maria da Vitória, inclusive vindos de outros estados. O esquema consistia na venda de CNHs para pessoas que não passaram pela avaliação exigida pelo Departamento de Trânsito (Detran), portanto, sem aprovação técnica quanto a conhecimentos práticos e teóricos para se habilitarem como condutores. As investigações continuam a partir do material apreendido com a finalidade de identificar novos suspeitos da prática delituosa e colher novas informações.

Suspeito invadiu loja na Avenida Cinquentenário

Leia em: < 1 minuto

Após receber uma denúncia sobre um suspeito que teria invadido uma loja localizada na Avenida Cinquentário, em Itabuna, a Polícia Militar foi até o local para averiguar a situação.

Chegando lá, os militares constataram que ele estava tentando cometer um roubo e fazia uso de uma tornozeleira eletrônica. O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia de Polícia Civil.

Com o homem, os militares apreenderam um simulacro.

Homem alega que ação foi causada por "perseguição"

Leia em: < 1 minuto

Câmeras de segurança instaladas no interior de uma pizzaria flagraram o momento em que um homem ateou fogo em uma pizzaria localizada na ilha de Boipeba. As imagens também mostraram os funcionários do estabelecimento tentando se salvar enquanto o suspeito fugia.

Nas redes sociais, o responsável pela pizzaria disse que um morador daquela região é o suspeito de provocar o incêndio. Ainda nas redes, o acusado disse que a ação foi uma resposta às constantes “perseguições” que vem enfrentando por parte da pizzaria.

Apesar do grande susto, felizmente, ninguém ficou ferido. O caso é investigado pela delegacia de Polícia Civil de Cairu.

Lucien Pellat-Finet era conhecido como "rei do cashmere"

Leia em: < 1 minuto

O designer de moda, Lucien Pellat-Finet, de 78 anos, morreu nessa segunda-feira (26.fevereiro) após se afogar em uma praia de Trancoso, distrito de Porto Seguro. O estilista era conhecido como “rei do cashmere”.

Testemunhas disseram que Lucien entrou no mar depois de comer um churrasco. Ao perceberem que ele estava se afogando, alguns surfistas ainda tentaram salvá-lo, mas não conseguiram.

PMs teriam comercializado fuzis apreendidos com integrantes de facções criminosas

Leia em: < 1 minuto

Cinco homens, entre eles três policiais militares e um agente penal, foram alvos da Operação Mosquete, deflagrada pelo Ministério Público estadual e pela secretaria de Segurança Pública da Bahia. Eles são investigados pelo crime de tráfico de armas de fogo.

Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados em Salvador, em um estabelecimento e nas sedes do 22º Batalhão da PM de Cajazeiras e da 23ª Companhia Independente de Tancredo Neves. Foram apreendidas miras de fuzis, munição e drogas.

Os policiais são investigados por terem colocado à venda quatro fuzis por R$ 70 mil cada um. As armas foram recolhidas pelos PMs em posse de integrantes de facção criminosa com atuação no bairro de Cajazeiras.

Segundo as investigações, ainda no interior da viatura utilizada na apreensão, os policiais militares postaram as imagens das armas com o anúncio de preço. Dois fuzis teriam sido comercializados e o restante foi entregue para reparo ao agente penal e seu pai, que é proprietário de uma loja de armas no bairro de Cidade Nova.

O material apreendido durante a operação será submetido a conferência e análise da Force, Correg e Gaeco e, posteriormente, encaminhado aos órgãos competentes para adoção das medidas cabíveis.

//

Wildes entrou no rio para tentar pegar bola de futebol, mas se afogou

Leia em: < 1 minuto

Foi encontrado hoje (26.fevereiro) o corpo do jovem que desapareceu após entrar no Rio Cachoeira, em Itabuna. Wildes estava jogando futebol com alguns amigos ontem (25.fevereiro) e decidiu entrar na água para tentar pegar uma bola, porém não conseguiu retornar.

Desde então, a família estava angustiada sem saber o que poderia ter acontecido. O rio estava bastange agitado quando o jovem entrou na água e, provavelmente por isso, ele não conseguiu se salvar.

Nossos sentimentos à família.

Vasto material foi apreendido em Castelo Novo

Leia em: < 1 minuto

Na tarde de domingo (25.fevereiro), guarnições da 70ª CIPM e da CIPPA se deslocaram até Castelo Novo, distrito de Ilhéus, para investigar uma denúncia sobre homens armados acampados perto do cemitério e que estariam assustando a população.

Os suspeitos conseguiram fugir, mas deixaram para trás 20 pinos de cocaína, 59 porções de maconha, 60 pedras de crack, 60 munições, três rádios transmissores, além de duas placas de coletes balísticos.

Todo o material apreendido foi apresentado à delegacia de Polícia Civil e os suspeitos continuam sendo procurados.  

//

Dr. Luiz Leite foi acusado de racismo por enfermeira prestadora de serviço da Sesab

Leia em: < 1 minuto

Na tarde desta quarta-feira (21.fevereiro), o médico obstetra Luiz Leite foi preso em flagrante após uma enfermeira ligada à secretaria estadual de Saúde acusá-lo de racismo. O suposto caso teria acontecido dentro da Maternidade Otaciana Pinto, em Itabuna, enquanto a profissional realizava uma vistoria na unidade.

Segundo a queixa registrada na delegacia de Polícia Civil, a enfermeira alegou que o médico disse que ‘’ela tinha uma pele negra bonita e, por isso, tinha sangue de branco’’. Ainda na denúncia, a enfermeira disse que confrontou o Dr. Luiz sobre o teor do comentário e ele teria afirmado que é racista.

A defesa do médico alega que houve um mal-entendido porque, na verdade, Dr. Luiz fez um elogio sobre a enfermeira para um colega de trabalho, mas ela teria interpretado a declaração de forma equivocada.

A profissional da Sesab acionou a Polícia Militar, que esteve no local e conduziu o médico à delegacia. Ele foi autuado em flagrante, mas não é possível arbitrar fiança nesse caso, então ele será submetido à audiência de custódia.

Notícias mais lidas

Outros assuntos