Nas redes sociais, Josias disse que vai lutar pela vitória de Jerônimo e Lula

Leia em: < 1 minuto

O deputado federal Josias Gomes (PT) tentou se reeleger nas eleições realizadas ontem (2.outubro), mas não conseguiu alcançar o objetivo. Por apenas 18 votos, Josias perdeu a vaga na Câmara Federal para o também deputado pelo PT, Valmir Assunção.

Nas redes sociais, Josias agradeceu ao apoio do eleitorado e reforçou a campanha para eleger Jerônimo Rodrigues (PT) e Lula (PT) no 2º turno: “Quero agradecer a toda nossa gente que acreditou no nosso trabalho, perdemos a candidatura federal por muito pouco. Mas seremos vitoriosos com Lula e Jerônimo. A luta da classe trabalhadora segue firme e forte. Vamos derrotar o Fascismo e o carlismo”.

Dayane se elegeu na era do bolsonarismo, depois abandonou tudo para correr atrás de Moro e, por fim, tentou pongar em ACM Neto

Leia em: < 1 minuto

A deputada federal Professora Dayane Pimentel (União Brasil) não conseguiu se reeleger nas eleições deste ano. Dayane teve apenas 29.979 mil votos em toda a Bahia, um resultado muito aquém dos 78 mil votos que ela precisaria para se reeleger e dos 136.742 mil votos de quando foi eleita pelo PSL lá atrás em 2018.

O desempenho de Dayane é considerado decepcionante, principalmente nas cidades de Itabuna e Ilhéus. As lideranças políticas estão tentando entender o que aconteceu já que, em 2018, Dayane conseguiu 3.994 votos em Itabuna e, agora em 2022, obteve apenas 1.305 votos.

Antigamente, Dayane se sustentou na era do bolsonarismo, mas, de um tempo para cá, largou tudo para correr atrás do ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) que, inclusive, foi eleito senador pelo estado do Paraná depois que não conseguiu apoio suficiente para ser candidato a presidente. Logo depois, Dayane também tentou “pongar” em ACM Neto (União Brasil), mas a estratégia “não colou”.

Pois bem! A sequência de escolhas ruins da deputada refletiu diretamente nas urnas e ela amargou a derrota. Com a perda de mais de 100 mil votos, vai ser difícil conseguir se reerguer politicamente a partir de agora.

Alipinho teve 42.455 mil votos, mas não conseguiu uma cadeira na Câmara Federal

Leia em: < 1 minuto

O empresário Alipinho da Doce Mel (Solidariedade) não conseguiu se eleger como deputado federal nas Eleições Gerais de ontem (2.outubro). O político teve 42.455 mil votos, porém os números não foram suficientes e o sonho de ocupar uma vaga na Câmara Federal ficou para outra oportunidade.

Apesar da boa votação, a legenda a qual Alipinho pertence não decolou em alcançar o coeficiente eleitoral necessário para eleger um deputado federal pela sigla. Já no caso dos deputados estaduais, Luciano Araújo e Pancadinha conseguiram garantir uma vaga na Alba com 28.412 e 27.338 votos, respectivamente.

Alipinho, inclusive, fazia dobradinha com o vereador Pancadinha e a dupla chegou a percorrer alguns municípios da região na tentativa de alavancar mais votos, mas a estratégia não foi o bastante. 

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

Vereador Fabrício Pancadinha é eleito deputado estadual com mais de 27 mil votos

Pancadinha foi o vereador mais votado em Itabuna em 2020 e, agora, conseguiu se eleger como deputado estadual

Leia em: < 1 minuto

O vereador de Itabuna, Fabrício Pancadinha (Solidariedade), conseguiu ser eleito como deputado estadual pela Bahia nas eleições realizadas ontem (2.outubro). Pancadinha recebeu 27.338 votos válidos e, destes, 23.531 foram conquistados dentro de Itabuna.

Pancadinha está no primeiro mandato como vereador e, em 2020, foi o mais votado da cidade ao conseguir 1.574 votos do eleitorado. Mesmo sendo considerado ‘calouro’ na política, Pancadinha conseguiu a segunda vitória seguidas em apenas dois anos.

Pancadinha divulgou um vídeo nas redes sociais em que agradeceu a população pela receptividade durante a campanha e pediu o voto de confiança das pessoas. Segundo ele, mesmo sem recursos, foi possível fazer uma campanha limpa com muita garra e força de vontade.

Após a confirmação do resultado, uma verdadeira festa tomou conta das ruas do Bairro São Pedro, que é o reduto eleitoral do político. O vereador, agora deputado estadual, foi levado para casa, literalmente, “nos braços do povo”

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

Empresário Alipinho da Doce Mel não consegue se eleger como deputado federal

Leia em: < 1 minuto

O vereador de Itabuna, Cosme Resolve (PMN), levantou a bandeira de que conseguiria votos para o deputado estadual escolhido por ele, Luiz Carlos Suica (PT), no reduto municipal. Acontece que a promessa não foi cumprida e o postulante do PT teve apenas 157 votos dentro da cidade, ou seja, Cosme não conseguiu resolver nada para o lado do candidato. Xiiii!!!

Em Ilhéus, Soane garantiu 23.524 votos dos 61.399 recebidos ao todo

Leia em: < 1 minuto

A advogada, ex-secretária de Desenvolvimento Social e Desenvolvimento Econômico e Inovação de Ilhéus, Soane Galvão (PSB), foi eleita deputada estadual com 61.399 votos válidos. Soane também é primeira-dama de Ilhéus e, no município, conseguiu 23.524 votos demonstrando força na região mesmo sendo estreante no pleito.

Assim que o resultado final foi confirmado, Soane participou de uma carreata pelas ruas da cidade e agradeceu aos eleitores pela votação expressiva afirmando que, agora, é momento agradecer e trabalhar para honrar os votos recebidos. Durante a campanha, a advogada percorreu mais de 70 municípios da Bahia para apresentar as propostas de governo.

Após a vitória, Soane garantiu que vai seguir trabalhando nos próximos dias para garantir mais votos para o ex-presidente Lula (PT), que vai disputar o 2º turno contra o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) no dia 30 de outubro. Além disso, ela se comprometeu a reafirmar a parceria com Jerônimo Rodrigues (PT), que também vai enfrentar o 2º turno contra ACM Neto (União Brasil) na disputa pelo Governo do Estado.

Otto Filho e Ivana Bastos são os mais votados na Bahia para federal e estadual, respectivamente

Leia em: 3 minutos

Ontem (3.outubro), os eleitores baianos foram às urnas para escolher os próximos deputados estaduais e federais que vão representar o estado pelos próximos quatro anos. A Bahia é considerada o quarto maior colégio eleitoral do país e, de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), cerca de 78,65% do eleitorado fez questão de comparecer às seções eleitorais para registrar os votos.

A população elegeu 63 deputados estaduais para atuar na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e, desses, 39 foram reeleitos e os outros 24 são novatos. Os três mais bem votados foram Ivana Bastos (PSD), Alex da Piatã (PSD) e Adolfo Menezes (PSD).

Já no caso dos 39 deputados federais eleitos, os três primeiros colocados foram Otto Filho (PSD), Elmar Nascimento (União Brasil) e Diego Coronel (PSD). Juntos, eles conseguiram 546.363 votos válidos.

➡️ Confira os deputados estaduais eleitos na Bahia:
Ivana Bastos (PSD) com 118.417 votos;
Alex Da Piatã (PSD) com 114.778 votos;
Adolfo Menezes (PSD) com 107.747 votos;
Marcinho Oliveira (União Brasil) com 104.969 votos;
Samuel Junior (Republicanos) com 98.914 votos;
Olivia Santana (PCdoB) com 92.559 votos;
Rosemberg (PT) com 90.769 votos;
Rogério Andrade (MDB) com 89.269 votos;
Niltinho (PP) com 88.313 votos;
Zé Raimundo Fontes (PT) com 87.695 votos;
Nelson Leal (PP) com 81.683 votos;
Eures Ribeiro (PSD) com 81.508 votos;
Jurailton Santos (Republicanos) com 80.601 votos;
Pedro Tavares (União Brasil) com 80.490 votos;
Katia Oliveira (União Brasil) com 80.417 votos;
Marcelinho Veiga (União Brasil) com 78.456 votos;
Jose De Arimateia (Republicanos) com 77.995 votos;
Osni (PT) com 77.624 votos;
Alan Sanches (União Brasil) com 77.316 votos;
Angelo Coronel Filho (PSD) com 76.455 votos;
Sandro Régis (União Brasil) com 76.361 votos;
Tiago Correia (PSDB) com 71.986 votos;
Eduardo Salles (PP) com 68.673 votos;
Luciano Simões (União Brasil) com 68.377 votos;
Vitor Bonfim (PV) com 68.043 votos;
Vitor Azevedo (PL) com 67.847 votos;
Cafu Barreto (PSD) com 67.324 votos;
Eduardo Alencar (PSD) com 67.265 votos;
Junior Muniz (PT) com 67.175 votos;
Marquinho Viana (PV) com 66.940 votos;
Manuel Rocha (União Brasil) com 66.445 votos;
Robinho (União Brasil) com 65.681 votos;
Junior Nascimento (União Brasil) com 65.423 votos;
Jordavio Ramos (PSDB) com 64.569 votos;
Bobô (PCdoB) com 61.469 votos;
Soane Galvão (PSB) com 61.39 votos;
Ludmilla Fiscina (PV) com 60.921 votos;
Hassan De Zé Cocá (PP) com 60.718 votos;
Matheus De Geraldo Júnior (MDB) com 60.214 votos;
Angelo Almeida (PSB) com 59.841 votos;
Robinson (PT) com 59.435 votos;
Fabrício (PCdoB) com 57.903 votos;
Roberto Carlos (PV) com 57.798 votos;
Fatima Nunes (PT) com 56.642 votos;
Pablo Roberto (PSDB) com 55.585 votos;
Euclides Fernandes (PT) com 55.278 votos;
Ricardo Rodrigues (PSD) com 55.031 votos;
Emerson Penalva (PDT) com 51.933 votos;
Felipe Duarte (PP) com 51.187 votos;
Zó (PCdoB) com 50.893 votos;
Maria Del Carmen (PT) com 50.365 votos;
Claudia Oliveira (PSD) com 49.944 votos;
Antônio Henrique Jr. (PP) com 49.882 votos;
Binho Galinha (Patriota) com 49.834 votos;
Paulo Rangel (PT) com 49.639 votos;
Hilton Coelho (PSOL) com 45.491 votos;
Laerte Do Vando (PSC) com 44.669 votos;
Leandro De Jesus (PL) 39.206 votos;
Patrick Lopes (Avante) com 35.607 votos;
Raimundinho da Jr (PL) com 35.188 votos;
Dr. Diego Castro (PL) com 33.827 votos;
Luciano Araújo (SD) com 28.412 votos;
Pancadinha (SD) com 27.338 votos;

➡️ Confira os deputados federais eleitos na Bahia:
Otto Filho (PSD) com 200.909 votos;
Elmar Nascimento (UB) com 175.439 votos;
Diego Coronel (PSD) com 171.684 votos;
Antonio Brito (PSD) com 165.386 votos;
Neto Carletto (PP) com 164.655 votos;
Roberta Roma (PL) com 160.731 votos;
Claudio Cajado (PP) com 154.098 votos;
Mário Negromonte Jr (PP) com 147.711 votos;
Léo Prates (PDT) com 143.763 votos;
Deputado Dal (UB) com 140.435 votos;
Gabriel Nunes (PSD) com 138.448 votos;
Paulo Azi (UB) com 137.383 votos;
Ricardo Maia (MDB) com 136.834 votos;
Jorge Solla (PT) com 128.968 votos;
Zé Neto (PT) com 128.439 votos;
Daniel (PCdoB) com 125.374 votos;
Alice Portugal (PCdoB) com 124.358 votos;
Adolfo Viana (PSDB) com 123.199 votos;
Marcio Marinho (Republicanos) com 118.904 votos;
Afonso Florence (PT) com 118.021 votos;
Sérgio Brito (PSD) com 116.960 votos;
Waldenor Pereira (PT) com 113.110 votos;
Lídice da Mata (PSB) com 112.385 votos;
Bacelar (PV) com 110.787 votos;
Arthur Maia (UB) com 108.672 votos;
Paulo Magalhães (PSD) com 107.093 votos;
Alex Santana (Republicanos) com 106.940 votos;
Ivoneide Caetano (PT) com 105.885 votos;
Joseildo Ramos (PT) com 104.228 votos;
João Leão (PP) com 102.376 votos;
Capitão Alden (PL) com 95.151 votos;
João Carlos Bacelar (PL) com 90.229 votos;
Valmir Assunção (PT) com 90.148 votos;
Rogeria Santos (Republicanos) com 82.012 votos;
Leur Lomanto Jr (UB) com 82.004 votos;
José Rocha (UB) com 78.833 votos;
Pastor Isidório (Avante) com 77.164 votos;
Felix Mendonça (PDT) com 71.774 votos;
Raimundo Costa (Podemos) com 53.486 votos.

Ilhéus e Itabuna, agora, conta representantes na Alba

Leia em: 2 minutos

As Eleições Gerais aconteceram ontem (2.outubro) e muita gente foi às urnas para escolher os deputados estaduais e federais que vão ocupar cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e na Câmara Federal pelos próximos 4 anos. Nas cidades de Itabuna e Ilhéus, vários candidatos tentaram se eleger e até receberam uma boa votação, mas bateram na trave por causa do coeficiente eleitoral e não saíram vitoriosos.

A grande exceção foi o caso do atual vereador de Itabuna, Fabrício Pancadinha (Solidariedade), e da primeira-dama e ex-secretária e Desenvolvimento Econômico de Ilhéus, Soane Galvão (PSB). Pancadinha conseguiu abocanhar 27.338 votos e Soane garantiu 61.399 votos em uma prova de que a região estava disposta a eleger alguém para representar o Sul da Bahia na Alba.

Já no caso dos candidatos a deputado federal, o vice-prefeito de Itabuna, Enderson Guinho (União Brasil), o ex-prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (PDT), e os ex-candidatos a prefeito de Itabuna, Isaac Nery (Republicanos) e Dr Mangabeira (PL), bateram na trave e não conseguiram alcançar o objetivo. Em Ilhéus, os ex-candidatos a prefeito, Cacá Colchões (PP) e Valderico Junior (União Brasil), também foram infelizes na votação e estão de fora da Câmara Federal.

➡️ Confira os votos recebidos pelos candidatos a deputado estadual de Ilhéus e Itabuna:
🟢 Carla Xavier (PL) 2.868 votos;
🟢 Dr. Edson Dantas (PDT) 3.392 votos;
🟢 Dr Tandick (Cidadania) 4.951 votos;
🟢 Fábio Lima (Patriota) 517 votos;
🟢 Fred Gedeon (PTB) 676 votos;
🟢 Jaspion do Sarinha (Republicanos) 983 votos;
🟢 Marcone Amaral (PSD) 32.917 votos;
➡️ Pancadinha (Solidariedade) 27.338 votos; (Eleito)
🟢 Paulinho do INPS (Republicanos) 662 votos;
🟢 Paulo Lima (Pros) 265 votos;
➡️ Soane Galvão (PSB) 61.399 votos; (Eleita)
🟢 Zé Alberto (PSB) 41.798 votos;
🟢 Zito Sergal (Pros) 43 votos;

➡️ Confira os votos recebidos pelos candidatos a deputado federal de Ilhéus e Itabuna:
🔵 Adilson Silva (PP) 4.579 votos;
🔵 Augustão (PT) 6.616 votos;
🔵 Cacá Colchões (PP) 8.530 votos;
🔵 Capitão Azevedo (PDT) 11.871 votos;
🔵 Dr. Isaac Nery (Republicanos) 15.155 votos;
🔵 Dr. Mangabeira (PL) 9.497 votos;
🔵 Enderson Guinho (União Brasil) 15.218 votos;
🔵 Glebão (PDT) 1.549 votos;
🔵 Harrisson Nobre (PL) não computado;
🔵 Neto Badaró (PP) 1.447 votos;
🔵 Neto da Kombi (PTB) 107 votos;
🔵 Tauã Fernandes (PT) 3.641 votos;
🔵 Thiago Martins (PL) 6.173 votos;
🔵 Valderico Júnior (União Brasil) 11.400 votos;
🔵 Vinícius Alcântara (Cidadania) 7.504 votos;

Jerônimo Rodrigues e ACM Neto

Leia em: < 1 minuto

O petista Jerônimo Rodrigues e ACM Neto (União Brasil) vão disputar o 2º turno para o cargo de governador da Bahia. Contrariando quase todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até então, Jerônimo ficou em primeiro lugar com pouco mais de 49,32% dos votos válidos enquanto Neto ficou com pouco mais de 40,89%.

O “efeito Lula”, realmente, fez a diferença na campanha de Jerônimo e refletiu o que aconteceu hoje (2.outubro) nas urnas baianas. A partir de agora, os coordenadores de campanha começam a estudar as novas possibilidades e estratégias. Que comecem os jogos!

Leia em: < 1 minuto

O ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) vão disputar o 2º turno das Eleições Presidenciais. Algumas pesquisas chegaram a divulgar que o petista tinha chances de vencer ainda no 1º turno, mas a diferença entre ele e Bolsonaro foi muito apertada e a dupla vai se enfrentar no próximo mês.

Inicialmente, Bolsonaro liderou a corrida presidencial, mas, quando as urnas da região Nordeste começaram a ser apuradas, Lula virou o jogo e saiu em primeiro lugar. Agora, começam as costuras para saber quem vai apoiar quem no 2º turno nessa briga entre direita e esquerda. Mais uma vez, o país está dividido!

Prefeito Ferlú Mansur e Jerônimo Rodrigues

Leia em: < 1 minuto

O prefeito do município de Arataca, Ferlú Mansur (PSD), prometeu e cumpriu! Ferlú fez jus à parceria firmada com o deputado estadual Otto Filho (PSD) e a deputada federal Fabíola Mansur (PSB) e garantiu 1.429 votos para o federal e 1.401 votos para a estadual.

Otto Filho, Ferlú Mansur e Fabíola Mansur.

Além disso, Ferlú assinou embaixo da parceria com o governo do estado e conseguiu angariar 2.260 votos para o candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, que saiu vitorioso na cidade em comparação com os 1.652 de ACM Neto (União Brasil).

Essa realidade só mostra o quanto Ferlú tem prestígio na cidade e o quanto a relação sólida com Otto e Fabíola rendeu bons frutos.

O senador Otto Alencar obteve 55,83% ou 2.297 votos em Arataca.

Leia em: < 1 minuto

O senador Otto Alencar (PSD) foi reeleito pelo estado da Bahia nas eleições de hoje (2.outubro). Com mais de 76% das urnas apuradas, Otto está matematicamente eleito e confirma os números apresentados nas pesquisas de intenção de votos. Em segundo lugar, ficou Cacá Leão (PP) e, em terceiro, Doutora Raíssa Soares (PL).

Leia em: < 1 minuto

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro (União Brasil), foi eleito senador pelo estado do Paraná nas eleições de hoje (2.outubro). Moro teve 1,9 milhão de votos, seguido de Paulo Martins (PL) que teve 29% dos votos e Alvaro Dias (Podemos), que ficou em terceiro lugar com 23% dos votos.

Gladson Cameli, Ratinho Júnior, Ibaneis Rocha e Antonio Denarium

Leia em: < 1 minuto

O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), foi reeleito governador do estado do Acre neste domingo (2.outubro). Ele teve mais que o dobro de votos do principal opositor, Jorge Viana (PT), e conseguiu 56,7% dos votos válidos.

No Paraná, Ratinho Júnior (PSD) também conseguiu a reeleição com 78,72% das urnas apuradas e não pode mais ser alcançado por Requião (PT).

Já no Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) garantiu a reeleição com 95% de apuração. Ele derrotou Leandro Grass (PV), que alcançou apenas 26,34% dos votos válidos.

Em Roraima, Antonio Denarium (PP) também foi reeleito com 92,11% das urnas apuradas. Antonio obteve 56,45% dos votos contra Teresa Surita (MDB), sua principal opositora que teve 41,21% dos votos.

Simone Tebet e Ciro Gomes

Leia em: < 1 minuto

A grande surpresa das Eleições Gerais deste ano foi, sem dúvidas, a atuação da senadora pelo Mato Grosso do Sul, Simone Tebet (MDB), como candidata a presidente da República. Simone surgiu como uma opção da terceira via e foi considerada a melhor presidenciável nos três debates realizados durante o 1º turno.

Diante disso, Simone surpreendeu e está em 3º lugar, passando o super conhecido Ciro Gomes (PDT), que tentou chegar ao Palácio do Planalto pela quarta vez (1998, 2002, 2018 e 2022). Com 60% das urnas apuradas em todo o Brasil, Tebet tem 4,50% dos votos, ou seja, 3.135.253 contra os 3,08% de Ciro, que significam 2.148.506.

Fato é que Ciro levou um verdadeiro “banho” da quase desconhecida Tebet e, dessa vez, deve jogar a toalha. Por mais que a senadora tenha tido uma atuação bastante enérgica na CPI da Covid-19, o grande público não fazia ideia de sua existência e, por isso, há de comemorar bastante o resultado de hoje (2.outubro).

Leia em: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna informa que neste domingo (2.outubro), dia das eleições para a Presidência da República, Senado e Governo do Estado, os ônibus do transporte coletivo irão circular com a frota normal de dia útil.

Neste dia os agentes da Settran (Secretaria de Transporte e Trânsito) irão intensificar atuação no monitoramento de tráfego nos locais de maior presença de eleitores.

📷 Foto de Pedro Augusto

Na reta final, Fernandinho é adepto do BolsoNeto na Bahia pelo voto útil

Leia em: 2 minutos

O presidente do PL (Partido Liberal) em Itabuna, Fernando Netto, divulgou um vídeo na redes sociais em que declara o voto em ACM Neto (União Brasil) para o cargo de governador da Bahia. Vale ressaltar que o PL é o partido do candidato João Roma (PL), ex-ministro da Cidadania e deputado federal.

Na mensagem, Fernandinho, como é mais conhecido, apela para o voto útil: “Na Bahia, temos que ser sábios. O momento agora é de ACM Neto, ele é o único candidato que tem condições de, realmente, tirar a atual gestão [16 anos do PT]. Vamos votar em ACM Neto 44. Eu voto em ACM Neto 44 porque temos o objetivo de mudar a Bahia! Temos que partir, de fato, para o voto útil”.

A declaração, é claro, causou um rebuliço nos bastidores, mas pode incentivar outros políticos a marchar pela vitória de ACM ainda no primeiro turno das eleições. A justificativa do voto útil reforça a ideia de que Roma não está no páreo – assim como mostram as pesquisas de intenção de voto -, e, portanto, não pode ser considerado uma opção para derrotar o PT baiano.

Assumidamente bolsonarista, Netto tem trabalhado em Itabuna e região para eleger Kátia Bacelar (PL) como deputada estadual, Dra Raíssa (PL) para senadora e, agora, ACM para governador.

DÊ PLAY E ASSISTA ⤵️

//

Brasil enfrenta desabastecimento de medicamentos e insumos, mas HBLEM afirma que tem trabalhado para minimizar crise

Leia em: < 1 minuto

A Diretoria Executiva do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, emitiu uma nota para esclarecer a população sobre a falta de medicamentos básicos e insumos na unidade. De acordo com o hospital, todo o país está passando por uma fase de desabastecimento de medicamentos desde o final do ano passado e essa situação tem gerado alguns transtornos.

Fatores como a pandemia da Covid-19, além da guerra entre Ucrânia e Rússia, contribuem diretamente para o prejuízo no envio de alguns itens para o Brasil. Diante dessa situação, instituições hospitalares, clínicas e fabricantes de medicamentos têm sofrido esse impacto direto com a falta de insumos e embalagens utilizadas para o envase de medicamentos.

Ainda segundo a diretoria do HBLEM, as compras de medicamentos são feitas por meio de processo licitatório e, por isso, existe um processo mais demorado. Algumas empresas não estão realizando a entrega dos medicamentos dentro do prazo estabelecido e a unidade tem buscado outros fornecedores que tenham feito estoque para a oferta de vendas emergenciais.

A nota diz, ainda, que o hospital está trabalhando de forma inteligente para receber os itens essenciais por meio de uma programação adequada com o objetivo de atender a demanda diária e está buscando substituir medicamentos que estão em falta no mercado por outros com a mesma finalidade.

Contrato é válido até o final deste ano e foi firmado no valor de R$ 38.079,46

Leia em: 2 minutos

A Câmara de Vereadores de Itabuna contratou uma empresa para prestar serviços de agenciamento de viagens. O contrato no valor de R$ 38.079,46 foi publicado na edição do Diário Oficial do município e é válido até o dia 31 de dezembro deste ano.

A empresa Koa Turismo e Intercâmbio Ltda vai prestar serviços de agenciamento de viagens por intermédio de operadora ou agência de viagens, incluindo os serviços de cotação, reserva, emissão, fornecimento, cancelamento e remarcação de passagens aéreas nacionais e passagens rodoviárias. O serviço vai ser prestado remotamente, por telefone ou email, para atender as demandas da Casa Legislativa.

Ora, se até uma agência de viagens foi contratada pela Câmara, é porque os vereadores gostam muito de sair da cidade, né? Este Pauta Blog já trouxe aqui, anteriormente, uma lista com os nomes dos edis que mais deixam o município com a justificativa de que vão buscar recursos para melhorar a vida da população.

CLIQUE NA COLINA ABAIXO E CONFIRA QUEM É “O REI DAS DIÁRIAS” ⤵️

Geraldo Simões, Manoel Porfírio e Israel Cardoso, ACM Neto, Kátia Bacelar, Erasmo Ávila, Marcone Amaral, Almir Melo Júnior, Danilo da Nova Itabuna, Pancadinha, Capitão Azevedo, Guinho e Ricardo Xavier, Dr. Mangabeira

Neto lidera e abre grande vantagem em relação a Jerônimo

Leia em: < 1 minuto

Uma pesquisa de intenção de voto encomendada pelo site Política Livre ao instituto DataQualy aponta que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), continua liderando a sucessão estadual na Bahia. No cenário estimulado – quando os nomes são apresentados aos eleitores -, Neto aparece com 49,1% enquanto Jerônimo Rodrigues (PT) marca 29,6%.

Logo depois, vêm João Roma (PL) com 4,7% e Kleber Rosa (Psol) com 0,5%. Marcelo Millet (PCO) tem 0,3% e Giovane Damico teve 0,2%. Nulos e brancos somam 5,1% e 10,5% dos eleitores disseram que não sabem quem votar.

Já no cenário espontâneo – quando os nomes não são apresentados à população -, Neto marca 33,8% enquanto Jerônimo vai a 18,3%, seguido de Roma com 3,5% e Rosa com 0,2%. Os demais somam 1,4%, brancos e nulos somam 4,3% e não sabem e não responderam são 38,4%.

A pesquisa ouviu 2.027 pessoas em Salvador e outros 93 municípios baianos durante os dias 23 e 29 de setembro. Está registrada sob o número BA-05521/2022 e o levantamento tem margem de erro de 2,2% e nível de confiança de 95%.

Notícias mais lidas

Outros assuntos