//

Leia em: < 1 minuto

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães informa que estão temporariamente suspensas todas as visitas sociais aos pacientes internados na instituição.

A medida passou a valer desta 3ª feira (29.novembro), diante do aumento do número de casos de Covid-19 que vem sendo registrado em todo o Brasil nos últimos dias. O objetivo é conter a disseminação do coronavírus no ambiente hospitalar.

Estão liberados apenas acompanhantes para casos previstos em lei: pacientes internados nas UTIs, pacientes idosos, pacientes com deficiência física e comprometimento psíquico. Os acompanhantes devem apresentar cartão de vacina com no mínimo duas doses, conforme o Decreto nº 21.744, de 28 de novembro de 2022, do Governo do Estado da Bahia. O uso de máscaras de proteção dentro da unidade hospitalar permanece obrigatório.

//

As medidas contidas no decreto visam reduzir o avanço da Covid-19 no estado

Leia em: < 1 minuto

O uso de máscaras voltará a ser obrigatório em transportes públicos, tais como trens, metrô, ônibus, lanchas e ferry boat, e seus respectivos locais de acesso como estações de embarque; em salões de beleza e centros de estética; em bares, restaurantes, lanchonetes e demais estabelecimentos similares; em templos para atos religiosos litúrgicos; em escolas e universidades; em ambientes fechados, tais como teatros, cinemas, museus, parques de exposições e espaços congêneres. A medida vale partir desta 3ª feira (29.novembro) em toda a Bahia.

Continua a obrigatoriedade do uso de máscaras em hospitais e demais unidades de saúde, como clínicas, Unidades de Pronto Atendimentos e farmácias. Ainda como decisão, fica suspensa a visitação social aos hospitais e demais unidades de saúde.

Outra medida que volta a vigorar é a exigência de comprovação de vacinação, mediante apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido através do aplicativo “CONECT SUS”, em eventos com venda de ingresso e nos demais com presença de público que contem com controle de acesso. A necessidade da demonstração de vacinação é válida também para o acesso a quaisquer prédios públicos, nos quais se situem órgãos, entidades e unidades administrativas.

Os atendimentos presenciais no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e no Sac (Serviço de Atendimento ao Cidadão) ficam condicionados à comprovação da vacinação e à obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção.

//

Sesab alerta sobre importância de completar esquema vacinal contra a doença

Leia em: < 1 minuto

O Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia) detectou a linhagem BQ.1 da Ômicron em amostras de SARS-CoV-2 de pessoas moradoras da Bahia em uma nova rodada de sequenciamento genético. Das 128 amostras coletadas em outubro e novembro, 32% são correspondentes à nova variante.

As identificações da linhagem BQ.1 foram em materiais provenientes dos municípios de Salvador, Candeias, Conceição do Coité, Dias D’Ávila, Euclides da Cunha, Ilhéus, Lauro de Freitas, Mairi, Porto Seguro, Ruy Barbosa, São Sebastião do Passé e Simões Filho.

A Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) alerta que esse é um cenário em que a população deve ter mais atenção e completar o esquema vacinal contra a doença. Até o momento, cerca de 7,8 milhões de baianos estão com a vacinação pendente e cerca de 1 milhão de pessoas sequer tomaram a primeira dose.

//

Governador eleito Jerônimo Rodrigues tem desafio de resolver problemática do Sistema estadual de Regulação // 📷 Fotos de Divulgação

Leia em: 2 minutos

Até ontem (22.novembro), 43 pacientes estavam hospitalizados em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e policlínicas municipais de Feira de Santana aguardando transferência para hospitais especializados. As transferências dependem, no entanto, do Sistema de Regulação do Governo do Estado, que ficou conhecido, popularmente, como “fila da morte”, por causa da demora em realizar as transmissões.

Na UPA Mangabeira, uma mulher está internada há 21 dias aguardando regulação para tratar um quadro de insuficiência respiratória. Nessa mesma unidade, outras 9 pessoas aguardam transferência. Já na UPA Queimadinha, 17 pessoas estão esperando a chance de irem para hospitais. Em relação às policlínicas, a situação é quase a mesma porque 16 doentes aguardam a liberação da transferência.

O Sistema de Regulação Estadual é uma ferramenta que disponibiliza vagas em unidades públicas hospitalares de acordo com o critério de gravidade e não proximidade. Para isso, o paciente atendido em alguma unidade de urgência e emergência é avaliado, submetido a exames laboratoriais ou de imagem e, se comprovada a necessidade, é solicitada a regulação para que o paciente tenha a assistência necessária.

Um dos grandes problemas que o governador eleito, Jerônimo Rodrigues (PT), vai precisar resolver a partir do próximo ano é, justamente, agilizar esse Sistema de Regulação. Durante a campanha eleitoral, os adversários do ex-secretário estadual de Educação usaram, durante várias vezes, a argumentação de que as pessoas estavam morrendo na “fila da morte” sem ter acesso ao tratamento adequado.

//

Antiga sede do Samu funciona das 8h às 14h para detecção da doença

Leia em: < 1 minuto

Após o aumento dos casos de Covid-19, a secretaria de Saúde de Itabuna decidiu retomar as testagens para detecção da doença no município. De acordo com o último boletim epidemiológico, a cidade tem, atualmente, 79 casos ativos.

A antiga sede do Samu, localizada na Avenida Nações Unidas, centro da cidade, vai funcionar como ponto de testagens para adultos e crianças das 8h às 14h. Nesse sentido, quem estiver com sintomas suspeitos deve se dirigir até esse ponto portando documento oficial com foto e cartão do SUS para ser testado e receber as orientações adequadas.

UPA NO MONTE CRISTO
Em relação à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no Bairro Monte Cristo, os atendimentos seguem sendo realizados para pessoas que apresentem sintomas gripais e precisem de auxílio médico. Nesses casos, a UPA também pode realizar testagem para confirmação do diagnóstico ou não da infecção pelo coronavírus.

A secretaria orienta, ainda, que a população adote os cuidados como o uso de máscaras de proteção em ambientais com aglomeração e unidades de saúde. É preciso, também, higienizar as mãos com frequência, manter o distanciamento social e, claro, tomar o imunizante e completar o esquema vacinal.

//

Leia em: 2 minutos

O trabalho realizado pela Asdita (Associação dos Diabéticos de Itabuna) foi destacado em sessão especial com a presença de fundadores, voluntários e pacientes. Primeira presidente da entidade, a médica endocrinologista Marluce Leão trouxe uma retrospectiva da trajetória que completará 37 anos em dezembro.

Entre as atividades antes oferecidas ao longo da semana, educação física para diabéticos, palestras, além do atendimento com endocrinologista, nutricionista e exame do pé diabético. “Mudamos a realidade da assistência ao diabético em Itabuna; mostramos as necessidades do diabético à sociedade e modificamos a visão”, avaliou.

Com a pandemia e a falta de recursos, porém, parte das atividades foi interrompida e o cenário é de apreensão. “No momento, a gente não tem ajuda de ninguém. Estamos precisando de novas parcerias, de ajuda para manter a Asdita em condições de trabalho”, afirmou a atual presidente, Regina Brito.

O bioquímico Ary Paranhos completa o time de fundadores junto com Dr. Carlos Mattedi (in memoriam) e a nutricionista Maria Lúcia Azevedo. “Vemos a Asdita com dificuldade, porque depende de recursos humanos e recursos financeiros. Se deixa de existir, a falta vai ser muito grande, porque ela faz um trabalho diário”, conclamou.

A bioquímica e farmacêutica Kellen Veruska Santana, que já foi presidente da Associação, lembra que ter aderido à causa desde quando a filha dela foi diagnosticada com diabetes quando tinha apenas um ano de idade. Hoje, ela tem 26. “Aprendi na Asdita a como lidar com o diabetes; é necessário que o poder público entenda a importância. Doença não escolhe classe social nem idade”, acrescentou.

//

O ato de inauguração acontece às 10h, com a presença do prefeito Mário Alexandre

Leia em: < 1 minuto

Com o funcionamento da UPA da Esperança, a Prefeitura de Ilhéus reestruturou o PA da Conquista, visando atender as demandas e ampliar os serviços prestados na rede municipal. O prédio passa a abrigar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e uma Estratégia Saúde da Família (ESF), cujo ato de inauguração acontece nesta 5ª feira (3.novembro), às 10h, com a presença do prefeito Mário Alexandre.

No local serão realizados atendimentos de menor complexidade. A UBS possui uma equipe composta por médico clínico, médico pediatra e médico ginecologista. Já a ESF possui médico generalista, médico do Programa Saúde da Família e equipe multidisciplinar, responsáveis por atender os habitantes dentro dessa área definida.

Ambas as unidades contam com atendimento realizado por enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentista, técnico em saúde bucal e agentes comunitários de saúde. A Sesau reitera que o espaço oferta atendimento de menor complexidade, ou seja, presta assistência aos casos que não estão enquadrados em situações de urgência e emergência.

Complementando a entrega da UBS e ESF, a Sesau vai oferecer exames laboratoriais à população. É importante a apresentação do documento de identificação com foto, cartão do SUS e comprovante de residência. O serviço também estará disponível na quinta (3.novembro).

//

Leia em: 2 minutos

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou o calendário de vacinação nesta semana em Itabuna. Excepcionalmente, como as Unidades Básicas e de Saúde da Família encontram-se com estoque baixo da vacina contra Covid-19, com previsão de serem reabastecidas no dia 7 de novembro, por conta do feriado do Dia de Finados, na 4ª feira (2.novembro), não haverá expediente nas UBS e USF.

Para a vacinação contra o Covid-19 de adultos e idosos, no período matutino e vespertino, nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a vacinação da primeira, segunda, terceira ou quarta dose será aplicada em pessoas maiores de 18 anos, conforme a disponibilidade da unidade.

A vacinação de adultos e idosos acontece nesta semana de segunda à sexta das 8 as 11 e das 13 às 16h. As unidades funcionam até às 16h, mas as ampolas são abertas até às 15h a fim de evitar desperdício de doses.

A documentação necessária é o RG, CPF ou cartão do SUS e cartão de vacina com registro das doses anteriores.

CRIANÇAS E ADOLESCENTES
De segunda à sexta, crianças e adolescentes poderão ser vacinados contra o Covid-19 em todas Unidades Básicas de Saúde das 8 as 11 e das 13 às 16h. Vale lembrar que as ampolas de vacinas são abertas até às 15h para evitar desperdício de doses.

Crianças de 3 a 11 anos recebem a primeira ou segunda dose da Coronavac ou Pfizer Pediátrica. Já os adolescentes de 12 a 17 anos poderão ser imunizados com a primeira, segunda ou terceira dose da Coronavac ou Pfizer conforme seu esquema vacinal.

A documentação necessária é o RG, CPF ou cartão do SUS e cartão de vacina com registro das doses anteriores. As crianças devem estar acompanhadas dos seus responsáveis.

VACINAÇÃO DE ROTINA
De segunda à sexta – exceto no feriado de Finados -, das 8 as 11 e das 13 às 16h em todas Unidades Básicas e de Saúde da Família também são aplicadas as vacinas de rotina para todos os públicos (crianças, adolescentes, adultos e idosos).

A documentação necessária é o RG, CPF ou cartão do SUS e cartão de vacina com registro de outras vacinas.

//

Leia em: 2 minutos

Neste sábado, 29 de outubro é celebrado o dia Mundial do AVC. Neste dia, prédios no mundo todo deverão ser iluminados na cor azul para alertar sobre a questão. Um deles será o relógio da Estação da Luz, em São Paulo, onde está sediado o Museu da Língua Portuguesa. No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor também receberá a iluminação especial.

Em Itabuna, a Faculdade Santo Agostinho reforçando e buscando ampliar a campanha de prevenção à doença realiza a Primeira Ação do Dia Mundial do AVC no Shopping Jequitibá de Itabuna. O evento tem como coordenador o Neurologista Antônio Fernando Jr e Professor da Faculdade, contando com a parceria do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

CADA SEGUNDO É IMPORTANTE
Em setembro de 2022, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) matou 4.236 brasileiros, o equivalente a 211 óbitos diários, ainda segundo a OMS neste ano o AVC já vitimou 80.149, cenário que vem aumentando a cada ano.

Além de principal causa de morte no país, o AVC também é uma causa importante de incapacidade quando o paciente sobrevive ao problema, com um grande impacto econômico e social, afetando, então, não apenas o paciente, mas toda a família.

Quando alguém tem um AVC (Acidente Vascular Cerebral), cada segundo é de fundamental importância. À medida que o tecido cerebral e milhões de neurônios começam a desaparecer, o TEMPO é muito precioso. Por isso o mote da campanha do Dia Mundial do AVC, #Precioustime proposta pela Organização Mundial do AVC, da qual a AÇÃO AVC faz parte, propõe aumentar a conscientização sobre os sinais de reconhecimento de AVC e os benefícios do acesso oportuno a cuidados médicos de emergência.

O EVENTO
O evento realizado no dia 29, contará com participação de Discentes e Docentes. Que estarão realizando avaliações de pressão arterial, glicemia, peso, pulso e ausculta; aplicação de questionário e orientações. O questionário irá avaliar o conhecimento das pessoas acerca dos fatores de risco e sintomas do AVC.

//

Leia em: 2 minutos

Um grupo de profissionais da Unidade Terapia Intensiva Neonatal (UTI-Neo) do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, concluiu o curso de Especialização em Enfermagem Neonatal (QualiNeo) promovido pelo Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira/Fundação Osvaldo Cruz (IFF/Fiocruz). O projeto capacita enfermeiros neonatais, por meio do ensino e pesquisa baseada nas melhores evidências científicas.

Entre os objetivos do QualiNeo está a ampliação das boas práticas de parto e nascimento seguros e mensurar, ao longo do tempo, a evolução dos profissionais participantes do curso ofertado pela IFF/Fiocruz. O projeto contempla profissionais que atuam em unidades neonatais em estados como Bahia, Amazonas, Amapá, Pará, Roraima, Ceará, Maranhão, Piauí, Sergipe e Mato Grosso.

O curso teve duração de 12 meses, distribuídos em 585 horas, sendo 70% delas na modalidade a distância e 30% restantes presenciais, com aulas práticas realizadas na Maternidade Professor José Maria de Magalhães Netto, em Salvador. “Durante o curso, participamos de oficinas para implementação de novas rotinas, que exigem um olhar ainda mais cuidados no manejo com os neonatos de alto risco e risco intermediário”, explica a coordenadora de enfermagem da UTI-Neo do HMN, Lucinaide Lemos.

Durante o curso, as enfermeiras tiveram acesso a conteúdos densos e aprenderam um pouco mais sobre cuidados voltados para o neurodesenvolvimento, segurança em saúde e gestão de serviços de saúde. “Nós, profissionais de saúde, estamos sempre atualizando os conhecimentos. Já estamos aplicando os novos conhecimentos no dia a dia da nossa unidade. Essa iniciativa proporciona mais credibilidade para o serviço ofertado no Hospital Manoel Novaes”, avalia Lucinaide Lemos.

De acordo com a IFF/Fiocruz, um dos eixos do projeto Qualineo é a qualificação de práticas clínicas por meio de ambientes virtuais, com disseminação do conhecimento, qualificação profissional, especialização e formação de lideranças clínicas regionais. Incluem ainda metodologias de melhorias de processos nas unidades hospitalares.

Notícias mais lidas

Outros assuntos