Leia em: 2 minutos

Quem participou do evento da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) a governador da Bahia, em Jussari, foi o vereador de Itabuna e líder do governo Augusto Castro (PSD) na Câmara, Manoel Porfírio (PT). Como de praxe, discursou e enalteceu as qualidades de Jerônimo para assumir o cargo mais importante do estado, mesmo assim, segundo a “rádio corredor do PT”, Manoel não está “bem na fita” dentro do partido. Xiiiiii!

Por falar nisso, não convidem para a mesma mesa Porfírio e o vereador Fabrício Pancadinha (Solidariedade). Isso porque o líder do governo pode ter sido um dos responsáveis por propagar o card que lançou “fogo” entre Pancadinha e o prefeito de Itabuna.

O que ainda não dá para entender é por que Pancadinha subiu no trio durante o São João e elogiou Augusto se, até então, ele batia na tecla de que era oposição à atual administração. Aí tem!

CLIQUE AQUI E ENTENDA O CASO ⬇️

REVÉS❗ Vereador de Itabuna leva uma “pancada” da oposição; Assista o vídeo!

Leia em: < 1 minuto

Nesta semana, passou a circular nos bastidores a informação de que o senador Angelo Coronel (PSD) poderia apoiar a pré-candidatura de ACM Neto (União Brasil) ao governo do Estado. Vale ressaltar que Coronel faz parte da atual base aliada do governo e tal apoio significaria uma grande ruptura.

O burburinho surgiu simplesmente pelo fato do senador não ser uma figura frequente nos eventos da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT). Outras pessoas que, assim como ele, não estão disputando nenhum cargo neste ano, têm comparecido aos eventos para “levantar a moral” de Jerônimo, mas esse não parece ser o caso do veterano.

Ao site Políticos do Sul da Bahia, o senador afirmou que não existe essa possibilidade: “Essa informação não passa de fake news. Não sou candidato, meus dois filhos que são candidatos, Diego Coronel a federal a Ângelo Coronel Filho a estadual e estão na campanha de Jerônimo”.

Coronel não tem sido visto nos eventos da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues.

Erasmo Ávila afirmou que é dever do município garantir segurança à Câmara de Itabuna para justificar contratação de empresa de vigilância desarmada

Leia em: 2 minutos

Recentemente, o Pauta Blog divulgou que o presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Erasmo Ávila (PSD), havia contratado uma empresa de vigilância desarmada para tomar conta das dependências da Casa Legislativa. Na ocasião, inclusive, nós chegamos a questionar ao vereador se a Guarda Civil Municipal não poderia realizar esse serviço, mas ele disse que era preciso contratar uma empresa especializada no assunto.

Pois bem! Assim foi feito e a empresa Menezes Transportes, com sede em Serrinha, firmou contrato com o órgão pela bagatela de R$ 238.515,98 ao ano para manter a ordem na Câmara de Itabuna. Inicialmente, o contrato é válido até o dia 12 de junho de 2023, mas pode ser renovado daqui até lá. O documento tem a “digital” do presidente Erasmo Ávila (PSD).

Realmente, existem algumas prioridades dentro da Câmara que são difíceis de entender. Enquanto o povo clama por qualidade de vida, melhorias no transporte coletivo, pavimentação das ruas e o mínimo de dignidade no serviço público, o que se vê é uma Casa Legislativa que olha apenas para os próprios interesses.

Cadê o Ministério Público para fiscalizar essa situação? O grande consolo do povo de Itabuna é que 2024 “é logo ali”.

A reportagem não conseguiu manter contato com Erasmo Ávila. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Empresa Menezes Transportes é de Serrinha e firmou contrato para prestar serviços à Câmara itabunense.

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⬇️

UAUUUUUUUUUU❗ Câmara de Itabuna vai contratar empresa de segurança particular para vigiar repartição; Bagatela de 179 mil reais

Pré-candidata a deputada estadual, Kátia Bacelar, presidente do PL em Itabuna, Fernando Netto, e pré-candidato a deputado federal Valderico Junior

Leia em: 2 minutos

O empresário, ex-candidato a prefeito de Ilhéus e pré-candidato a deputado federal, Valderico Junior (União Brasil), vem articulando dobradinhas em municípios ao lado da pré-candidata a deputada estadual, Kátia Bacelar (PL). A dupla está marchando ‘’de fininho’’ e conseguindo importantes apoios na região Sul do estado.

Em Uruçuca, por exemplo, a dupla já garantiu o apoio do empresário Tácito Franco. Já em Itarantim, ambos marcaram presença em encontro com diversas lideranças e saiu de lá bem vista pela população.

Kátia tem bastante influência no Governo Federal na gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL) enquanto Valderico tem bom acesso ao grupo de ACM Neto, ex-prefeito de Salvador e líder do União Brasil na Bahia. Unindo forças de lá e de cá, os dois têm garantido um bom posicionamento na briga por uma vaga na Alba (Assembleia Legislativa da Bahia) e na Câmara Federal.

Nos bastidores, comenta-se que existe uma corrida em busca de novas costuras para firmar ainda mais acordos e dobrar em outros municípios. Se devagar se vai ao longe, a dupla tem demonstrado equilíbrio e sabedoria na hora de conseguir ir além.

Pré-candidata a deputada estadual, Kátia Bacelar, empresário Tácito Franco (da Agrocampo) e pré-candidato a deputado federal Valderico Junior.

Fabrício Pancadinha agradeceu prefeito Augusto Castro durante realização de festejos juninos no Bairro São Pedro

Leia em: 2 minutos

O vereador Fabrício Pancadinha (Solidariedade) realizou dois dias de festejos juninos no Bairro São Pedro, em Itabuna. O que chamou a atenção de alguns moradores da localidade, no entanto, não foi a festa, mas sim a postura do vereador em agradecer em público e nas redes sociais ao prefeito da cidade, Augusto Castro (PSD).

Isso porque, até então, Pancadinha sempre fez questão de criticar as atitudes do gestor e se posicionar contra a atual administração. Após os agradecimentos ao prefeito, o grupo político ligado a Augusto fez questão de produzir um card e comentar que o edil esteve na casa do líder do Executivo municipal na véspera de São João. Será que foi selada a paz entre a dupla ou Pancadinha caiu na “esteira” política do grupo da base?

Além de “bajular” o prefeito em cima do trio, Pancadinha fez questão de postar uma foto ao lado do presidente da Câmara, Erasmo Ávila, que, diga-se de passagem, é do PSD e emissário de primeira ordem do prefeito. Aí tem, hein?

O que a população de Itabuna, realmente, quer entender é se o vereador Pancadinha está ao lado do povo ou em defesa dos interesses pessoais?

Para alguns interlocutores, o vereador disse que tudo não passou de uma “jogada da oposição”. Então, tá! Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos, ou melhor, as próximas sessões ordinárias na Casa Legislativa itabunense.

DÊ PLAY E ASSISTA ⬇️

Presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro da Cidadania, João Roma

Leia em: < 1 minuto

O pré-candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), confirmou a presença do presidente Bolsonaro na Bahia nesta 6ª feira e sábado (1 e 2.junho).

“O presidente tem uma intensa agenda na Bahia a partir de sexta, em Feira de Santana, e, no sábado, em Salvador, na celebração ao 2 de Julho, participando da Segunda Motociata da Independência. No mesmo dia, também irá a Curaçá, no Norte da Bahia”, disse o ex-ministro da Cidadania em entrevista na rádio Salvador FM.

Segundo o deputado federal, o presidente desembarca na sexta em Feira de Santana, onde assina a ordem de serviço para o início das obras do rodoanel que vai interligar quatro BRs na região. “Essa obra foi prometida pelo PT e nunca saiu do papel. Agora, com Bolsonaro, vai se tornar realidade”, afirmou.

No sábado, João Roma informou que a Motociata da Independência, em Salvador, partirá, às nove da manhã, do Dique do Tororó, nas proximidades da Fonte Nova, com destino ao Parque dos Ventos, na Boca do Rio.

“A expectativa é da participação de um grande número de motociclistas de toda a Bahia, acompanhando o presidente Bolsonaro na celebração aos heróis da Independência da Bahia”, disse Roma, que depois seguirá com o presidente para Curaçá onde marcarão presença na tradicional Festa do Vaqueiro pela tarde.

Leia em: 2 minutos

O PDT da Bahia anunciou 4ª feira (22.junho) a intervenção no diretório municipal do partido em Uauá após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de anular os votos recebidos por todos os candidatos registrados pela sigla ao cargo de vereador no pleito de 2020, inclusive dos quatro eleitos (Mário Oliveira, Bruno Lima, Rodrigo de Zé Mário e Leila de Jorge Lobo), que tiveram o diploma cassado. Acolhendo denúncia de coligação adversária, a Corte entendeu que houve fraude à cota de gênero.

“Nós damos total independência aos diretórios municipais para que eles atuem nas eleições. Mas não podemos compactuar com fraudes. Por isso, já estamos fazendo a intervenção no partido em Uauá e vamos trabalhar para isso não se repetir. O PDT preza pelo respeito às candidaturas femininas e à legislação eleitoral. Apoiamos a decisão do TSE”, disse o presidente do partido na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Júnior.

De acordo com nota do TSE, houve fraude à cota de gênero no registro da candidatura de Carla Daiane da Silva Capistrano, caracterizado pela inexpressiva votação, ausência de movimentação financeira e a quase inexistente campanha eleitoral própria, uma vez que a candidata fez campanha explícita para outro candidato.

Félix ressaltou que o PDT é um dos partidos que mais incentiva as candidaturas femininas. “Defendemos a ampliação do espaço das mulheres nas políticas não só no discurso, mas na prática também. Em 2020, por exemplo, indicamos o nome de Ana Paula Matos para vice-prefeita de Salvador, ela que é pedetista. Nas eleições deste ano, temos candidatas fortes que irão competir. De modo que não aceitamos o que aconteceu em Uauá”.

Pré-candidato ao governo foi recebido por Thiago Gilleno, que reclamou de descaso do governo do estado

Leia em: 2 minutos

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) foi recebido nesta quinta-feira (23) em Ponto Novo, no Norte da Bahia, pelo prefeito Thiago Gilleno (PSD). Filiado a um partido da base governista, o gestor municipal anunciou apoio ao ex-prefeito de Salvador na disputa pelo Palácio de Ondina.

“Muitas pessoas me perguntaram o motivo da minha mudança e eu não posso deixar aqui de falar. Nesse um ano e seis meses, em toda semana eu ia a Salvador. E nunca vi tanta humilhação para um prefeito. Passei por várias secretárias, várias reuniões. Não era pedindo para mim não, era pedindo para o povo. Mas fui humilhado em todo esse um ano e seis meses”, disse Gilleno em discurso na cidade.

O prefeito disse ter buscado, junto ao governo do estado, a retomada do distrito de irrigação de Ponto Novo, responsável por movimentar a economia rural do município, mas que acabou degradado por falta de manutenção e que hoje sofre o abandono de empresas. “Sabe o que Rui Costa falou? Dinheiro perdido por dinheiro perdido prefiro fazer doação. Rui Costa: respeite o povo de Ponto Novo! A cidade precisa do reassentamento, é o que mexe a nossa economia”, disse Gilleno.

Neto disse que já vinha conversando com Thiago Gilleno há alguns meses, desde que o conheceu num evento em Campo Formoso, e que estava ansioso por visitar Ponto Novo e ter o anúncio do apoio. “Conversamos sobre a região e eu já tinha notícias do trabalho de Thiago, de que era um cara jovem, que veio da medicina para fazer a diferença na política. Uma pessoa que tinha toda a confiança e carinho do seu povo”, disse.

OUTROS PREFEITOS

O gestor ponto-novense está em seu primeiro mandato, eleito em 2020 com quase 54% dos votos. Além de Thiago Gilleno, estavam presentes os prefeitos de Caldeirão Grande, Candinho Guirra (PP) e o prefeito de Filadélfia, Louro Maia (União Brasil).

ACM Neto recebeu o apoio de outro prefeito filiado ao PSD: Jai, que recebeu o pré-candidato ao governo em Barrocas. Em Santaluz, o prefeito Dr. Arismário, filiado ao Avante, outro partido da base governista, também recebeu Neto e reforçou o seu apoio.

Em Rio de Contas, ACM Neto obteve o apoio do prefeito Dr. Cristiano, filiado ao PSB, outro partido da base governista. Em Itaberaba, onde participou do primeiro ato público ao lado de Ricardo Mascarenhas (PP), prefeito daquela cidade.

Milton Ribeiro havia sido preso durante Operação Acesso Pago, que investiga liberação de recursos do MEC para municípios mediante pagamento de propina

Leia em: < 1 minuto

O ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, preso ontem (22.junho) durante uma operação da Polícia Federal, deixou a prisão hoje (23.junho) depois que o Tribunal Regional Federal da 1º Região ordenou a soltura dele. Além de Milton, estavam presos os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, que também vão ser libertados após concessão de habeas corpus.

Os três são investigados no âmbito da Operação Acesso Pago, que investiga a existência de um ”balcão de negócios” para liberação de verbas do Ministério da Educação (MEC) para prefeitos de alguns municípios mediante o pagamento de propina. A defesa do ex-ministro chegou a pedir que a prisão fosse revogada ou transformada em domiciliar, mas a Justiça entendeu que ele deveria ser solto.

Na decisão de soltura, o desembargador Ney Bello justifica que não há por que o ex-ministro continuar preso já que os fatos narrados envolvem acontecimentos passados e ele não faz mais parte do governo. Ainda segundo o desembargador, Milton Ribeiro não oferece riscos à ordem pública e econômica que justifiquem a detenção do mesmo.

Renato do Boi foi multado em R$ 1,5 mil pelo TCM

Leia em: 2 minutos

Os conselheiros do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) da Bahia acataram, parcialmente, uma representação contra o prefeito afastado do município de Central, Renato do Boi (PSB), pela prática de nepotismo no ano passado. A denúncia foi apresentada ao órgão pelo vereador Suesdras de Carvalho Dourado (União Brasil).

O TCM multou Renato em R$ 1,5 mil e determinou que ele regularize a situação das nomeações consideradas ilegais. O órgão ressaltou que é considerado nepotismo a nomeação de familiares, mas também de parentes de servidores da mesma pessoa jurídica, o que torna as nomeações ilegais.

No caso específico da nomeação do sobrinho de Renato, Reinilson Batista de Santana, para o cargo de secretário de Infraestrutura, o TCM considerou que ele possui qualificação técnica para exercer a função e, por isso, a nomeação foi considerada regular. Já no caso da esposa dele, Francisca Pereira Santana, a ausência de formação curricular a impede de continuar exercendo o cargo de secretária de Desenvolvimento Social.

Para os outros servidores, apesar de Renato do Boi afirmar serem profissionais com vasta experiência no setor público e, para alguns, que existe diploma em nível superior, não há qualquer comprovação dessa qualificação técnica, o que também torna as nomeações irregulares. Em relação a José Miranda de Souza, tio do vereador em exercício, os conselheiros disseram que, apesar de não existir, de antemão, a comprovação ou caracterização da prática de nepotismo cruzado, apenas a possibilidade de favorecimento, de vinculação indevida entre os Poderes Legislativo e Executivo já pode agredir o senso moral comum, sendo passível de reprovação social e jurídica e podendo ofender os princípios constitucionais da razoabilidade e da moralidade.

O Ministério Público de Contas se manifestou pela procedência parcial da denúncia, com aplicação de multa, bem como o afastamento dos servidores nas situações narradas no parecer que configuraram nepotismo. Em todas as situações, ainda cabe recurso da decisão.

Notícias mais lidas

Outros assuntos