Pablo Barreto era chefe do setor de Habilitação da Ciretran de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

Na tarde de hoje, segunda-feira (22), foi assassinado o chefe do setor de Habilitação da Ciretran de Itabuna, Pablo Barreto.

O crime aconteceu em uma das vias mais movimentadas do centro de Itabuna, o Jardim do O. De acordo com informações de testemunhas, Pablo foi atingido por disparos de arma de fogo por dois homens que passaram em uma moto.

A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento do local até a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para a realização da perícia.

Pablo Barreto tinha 32 anos de idade, deixa mulher e dois filhos.

Até o presente momento não há informações sobre autoria ou motivação do crime.

____

Envie um vídeo, uma foto ou mande a sua sugestão de pauta para a nossa redação. WhatsApp do Pauta.blog.br: (73) 98869-7877

Adolescente tenta atravessar represa a nado e morre após se afogar

Leia em: < 1 minuto

Na tarde deste domingo (21) um adolescente morreu após se afogar em uma represa em Itabuna. O fato aconteceu no bairro Morumbi, onde três jovens nadavam de uma margem a outra da represa. Enquanto dois dos garotos conseguiram fazer a travessia, Édrio Guilherme Oliveira de Santana, de 17 anos, ficou pelo caminho e morreu afogado.

Segundo informações passadas pelo Corpo de Bombeiros, uma equipe de mergulhadores foi acionada e localizou o corpo do adolescente no fundo da represa, cerca de uma hora após o acidente. Depois do resgate, o corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, onde passou por perícia.

____

Envie um vídeo, uma foto ou mande a sua sugestão de pauta para a nossa redação. WhatsApp do Pauta.blog.br: (73) 98869-7877

 

//

Os 10 leitos de UTI que foram abertos, na última sexta-feira (19), já foram ocupados, disse Bruno Reis

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), chamou a atenção para a elevação no número de casos e internações em Salvador. Na sexta-feira (19), 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foram abertos na tenda de apoio à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Valéria. Esses leitos já foram ocupados.

“Aqueles 10 leitos que abrimos sexta-feira em Valéria já estão todos ocupados. Com eles, restabelecemos um número de leitos de UTI que nós tínhamos anteriormente em Salvador. Dia 10 de fevereiro, a realidade de Salvador era completamente diferente dessa realidade de hoje. Em onze dias, os números cresceram de forma expressiva. Ontem [domingo, 21], Salvador tinha 80% de ocupação dos leitos de UTI”.

“Quando nós regularmos todos os pacientes que estão nas UPAs, que estão nos gripários, nós vamos chegar a praticamente 100% de ocupação dos leitos de UTI”. Bruno Reis disse ainda que 24 unidades de saúde, onde funcionam consultórios odontológicos, terão atendimentos suspensos e serão convertidas em leitos para tratamento do coronavírus.

“Esses atendimentos estão suspensos, nós não vamos fazer atendimento bucal e vamos transformar estas salas em espaços que irão funcionar com leitos de enfermaria. No total, nessas 24 unidades, poderemos atender 75 pessoas”.

O prefeito voltou a falar sobre o Hospital Salvador. A prefeitura está assumindo a unidade, que será exclusiva para o combate à pandemia, como um hospital de campanha. O hospital já tem 20 leitos de UTI e 40 leitos clínicos em funcionamento e outros 20 de UTI e 80 de enfermaria serão abertos.

As novas medidas foram divulgadas durante uma coletiva de imprensa para a nomeação dos candidatos aprovados no concurso da prefeitura. Segundo o prefeito, essa foi a última coletiva presencial desse período de pandemia, e as próximas serão feitas virtualmente. Com informações do G1.

//

O médico Dr. Rafael Andrade, idealizador e coordenador do evento Mutirão do Diabetes de Itabuna

Leia em: 2 minutos

Com o título “Consultório a Céu Aberto – Ao criar mutirões pelo diabetes em comunidades carentes, este oftalmologista transforou vidas”, a reportagem, publicada em parceria do UOL com a Central Nacional Unimed, narra a trajetória do Dr. Rafael, filho do também oftalmologista Vável Andrade, um dos diretores do Hospital Beira Rio (HBR), um dos parceiros do mutirão, que desde cedo despertou sua paixão pela profissão. Formado pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com especialização em retina e vítreo, o oftalmologista optou por exercer a profissão no Sul da Bahia.

Aqui, além das atividades do HBR, o Dr. Rafael sentiu a necessidade de transformar e melhorar a qualidade de vida dos portadores de diabetes. Nascia em 2004, o Mutirão do Olho Diabético, que 15 anos depois, já como Mutirão do Diabetes, se tornaria o maior evento do gênero do Brasil, com ações de prevenção na Praça Rio Cachoeira e atendimento médico no Hospital Beira Rio. O projeto cresceu e, em 2016, nasceu a organização não governamental batizada de “Unidos pelo Diabetes”, que realiza inúmeras ações de prevenção, conscientização e educação em torno do diabetes durante o ano.

Em 2019 foram cerca de 20 mil procedimentos e em 2020, por conta da pandemia, o atendimento foi limitado aos casos mais graves com medidas preventivas e utilização de telemedicina, com cerca de 500 pacientes. Em 2020, a ONG também participou de uma versão on line, totalmente educativa, transmitida através da Sociedade Brasileira de Diabetes. O modelo itabunense, reconhecido pela Federação Internacional do Diabetes, já foi aplicado em cerca de 30 cidades brasileiras.

“Mergulhei nesse universo que enxerga além da medicina e que compreende o contexto socioeconômico e cultural dos pacientes. Me ressignificou. Afinal, de que adianta ter a melhor medicina se 70% da população não tem acesso? Levar tudo isso para a comunidade me fez ter certeza que escolhi a profissão certa”, reflete Andrade em vídeo publicado no site.

“Fico muito honrado e quero fazer um agradecimento a CNU -Central Nacional Unimed e ao UOL por fazer esta reportagem sobre nosso projeto dos Mutirões do Diabetes aqui de Itabuna, contando um pouco da minha história, da luta de nossos pacientes, e de todos nós que vivemos este sonho juntos de luta contra o diabetes”, afirmou o oftalmologista.

▶️ Assista o vídeo com o Dr. Rafael Andrade e os desafios do Mutirão:

Clique aqui e leia a reportagem completa.

Entre 22h de domingo (21) e 5h desta segunda-feira (22), 20 pessoas foram flagradas desrespeitando o decreto estadual

Leia em: < 1 minuto

O primeiro final de semana com toque de recolher na Bahia terminou com 55 pessoas detidas. Entre 22h de domingo (21) e 5h desta segunda-feira (22), 20 pessoas foram flagradas desrespeitando o decreto estadual. Nos dias anteriores, as polícias Militar e Civil conduziram e autuaram, respectivamente, 35 infratores.

Os casos registrados, nas últimas horas, aconteceram na capital baiana (quatro ocorrências) e na Região Metropolitana de Salvador (RMS), também com quatro registros, entre eles um caso, no bairro de Itinga, município de Lauro de Freitas, onde um homem alcoolizado e sem carteira de habilitação foi detido com um “paredão” de som, em um veículo. Completando a lista, no interior ocorreram 12 flagrantes nas cidades de Ibirapitanga, Alagoinhas, Vitória da Conquista e Aracatu.

Os 55 detidos responderão aos artigos 132 (Expor a vida ou a saúde de outrem em perigo), 268 (Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 330 (Desobedecer a ordem legal de funcionário público).

Oito cachorros foram encontrados mortos em bairro de Teixeira de Freitas // Foto: Reprodução/TV Bahia

Leia em: < 1 minuto

Oito cães foram encontrados mortos no bairro Residencial Castelinho II, localizado na cidade de Teixeira de Freitas, sul da Bahia, no sábado (21). A suspeita é de que eles tenham sido envenenados.

Três dos cachorros estavam na Rua D, enquanto os outros estavam no entorno dessa mesma rua. Urubus que se alimentaram dos corpos desses cachorros também morreram.

Segundo os moradores, os cães viviam pelas ruas, e foi a primeira vez que ocorreu um caso do tipo no local.

Entre os cães mortos, estava uma cadelinha que era monitorada por uma ONG. A cadelinha foi resgatada com filhotes em outubro, depois de uma denuncia de maus tratos. Os filhotes foram doados e ela foi castrada. Depois disso, pela falta de estrutura, a cadelinha foi levada de volta para o lugar onde vivia, mas ficou sendo monitorada pela ONG.

A pena pelo crime de maus tratos a animais é de dois a cinco anos de prisão, além de multa. Do G1

Secretária de Saúde de Itabuna, Lívia Mendes Aguiar

Leia em: < 1 minuto

A secretária de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, ressaltou a importância das pessoas compreenderem os riscos de contaminação pelo novo coronavírus a que estão expostas, já que há um surto que preocupa. Por isso, festas particulares com aglomerações devem ser evitadas. “Nesses locais, pessoas infectadas transmitem à Covid-19 para outras e assim o vírus vai se propagando”, explicou.

Livia lamenta o fato de os leitos de UTI do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães estarem lotados. “Neste sábado, a ocupação dos leitos de UTI chegou a 100%. Infelizmente, a maioria das pessoas não se importa com esse risco. Mesmo diante de tantas proibições e do toque de recolher, insistem em ficar nas ruas e participar de festas como as que presenciamos hoje”, resumiu.

Operação Oxigênio inibe aglomerações e faz apreensões

Leia em: < 1 minuto

No segundo dia da Operação Oxigênio, coordenada pela Prefeitura de Itabuna, duas festas particulares em imóveis residenciais nos bairros Góes Calmon e Jardim Vitória foram encerradas. Além disso, em vários pontos da cidade foram abordadas 98 pessoas, três estabelecimentos, 14 carros, cinco motocicletas e três aparelhagens de som apreendidas.

As ações se iniciaram por volta das 18 horas, com o suporte das polícias Civil e Militar, Guarda Civil Municipal, além das secretarias de Saúde; Indústria, Comércio, Emprego e Renda; fiscais da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Transportes e Trânsito. A fiscalização englobou bares e a checagem de denúncias de festas clandestinas com aglomerações e som abusivo recebidas pelos telefones 153, 190 e 197.

Praças e bares dos bairros São Caetano, Sarinha Alcântara e Mangabinha e do Centro foram visitados pelas equipes das instituições envolvidas, que mobilizaram 34 pessoas e 11 viaturas. O objetivo da Operação Oxigênio é evitar aglomerações e cumprir os decretos nº 20.233 (estadual) e 14.299 (municipal), que proíbem qualquer tipo de festa particular ou pública, com exceção para eventos oficiais com até 200 pessoas, como congressos, casamentos e formaturas, desde que autorizados.

FESTAS PARTICULARES
Quanto às festas particulares em imóveis residenciais, no Góes Calmon e Jardim Vitória, foram interrompidas. No primeiro imóvel, a festa provocou aglomeração de cerca de 200 pessoas, com uso de som abusivo, iluminação feérica, pessoas sem uso de máscara, muito barulho e sem respeitar as normas de distanciamento social.

Balanço do terceiro dia do Toque de Recolher

Leia em: < 1 minuto

O terceiro dia do Toque de Recolher, em Feira de Santana, resultou em 55 estabelecimentos fechados; um encerramento de festa com paredão; 40 atendimentos de ocorrências por descumprimento ao decreto vigente e 399 orientações ao público.

Neste domingo (21), a fiscalização fechou a feirinha de animais, na Getúlio Vargas, por constatar aglomerações de pessoas no local.

O novo decreto estadual estabelece ainda que o funcionamento do delivery de alimentos é até 23h, e em bares e restaurantes o atendimento presencial encerra às 18h.

O transporte público urbano circula até 20h30, e aos domingos e feriados com último balão às 20h. O decreto se estende até o dia 28 de fevereiro.

//

“A prática de exercícios físicos deve ser interrompida de imediato na presença de sintomas relacionados à covid-19 como febre, falta de ar, tosse seca e perda do olfato ou paladar”, destaca o médico

Leia em: 3 minutos

Enquanto a vacina contra a covid-19 não chega para toda a população, quem continua firme no isolamento social tenta manter a forma com exercícios físicos em casa. Porém, o excesso ou desempenho inadequado podem ter efeito reverso e causar complicações em quem pratica.

O alerta é do cirurgião vascular Calogero Presti, que explica que o controle na frequência dos exercícios é fundamental para evitar lesões de músculos, tendões e articulações – e até mesmo fraturas ósseas de estresse e tendinites.

“Exercício físico saudável, em geral, é aquele moderado, em dias alternados para a recuperação muscular, habitual e com frequência de três a quatro vezes por semana”, destaca o médico, que também é membro do Conselho Superior da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.

O especialista pontua que antes de iniciar qualquer tipo de treinamento físico é aconselhável que o paciente com doença vascular se submeta a um exame clínico e cardiológico para detectar e avaliar possíveis comorbidades. Pois, caso seja necessário, o preparador físico, em conjunto com um médico, pode aconselhar o treinamento mais adequado para cada situação.

Doenças vasculares, como as varizes, pedem atenção especial durante a prática esportiva. No caso de pacientes com insuficiência venosa crônica, há dificuldade de retorno sanguíneo ao coração quando a pessoa se encontra parada, em pé ou sentada.

“Os exercícios mais indicados nessa situação são aqueles que promovem a contração e alongamento dos músculos das pernas, em especial as caminhadas, exercícios em esteira ou com bicicleta. A natação e a hidroginástica são particularmente úteis, pois facilitam o retorno venoso pela atenuação da gravidade quando dentro d’água, além de fortalecerem e alongarem os músculos”, orienta Presti.

Exercícios físicos intensos também podem causar rabdomiólise, ou seja, necrose muscular. Na maioria dos casos, ela ocorre quando o paciente inicia ou reinicia o treinamento físico sem a supervisão de um educador. “O exercício excessivo pode produzir edema das células musculares das extremidades e, como consequência, a necrose dos músculos em graus variáveis, o que ocasiona liberação da mioglobina (proteína muscular) no sangue”, informa.

Grandes quantidades de mioglobina no sistema circulatório podem causar depósitos nos túbulos renais, o que pode gerar insuficiência e mau funcionamento dos órgãos. Em casos extremos, hemodiálise, perda dos rins ou até mesmo o óbito são possíveis, explica o médico.

EXERCÍCIOS EM CASA
Qualquer estímulo a atividades físicas de vida diária como jardinagem, limpar e arrumar a casa, lavar louça, arrumar armários, subir e descer escadas e dançar aumentam o gasto calórico, mantêm a atividade muscular, evitam a obesidade e diminuem a depressão durante o distanciamento social, aconselha o especialista.

“Os pacientes com doenças vasculares periféricas se beneficiam muito dos exercícios aeróbicos, sendo aconselhável caminhadas de 30 a 40 minutos 3 a 4 vezes por semana ao ar livre. O exercício aeróbico pode ser realizado na mesma frequência, com esteira ou bicicleta ergométrica em casa.”

Segundo o médico, para os que permanecem em home office é aconselhável interromper o tempo de permanência no computador, intercalando 15 minutos de atividade física a cada 30 minutos de trabalho, movimentando os braços, as pernas, respirando livremente, andando ou fazendo alongamento.

“Quanto aos exercícios recomendados por seu médico ou educador físico, não exagere na quantidade, intensidade e duração. A alta intensidade e o tempo de recuperação muscular e cardiovascular insuficientes podem ser prejudiciais ao sistema cardiovascular, à imunidade, provocar lesões musculares, articulares e tendinites”, completa o médico.

Outra orientação do especialista é manter-se bem hidratado durante os exercícios e evitar fazê-los em ambientes quentes e pouco ventilados. Em caso de desconforto durante o exercício, como cansaço excessivo, falta de ar, dor torácica e tonturas, interrompa os exercícios e procure orientação médica.

//

A decisão é do Supremo Tribunal Federal (STF), de abril de 2020

Leia em: 2 minutos

A Covid-19 entrou para o rol de doenças ocupacionais e acidente de trabalho, o que caracteriza que o trabalhador ao ser contaminado pela doença no ambiente de trabalho, no trajeto de ida para o trabalho e na volta para casa, tenha direito e acesso a benefícios como o auxílio-doença, por exemplo, amparados pelo INSS.

A decisão é do Supremo Tribunal Federal (STF), de abril de 2020. O posicionamento do STF representou um ganho para a classe trabalhadora, pois resguarda o trabalhador também em relação às sequelas do novo coronavírus, visto que cada organismo reage à doença de formas diferentes e muitos apresentam danos que precisam de acompanhamentos específicos mesmo após o término do tratamento.

Neste caso, por exemplo, se o paciente vier a óbito a família será resguardada por meio da pensão por morte e o recebimento do seguro de vida, benefício garantido por algumas profissões. Também fica garantido ao trabalhador o afastamento para tratamento sem riscos de demissões e caso ele venha a ser demitido, receberá o benefício via INSS.

MAIORIA DOS TRABALHADORES DESCONHECE O PREENCHIMENTO DO CAT PARA COVID-19
Embora o STF tenha decidido classificar a Covid-19 como doença ocupacional e acidente de trabalho, o empregado precisa passar por perícia no INSS e comprovar que adquiriu a doença no trabalho. Porém, a maioria dos trabalhadores desconhece o direito adquirido e não sabem da necessidade do preenchimento do CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho).

O CAT é um documento que precisa ser preenchido pelo funcionário e que formaliza na empresa a comunicação do acidente de trabalho ou da doença ocupacional adquirida.

Durante a pandemia, que continua crescente em número de novos casos como de óbitos, grande parte dos profissionais que ficaram doentes pelo novo coronavírus foram afastados pela doença, porém, não preencheram o CAT por falta de conhecimento e orientação dessa decisão do STF.

PREENCHIMENTO DO CAT
Como exemplificado anteriormente, se o paciente vier a óbito, a família receberá os direitos garantidos constitucionalmente. Se houver o preenchimento do CAT, a família receberá a pensão por morte de forma integral.

Porém, se a informação não foi feita via CAT, os familiares receberão apenas os valores proporcionais ao tempo de trabalho do funcionário falecido. Para garantir o direito da pensão integral, o familiar terá que acionar a justiça para provar que a morte foi consequência de uma doença ocupacional adquirida no ambiente de trabalho ou por acidente no local ou trajeto para o trabalho.

Leia em: < 1 minuto

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem acessar o extrato para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021. O demonstrativo de rendimentos está disponível no Portal Meu INSS e no aplicativo de mesmo nome.

Segundo o INSS, por causa das medidas de prevenção contra a pandemia de covid-19, o extrato só será fornecido por meio eletrônico neste ano.

Após digitar a senha e entrar no sistema, basta escolher a opção “Extrato para Imposto de Renda”, do lado esquerdo da página, e emitir o documento. Caso o segurado tenha esquecido a senha ou tenha problemas com o acesso, pode obter informações podem ser obtidas no portal de serviços do Governo Federal:.

PRIMEIRO ACESSO
O segurado que acessar pela primeira vez o Meu INSS deve fornecer os dados solicitados na área de login e fazer o cadastro. O sistema pedirá a criação de uma senha com pelo menos nove caracteres, com pelo menos uma letra maiúscula, uma letra minúscula e um número.

//

Leia em: < 1 minuto

Após mais de quatro décadas, a Nasa vai retomar a busca direta por evidências de vida em Marte, com a missão Mars 2020 e o pouso do rover Perseverance. O sinal de confirmação de uma descida segura ao planeta vermelho deve pintar às 17h55 – com alguma margem de incerteza, como tudo que cerca uma chegada ao mundo vizinho.

Embarcado no rover, há um sistema que fará a coleta de amostras em pequenos tubos lacrados. Eles serão deixados reunidos na superfície, onde uma próxima missão os recolherá e os embarcará em um foguete para o primeiro lançamento já feito a partir de outro planeta.

O retorno de amostras é tido como o principal objetivo do programa de exploração marciana nesta década e será conduzido em parceria pela Nasa e pela ESA (Agência Espacial Europeia). O Perseverance é o primeiro passo dessa nova fase.

Depois disso, restará a realização de uma missão tripulada. Algo para a qual o Perseverance também tem uma contribuição para dar. O experimento Moxie, embarcado nele, pela primeira vez vai produzir oxigênio a partir do dióxido de carbono da atmosfera marciana. Será tecnologia essencial para futuras visitas humanas ao planeta.

Também está em teste pela primeira vez um mini-helicóptero chamado Ingenuity, que, se funcionar, realizará o primeiro voo por sustentação aérea em outro planeta. Jogando em seu favor, a baixa gravidade marciana, apenas 40% da terrestre. Jogando contra, a baixa densidade atmosférica, um centésimo da nossa. Testes em solo em câmaras de baixa pressão sugerem que deve funcionar. Mas, como tudo em exploração espacial, a certeza só vem depois que acontece.

Com informações da Folha de S. Paulo.

//

Foram distribuídas cerca de 300 pares dos 20 mil pares de máscaras doadas pela Trifil à Prefeitura de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

Um total de 78 pessoas foram abordadas nas ruas e avenidas de Itabuna, entre as 22 e 5h, no primeiro dia da Operação Oxigênio, coordenada pela Secretaria de Segurança e Ordem Pública. Além das abordagens, houve apreensão de cadeiras, instrumentos musicais, caixas de som, sete estabelecimentos foram visitados e um bar fechado no São Caetano.

O boletim foi elaborado pela Assessoria de Comunicação do 15º Batalhão de Polícia Militar.

Doze veículos foram fiscalizados na Operação que visa dar cumprimento aos Decretos Estadual n.° 20.233 do governador Rui Costa, e Municipal nº 14.299, assinado pelo prefeito Augusto Castro, que institui a restrição de locomoção noturna como medida de enfrentamento ao novo coronavírus.

Além das abordagens a veículos e pedestres, foram realizadas ações educativas com explicações sobre importância do uso de máscaras e distanciamento social, inclusive na prática de atividades físicas.

Em 2020, a PRF na Bahia resgatou 3.060 animais silvestres e mais 564 animais exóticos durante as suas fiscalizações nas rodovias federais que cortam o estado

Leia em: 2 minutos

A PRF desencadeou mais uma operação que teve como objetivo o combate ao tráfico de animais silvestres, coibindo a criação e a caça desses animais com ações pontuais nos municípios de Ribeira do Pombal e Paulo e Paulo Afonso, na região Nordeste, da Bahia.

Os policiais flagraram com os detidos grande quantidade de aves aprisionadas em gaiolas pequenas e em condições precárias de falta de higiene (cobertas com fezes e urina), sem água, com restrição de movimento, privação de luz e sem circulação de ar, ensejando condições evidentes de maus-tratos.

Ao todo foram resgatadas 74 aves silvestres das espécies conhecidas popularmente como cabeça vermelha, azulão, bigodinho, canário da terra, sabiá larajeira, sofré, sanhaço, periquito da caatinga, curió, tico-tico, coleirinha, baiano, cabloclinho, canário belga.

Destaca-se também o resgate de aves que constam na lista de animais ameaçados de extinção, a exemplo do pássaro azulão que tem como habitat a região da caatinga e tem sido alvo constante do tráfico, sendo capturados e levados para todo o país e até para o exterior por conta de sua beleza exuberante e seu canto diferenciado.

Os responsáveis pela criação e aprisionamento ilegal foram identificados e cada um, assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e responderão na Justiça Criminal por suas condutas praticadas contra o meio ambiente. Foi promovida também ação de conscientização e educação ambiental.

As aves foram encaminhadas aos cuidados do CETAS onde foram triados, alimentados e tratados por equipes de veterinários, biólogos e demais profissionais capacitados. Alguns dos animais tinham condições de serem reinseridos na natureza e foram soltos em seus habitats ainda durante a operação.

Muitas vezes os animais precisam de maiores cuidados veterinários, pois são vítimas de maus tratos e apresentam lesões provenientes da captura ou estão bastante debilitados por conta da má alimentação no cativeiro. Além de tratar a saúde, os animais precisam muitas vezes reaprender algumas funções básicas como voar e buscar seu alimento na natureza.

//

Ronaldinho Gaúcho e Dona Miguelina

Leia em: < 1 minuto

A mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, Miguelina Eloi de Assis Moreira, 71 anos, morreu de vítima da Covid-19 na noite deste sábado (20). Ela estava internada devido a complicações do coronavírus desde dezembro de 2020, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre.

Pelo Twitter, em 21 de dezembro de 2020, o ex-jogador confirmou a internação da mãe e pediu “energias positivas” e “orações”.

“Queridos amigos, minha mãe está com covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe”, escreveu Ronaldinho Gaúcho.

O jogador não se manifestou até o momento, mas trocou a foto de perfil para um fundo preto, em luto pela morte de Miguelina.

//

Covid-19: Bahia registra maior número de pacientes em UTIs pelo segundo dia consecutivo

Leia em: < 1 minuto

Dos 2.145 leitos ativos na Bahia, 1.503 estão com pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação geral de 70%.

Desses leitos, 1.078 são para atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e estão com ocupação de 78% (843 leitos). A taxa de ocupação dos leitos de UTI pediátrica é de 69%, com 25 das 36 unidades em utilização.

Já as unidades de enfermaria adulto na Bahia estão com 61% da ocupação, e a pediátrica com 70%.

Em Salvador, dos 1.049 leitos, 856 estão com pacientes internados. A taxa de ocupação geral é de 82%. A taxa de ocupação da UTI adulto é de 79% e a pediátrica 74%. Os leitos clínicos adultos estão com 87% e o pediátrico com 78% de ocupação. Do G1

//

Leia em: 3 minutos

Diariamente tenho feito um esforço tremendo para tentar achar alguma coisa boa nesse governo. Tenho buscado por todos os lados e nada vejo de positivo que possa enxergar algo de bom para o Brasil. Percebo que a cada ‘ação desastrosa’ dessa gestão o presidente ou algum ministro soltam uma ‘pérola’ na mídia para tirar o foco.

Em caráter emergencial foi liberado recurso para o Ministério da Saúde combater a Pandemia, mas até agora esse governo gastou menos de 10% e tem comprado vacinas em pequenos lotes, mas comprou milhões de comprimidos de Cloroquina, o que lhe rendeu o apelido de ‘Capitão Cloroquina’. Por outro lado, ele assinou novos decretos aumentando o limite de armas por pessoa. Existem casos em que a pessoa vai poder comprar de 30 a 60 armas. O cara literalmente surtou! O brasileiro não tá conseguindo comprar carne pra botar na mesa e ele facilita a compra de armas! As milícias e o crime organizado agradecem. O povo quer vacina, senhor presidente!

Mas vamos continuar tentando achar algo positivo nesse governo. Sou um cara que gosta do meio ambiente, e defendo a preservação da fauna e flora, daí esse governo vem e libera 967 pesticidas (agrotóxicos) entre 2019 e 2020. Só no ano passado foram 493. O mundo inteiro condena o uso e ele simplesmente libera. Dá pra entender?

Ainda na questão ambiental, o ‘Capitão Cloroquina’ desaparelhou o Ibama com a desculpa que o órgão era uma fábrica de multas. O resultado foi um aumento significativo de queimadas e desmatamento por todo o Brasil. Criou e aprovou ano passado o Marco Legal do Saneamento Básico. Para não me aprofundar muito (pois já fiz um artigo sobre esse assunto há alguns meses) a ideia central do Marco é privatizar a coleta de lixo e os aterros sanitários, varrição de ruas, limpeza de bueiros, rede de esgoto, e o pior, vender a nossa água! Isso mesmo, esse Marco autoriza estados e municípios a venderem suas empresas ou autarquias de fornecimento de água. Querem privatizar a nossa água, nosso bem comum, com a desculpa de aumento de empregos. “Pode isso, Arnaldo?”

Com relação às nossas estatais, o ministro da Economia Paulo Guedes não esconde de ninguém que pretende vender o Banco do Brasil – já começou o processo de fechamento de mais de 360 agência e demissões voluntárias –, além Caixa Econômica Federal; a Petrobras já começou o processo de venda, com algumas plataformas, e de acordo com o site Correio24horas.com o governo federal vendeu a refinaria Landulpho Alves (na Bahia) pela bagatela de US$ 1,65 bilhão (R$ 8,86 bilhões na cotação atual), segundo especialistas, metade do seu valor de mercado. Essa foi a primeira, outras serão vendidas. Não podemos esquecer ainda dos Correios e da Eletrobras. Nenhum país sério e de primeiro mundo privatiza ou vende suas riquezas. Nem vou falar da Ford, que acabou de sair do Brasil depois de 100 anos.

Vamos falar um pouco do trabalhador brasileiro. O ‘Capitão Cloroquina’ acabou com o Ministério do Trabalho e fez uma reforma trabalhista que faz com que o indivíduo tenha que trabalhar 40 anos para descansar, passe a negociar os seus direitos diretamente com o patrão, trabalhe em regime de experiência por 180 dias (antes era 45 dias) e morra sem se aposentar, além de desvalorizar nosso salário, que um dia já bateu a casa dos 400 dólares e hoje está custando 192 dólares. Poderia fazer um artigo sobre o aumento da cesta básica nos últimos 14 meses, mas acho desnecessário. O povo tá vendo e sentindo no bolso!

Na política eu lembro de uma frase dele que dizia o seguinte: “Foro Privilegiado é para político vagabundo”. O filho hoje usa o Foro para fugir da justiça (lembra das rachadinhas?). Esse mesmo presidente ‘detonava’ com o Centrão e se elegeu prometendo uma nova política, sem conchavos e benefícios para a classe. Em pouco mais de um ano, para eleger o novo presidente da Câmara dos Deputados, o ‘Capitão Cloroquina’ negou o seu discurso e gastou mais de 3 bilhões e alguns Ministérios, barganhando a presidência da Casa para um aliado dele. Dá pra acreditar em algo dito por esse ‘Capitão’?

Falar desse desgoverno requer tempo (muito tempo!) e estômago de avestruz para engolir tanta coisa errada. Vou continuar torcendo para que aconteça algo legal até o fim dessa gestão, afinal esse ‘despirocado’ pode a qualquer momento encarnar a ‘Ruth Boa’ (Mulheres de Areia) e começar a fazer a coisa certa. É difícil, mas a esperança é a última que morre. Pra começar, que tal trocar o foco das armas por mais vacina?
_____________
Arnold Coelho
Mantendo a esperança

Funcionário mais antigo, Antônio Carlos de Oliveira, conhecido por ‘Bigode’, se aposentará do Tribunal com a sensação de dever cumprido e uma legião de amigos

Leia em: 2 minutos

Quem perguntar por Antônio Carlos de Oliveira no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) pode até não descobrir onde ele está na sede do regional. Mas, se perguntar por Bigode, não há servidor nem colaborador que não o conheça. Também, pudera! Bigode é o servidor mais antigo do Tribunal, com 54 anos de casa.

E aqui o termo ‘casa’ é usado com autorização do entrevistado, afinal é assim que ele se sente no TRE-BA. “Digo que o Tribunal é minha primeira família, pois cheguei aos 18 anos. Graças a ele, conquistei, e continuo conquistando, muitas coisas. Tudo o que dei para minhas filhas foi graças ao meu trabalho. Tenho muito orgulho da minha vida no TRE. Sinto falta do Tribunal nos finais de semana. Fiz muitos amigos, aqui é minha vida”, conta Bigode, casado com Maria de Lourdes há 42 anos e pai de Melina (34) e Larissa (36).

Aos 74 anos, atualmente ele é técnico judiciário e trabalha na Seção de Almoxarifado. Mas já atuou como atendente judiciário e guarda auxiliar. O apelido ‘Bigode’ veio antes de sua chegada ao TRE. Jogador de futebol desde os 14 anos, ele confessa que era bravo em campo (e fora dele), e os colegas da equipe, para deixar o clima mais amigável, resolveram brincar com o bigode que ele tinha à época. A fama de durão rendeu também outro apelido: cachorro, “porque eu era bravo como um cachorro, não podiam piscar para mim que eu já brigava”.

☑️ LEVEZA
Mas a vida, sempre ela, foi ensinando para Bigode que valia a pena ser mais leve. As pessoas descobriram então que por trás daquela cara de jogador valente, e do bigode, havia um parceiro boa praça, de sorriso fácil. “Fui aprendendo a lidar com as pessoas, afinal só mosquito que não muda”, explica com bom humor.

Sem jogar profissionalmente há mais de 48 anos, Bigode nunca se afastou dos campos. Desde os 30 ele vem atuando como juiz de campeonatos locais. “Tenho muita moral com os jogadores, eles me respeitam”, conta.

Para manter a boa forma de ex-jogador e dar conta da missão de apitar os jogos, Bigode corre diariamente cerca de 13 quilômetros, numa área próxima ao Dique do Tororó, local famoso em Salvador onde ficam oito estátuas de bronze representando alguns orixás.

A homenagem a Bigode nessa série especial pelo Dia da Justiça Eleitoral se justifica não apenas pelos 54 anos dedicados ao TRE e por sua disposição em aprender e ajudar os colegas, mas também porque ano que vem, quando completar 75 anos, ele vai se aposentar de forma compulsória. “Adiei o tanto que pude. Mas me despedirei tranquilo com a certeza de missão cumprida. Acompanhei dezenas de eleições nesses anos todos. A última, um grande desafio devido à pandemia da Covid-19, foi realizada com sucesso”, lembra ele.

Esse texto faz parte da série “Nós somos a Justiça Eleitoral”, que vai mostrar a todos os brasileiros quem são as pessoas que trabalham diariamente para oferecer o melhor serviço ao eleitor. A série será publicada durante todos os dias de fevereiro, mês em que se comemora o aniversário de 89 anos de criação da Justiça Eleitoral.

▶️ DÊ PLAY AQUI E ASSISTA O DEPOIMENTO DE BIGODE.

Em 2020, apreensão de ecstasy registrou um número 19.000 vezes maior em relação a 2019

Leia em: < 1 minuto

A PRF apreendeu em Vitória da Conquista 2.440 comprimidos de ecstasy que estavam escondidos dentro de uma caixa de som encontrada no porta-malas de um Kia/Cerato. Motorista e passageiro foram presos, no KM-830 da BR-116.

Durante os procedimentos de fiscalização, os policiais perceberam um nervosismo incomum por parte dos ocupantes. Motorista e passageiro apresentaram informações desencontradas acerca do destino e motivo da viagem, o que levou a equipe aprofundar a vistoria no carro.

Ao abrirem o porta-malas, os PRFs estranharam o peso da caixa de som, foi quando encontraram os milhares de comprimidos de ecstasy. Essas ‘pílulas’ produz alterações no sistema nervoso central e são geralmente usados em festas frequentadas por jovens, provocando euforia e alucinações. Se usado em altas doses, pode provocar convulsões e parada cardiorrespiratória.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor e ao passageiro e os dois foram apresentados a autoridade de plantão da Delegacia de Polícia Civil de Vitória da Conquista.

Inicialmente, responderão pelo crime previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006 (Tráfico de drogas). O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e acidentes a PRF dispõe do número de emergência 191. A ligação é gratuita e atende 24 horas em qualquer parte do País.

Notícias mais lidas

Outros assuntos