Advogado e professor universitário Dr. Leandro Alves Coelho

Leia em: 5 minutos

No décimo ano de fundação da Academia de Letras Jurídicas do Sul da Bahia (ALJUSBA), hoje 20 de maio, entrevistamos o advogado e professor universitário Dr. Leandro Alves Coelho, um dos seus fundadores e o seu histórico primeiro presidente.

Coelho é um advogado militante com pós-graduado em Metodologia do Ensino Superior com especialização em Direito Tributário pela Unisul. Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental com ênfase em Tributação e Meio Ambiente pela Universidade Católica de Salvador (UCSAL). Professor de Graduação e Pós-graduação. Membro-fundador e ex-presidente da Academia de Letras Jurídicas do Sul da Bahia (ALJUSBA) e autor do livro “ICMS Ecológico – Aplicável à área de influência do Complexo Intermodal do Sul da Bahia”.

Quem são os fundadores da Academia de Letras Jurídicas do Sul da Bahia (ALJUSBA)?
Leandro Coelho – Sem sombra de dúvida, o idealizador da ALJUSBA, é o advogado e professor Vercil, Rodrigues, que junto comigo, Leandro Alves Coelho, Dr. José Carlos Oliveira, Dr. Cosme Reis e Dr. Paulo Bomfim fundou a Academia, no dia 20 de maio de 2011, portanto, a 10 anos, na cidade de Itabuna, apesar da ‘Casa das Letras Jurídicas”, pertencer aos operadores do Direito e juristas do Sul da Bahia.

Como surgiu ALJUSBA?
Leandro Coelho – Surgiu de um anseio da comunidade jurídica sulbaiana em ter uma instituição que pudesse reunir os grandes nomes do mundo jurídico em nossa região. Sabíamos que já existia a Academia de Letras Jurídicas da Bahia com sede em Salvador, mas a mesma não oportunizava de forma igualitária espaço de divulgação de nomes de destaques de outras regiões que não aqueles atuantes em Salvador. Sendo assim, a ALJUSBA veio para atender esse anseio de toda comunidade do Sul do estado em busca de espaço, reconhecimento e visibilidade.

Como se deu seu o processo de criação e estruturação da ALJUSBA?
Leandro Coelho – Inicialmente, com a ideia em mente de alguns dos fundadores, o primeiro passo foi fazer o levantamento histórico dos patronos e dos “imortais” que iriam compor as cadeiras, bem como quais eram seus respectivos legados para a comunidade jurídica. É de bom alvitre informar que a academia contou com os préstimos de Vercil Rodrigues, pois o mesmo além de ser jurista é, antes de tudo, historiador, tal fato auxiliou demais na compilação de dados acerca daqueles que comporiam a nossa academia de letras jurídicas sulbaiana, sediada em Itabuna.

Como ocorreu o processo de escolha dos integrantes da academia, os imortais?
Leandro Coelho – Nesse aspecto tínhamos um propósito de compor a Academia com integrantes de todos os ramos de atuação do Direito, ou seja, juízes, advogados, promotores, professores universitários de cursos de Direito, delegados, servidores público dos tribunais, desde que todos eles tivessem um ponto de convergência, qual seja, a produção literária no âmbito da ciência jurídica. E assim foi feito.

Com foi a recepção da ideia de formação da ALJUSBA pelos escolhidos a ocupar uma cadeira como imortais?
Leandro Coelho – Foi a melhor possível. Como não se empolgar com um convite desta natureza? Foi uníssona a recepção da ideia por todos escolhidos, que diga se de passagem foram democraticamente eleitos em votação secreta pelos membros fundadores da “Casa da Letras Jurídicas Sulbaiana”, pois era extensa a lista. Me recordo que todos receberam a ideia com muito entusiasmo e empolgação.

Depois da compilação dos dados históricos e a escolha dos imortais e patronos, quais foram as ações realizadas pelos fundadores da ALJUSBA?
Leandro Coelho – Primeiro passo foi a votação do Regimento e Convenção da Academia, logo em seguida foi necessário formalizar os atos constitutivos como a criação de uma pessoa jurídica própria, bem como, a realização de todos os atos escriturários para que a ALJUSBA pudesse ter personalidade jurídica própria, de modo a atender todas as formalidades necessárias para que ela, de fato, saísse do papel. Nesse interim mais uma vez a pessoa do Dr. Vercil Rodrigues com o meu apoio, de Dr. José Carlos Oliveira, Paulo Bomfim, dentre outros, foram essenciais para a finalização dos demais detalhes formais. Após todas as burocracias, encomendamos as becas, insígnias personalizadas e logomarca para a ALJUSBA, o que não poderia faltar diante das grandiosidade da instituição.

Como ocorreram a posse e a instalação da ALJUSBA?
Leandro Coelho – A posse foi mágica e inesquecível!!! Ocorreu há 10 anos atrás. Cada imortal convidou um padrinho para a entrega das insígnias. A cerimônia ocorreu na sede da Loja Maçônica Areópago Itabunenses em um auditório lotado e teve a primeira diretoria empossada, a qual era composta por mim – Leandro Coelho, presidente, Vercil Rodrigues, vice-presidente, José Carlos Oliveira, tesoureiro, Paulo Bomfim, secretário-geral e Cosme reis, diretor de biblioteca, me recordo que estavam presentes os grandes nomes do jurídico sulbaiano e da capital, Na oportunidade, diversos integrantes discursaram, sendo que meu destaque foi a presença do saudoso membro honorário da Academia, o jurista Dr. Eurípedes Brito Cunha, ex-presidente da OAB-BA e ex-conselheiro federal da OAB, que discursou e atribuiu um ar de empolgação à cerimônia. Ele sabia da grandiosidade do ato e me recordo que no alto de sua sabedoria e experiência enalteceu a atitude daqueles que ousaram fundar a ALJUSBA e das qualidades daqueles que estavam sendo empossados.

Em sua gestão, o que senhor destaca como principais conquistas institucionais?
Leandro Coelho – Destaco a realização da posse, a aquisição das indumentárias inerentes à academia. Em seguida, a criação dos site www.academiadeletrasjuidicasdosuldabahia.com que foi um grande avanço, pois foi e é através dele que pudemos reunir os dados dos patronos como principal arcabouço histórico da nossa Academia. Em seguida, não menos importante, a criação de um portfólio em homenagem a um dos patronos, o saudoso e brilhante Francolino Neto e a criação do Boletim da Academia. Por fim, destaco, ainda a divulgação dos integrantes da ALJUSBA em seus diversos eventos de natureza jurídica na nossa região, no Estado da Bahia e até mesmo fora dele.

Com se sente por ter sido historicamente o primeiro presidente da ALJUSBA, a “Casa das Letras Jurídicas Sulbaiana”?
Leandro Coelho – Me sinto muito lisonjeado, pois entendi como um referendo para a minha trajetória jurídica, a qual estava apenas se iniciando diante de todos aqueles nomes já exaltados na comunidade jurídica sulbaiana. Por isso, procurei honrar o múnus enquanto estive na presidência.

O que mais chamou sua atenção do ponto de vista pessoal enquanto esteve na presidência da ALJUSBA?
Leandro Coelho – Desde o convite, o que mais me chamou a atenção foi o fato de ocupar a cadeira 3, a qual tem como patrono o jurista JJ. Calmon Passos. Me recordo que ainda na minha graduação assisti uma palestra do mestre em um encontro baiano de advocacia e fiquei encantado com tamanha sabedoria reunida em uma única pessoa. Sendo assim, ocupar a cadeira com o nome do mesmo fez com que me sentisse ainda mais responsável por desenvolver um bom trabalho frente aos destinos da ALJUSBA. 

Secretária de Promoção Social, Andrea Castro, coordena entrega de cestas básicas // Fotos de Pedro Augusto

Leia em: 2 minutos

Mais cestas básicas foram doadas para cerca de 400 famílias de Itabuna na manhã desta quinta-feira, dia 20. Esta foi mais uma ação do projeto “Comida na Mesa”, da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) da Prefeitura de Itabuna.

Estas doações de alimentos, segundo a secretária Andréa Castro, são de caráter emergencial em razão do momento de dificuldades financeiras enfrentadas por muitas famílias do município. Principalmente, aquelas que vivem em situação de extrema vulnerabilidade social.

Hoje, as doações foram feitas no Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Jorge Amado, no bairro Jardim Primavera. As famílias beneficiadas foram previamente cadastradas pela Secretaria de Promoção Social.

Gestante de oito meses e desempregada, a dona de casa Andressa Santana reconhece a iniciativa da gestão do prefeito Augusto Castro como de extrema importância. “Essa ajuda está sendo muito bem-vinda. Agradeço a sensibilidade do prefeito e secretária Andréa Castro. Estávamos precisando de pessoas com esse olhar para todos nós”, afirmou.

Já a dona de casa Marli dos Santos Nascimento fez questão de destacar que, apesar do pouco tempo de governo, cinco meses, a gestão municipal está sendo muito atenciosa com os mais carentes. “O prefeito Augusto Castro demonstra muita sensibilidade”, ressaltou.

“Estou muito feliz, agora tenho um feijãozinho para colocar no fogo”, disse dona Balbina Ferreira Souza, que também compartilhou a alegria das demais famílias beneficiadas. 

Cotações desta 5ª feira, 20 de maio de 2021

Leia em: < 1 minuto

🍫 Cotação do Cacau 
Ilhéus > R$ 203,00 (comum > arroba)
Nova York > R$ 2.444,00 (futuro > tonelada)

☕ Cotação do Café Conillon (60 kg) 
Eunápolis > Café Tipo 7/8 > R$ 435,00
Eunápolis > Café Tipo 7 > R$ 440,00

🐂 Cotação do Boi Gordo @ arroba 
Jequié > sem contação
Barreiras > R$ 292,00
Feira de Santana > R$ 300,00
Santo Antônio de Jesus > R$ 305,00
Itapetinga > R$ 285,00
Salvador > R$ 301,00

Lula está confiante na sua popularidade para vencer as eleições

Leia em: < 1 minuto

Em entrevista à revista francesa “Paris-Match” desta semana, o ex-presidente Lula afirmou pela primeira vez que será candidato a presidente em 2022.

“Eu serei candidato contra Bolsonaro” é o título da entrevista dada ao semanário francês.

Nela, Lula afirma ainda: “Se estou na melhor posição para ganhar as eleições presidenciais e gozo de boa saúde, sim, não hesitarei. Acho que fui um bom presidente”, disse.  

//

Primeira parcela começará a ser depositada no dia 25 de maio

Leia em: < 1 minuto

Em todo o País, 31 milhões de benefícios do INSS receberão neste mês a primeira parcela do 13º, o equivalente a R$ 25,3 bilhões. A antecipação será creditada junto com os benefícios de maio, a partir do dia 25.

Considerando todos os 36 milhões de benefícios a folha de pagamento de maio do INSS injetará na economia R$ 76,3 bilhões. Os depósitos serão realizados até o dia 8 de junho. Nesta primeira parcela, é descontado o Imposto de Renda proporcional.

Para aqueles que recebem um salário mínimo, o depósito da antecipação será feito entre os dias 25 de maio e 8 de junho, de acordo com o número final do benefício, sem levar em conta o dígito verificador. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados entre 1º e 8 de maio (calendário abaixo).

Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão.

Prefeito de Salvador, Bruno Reis, do DEM

Leia em: < 1 minuto

Cinco meses depois de assumir o comando da Prefeitura de Salvador, a gestão feita pelo prefeito Bruno Reis, do DEM, tem a aprovação de quase 70% dos soteropolitanos. Os dados foram divulgados nesta 5ª feira (20.maio) pelo site Bahia Notícias. O levantamento, feito em parceria com a Paraná Pesquisas, também mostra que 48,4% dos entrevistados consideram a atuação de Bruno “Ótima ou Boa”.

Os números refletem, principalmente, todo o empenho e o respeito com que Bruno Reis tem guiado, principalmente, as ações de combate à pandemia causada pelo coronavírus. A Prefeitura de Salvador tem investido em toda a saúde pública e na atenção com as necessidades básicas da população mais vulnerável.

Um dos projetos de apoio à comunidade mais afetada pela pandemia é a Operação Cesta Básica. A iniciativa prevê a entrega de alimentos para pessoas que vivem em condição de extrema vulnerabilidade social e econômica na cidade.

A entrega dos itens acontece em pontos de encontro especificados pela Prefeitura local. O número de famílias beneficiadas pela Operação Cesta Básica chega a 20 mil. Todas estão cadastradas no CadÚnico.

PROTAGONISMO NA VACINAÇÃO
Salvador também conquistou lugar de destaque no ranking das cidades que mais vacinou a população contra a Covid-19 no país. Hoje, o vacinômetro da Prefeitura da capital baiana aponta dados expressivos: são mais de 682 mil pessoas vacinadas na cidade. Dessas, 341.196 já receberam a segunda dose do imunizante. 

//

Leia em: 2 minutos

Os lulominions estão tiriricas da vida com Ciro Gomes. O presidenciável do PDT declarou que o “mito” da esquerda, o “sapo barbudo”, como dizia o saudoso Leonel Brizola, foi o maior corruptor da história da República brasileira.

Ciro mentiu? A resposta é um NÃO com todas as letras maiúsculas. Os governos do PT foram marcados por uma avalanche de escândalos, com destaque para o mensalão e o petrolão.

A roubalheira correu solta. Ciro mentiu? A resposta é um NÃO com todas as letras graúdas. O toma lá, dá cá, nas gestões petistas, com Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Vana Rousseff, dificilmente será alcançado. Milhões e milhões de reais foram desviados dos cofres públicos para garantir a tal da governabilidade. Ciro mentiu? A resposta é um NÃO com todas as letras garrafais.

O então presidente Lula foi, no mínimo, conivente com a corrupção. Deixou roubar escancaradamente, o que não deixa de ser um forte argumento de que não pode retornar a comandar o país. Se Lula não roubou, foi um bobo da corte.

A verdade machuca. E quando ela é inquestionável, como o resultado 4 na equação 2+2, passa a ser dilacerante. Se os lulominions estão assim agora, soltando fumaça pelas ventas, imagine quando os escândalos forem relembrados no horário eleitoral.

A maior preocupação de Lula não é Bolsonaro. É enfrentar Ciro nos debates. O petista-mor, toda vez que lembra do inevitável tête-à-tête, é acometido por uma insônia que o faz ficar sem dormir por um bom tempo. Hoje, nos bastidores da cúpula nacional do lulopetismo, a pauta obrigatória é Ciro Gomes. Toda vez que é discutida é uma aflição.

PS – E por falar no saudoso e inesquecível Leonel de Moura Brizola, fundador do Partido Democrático Trabalhista (PDT), veja o que ele diz sobre uma passagem da sua honrosa vida pública em relação a Lula: “Quando cheguei do exílio fui visitar o Lula, que me recebeu como se fosse um imperador. Existe uma incompatibilidade entre nós. Ali vi que Lula é um homem do sistema”. Pois é. Brizola tinha razão. O “sapo barbudo” é do sistema. Que coisa, hein! Naquele tempo, lá em priscas eras, Lula já se achava. Sua soberba continua intacta. Agora acrescentando um ingrediente religioso, já que adora ser chamado de “Deus Lula”. 


Marco Wense é Analista Político

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

Ex-prefeito de Lafaiete Coutinho, Zé Cocá, e hoje, atual prefeito de Jequié

Leia em: < 1 minuto

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), nesta 5ª feira (20.maio), acatou termo de ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Lafaiete Coutinho, Zenildo Brandão Santana, mais conhecido como Zé Cocá, em razão de irregularidades no pagamento de servidores contratados sem a realização de concurso público. A irregularidade foi cometida no exercício de 2016. O relator do processo, conselheiro substituto Ronaldo Sant’Anna, imputou multa de R$ 3 mil ao gestor.

De acordo com o termo de ocorrência, o gestor promoveu o pagamento de servidores contratados sem o necessário concurso público e sem a configuração da necessidade temporária de excepcional interesse público a ser provida mediante processo de seleção simplificada, que é requisito indispensável para justificar a contratação temporária.

Para o conselheiro substituto, o ex-prefeito não comprovou que os profissionais contratados foram destinados especificamente para os Programas de Saúde do Governo Federal, nem indicou o quantitativo dos cargos ocupados. Também não houve comprovação de que foi feito uma contratação simplificada, com publicação de edital para dar igualdade de condições para todos, bem como não se comprovou a necessidade temporária e excepcional interesse público por nenhum meio, que pudesse justificar as contratações temporárias. Cabe recurso da decisão. 

O deputado federal Zé Neto "pegou ar" com a prefeitura de Feira de Santana

Leia em: < 1 minuto

Deputado lamentou episódio onde, em plena pandemia, ambulantes foram agredidos por fiscais do município enquanto trabalhavam na Avenida Getúlio Vargas, neste final de semana.

O deputado federal Zé Neto, do PT, voltou a criticar a atitude truculenta que a prefeitura de Feira de Santana tem adotado contra ambulantes e camelôs do Centro, sem cumprir o que foi prometido com a construção do Shopping Popular. Neste final de semana, alguns deles chegaram a ser agredidos por fiscais do município enquanto vendiam frutas e verduras na Avenida Getúlio Vargas.

“A hora é de diálogo e entendimento, especialmente com os mais humildes que sofrem muito com os efeitos da pandemia. Vivem falando em modernizar e requalificar o Centro comercial, mas sem inclusão e sem cuidar do mais pobres e dos trabalhadores informais que construíram a história da nossa cidade, maior entroncamento rodoviário do Norte/Nordeste, e que são responsáveis por impulsionar mais de 60% da nossa economia?”, questionou Neto.

Ao invés de usar força com os “pequenos”, o município, segundo Zé Neto, deveria enfrentar os “grandes”, como a administração do Shopping Popular, e cobrar deles o que foi assegurado aos ambulantes e camelôs na elaboração da Parceria Público-Privada (PPP), criada para atender a esses trabalhadores que seriam realocados do Centro da cidade para o referido entreposto comercial. 

//

O abate de suínos alcançou 12,53 milhões de cabeças // Foto: IBGE

Leia em: < 1 minuto

No primeiro trimestre de 2021, o abate de suínos alcançou 12,53 milhões de cabeças. O número representa um crescimento de 4,9% na comparação com o mesmo período de 2020 e de 0,2% na comparação com o 4° trimestre de 2020. O peso acumulado das carcaças registrou 1,15 milhão de toneladas, um aumento de 7,2% em relação ao 1° trimestre de 2020 e de 2,5% em comparação com o trimestre anterior.

Os dados são do relatório Estatística da Produção Pecuária, publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A publicação reúne os levantamentos oficiais divulgados trimestralmente pelo IBGE sobre a conjuntura agropecuária: Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, Pesquisa Trimestral do Leite, Pesquisa Trimestral do Couro e Produção de Ovos de Galinha.

O abate de frangos também cresceu nos três primeiros meses do ano: foram abatidas 1,55 bilhão de cabeças de frango. De acordo com a pesquisa, “esse resultado significou aumento de 2,4% em relação ao trimestre equivalente do ano anterior e estabilidade na comparação com o 4° trimestre de 2020”.

Com relação ao abate de animais, a única queda apontada pelo levantamento foi de bovinos. No primeiro trimestre de 2021, foram abatidas 6,54 milhões de cabeças de bovinos: uma queda de 10,3% na comparação com o mesmo período de 2020 e de 10,5% na comparação com o trimestre anterior. 

Neymar: atacante da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain

Leia em: < 1 minuto

Um dos melhores jogadores do mundo, o atacante Neymar, foi vacinado contra a Covid-19 em Paris, na França.

O atacante da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain publicou o momento em suas redes sociais e disse: “Depois de tanta espera, chegou a minha vez. Que felicidade…
espero que tudo volte ao normal o mais rápido possível e que não só o meu país BRASIL mas o mundo inteiro possa estar vacinado”.  

DÊ PLAY E CONFIRA ⤵️

//

Rui Costa, do PT, comentou que a Bahia é o estado que tem o maior número de agricultores familiares do Brasil

Leia em: 2 minutos

O Mercado Municipal de Itagimirim, município do extremo-sul do estado, foi reformado pelo Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e entregue pelo governador Rui Costa, do PT, nesta 5ª feira (20.maio), beneficiando 200 famílias de pequenos agricultores. Durante a reinauguração, Rui também entregou 30 barracas e 30 kits de feira e visitou o Colégio Estadual Loíde Alcantara Neves, para o qual anunciou melhorias. Rui também determinou estudos para outros investimentos no município.

Rui comentou que a Bahia é o estado que tem o maior número de agricultores familiares do Brasil. “Com um empréstimo de R$ 1,5 milhão no Banco Mundial pudemos financiar, dar assistência técnica e implantar mercados como este para melhorar a comercialização dos produtos. Quanto maior e melhor a renda do Agricultor, ele vai gastar o dinheiro na cidade, o comércio vai vender mais, vai arrecadar mais, vai gerar emprego e as pessoas vão melhorar de vida”, afirmou.

Permissionário do mercado, Jurandir de Jesus disse que o sonho dos feirantes era ter o mercadinho como ele está hoje. “Está chegando no ponto que a gente quer, porque antigamente, onde ia botar a mercadoria para vender, né? Não tinha lugar. Hoje, graças a Deus, a gente já tá tendo”.

OUTRAS OBRAS
Ainda em Itagimirim, Rui autorizou investimentos para melhorar a iluminação na praça da Bíblia, o conserto de uma ponte já existente e o estudo, pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), para a construção de uma outra ponte.

Os mais de 200 estudantes do Colégio Estadual Loíde Alcantara Neves vão contar com as dependências da unidade totalmente recuperadas. Em visita ao colégio, Rui anunciou a reforma do prédio. 

A professora Flávia Alessandra, doutora em Sociologia, foi a única pesquisadora brasileira no evento, no qual representou a Uesc

Leia em: 2 minutos

A professora Flávia Alessandra de Souza, doutora em Sociologia lotada no Departamento de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Santa Cruz (DFCH/Uesc), apresentou conferência no The IIE”s Varsity College, em Durban, Africa do Sul. O Simpósio, com foco no tema “Além das Barreiras: Tecnologia, Mídia e Sociedade”, contou com 15 apresentações em três sessões ao longo do dia 17 de maio de 2021, que culminaram com o painel de discussão intitulado “Mulheres na Academia: Mulheres Acadêmicas no Sul Global.”

A professora Flávia Alessandra foi a única pesquisadora brasileira no evento, no qual representou a Uesc. Ela e a doutora Aradhana Ramnund Mansingh, de Mancosa, da África do Sul, aprofundaram uma discussão sobre suas experiências como mulheres em seus respectivos países. Moderadas pela doutora Quraisha Dawood, as conferencistas do painel destacaram muitos paralelos entre a África do Sul e o Brasil, incluindo a dinâmica de poder enraizada na academia que, tradicionalmente, está assentada em redes de homens brancos que frequentemente orientam estudantes de destaque, de mestrado e de doutorado, e deixam as mulheres supervisionando grupos com potencial limitado para produzir pesquisas. Devido às desigualdades nos países do sul global, esses ciclos de poder são constantemente reproduzidos.

No entanto, como destacou Flávia Alessandra, “é dentro dessa mesma academia que as mulheres podem usar os recursos para aumentar sua produção de pesquisa e sua mobilidade social geral”. Aradhana Mansingh continuou a discussão mencionando sua pesquisa da síndrome da “abelha rainha”, argumentando que “as mulheres carregam um fardo injusto na academia por sobrecarga de papéis, devido ao trabalho doméstico e porque são as principais prestadoras de cuidados para as crianças. Mas nos unindo e nos apoiando mutuamente nós conseguimos reivindicar nosso poder na academia”.

As conferencistas levaram as convidadas e os convidados a olharem para a interseccionalidade e a pesquisa feminista de intelectuais tais como Kimberlé Crenshaw, Lélia Gonzalez, Sueli Carneiro e Luiza Bairros, afirmando que a experiência de acadêmicas e, especialmente de acadêmicas negras (mesmo em países do norte rico, porque a disparidade salarial de gênero também opera lá), é muito diferente da de homens. Por exemplo, a pesquisa mostrou que houve um declínio nas submissões de artigos de revistas acadêmicas de autoria feminina devido à Covid 19 e à carga de trabalho doméstico e educação em casa que as mulheres estão suportando, enquanto os homens em geral se ausentam em termos de apoio. No entanto, uma abordagem interseccional prática e comprometida poderia aumentar parcerias entre mulheres, e entre mulheres e homens, em favor da igualdade de acesso e do alcance de direitos para mulheres na academia.

Flávia Alessandra, Aradhana e Quraisha são sociólogas e integram uma rede internacional de pesquisa em Sociologia Clínica, a qual é liderada pela professora doutora Mariam Seedat Khan, também socióloga, da Universidade de Kwazulu-Natal, África do Sul. 

Professor Beto Dourado e o professor e jornalista Diêgo Raniery

Leia em: 2 minutos

A rádio Boa FM (96,1) inicia neste sábado, 22 de maio, um novo programa em sua grade: “Boa Educação”. O programa é o primeiro do segmento no sul da Bahia e terá o comando do professor Beto Dourado e do professor e jornalista Diêgo Raniery.

A atração é destinada a estudantes de ensino médio, graduandos e concurseiros, além de professores e comunidade em geral. Quadros como o “Tô de Boa no Enem” com a participação de professores renomados em diversas áreas do conhecimento serão um dos destaques. Outro quadro será o “Boa Educação”, onde a cada semana, será entrevistado o profissional de uma área de atuação, com foco no mercado de trabalho e empregabilidade.

No “Boa Educação” um dos segmentos que serão destacados é o professor, onde alunos e comunidade poderão homenageá-los através de mensagens de áudio, valorizando este importante profissional no processo de aprendizagem. Além disso, o programa pretende fazer uma conexão com as redes sociais com a produção de materiais extras nas plataformas da rádio.

Para Diêgo Raniery, que atua como professor universitário há mais de 12 anos e que também tem formação em Comunicação Social, o programa surge em momento oportuno, onde o tema educação merece ser debatido, sobretudo em tempos tão difíceis de distanciamento social. “O Boa Educação pretende levar para o rádio muito aprendizado cumprindo o papel educativo e social que é próprio deste veículo de comunicação”, enfatiza.

Para o professor Beto Dourado, que atua há mais de 30 anos como professor de física para alunos do ensino médio e concursos, um espaço como este é de extrema importância e mostra o compromisso da rádio com programas educativos e de qualidade. “Informação e cultura é um dos principais ingredientes para este programa que fará a diferença na vida dos estudantes e da comunidade em geral”, declarou.

O programa “Boa Educação” será transmitido todos os sábados, das 8h às 9h, na rádio Boa FM. Para ouvir, acesse o link. 

Através desta contratação, cerca de 140 toneladas de lixo coletadas diariamente no município, são encaminhadas a CVR Costa do Cacau, numa área adequada e licenciada para promover a disposição de resíduos

Leia em: 2 minutos

Itabuna é o primeiro município do sul da Bahia a atender o novo Marco Legal do Saneamento, Lei nº 14.0026/20, que estabelece o fechamento dos lixões em todo território nacional, promovendo a correta disposição final em aterro sanitário, por exemplo.

A medida tem impactos positivos na área socioambiental, pois, além de minimizar os danos causados ao meio ambiente, como por exemplo a contaminação do solo, do lençol freático e da atmosfera através da emissão de gases que provocam o efeito estufa, promove a integração de diversas pessoas em vulnerabilidade social que viviam no “lixão” e que estão sendo atendidas através de projetos de inclusão social e capacitação profissional, inserindo-os em programas de coleta seletiva.

No início de maio, a Prefeitura de Itabuna firmou um contrato com a CVR Costa do Cacau, localizado na Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna), única empresa credenciada pelos órgãos ambientais para o correto tratamento e recebimento de resíduos sólidos.

Outro fator importante é que a destinação correta de resíduos sólidos urbanos, contribuirá para a atração de novos investimentos empresariais no município, contribuindo para a geração de emprego e renda e para a retomada da economia no período pós-pandemia.

O diretor da CVR Costa do Cacau, Rodrigo Zaché, destaca que a adesão ao Plano Nacional de Saneamento, cidades sulbaianas, a exemplo de Itabuna, “terão um impulso no desenvolvimento, uma vez que grandes empresas quando decidem se instalar numa região, um dos pontos levados em consideração é se existe uma destinação adequada e mais abrangente para a destinação dos seus resíduos”. Com os serviços de tratamento de resíduos, aliados ao surgimento de grandes empreendimentos como o Porto Sul e a Ferrovia Oeste Leste, estão sendo criadas das condições para o surgimento de um grande polo industrial, numa região que tem uma das maiores biodiversidades do planeta e em que a conservação ambiental deve ser tratada como prioridade”, afirma Zaché.

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro ressalta a importância da extinção do lixão da cidade, tanto para a atração de investimentos, como para as pessoas que faziam do lixão seu meio de subsistência. “Com o fim do lixão e a assistência social adequada para as famílias que retiravam o sustento dos resíduos, ali depositados de forma ilegal, vamos despertar o interesse de empresas de todo o País, dispostas a investirem em uma cidade que cumpre o Marco Legal do Saneamento”, acredita Castro. 

//

O prazo para regularização encerra em 04 maio de 2022

Leia em: 2 minutos

Os baianos maiores de 18 anos que desejam votar nas eleições de 2022 e ainda não têm o título de eleitor, devem emitir o documento até o dia 4 de maio de 2022. O prazo é estabelecido pela Lei 9.504/1997 – Lei das Eleições, que prevê que o cadastro eleitoral seja fechado 150 dias antes da eleição. O prazo também é válido para quem está com a situação irregular na Justiça Eleitoral e quer exercer a cidadania através do voto.

Neste período, também é possível pedir a transferência do título de eleitor, em decorrência de mudança de residência, ou alterar dados pessoais, como o nome. Encerrado o cadastro eleitoral, nenhuma alteração poderá ser feita no registro dos eleitores.

ELEITORES IRREGULARES
Na Bahia, mais de 1,6 milhão de títulos estão cancelados e mais de 29 mil documentos eleitorais estão suspensos. O título é cancelado quando o cidadão para quem o voto é obrigatório, com idade entre 18 e 70 anos, deixa de votar por três eleições consecutivas e não justifica as ausências. O título também é cancelado quando o eleitor não comparece à revisão do eleitorado, promovida pela Justiça Eleitoral, em seu município.

Já a suspensão do título acontece quando o eleitor tem seus direitos políticos suspensos por condenação criminal eleitoral transitada em julgado; sentença transitada em julgado nos casos de condenação criminal ou improbidade administrativa; entre outros.

REGULARIZAÇÃO
Para saber como está a sua situação eleitoral, acesse o Portal do TRE-BA, na aba “eleitor e eleições” > “situação eleitoral”. Caso o eleitor esteja irregular, ele poderá solicitar a regularização de forma online. Para isso, precisará primeiro gerar uma Guia de Recolhimento (GRU) e pagar o valor devido no Banco do Brasil ou através do PagTesouro, pela internet, sem precisar ir ao banco.

Após o pagamento ser processado, o eleitor deverá preencher os dados no Título Net e encaminhar a documentação exigida. Este e demais serviços estão disponíveis no www.tre-ba.jus.br, na aba “Eleitor e Eleições”. O TRE-BA esclarece que será necessário anexar documento de identificação e selfie para que o pedido seja deferido. 

Cotações desta 4ª feira, 19 de maio de 2021

Leia em: < 1 minuto

🍫 Cotação do Cacau 
Ilhéus > R$ 204,00 (comum > arroba)
Nova York > R$ 2.465,50 (futuro > tonelada)

☕ Cotação do Café Conillon (60 kg) 
Eunápolis > Café Tipo 7/8 > R$ 435,00
Eunápolis > Café Tipo 7 > R$ 440,00

🐂 Cotação do Boi Gordo @ arroba 
Jequié > R$ 290,00
Barreiras > R$ 292,00
Feira de Santana > R$ 300,00
Santo Antônio de Jesus > R$ 305,00
Itapetinga > R$ 285,00
Salvador > R$ 301,00

Leia em: < 1 minuto

“O Bolsonaro tá querendo imitar o Trump de novo… Dizendo que se não tiver voto impresso vai ter fraude eleitoral. Fraude eleitoral foi a eleição dele, que me prenderam pra eu não ser candidato, e ainda ganharam na base da fake news”.

O ex-presidente Lula (PT) comentou em sua conta no Twitter nesta 4ª feira (19.maio).

Tags: , , ,

Aldo Rebouças, Marcos Japu e Diego Pitanga

Leia em: < 1 minuto

O secretário de Administração da Prefeitura de Itacaré, Marcos Vinícios Souza, visitou a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), para conhecer o Cadastro Cultural e de Turismo de Itabuna (CADCULTI), ferramenta inovadora lançada pela gestão do prefeito Augusto Castro.

Durante um encontro com o presidente da FICC, Aldo Rebouças, e com o supervisor Administrativo/Financeiro, Diego Pitanga, o secretário Marcos “Japu” entendeu detalhes sobre o CADCULTI, plataforma pioneira na região sul do Estado que resultou em um importante banco de dados para a Fundação.

Marcos afirma que esse projeto é, sem dúvidas, um grande marco da gestão do prefeito Augusto Castro, devido a sua grande importância uma vez que Itabuna é um polo regional de cultura.

O CADCULTI, que foi lançado, na segunda-feira, é destinado a Atores Culturais e de Turismo; Microempresas e Pequenas Empresas; Cooperativas e Instituições Culturais e de Turismo; Organizações; Associações; Espaços; Grupos; Coletivos Culturais e Comunidades Tradicionais.

Para realizá-lo, é necessário acessar o site oficial cadculti.ficc.com.br e preencher corretamente o formulário, anexando os documentos solicitados. Com essa plataforma, Itabuna se destaca na preocupação e dedicação em valorizar as classes cultural e de turismo e também em dar um pontapé inicial para que outros municípios da Região Cacaueira da Bahia visualizem as possibilidades de seguir caminhos inovadores. 

Notícias mais lidas

Outros assuntos