Bekos

Capitão Azevedo: ex-prefeito de Itabuna

Leia em: 7 minutos

Longe da caneta há mais de 10 anos, quando perdeu a eleição municipal para Vane do Renascer, o ex-prefeito Capitão Azevedo vem sonhando em voltar a ocupar um cargo político. Já declarou que irá concorrer às eleições de 2022.

Em entrevista Exclusiva ao Pauta Blog, Azevedo relembrou sua trajetória política, avaliou a atual gestão municipal e já cravou: está fechado com ACM Neto. Confira:

Pauta.Blog // Como tem levado os seus projetos pessoais e políticos nesses quase dois anos de pandemia?
Capitão Azevedo // É inegável que houve um comprometimento. A pandemia trancou a economia, a parte social, as relações interpessoais. Houve um travamento das ações, do pensamento, as ideias ficaram limitadas. E nós entendemos que, para tomar decisões, buscar ocupar espaços, interagir com a sociedade, é preciso que haja liberdade total da comunicação, da participação. E a pandemia impôs restrições.

Não tenha dúvidas de que as relações foram comprometidos, até na área familiar, pois procuramos nos proteger. E embora tenhamos perdido milhares de vidas, a prevenção foi o que salvou muitas outras.

E para mim houve, sim, um comprometimento. Agora, com a vacinação, a gente está com uma nova expectativa. Já vimos o semblante das pessoas melhorando, a economia retomando gradativamente, com os cuidados devidos. Afinal, a pandemia ainda não acabou. E mesmo com a vacina, ainda temos que manter os cuidados.

Pauta.Blog // Enxergarmos que o senhor tem a política na veia. De onde vem esta inspiração?
Capitão Azevedo // Veio da década de 70, quando ingressei na Polícia Militar. Vim trabalhar em Itabuna e fui buscando estudar. Fui a sargento, tenente, coronel e capitão. Galguei esses postos, sempre interagindo com a sociedade. E descobri que eu tinha uma tendência natural para me comunicar com as pessoas e, mais ainda, para me preocupar em solucionar os problemas das pessoas. Este foi um ponto fundamental.

O homem público, quando solicitado, tem que se sentir como um instrumento facilitador da vida das pessoas. E foi isso o que eu fiz como PM no Batalhão de Itabuna e, posteriormente, atuando no órgão de trânsito, o Detran, na 5ª Ciretran da Bahia. Fiquei 16 anos chefiando esse órgão.

Com isso, aprendi a fazer relações públicas, adquiri penetração na sociedade, através do serviço prestado. Quando assumi a 5ª Ciretran, ela era composta por 6 municípios. E quando deixei, 16 anos depois, estava com 22 municípios. Várias cidades pertenciam a Ilhéus e, vendo a qualidade do serviço que prestávamos, as pessoas iam até o governador do Estado para pedir para transferir a subordinação circunscricional para a 5ª Ciretran.


Isso foi um referencial e me fez sentir que eu deveria ir para outra área, para legislar em prol da população, especialmente da população carente. Foi aí que pedi licença da PM e da Ciretran e decidi ser candidato a vereador em 2004. No último mês para as convenções, encontrei com Fernando Gomes e ele me disse: você dá pra ser um bom vice.

Quando eu contei às pessoas que estavam na campanha para vereador comigo que seria vice, disseram que eu iria levar uma surra, já que Jacques Wagner era governador, Lula presidente e tínhamos um prefeito do PT, Geraldo Simões. Mas Fernando tinha deixado um legado de grandes obras. No final, vencemos a eleição.

Depois, fui candidato a prefeito. Começamos com 5% das intenções de voto e fomos crescendo. Quando o capitão Fábio se uniu com Jussara Feitosa, houve a revolução. Fomos eleitos com 52 mil votos. Este foi o maior pleito da história de Itabuna. Depois, tentamos a reeleição e perdemos por apenas 1.107 votos de diferença. Fui o candidato que chegou mais perto da reeleição. Se tivesse segundo turno, eu estaria lá.

Pauta.Blog // Como o senhor acompanha a política diariamente, principalmente no cenário local? Qual a sua avaliação?
Capitão Azevedo // A política tem uma dinâmica muito forte. Eu analiso uma situação até preocupante, porque nós tivemos a pandemia que atrapalhou muitas ações. Mas eu acredito que a experiência, a forma de planejar, podem ajudar nisso. Só que a nossa cidade ainda tem essa carência na forma de apresentar as ações, o que vai ser implantado.

É muito prematuro fazer uma avaliação concreta. A gente fica torcendo para que o gestor tenha sucesso, pois quem ganha é a cidade. A cidade é do povo, da coletividade. Eu torço pela cidade, seja qual for a sigla que esteja no poder. Torço para que o gestor faça um governo de acordo com os anseios da população.

Pauta.Blog // Caso tivesse sido eleito em 2020, o que você teria feito de diferente do atual prefeito Augusto Castro?
Capitão Azevedo // Em primeiro lugar, no primeiro dia de governo, toda a equipe estaria cuidando da estrutura da Saúde. Não abriria mão disso em hipótese alguma. Estrutura física, equipamentos, pessoal… pois em primeiro lugar está a vida das pessoas. Estaria apertando o cinto de todos os lados para resolver a questão da Saúde. Saúde é um conjunto de ações realizadas junto a outras secretarias. Investimento em saneamento básico, por exemplo, também e uma ação prevenção e saúde.

E pra isso eu já tinha o canal. Em 4 anos de mandato, fui o gestor que mais conseguiu captar recursos das esferas federal e estadual. Fiz um trabalho que, tanto o que me sucedeu, quanto os posteriores, e até o atual gestor ainda tem recursos que eu captei para execução de obras na infraestrutura da cidade. Tudo o que vem beneficiar, principalmente, a periferia da nossa cidade, as pessoas em situação de vulnerabilidade.

Pauta.Blog // De zero a dez, qual nota você dá à gestão do prefeito Augusto Castro?
Capitão Azevedo // Eu me abstenho de emitir uma nota. Não tenho condições de avaliar. Ainda é muito prematuro.

Pauta.Blog // Quais são os seus planos políticos? Será candidato a deputado em 2022?
Capitão Azevedo // Nós estamos na corrente de ACM Neto para governador. Estamos na expetativa de uma reforma eleitoral que deve ocorrer até setembro. Estou aguardando essa reforma para decidir se vou sair candidato a deputado estadual ou federal. Já que é o pleito mais próximo, me interesso muito.

Mas preciso de estrutura e é isso que vamos buscar nas esferas superiores. Primeiro, temos que consultar a sociedade. E eu vejo uma sociedade que agoniza por ter um representante. A cidade está órfã, sem representantes nas esferas superiores. E é preciso que a sociedade compreenda que, só através dessas forças, o progresso poderá ser implementado. Essa decisão pode envolver a troca de partidos. Hoje estou no PL, não tenho nada a reclamar, tenho uma boa relação com os presidentes estadual e municipal. Mas mudaria, sim, se for interesse do grupo político. Inclusive, já fui convidado por inúmeras siglas.

Pauta.Blog // Se as eleições fossem hoje, o senhor votaria em Wagner, Neto ou Roma? E por quê?
Capitão Azevedo // ACM Neto, sem dúvidas. Sou do tempo de ACM e voto em Neto.

Pauta.Blog // Existe alguma “rusga” com o ex-prefeito Fernando Gomes?
Capitão Azevedo // Em hipótese alguma. Tenho Fernando Gomes como amigo e o sempre terei. Houve uma questão de uma entrevista numa rádio, onde me perguntaram: “Se você entrasse na Prefeitura e visse um contrato de 3 milhões para coleta de lixo, o que faria?”. Eu respondi que, se eu entrasse e se visse que estava saindo pelo ralo [tudo na base do “se”], eu iria investigar.

Quando eu saí da rádio, um blog já tinha colocado: “Azevedo fala que o lixo de Itabuna está saindo pelo ralo”. Foi aí que meu amigo Fernando Gomes, sem termos um diálogo, gravou um vídeo aborrecido. Na primeira oportunidade em que tive com ele, conversamos, e expliquei como foi a entrevista. Foi igual quando ele disse o “morra quem morrer”. Não foi essa a intenção, mas ganhou o mundo dessa forma.

Pauta.Blog // A eleição no Brasil será polarizada mesmo entre Lula e Bolsonaro, ou você acredita que nascerá uma terceira via?
Capitão Azevedo // Eleição tem muita dinâmica. Mas, no momento, não vejo essa expectativa. No entanto, a polarização é complicada. As pessoas ficam envolvidas e isso compromete o raciocínio de visualizar uma outra opção. Mas não vejo, agora, a possibilidade de uma terceira via.

Pauta.Blog // Entre estes dois nomes, em quem o senhor votaria?
Capitão Azevedo // Francamente, eu sou da direita. Não resta dúvidas. Tenho que ir para direita. Não tenho para onde correr.

Pauta.Blog // Quais são as suas considerações finais?
Capitão Azevedo // A humildade tende a facilitar o diálogo com as pessoas. Meu êxito na gestão municipal foi a humildade. E eu desafio qualquer gestor a provar que trouxe mais recursos em 4 anos de mandato. Graças ao meu lado humilde, às relações, ao respeito mútuo.

A política evolui e os métodos têm que evoluir junto com a sociedade. E vemos muitos políticos na cidade e na região que não querem comungar com a sociedade. Querem permanecer usando aqueles métodos arcaicos. Só que não tem um sistema melhor para trabalhar na gestão pública do que a democracia. Isso é sacramentado no meu coração, na minha alma. Democracia significa liberdade para escolher, decidir, ir e vir. Devemos nutrir e preservar isso para evoluirmos junto com a sociedade. E eu quero passar essa mensagem para o meu povo de Itabuna.

Essa cidade tem tudo para ser pujante. Só precisa de um rumo. E eu estou pronto para ajudar a quem quer que seja, como também ser ajudado, para que possamos transformar nossa cidade rumo ao progresso.

Quero deixar bem claro que jamais desistirei das oportunidades que possam surgir para a nossa cidade, para o nosso povo e para a nossa gente.

E continuem se cuidado. A pandemia não acabou. Precisamos abrir as coisas, mas com prudência. A vida é a principal riqueza do ser humano. 

LEIA TAMBÉM A COLUNA BALÃO DA POLÍTICA⤵️

Azevedo, Paulo Magalhães, Eures Ribeiro, Geraldo Simões, Júnior Brandão, Sousa Lino, Valderico Reis

Leia em: 7 minutos

Azevedo ainda sonha em voltar a governar Itabuna 👀

Apesar de ter uma avaliação (ainda) invejável nos bairros mais carentes, o Capitão Azevedo (PL, pelo menos por enquanto), anda com o sinal de alerta ligado como qualquer militar. Ou seja: observando todos os detalhes para não cometer qualquer barbeiragem. Coisa que seria fatal para 2024, caso erre em 2022, já que cogita-se uma possível candidatura a prefeito (perdeu três vezes seguidas e tentaria novamente) em 2024.

Azevedo está longe de uma cadeira e/ou da caneta há mais de 10 anos, quando perdeu a reeleição para Vane do Renascer, em 2012, por 1.107 votos.

O sonho é alimentado na correte Azevediana porque ele foi o prefeito eleito com maior votação em Itabuna, com 52.187 votos.

Veja o desempenho de Azevedo em sua carreira política:
2008: 52.187 votos (prefeito eleito);
2012: 44.516 votos (prefeito não eleito);
2014: 14.731 votos (dentro de Itabuna para deputado estadual);
2016: 17.257 votos (prefeito não eleito);
2020: 17.817 votos (prefeito não eleito).

Isso é o que fomenta o sonho dos Azevedianos: manteve os 17 mil votos de 2016 para 2020.

Por tanto, vamos aguardar esta derradeira 👀 movimentação do Capitão.

Não perca! Confira a previsão política do ex-prefeito de Itabuna em uma entrevista exclusiva aqui no Pauta.Blog.

🤸‍♂️ Augusto Castro vira capoeirista por um dia

Na reinauguração de uma Padaria, no Sítio 1 da Fundação Marimbeta, o prefeito Augusto Castro (PSD) tentou alguns passos na capoeira, mas só ficou no 🤸‍♂️ gingado mesmo.

Tudo é válido para tentar manter a popularidade e chegar bem nas eleições do ano que vem, já que tem a missão de: 1️⃣ dar uma votação expressiva ao atual deputado federal Paulo Magalhães (PSD) e 2️⃣ eleger a primeira-dama para uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia.

Na opção 1, a ordem de “dar uma votação expressiva” veio de Salvador.

Até o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, durante a inauguração do Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, disse: “Precisamos reeleger Paulo Magalhães”.

Conferiremos se a estratégia de Augusto vai tirar Magalhães da votação em Itabuna de 458 votos em 2018, quando foi apoiado pelo ex-prefeito.

A constatação do ‘empenho’ está grande e nítida, claro.

A averiguar!

🏝️ Em Ilhéus, Valderico próximo de sair a federal

O empresário Valderico Reis (DEM), ex-candidato a prefeito de Ilhéus, está finalizando a ‘costura’ para se candidatar a deputado federal.

Segundo um entendido da política de ilheense, Valderico não descarta a possibilidade de concorrer a uma vaga à Câmara dos Deputados. E ainda disse: “tem alguns pontos ainda para que isso possa ocorrer”.

O martelo, provavelmente, será batido com a vinda de ACM Neto na região nos próximos meses. Dizem que não passa de setembro.

Eures no 🅿️🅿️

Eures Ribeiro, ex-presidente da UPB, que também já foi deputado estadual, vereador e prefeito por dois mandatos em Bom Jesus da Lapa, acabou deixando o PSD do então senador Otto Alencar. Após esperar por 7 meses um cargo no Governo do Estado e se cansar, dizem que Eures vocaliza como novo destino o PP, do vice-governador João Leão, do Bonitão.

❌ A Feira da FakeNews

Paulão do Caldeirão (PSC), vereador de Feira de Santana, foi à tribuna e soltou o verbo com relação às notícias falsas relacionadas à Câmara e associações contrárias à gestão do prefeito Colbert Martins, que são produzidas e divulgadas por uma empresa supostamente contratada pela Prefeitura.

“A imprensa de Feira sabe que o Governo do Município, o prefeito e a sua assessoria de comunicação contrataram uma empresa de fake news? Quando saem aquelas matérias tentando denegrir a imagem da Câmara, da APLB, é uma equipe do próprio governo de Colbert Martins. É lamentável”, disparou o parlamentar.

A tal da ❌ FakeNews é “barril”. Uma vez solta, dificilmente será contida.

🎲 O presidente que não quer ser presidente. Está mais para um blefe… 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em entrevista à Rádio Cidade Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, que não sabe se vai disputar as eleições de 2022. Olha que ‘migué’…

“Quanto à política: eu não quero entrar em muitos detalhes agora, porque a preocupação é realmente administrar o Brasil. É natural, obviamente, eu tenho que ter um partido político. Eu não sei se vou disputar as eleições do ano que vem, devo disputar, eu não posso garantir”.

O presidente não quer ser presidente novamente? “Conversa pra boi dormir”.

O blefe vem sendo repetido por Bolsonaro para afastar acusações de campanha eleitoral antecipada.

📚 Nova sede da reitoria da UFSB

Dentre os convidados presentes na inauguração da nova sede da Reitoria da UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia), no centro de Itabuna, estavam: prefeitos, deputados federais, secretários estaduais e municipais, primeira-dama, reitor. Até aqui ok.

Mas um fato curioso é que o ex-prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (PT), soltou um vídeo comemorando dizendo: “A inauguração da Reitoria da UFSB é a materialização de nossa luta em tantas frentes”. Ok.

Com tamanho desvelo, por quê não foi à inauguração❓

😴 À espera de uma oposição

Um interlocutor, ex-vereador de Itabuna, disse que estaria doido para estar na atual Câmara de Itabuna, para ser o único a fazer oposição. Cutucou: “sem dúvidas, eu seria oposição…”

Quem conhece das bugigangas de fazer oposição, sabe que estaria reeleito para vereador em Itabuna. Leia estaria como possível.

Por enquanto, todos os vereadores comungam com a atual gestão. Amém aqui. Amém ali. Aliás, tudo é amém!

✍️ O Ciso está de volta…

Júnior Brandão (Rede), secretário de Governo de Itabuna, está com prestígio na gestão municipal. O Colégio Ciso está de volta, pelo menos com algumas atividades ou os olhos voltados para aquela instituição de ensino. Com a programação da Semana Esportiva, o Ciso foi incluído nas atividades como: natação, hidroginástica e jogos de basquete com cadeirantes.

Fica a pergunta e o sonho de todos os moradores do bairro de Fátima: será que as aulas também irão retornar no Colégio Ciso, um dos mais tradicionais do interior da Bahia?

Vamos jogar a moeda e torcer.

🤔 Quase secretário…

O superintendente de Serviços Públicos, Sousa Lino, foi homenageado na última quarta com o Título de Cidadão Itabunense. Tudo bem.

Mas, às vezes, fico notando que o Sousa joga tão bem que supera o secretário de Infraestrutura de Itabuna. Ou, em outras palavras: não é oficial, porém tem traquejo de secretário.

Que fique claro: não o conheço e nem sou amigo, e muito menos, o secretário.

Apenas uma avaliação de quem está de fora.

🦁 O leão que ruge cada dia mais alto 

João Leão (PP), vice-governador da Bahia, em entrevista na quinta-feira à Rádio Salvador FM, confirmou mais uma vez que será candidato ao governo da Bahia em 2022.

“Você tem três bons administradores, Jaques Wagner, ACM Neto, que não tem a experiência do Estado. Eu tive o prazer e a honra de ter criado a Fiol, a Ponte Salvador-Itaparica. Eu tenho uma experiência boa na administração pública […]. Sou candidatíssimo e vou ganhar a eleição no primeiro turno”, esperneou.

A cada rugido, as antenas dos petistas tremem. Desta vez, está com cara de que o senador Jaques Wagner (PT) não vai ganhar no gogó, não.

E agora, Galego?

🗣️ FeedBack

Um leitor da Coluna Balão enviou-nos a seguinte mensagem:

“Vi uma publicação no site em que falava que alguns edis estariam com ciúmes de Ronaldão, pela reforma da praça do Fátima e outra coisa. Realmente, ter ciúmes de um vereador que NÃO FAZ QUASE NADA NA CIDADE chega a ser engraçado, pois temos 3 em plena atividade, que são Sivaldo, Pancadinha e Israel Cardoso. Todos esses sempre divulgando as intervenções na cidade em suas redes sociais, muito mais que outros vereadores. Vá na página e Ronaldão e veja a última publicação que tem tempo kkkkkkk”

Pegou ar e escamou.

👂 Vereador grita, mas pede menos…

Eunápolis: líder do governo da prefeita Cordélia Torres (DEM) chegou a entregar o cargo na quinta-feira 29.

Por que será?

O vereador Adriano Cardoso (Solidariedade) entregou o chapéu por insatisfação, já que a prefeita não vinha atendendo aos pedidos encaminhados por ele.

Porém, entretanto, todavia, na sexta-feira 30, o vereador voltou atrás porque 17 familiares que ocupavam funções na prefeitura foram demitidos.

Por pressão, o vereador pediu menos.

Agora anda 🎹 pianinho!

Samu 1️⃣9️⃣2️⃣ 

Base do Samu-192 de Itabuna funcionará em um novo endereço: Avenida Juca Leão, nº 412, em frente ao Escritório Local da Ceplac.

POLÍTICA EM UMA FRASE:

✔️ Justiça julga improcedente pedido de cassação da prefeita de Nazaré, Eunice Barreto (DEM), do DEM.

⚫ Faleceu aos 68 anos o ex-prefeito de Maiquinique, José Francisco, mais conhecido como Zé Topete.

LEIA TAMBÉM A ENTREVISTA DO CAPITÃO AZEVEDO, EX-PREFEITO DE ITABUNA 👇

📌 Entrevista: “Estou pronto para transformar nossa cidade rumo ao progresso”, disse o Capitão Azevedo

Envie a sua sugestão de pauta: [email protected]

//

Paulo Câmara lembrou que milhões de mulheres no Brasil e no mundo vivem em situação de vulnerabilidade, sem acesso a recursos para a higiene adequada — como banheiros, saneamento básico e absorventes descartáveis

Leia em: < 1 minuto

O deputado Paulo Câmara (PSDB) defendeu a distribuição gratuita de coletores menstruais ou absorventes menstruais descartáveis para as mulheres de baixa renda nas unidades de saúde da atenção básica de Salvador.

Em indicação apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o parlamentar sugeriu ao prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), que apresente um projeto de lei na Câmara de Vereadores estabelecendo a distribuição dos materiais fundamentais para saúde e higiene pessoal das mulheres.

Em pesquisa intitulada “Impactos da Pobreza Menstrual no Brasil” citada por ele na indicação, 1.124 mulheres foram entrevistadas e 50% dessas afirmaram já ter precisado substituir o absorvente por papel higiênico, roupa velha, toalha de papel, jornal e até mesmo miolo de pão em virtude das limitações financeiras.

Segundo outra pesquisa destacada pelo deputado, essa realizada em 2018, por uma das empresas que lideram o segmento de fabricação e venda de absorventes menstruais descartáveis no Brasil, 22% das meninas brasileiras com idade entre 12 e 14 anos não tinham acesso a produtos de higiene adequados durante o período menstrual e este percentual subia para 26% na faixa etária entre 15 e 17 anos.

Ele ressaltou ainda que a higiene menstrual é definida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma questão de saúde pública e direitos humanos.

Presidente do Democratas afirmou que a Bahia não pode ocupar os últimos lugares nos índices de educação e violência // Foto de Arysa Souza

Leia em: 2 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse hoje (29.julho) que até o final do ano deve formalizar sua pré-candidatura ao governo estadual e, a partir daí, intensificar as conversas com os partidos e aliados para a definição da chapa majoritária. “Felizmente, temos lideranças de peso que reúnem todas as condições para compor o nosso time”, afirmou ACM Neto durante visita a Pindobaçu, município localizado no Centro Norte do Estado.

Na entrevista coletiva, ao ser indagado sobre os 16 anos do PT no poder, que serão completados no ano que vem, ACM Neto disse que a Bahia não deu o salto de qualidade que a população esperava. “O ponto central é que as desigualdades sociais, os índices de pobreza e as oportunidades de emprego e renda para a população não melhoraram. Pelo contrário. Não podemos aceitar que a Bahia ocupe os últimos lugares nas estatísticas de educação e violência”, disse o ex-prefeito de Salvador.

De acordo com ACM Neto, as administrações petistas na Bahia pecaram pela falta de visão estratégica, arrojo e capacidade de olhar para o futuro. “A Bahia pode muito mais e estou preparado para oferecer ao nosso Estado o melhor governo do Brasil, como fiz nos oito anos em que estive à frente da Prefeitura de Salvador”.

Ainda em Pindobaçu, ACM Neto afirmou que vai intensificar as viagens em todas as regiões da Bahia para discutir com a população o futuro do Estado. “Nosso plano de governo terá pontos estratégicos para o desenvolvimento de cada região, com foco especial para a geração de emprego e renda, o aproveitamento da mão de obra e os investimentos em setores fundamentais que têm grande potencial para alavancar a nossa economia”.

Ontem, 4ª feira (28.julho), ACM Neto esteve em Campo Formoso e participou, ao lado do prefeito Elmo Nascimento (Democratas), dos 141 anos de emancipação política do município. “Eu não tenho escondido o meu enorme desejo de construir uma candidatura ao Governo do Estado da Bahia no ano que vem. Não disputarei nenhum outro cargo ano que vem a não ser o de governador. Portanto, este é o único caminho”, finalizou Neto.

Leia em: 6 minutos

🚀 João Leão solta ‘foguetes’ contra o PT

Demonstrando insatisfação com a postura do Partido dos Trabalhadores (PT), que governa a Bahia há 15 anos e não quer abrir mão da cabeça de chapa ao governo em 2022, o atual vice-governador, João Leão (PP), não guardou segredo e disparou: “Agora não pode ser só o PT, tem que dar uma vez para o PP, depois o PSD”.

E disse mais: “Ora, nós só servimos para apoiar?” 😮

Também em entrevista ao programa Frequência Política, Leão, mais conhecido como “Bonitão”, disse que o prefeito Augusto Castro precisa abraçar o grupo do progressista (seu partido) itabunense e emendou: “Você tem que pegar meu povo, botar no colo e tratar bem”. Que recado… Vixe!

Pra finalizar, o vice-governador disse que está ajudando o governo da Bahia a planejar o estado até 2050. Exagerou ou se revestiu do espírito de Juscelino Kubitschek? JK é conhecido pela marca dos “Cinquenta anos em cinco”.

Não é de hoje que o vice-governador vem desejando concorrer ao Palácio de Ondina.

Uns dizem que é jogo de político “guloso”, mas será mesmo que a união PT-PSD-PP se manterá?

Sigamos acompanhando cada milímetro desta corrosão que vem ganhando corpo.

Guinho vem mostrando como se faz 👊

Enderson Guinho (DEM), secretário de Esportes e vice-prefeito de Itabuna, vem provando como se faz para revolucionar no esporte itabunense.

Jogou o time do Grapiúna nas cabeças do Baianão da Série B (mesmo ficando de fora da final), tirou o Estádio Itabunão das traças, inovou com a Semana Esportiva para comemorar os 111 anos de Itabuna. Sem pestanejar, uma das melhores gestões no quesito esportes que Itabuna já contou.

Recém filiado ao Democratas de Itabuna, Guinho chegou demonstrando força e, de quebra, assumiu o partido.

Enquanto isso, vai voando no radar de pré-candidato a deputado federal.

Vereadores com ciúmes de Ronaldão 💔

O vereador Ronaldão (PL) sabe fazer aquela política de ir no alvo certo. E isso vem causando ciúmes entre os seus pares na Câmara de Itabuna. Leia ciúmes como “torcer o bico”.

O motivo? O prefeito Augusto Castro (PSD) acatou um pedido do vereador e viabilizará a reforma da praça do bairro de Fátima.

O ciúme vem como sinal de baile. Ou seja: enquanto muitos vão atrás de marketing, Ronaldão vai ‘na miúda’.

Vale lembrar que Ronaldão não é aspirante, ele está no seu terceiro mandato consecutivo.

🏳️ Bandeira branca entre Marão e Jerbson

Em Ilhéus, a paz voltou a reinar entre o prefeito Marão (PSD) e o presidente da Câmara, Jerbson Moraes (PSD).

Após vários sinais amarelos de Jerbson, eis que ambos afinam a amizade e 🏳️ hasteiam a bandeira da paz.

O som agora ecoa na patativa de eleger a primeira-dama, Soane Galvão, a deputado estadual.

Dr. Mangabeira fora do baralho 🃏

Como antecipamos aqui na Coluna Balão, quando havíamos tentado uma entrevista, o Dr. Mangabeira (PDT), ex-candidato (por duas vezes) a prefeito de Itabuna, já havia anunciado: “Estou fora de política [e] não estou mais dando entrevista”.

Neste baralho não há nenhuma novidade 😉.

É irreversível.

Relembre aqui👍

O profeta Augusto 🔮

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), profetizou para o delegado Humberto Mattos (PSD): “Futuro prefeito de Itapé”.

Mattos foi convidado pelo prefeito para comandar a Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Itabuna em sua gestão.

Mas um fato curioso é que o delegado perdeu as três últimas eleições no município de Itapé. Daí, surge aquela insistência de brasileiro, que não desiste nunca: será que agora vai❓

Humberto poderá enfrentar o empresário e vice-prefeito, André Jatobá (PODE), em 2024.

🤫 ACM Neto empolgado 

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, tem confidenciado a aliados que está bastante motivado a eleger 7 deputados federais.

A verificar se é uma expectativa ou realidade.

Bafafá entre Porfírio (PT) 🤜 e 🤛 Harrisson (MDB)

O vereador de Itabuna, Manoel Porfírio (PT), rebateu o presidente do MDB de Itabuna, Harrisson Nobre, no grupo de WhatsApp do Pauta.Blog.

Tudo começou com o vereador postando uma foto com o ex-presidente Lula e a seguinte frase “A esperança há de vencer o medo!”. Daí Harrisson cutucou: “Talvez o medo seja de voltarmos a ter um corrupto no poder”.

O vereador, que é líder do governo Augusto Castro na Câmara de Itabuna, replicou: “O choro é livre!”.

O bafafá seguiu, estilhaçou, mas depois trocaram elogios. Hã?

Na política, tem que saber escaramuçar, pois ambos podem estar no mesmo palanque a nível estadual ou nacional.

Prefeitos em prol da Fiol

Mais de 40 prefeitos da Bahia se reuniram em Jequié para debater o andamento das obras da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e da BR-030. Os prefeitos decidiram criar dois consórcios para acompanhar e fiscalizar o andamento das obras em seus municípios por onde será traçada a ferrovia e a rodovia.

Lojas Buriti tá COMtudo

Uma das maiores casas de materiais de construção da região, a Buriti, além das lojas em Itabuna, Ilhéus e Itacaré, agora está em Jequié também. A nova loja foi inaugurada na sexta-feira, dia 23. Tá COMtudo!

Andrea Castro forte no oeste baiano 💃

Uma fonte de alto calibre da política no oeste da Bahia informou à coluna Balão que primeira-dama e secretária Andrea Castro, pré-candidata a deputada estatual, está caminhando a passos largos por aquela região.

Já conversou com prefeitos, vereadores, e outras lideranças. Ela só não oficializou o seu nome ainda, mas vem, estrategicamente, ganhando espaço.

O headhunter, claro, é o marido que foi deputado por dois mandatos.

Aposta milionária 💰

Tudo indica que o empresário Alipinho (MDB) pode vir em 2022 como candidato a deputado federal. Ele esteve acompanhando ACM Neto na semana passada em Ipiaú e região.

Ele é dono de três empreendimentos que comercializam a sua própria marca, a Doce Mel, referência nacional no mercado de alimentos, empregando atualmente mais de 700 pessoas. Na Bahia, conta com duas indústrias e 25 lojas. Em Pernambuco, uma unidade industrial de sorvetes e cremosinho.

Alipinho concorreu em 2020 ao cargo para prefeito em Ipiaú, mas ficou em segundo lugar, com 8.658 votos.

Este jogo milionário está com cara de um fortalecimento político rumo à prefeitura em 2024.

NOTA 🅾️

✔️ TCM manteve rejeição das contas de 2019 do prefeito de Jussari, Antônio Valete (PSD). Veja!

✔️ O prefeito Uruçuca, Moacyr Leite (DEM), teve suas contas de 2019 rejeitadas pelo TCM. Leia!

NOTA 🔟

✔️ Itabuna começou a vacinar pessoas com 31 anos contra o Coronavírus. Viva o SUS.

✔️ Uesc: Primeira dose da vacina contra à Covid-19 para os servidores com 18 anos ou mais.

//

A gestão do prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite (DEM), reeleito em 2020, terá que devolver aos cofres municipais a quantia de R$506.959,68

Leia em: 3 minutos

Na sessão realizada hoje 3ª feira (20.julho), os conselheiros do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) rejeitaram as contas do prefeito de Uruçuca, Moacyr Batista de Souza Leite Júnior (DEM), relativas ao exercício de 2019. O gestor não cumpriu as obrigações constitucionais no que diz respeito à manutenção e desenvolvimento do ensino no município e ao pagamento dos profissionais do magistério com recursos do Fundeb. Também não foi comprovada a quitação de duas multas de sua responsabilidade, totalizando R$ 7.066,66.

O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual, para que seja apurada a prática de ato ilícito e de improbidade administrativa diante das graves irregularidades identificadas no relatório em processos de pagamento. O gestor foi multado em R$30 mil, pelas demais irregularidades apontadas nessas contas.

Foi determinado, ainda, o ressarcimento aos cofres municipais na quantia de R$506.959,68, com recursos pessoais, sendo R$433.091,62 pela aquisição de combustíveis desacompanhada de planilha com detalhamento das quilometragens e quantidades de combustíveis por veículos abastecidos; R$32.959,32 pela ausência de comprovação de serviços; R$29.019,14 pela manutenção de veículos sem a devida identificação; e R$11.889,60 pela não comprovação documental da execução dos serviços.

O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, também apontou como causa de rejeição o descumprimento do limite para despesa total com pessoal. E em seu voto, por esta razão, imputou, ao gestor multa correspondente a 30% dos seus subsídios. Ele não acatou a utilização do índice do PIB estadual trimestral elaborado pela SEI – Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, para a fixação de prazo para a recondução do índice de pessoal – que foi duplicado por ter sido o PIB no período, inferior a 1%.

A maioria dos conselheiros, no entanto, acompanhou voto divergente do conselheiro substituto Ronaldo Sant’Anna, que considerou que o PIB estadual trimestral pode ser utilizado para embasamento da situação especial de baixo crescimento econômico, o que justificou a extensão do prazo para a recondução das despesas com pessoal aos limites da LRF.

A despesa total com pessoal – com a aplicação da Instrução TCM nº 003 – representou 56,74% da Receita Corrente Líquida de R$55.197.144,83, superando o limite de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Para os conselheiros Paolo Marconi e Fernando Vita – que não aplicam a instrução em seus votos – esse percentual foi ainda maior, 58,24%. Contudo, em razão do baixo crescimento econômico, a administração municipal ainda está no prazo de recondução desses gastos aos limites legais.

Em relação às obrigações constitucionais, o prefeito aplicou apenas 24,30% da receita resultante de impostos (compreendida a proveniente de transferências) na manutenção e desenvolvimento do ensino no município, não atendendo ao mínimo exigido de 25%. Também não foi respeitado o percentual mínimo de 60% na remuneração dos profissionais do magistério, vez que foram investidos somente 49,99% dos recursos do Fundeb. O gestor cumpriu, no entanto, o investimento exigido nas ações e serviços públicos de saúde com a aplicação de 18,81% da arrecadação dos impostos, sendo o mínimo previsto de 15%.

A Prefeitura de Uruçuca apresentou uma receita arrecadada de R$55.197.225,69 e promoveu despesas no total de R$ 55.772.876,24, o que levou a um déficit orçamentário de R$575.650,55. Os recursos deixados em caixa – R$6.928.194,67 – foram suficientes para cobrir despesas com “restos a pagar” e de “exercícios anteriores”, demonstrando a existência de equilíbrio fiscal nas contas. Cabe recurso da decisão.

Presidente nacional do Democratas realiza terceira edição do movimento Pela Bahia, desta vez na região cacaueira e do Médio Rio de Contas // Fotos de Inácio Teixeira

Leia em: 2 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou nesta quinta-feira (15), em Ipiaú, que o maior desafio da Bahia é mudar a matriz econômica do estado. Ele realiza a terceira edição do movimento Pela Bahia, desta vez na região cacaueira e do Médio Rio de Contas, onde visita empreendimentos e conversa com lideranças e moradores.

“Não tenho dúvida que o desafio da Bahia é mudar a nossa matriz econômica. A Bahia ainda é um estado com muita desigualdade, muita pobreza seja urbana ou rural. E o que a gente quer é um projeto de futuro da Bahia, que mexa com a economia do estado para dar oportunidade a todos. A nossa principal preocupação é apresentar um projeto econômico para o futuro do estado, que nos traga novas oportunidades de emprego, que renove a esperança dos baianos em relação ao seu futuro”, disse.

ELEIÇÕES 2022

Questionado pela imprensa local sobre candidatura ao governo no próximo ano, ACM Neto afirmou que, caso seja candidato e vença a eleição, estará diante do maior desafio de sua vida. “Nós vamos mostrar que é possível colocar a Bahia em outro patamar”, pontou.

“Eu só tenho uma opção que é de acertar, de fazer o melhor. E eu não vou me contentar com nada diferente do que oferecer a Bahia o melhor governo do Brasil. Foi o que fiz como prefeito da capital. A gente vai construir ao longo dos próximos anos o que vai fazer um plataforma de governo do futuro, uma proposta completa de futuro para a Bahia”, enfatizou.

Contudo, ele destacou que não vai “sair jogando pedra, ou criticando tudo que foi feito nesses últimos anos no estado”. “A gente quer trazer essa visão arrojada, essa visão de futuro, essa visão de olhar a Bahia como estado que lidere o crescimento não só do Nordeste, mas do Brasil”, completou.

ACM Neto disse ver a situação do Brasil com preocupação em função da pandemia da Covid-19, que já provocou mais de 530 mil mortes no país, amém dos impactos econômicos e sociais. “Na Educação, boa parte da rede pública ainda não voltou. Isso traz um prejuízo enormes para crianças, jovens, para toda uma geração. A gente ainda tem que conviver com a pandemia, e as incertezas”, finalizou.

O vereador de Ilhéus, Edvaldo Gomes (DEM), solicita ampliação do número de coletivos para o Maria Jape

Leia em: < 1 minuto

A ampliação do número de coletivos que fazem a linha Ilhéus-Maria Jape está sendo solicitada pelo vereador Edvaldo Gomes (DEM). Região de grande destaque na produção agrícola de Ilhéus, a população de Maria Jape sente enorme dificuldade no deslocamento, especialmente os que se destinam à Central de Abastecimento do Malhado onde comercializam, diariamente, frutas e verduras.

Segundo o vereador, esta população enfrenta, no momento, grandes dificuldades para o escoamento da produção, por conta do número limitado de coletivos. Para além disso, dificulta bastante o horário de retorno das pessoas, visto que há apenas dois horários disponíveis durante todo o dia.

Edvaldo Gomes pede à Mesa Diretora da Câmara que seu pedido de ampliação da frota seja encaminhado à Empresa São Miguel, responsável pela linha, e à Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade de Ilhéus, para que as medidas sejam adotadas o mais rápido possível, melhorando a vida da população de Maria Jape.

Maria Jape é um povoado que fica localizado na zona rural do Distrito Ilhéus.

Prefeita Cordélia Torres, o secretário Paulo Dapé e Amauri Souza, do DNIT

Leia em: < 1 minuto

Qualificar a infraestrutura para refletir no progresso socioeconômico de Eunápolis. É com essa missão que a prefeita Cordélia Torres e o secretário da Casa Civil, Paulo Dapé, se reuniram com o superintendente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Amauri Souza. A reunião ocorreu em Salvador.

No encontro foram discutidos investimentos na área da infraestrutura de Eunápolis. Para o secretário, há uma defasagem de décadas no que tange a aplicação de recursos nessa área.

Anteriormente, a prefeita já havia se reunido com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, acompanhada do deputado federal Elmar Nascimento, para pleitear recursos para as obras de infraestrutura de Eunápolis.

“Estamos buscando uma travessia urbana digna de Eunápolis, uma cidade que nasceu pra ser grande, que é grande em comércio, que tem agronegócio robusto. Às margens das rodovias temos diversas empresas importantes que vão ter tráfego melhorado com as ações previstas para a infraestrutura. Não deixaremos de buscar apoios para oferecer o melhor para a população eunapolitana”, destacou a prefeita.

ACM Neto afirmou que as políticas educacionais têm de ter uma visão de longo prazo

Leia em: 2 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou que as políticas educacionais têm de ter uma visão de longo prazo para realizar as transformações que são fundamentais para o desenvolvimento do Brasil. “Somente com planejamento vamos fazer um trabalho completo nas bases curriculares, aperfeiçoar a gestão e criar programas pedagógicos para melhorar a qualidade de ensino”, afirmou ACM Neto, ao participar do lançamento do Programa Compromisso com a Educação.

O evento, que reuniu mais de 250 prefeitos, vice-prefeitos e secretários de todo o país, celebrou a parceria do Todos pela Educação (organização sem fins lucrativos e sem ligação com partidos políticos) com o Instituto Liberdade e Cidadania, braço de formação política do Democratas.

ACM Neto lembrou que, desde que assumiu a gestão municipal, em janeiro de 2013, sempre tratou a educação como prioridade absoluta. “Um dos meus maiores orgulhos é ter colocado Salvador em primeiro lugar dentre as capitais brasileiras no avesso à pré-escola”.

De acordo com dados divulgados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de escolarização de crianças em Salvador nessa etapa, que atende a faixa etária de 4 a 5 anos, aumentou de 96,2%, em 2016, para 98,8% em 2019.

“É bom lembrar que, quando tomei posse, Salvador ocupava uma das últimas posições no Brasil em educação. Esse é um prêmio que coroou todo um trabalho e um grande esforço que foi feito pela Prefeitura para melhorar a qualidade e ampliar o acesso das nossas crianças à educação”, pontuou ACM Neto.

Aos participantes do evento, ACM Neto recomendou que os gestores municipais precisam planejar a educação logo após a posse. “O primeiro ano da gestão é o momento para fazer todo o planejamento de trabalho. É evidente que os frutos não são imediatos, mas é preciso organizar todo o sistema alcançar os objetivos e colher os resultados”.

Notícias mais lidas

Outros assuntos