//

Leia em: 2 minutos

Político de 46 anos era casado e pai de dois filhos. Mauro Zacher estava no seu quinto mandato na Câmara Municipal e era filiado ao PDT.

O vereador de Porto Alegre, Mauro Zacher (PDT), morreu aos 46 anos, na manhã de domingo (26.junho), em Fortaleza. Conforme a assessoria do político, ele participava de uma prova de natação quando teve um mal súbito.

Zacher chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento da Praia do Futuro. Contudo, as tentativas de reanimação não surtiram efeito.

O vereador estava em seu quinto mandato. Mauro Zacher deixa a esposa, dois filhos, mãe e dois irmãos. De acordo com a assessoria da Câmara de Vereadores, o velório deve ocorrer na segunda-feira, na sede do legislativo municipal, em horário ainda não definido. A Prefeitura de Porto Alegre decretou luto oficial de três dias.

PERFIL
Mauro Zacher era economista formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), onde foi presidente do diretório estudantil. Eleito vereador pela primeira vez em 2004, foi reeleito em 2008, 2012, 2016 e 2020 — sempre pelo PDT.

Em 2012, o vereador presidiu a Câmara Municipal. O político foi foi secretário da Juventude e secretário de Obras e Viação em Porto Alegre.

//

Prazo para se inscrever termina na próxima sexta-feira

Leia em: < 1 minuto

A partir de amanhã (28.junho), começam as inscrições para o segundo processo seletivo 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo segue até a próxima sexta-feira (1º de julho).

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) em que as instituições públicas de educação superior oferecem vagas para candidatos inscritos em cada edição da seleção. Para participar do processo seletivo, o candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota superior a zero na redação.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6 de julho e a matrícula ou registro acadêmico devem ser feitos entre os dias 13 e 18 de julho. Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicados no ato de inscrição de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Enem.

Milton Ribeiro havia sido preso durante Operação Acesso Pago, que investiga liberação de recursos do MEC para municípios mediante pagamento de propina

Leia em: < 1 minuto

O ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, preso ontem (22.junho) durante uma operação da Polícia Federal, deixou a prisão hoje (23.junho) depois que o Tribunal Regional Federal da 1º Região ordenou a soltura dele. Além de Milton, estavam presos os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, que também vão ser libertados após concessão de habeas corpus.

Os três são investigados no âmbito da Operação Acesso Pago, que investiga a existência de um ”balcão de negócios” para liberação de verbas do Ministério da Educação (MEC) para prefeitos de alguns municípios mediante o pagamento de propina. A defesa do ex-ministro chegou a pedir que a prisão fosse revogada ou transformada em domiciliar, mas a Justiça entendeu que ele deveria ser solto.

Na decisão de soltura, o desembargador Ney Bello justifica que não há por que o ex-ministro continuar preso já que os fatos narrados envolvem acontecimentos passados e ele não faz mais parte do governo. Ainda segundo o desembargador, Milton Ribeiro não oferece riscos à ordem pública e econômica que justifiquem a detenção do mesmo.

//

Gasolina mais cara do estado está em Teixeira de Freitas, no extremo sul

Leia em: < 1 minuto

Um levantamento divulgado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) aponta que 9 cidades baianas estão na lista do preço da gasolina mais cara do país. Entre os dias 12 e 18 de junho, os municípios baianos com o maior preço do combustível foram Teixeira de Freitas, Caetité, Porto Seguro, Irecê, Poções, Vitória da Conquista, Ilhéus, Livramento de Nossa Senhora e Brumado.

A cidade de Teixeira de Freitas, no extremo sul, lidera a lista do estado com uma média de R$ 8,59 por litro de gasolina. Em todo o extremo sul, a média de preço é de R$ 8,24 e, no sudoeste, é de R$ 8,16, seguido do nordeste, com R$ 7,76.

Em abril deste ano, a Bahia ocupava o 11º lugar entre os estados com o maior preço da gasolina e saltou para a primeira posição em junho após um aumento de 6,94%. A Acelen, empresa que opera a refinaria Mataripe, informou que os preços produzidos seguem critérios de mercado que levam em consideração as variáveis como custo do petróleo, que é adquirido pelo dólar, além do frete.

Em relação ao diesel, das 10 cidades com o maior preço, 8 são baianas. O mais caro foi encontrado em Valença, no baixo sul, custando R$ 8,63 o litro. Logo depois, vem Guanambi, no sudoeste, com R$ 8,49.

//

Milton afirmou que Bolsonaro pediu para que municípios indicados por pastores fossem beneficiados com liberação de recursos do MEC

Leia em: < 1 minuto

Na manhã de hoje (22.junho), a Polícia Federal prendeu o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência. A polícia investiga se Milton tem envolvimento em um esquema para liberação de verbas do MEC (Ministério da Educação).

No mês de março, vazou um áudio em que Milton afirma que o presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu a ele para beneficiar os municípios indicados pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura com a liberação de recursos. Na época, em depoimento, os prefeitos dessas cidades alegaram que era solicitado o pagamento de propina para que isso acontecesse e Milton acabou pedindo exoneração do cargo.

O presidente Bolsonaro, que chegou a dizer que “colocava a cara no fogo” pelo ministro, mudou o discurso e, hoje, afirmou que Milton deve responder pelas possíveis irregularidades cometidas à frente do MEC e que “se a PF prendeu, tem motivo”.

"Em vez de resolver o preço dos combustíveis, o governo prefere estabelecer uma guerra com governos estaduais", justificou Wagner nas redes sociais

Leia em: 2 minutos

O senador Jaques Wagner (PT) foi o único representante baiano no Senado Federal a votar contra o Projeto de Lei que limita a aplicação de alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. A decisão foi aprovada ontem (13.junho) com 65 votos favoráveis e 12 contrários.

Nas redes sociais, Wagner anunciou que se posicionaria contra porque não concorda com a estratégia do governo federal: “A proposta limita a 17% o ICMS sobre os combustíveis. Em vez de resolver o preço dos combustíveis, o governo prefere estabelecer guerra com governos estaduais”.

Ainda nas redes sociais, Wagner disse que a conta do alto preço dos combustíveis vai ser paga pelos governadores e isso é injusto: “É uma grande demagogia. Não me parece razoável que um governador, que executa o orçamento no ano anterior, tenha um corte dessa natureza para justificar a falta de um governo federal”.

Por outro lado, os correligionários de Wagner e também representantes da Bahia no Senado, Otto Alencar (PSD) e Angelo Coronel (PSD). Segundo o projeto, o objetivo é reduzir o valor dos combustíveis na bomba, aliviando o gasto do consumidor com a gasolina, que já chega a mais de R$ 8 em várias partes do país.

O diferente posicionamento de Wagner, Otto e Coronel, que fazem parte do mesmo grupo político, pode “deixar no ar” que a decisão do petista em não aprovar o projeto é mais uma “birra” do que comprometimento com a população. Parece que o discurso voltado para o povo mais pobre perdeu força justamente no ano eleitoral onde as pesquisas apontam que a sigla que comanda o estado há 16 anos pode deixar o poder.

Wyllys vai ter que pagar R$ 5 mil ao parlamentar e se retratar publicamente

Leia em: < 1 minuto

O professor e ex-deputado federal Jean Wyllys vai ter que indenizar o deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil) em R$ 5 mil por associação ao nazismo. Jean utilizou as redes sociais para fazer comentários sobre a postura do parlamentar depois que ele declarou que achava errado a Alemanha ter criminalizado o nazismo.

Após a repercussão negativa, o parlamentar pediu desculpas e assumiu que errou a fazer tal declaração. Mesmo assim, ele processou Jean Wyllys e outras 16 pessoas por imputação de apologia ao nazismo e a juíza do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios entendeu que as declarações feitas pelo professor ultrapassaram os limites da liberdade de expressão.

Além da multa de R$ 5 mil, Wyllys vai precisar fazer uma retratação nas redes sociais, mas ainda cabe recurso das decisões.

//

Substituição do documento não é obrigatória e vai acontecer de forma gradual

Leia em: < 1 minuto

A nova CNH (Carteira Nacional de Habilitação) começa a ser emitida a partir de hoje (1º de junho) em um formato mais moderno e cumprindo determinações legais, como o uso do nome social e filiação afetiva do condutor. Além disso, foi incorporado um código internacional que é utilizado em passaportes e permite que o motorista embarque em terminais de autoatendimento dos aeroportos brasileiros.

Apesar da novidade, a substituição da CNH não é obrigatória já que ela vai ser implementada de forma gradual nas novas habilitações quando os condutores solicitarem a segunda via do documento. A partir de agora, além da cor verde, o documento vai ter a cor amarela e novos elementos gráficos para dificultar a falsificação e as fraudes.

//

Medida vale até o próximo dia 22, quando será feita uma nova avaliação

Leia em: < 1 minuto

Hoje (1º.junho), o STF (Supremo Tribunal Federal) voltou a recomendar o uso das máscaras de proteção facial contra a Covid-19 dentro das dependências da Corte, em Brasília. A decisão foi tomada por causa do aumento dos casos da doença registrado no Distrito Federal e vale até o próximo dia 22.

Além da máscara, o STF recomenda outros cuidados como a utilização do álcool em gel, incentivo à vacinação, evitar aglomerações e respeitar o distanciamento social. Em abril, a obrigatoriedade do uso de máscaras havia sido derrubada pelo ministro Luiz Fux, mas, agora, o cenário, segundo o STF, voltou a inspirar cuidados.

//

Político se recupera em casa e apresenta apenas sintomas leves da doença

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), foi diagnosticado com a Covid-19 hoje (1º.junho). O político, que tomou todas as doses do imunizante, está se recuperando em casa e apresenta apenas sintomas leves da doença.

Notícias mais lidas

Outros assuntos