//

Leia em: 2 minutos

No próximo dia 30 de setembro, a Faculdade de Ilhéus promove o lançamento do livro “Turismo Ilheense, um enfoque ético”, de autoria do professor Marco Antônio Correia Bomfim, que integra o corpo docente da instituição, onde leciona Filosofia. O evento ocorrerá às 18 horas, de forma on-line, com transmissão pelo Youtube através do canal faculdadedeilheusoficial para o público em geral.

A obra, de 196 páginas, publicação da Editora Dialética, é resultado do trabalho de dissertação de Mestrado em Cultura e Turismo, pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), sob orientação da professora doutora Janete Ruiz de Macedo. O lançamento também integra a Semana do Turismo em Ilhéus, que acontece de 26 setembro a 2 de outubro, organizada pela consultoria especializada Eixo 4 – Soluções Inteligentes.

A pesquisa do professor Marco Antônio Bonfim apresenta um enfoque interdisciplinar, numa dimensão qualitativa e quantitativa, com abordagem que preza a análise humanística e integral, a partir da perspectiva ética, e leva em conta a atividade laboral do turismo com reflexões nos planos local e global.

Em razão da ausência de estudos científicos sobre a atividade do turismo em Ilhéus, o livro do professor Marco Antônio Bomfim já lança uma contribuição ao debate sobre uma das mais importantes potencialidades econômicas do município. A metodologia de pesquisa incluiu questionários aplicados entre gerentes e proprietários de estabelecimentos do setor, funcionários, turistas e agentes de turismo.

O objetivo foi observar e analisar a relação existente entre o turismo e os valores éticos que norteiam os contatos dos sujeitos envolvidos nesta atividade, na cidade de Ilhéus. E também identificar se há nas políticas de planejamento da atividade turística em Ilhéus uma preocupação quanto à prática da atividade do turismo à luz dos valores éticos.

 

//

Não FICC parado, Dance! contará com palestra exclusiva de Ana Botafogo

Leia em: < 1 minuto

A Ficc (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania), realizará nos dias 8 e 9 de setembro, o projeto “Não FICC parado. Dance!”, primeiro evento de dança em Itabuna na Gestão de Augusto Castro. A primeira edição conta com a participação de escolas privadas e pública do setor.

A primeira edição do tem como proposta promover, resgatar e difundir os elementos da cultura da dança itabunense. A programação contemplará, na 4ª feira (8), oficinas de danças de ritmos diferentes, dentre eles ballet, dança afro, jazz e dança do ventre. Já na 5ª feira (9), a palestra exclusiva de Ana Botafogo, renomada bailarina brasileira, com uma carreira inspiradora. Essa última será aberta, e, para participar da palestra, os interessados deverão se cadastrar o CADCULTI e reservar a vaga.

Essa é mais uma demonstração da preocupação do Governo de Augusto Castro em difundir a cultura na cidade, promovendo diferentes interações entre as diversas expressões do setorial da dança.

Para o Presidente da FICC, Aldo Rebouças, o “Não FICC Parado, Dance!” sem dúvidas irá difundir a cultura da dança e seu valor educativo entre os cidadãos itabunenses, entendendo esta como uma “expressão cultural marcante, preservando assim a nossa identidade cultural”.

Presidente da FICC, Aldo Rebouças // Foto de Lucas Matos

Leia em: < 1 minuto

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) publicou na 3ª feira (31.agosto), a relação provisória dos candidatos habilitados à concessão de auxílio financeiro, proveniente da Lei Sabará (Lei Municipal nº 2.556/2021). A lista pode ser verificada em anexos no Diário Oficial da FICC e através das redes sociais da Fundação. Essa é a terceira etapa para concessão do benefício, conforme previsto em Edital.

Até o dia 8 de setembro, está aberto o período recursal. Os candidatos que não passaram pela etapa comprobatória, poderão solicitar a reanálise. Os recursos deverão ser encaminhados para o e-mail: [email protected]. Após o prazo recursal, será publicada a relação definitiva dos candidatos homologados.

O auxílio financeiro será concedido depois de seis etapas: inscrição, análise da documentação comprobatória, publicação da lista dos candidatos habilitados, prazo para recurso, publicação da lista homologatória e pagamento. A previsão é que a primeira parcela seja creditada a partir do dia 10.

Os candidatos ficam sujeitos às sanções administrativas, cíveis e penais, caso apresentem declaração ou documentação falsa de acordo com as penalidades previstas no Edital, onde também constam os demais requisitos necessários à concessão do auxílio e formulários de inscrição e declaração de ausência de renda.

//

Caso ocorreu ontem na na Avenida Soares Lopes // Foto de Reprodução/TV Bahia

Leia em: < 1 minuto

A tenda usada pelo grupo Teatro Popular de Ilhéus desabou ontem 5ª feira (26.agosto), durante uma ventania que ocorreu na cidade.

A estrutura, feita de lona e ferro, similar a um circo, fica na Avenida Soares Lopes. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

Segundo informações meteorológicas fornecidas pelo Climatempo, Ilhéus teve ventos de cerca de 55 km/h na noite de quinta, velocidade cinco vezes maior que a normal.

As atividades estão suspensas no local desde 2020, por causa da pandemia, contudo a tenda era usada para armazenar materiais como equipamentos cênicos, aparelhos de som, palcos, figurinos e documentos. Informações do G1 Bahia

Esta é a primeira vez que passa por um serviço completo de manutenção, visando garantir durabilidade, segurança, além de evitar deteriorações e a degradação, resultando em seu perfeito funcionamento

Leia em: < 1 minuto

O Teatro Municipal de Itabuna Candinha Dória estará com suas atividades e qualquer tipo de eventos suspensos no período de 13 a 27 deste mês. O equipamento passará por serviços de manutenção, a exemplo do palco que necessita de lixamento, verniz e enceramento.

Os camarins, corredores e cafeteria, também passarão por serviços de limpeza e pintura, como informou a diretora do teatro, Mônica Lima. Ela adianta que as cadeiras também passarão por um processo de manutenção como recuperação, limpeza e a higienização dos estofados para garantir não apenas a conservação como também a segurança de autoridades, artistas e o publico em geral durante a realização de eventos.

Mônica lembra que o teatro foi construído há dois anos, com recursos do município em parceria com o Governo do Estado, tendo sido entregue à comunidade durante as comemorações dos 109 anos de emancipação política e administrativa de Itabuna, em julho de 2019. 

O auxílio foi autorizado pela Câmara de Vereadores

Leia em: < 1 minuto

A concessão de um auxílio para os trabalhadores da cultura, nos mais diversos segmentos, está devidamente autorizada pela Câmara de Vereadores. O benefício, válido por três meses, foi aprovado junto com a abertura de crédito adicional ao Executivo no valor de R$ 306 mil. Tal recurso será viabilizado pela FICC (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania).

O projeto foi unânime no plenário sobre a urgência de um amparo à classe artística, tão penalizada pela impossibilidade de trabalhar desde o início da pandemia.

REGRAS PARA BENEFÍCIO
A lei ora aprovada prevê que as pessoas contempladas pelo auxílio devem atuar há mais de três anos em Itabuna, ter renda per capita de até meio salário mínimo, possuir registro atualizado no Cadastro de Cultura e Turismo (CADCULT), uma plataforma própria da FICC.

Está previsto, também, que a Fundação faça chamada pública para os beneficiários e tenha “autonomia para nova seleção, caso o número de vagas não seja preenchido de forma integral”.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

//

Fotógrafo Heitor Rodrigues realiza trabalho com os vaqueiros desde 2014

Leia em: 3 minutos

O fotógrafo Heitor Rodrigues mergulhou na Cultura Vaqueira de Uauá, cidade do Norte baiano, a 430 Km de Salvador. Vivenciando, desde 2014, as expressões de um povo, suas labutas, celebrações, composições de um universo densamente rico. Desse encantamento, nasceu o projeto Pirilampos da Caatinga que utiliza a fotografia como um fomento à preservação da memória e a valorização dessa manifestação artística e cultural.

O livro Pirilampos da Caatinga conta com prefácio do também fotógrafo Ricardo Prado. Tem 144 páginas e é ilustrado por 145 fotografias em preto e branco, mesclado com epígrafes oriundas de conversas informais, cordéis, depoimentos, fragmentos de lembranças e soneto. Devido a pandemia da Covid-19, o livro será lançado no próximo sábado, dia 7, através de live do canal Youtube: Pirilampos da Caatinga, às 19h30min. Data que compõe a comemoração do início da semana da Cultura Nordestina.

Além disso, haverá uma exposição fotográfica virtual na plataforma digital Flickr e uma galeria de imagens no site do projeto, com duração de acesso atemporal, servindo como um espaço de memória coletiva e de valorização cultural dos vaqueiros. “Os registros etnográficos incluem as Missas do Vaqueiro, nos anos 2014 e 2015, escutas e observações de sua lida, visitas as comunidades rurais de Ipoeira Grande, Santana, Umbuzeiro, Área, Pedra do Olho D’Água e Logradouro do Juvenal”, revela Heitor Rodrigues.

Pirilampos da Caatinga, livro que retrata os vaqueiros do sertão de Uauá

O fotógrafo lembra que o ofício de vaqueiro é registrado como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado da Bahia, desde 2011, por sua importância histórica na formação cultural do território baiano. “Outro ponto que chama a atenção, envolve a origem da palavra que nomeia o município. Uauá vem do dialeto Tupi Guarani, que significa vagalume, pairando a mística de que, quem nasce na ‘Terra da Luz’ não é um habitante qualquer, mas sim um Ser Pirilampo, ou seja, com luz própria”, explica.

O processo de produção do livro foi realizado em total conformidade com as orientações da Organização Mundial de Saúde para a prevenção e contenção da pandemia da COVID-19. O projeto tem apoio financeiro do Governo da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo do Governo Federal.

Cabe destacar que, como contrapartida, retribuição e fomento à Cultura Vaqueira, um percentual dos 500 exemplares da primeira edição, serão destinados para todas as 22 escolas do município de Uauá, além de associações, comunidades e aos vaqueiros que participaram do projeto. Outra parte será disponibilizado para venda, pelo valor de R$ 100,00 e pode ser adquirido através do e-mail e pelo site. A versão digital pode ser acessada, gratuitamente, no site da P55 Edição.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

O vereador Jerbson Moraes reforça seu apoio a classe artística

Leia em: < 1 minuto

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Jerbson Moraes (PSD), aproveitou uma apresentação da banda Top Gan para ratificar seu apoio a classe artística que segundo ele vem sendo esquecida pela administração de Ilhéus.

E não poupou palavras duras para que os músicos recebam o devido respeito: “Os músicos precisam de respeito, de políticas públicas voltadas para esta classe que tanto faz por nós. A cultura tem uma importância extrema em nossas vidas. São essas pessoas que trabalham com a música, com a cultura, que nos proporcionam momentos de descontração, de alegria”.

E reforça: “Por esse motivo que nós políticos não podemos deixar de lembrar a importância do trabalho realizado pelos músicos. Eles precisam viver bem, com dignidade, precisam de valorização”.

E não deixou de ressaltar a necessidade da criação de políticas públicas voltadas para esta classe: “Podem contar comigo que vou trabalhar diuturnamente para que vocês tenham esse respeito em Ilhéus”.

Acadêmico-presidente Samuel Leandro Oliveira de Matos

Leia em: < 1 minuto

Na última 5ª feira (10.junho) a Academia Grapiúna de Letras (AGRAL) de Itabuna, realizou uma reunião ordinária e extraordinária virtualmente.

Na reunião ordinária, presidida pelo acadêmico-presidente Samuel Leandro Oliveira de Matos, com as presenças de confrades/confreiras, foram homologadas pelos acadêmicos duas importantes comissões a de Avaliação de Textos para Publicação, composta pela confreira Lílian Pereira como presidente e os confrades Jailton Alves e Samuel Mattos como membros e a Comissão de Análise e Seleção de Currículos e de Eleição de candidatos a acadêmicos da “Casa das Letras Grapiúna”, tendo o confrade Vercil Rodrigues na presidência e os confrades José Carlos Oliveira e Washington Cerqueira como membros.

O presidente Samuel Leandro, falou da importância de cada acadêmico (a) escrever sobre seu próprio patrono ou patronesse, com vistas a futura publicação da AGRAL, e apresentou informações biográficas do seu patrono, Sosígenes Costa e um áudio, de poema seu, na voz da atriz Nevolanda Pinheiro (“Flor de Cacau”).

Quanto a reunião extraordinária, aberta ao público, quando o professor-doutor em educação física e membro da Academia, Samuel Macêdo Guimarães, proferiu brilhante e elucidativa palestra intitulada “Acentuações Terapêuticas Corporais na Saúde Mental: Uma Contemporaneidade de Saúde Pública em tempos de Pandemia”, que pela qualidade do palestrante e da temática mereceu elogios dos acadêmicos e convidados.

 

//

Estande instalado no Shopping é mais um local para os artistas realizar o cadastro no CADCULTI

Leia em: < 1 minuto

Menos de um mês após o seu lançamento, o Cadastro de Cultura e Turismo de Itabuna (CADCULTI), inovadora plataforma da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), já contabiliza mais de 300 cadastros de agentes e espaços culturais e turísticos.

O projeto estabelece o pioneirismo de Itabuna, transformando a cidade em uma referência na região sul do Estado com inovação e ineditismo. Inclusive, algumas cidades regionais buscam implementar o sucesso da gestão do prefeito Augusto Castro (PSD) no cadastramento de artistas e equipamentos nos dois segmentos.

UM CADASTRO PARA TODOS
O CADCULTI visa mapear profissionais e espaços, possibilitando estabelecer critérios para a criação de políticas públicas efetivas. Estão aptos a realizar o cadastramento artistas e agentes culturais como: grafiteiros, atores de teatro, cinegrafistas, fotógrafos, acrobatas, contorcionistas, palhaços, malabaristas, dentre outras categorias amadoras ou profissionais da área cultural.

Além disso, os agentes de turismo também são contemplados pela plataforma, o que inclui agentes de viagens, recepcionistas, produtor de eventos, profissional de marketing, segurança, guia de turismo, dentre outros. No site oficial do cadastro tem a lista com todos os profissionais contemplados.

CADASTRAMENTO
O cadastro segue em aberto e pode ser realizado pelo site oficial do CADCULTI ou também através do Instagram.

Para auxiliar no processo de cadastramento e esclarecer dúvidas dois estandes estão à disposição da população na Biblioteca Municipal Plínio de Almeida, Espaço Cultural Josué Brandão anexo à Câmara de Vereadores: Segunda a sexta, das 8h às 14h no Shopping Jequitibá, das 10 às 18 horas.

Além disso, a FICC coloca à disposição um contato para esclarecer eventuais dúvidas pelo o WhatsApp, com atendimento de segunda a sexta, das 8 às 18 horas.

Notícias mais lidas

Outros assuntos