//

Leia em: < 1 minuto

Mais 1,7 mil policiais militares aprovados no último concurso público serão convocados para reforçar a segurança na Bahia. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta 2ª feira (27.setembro), durante a entrega de novas viaturas para a PM.

Ele contou que está sendo concluído o treinamento de mil policiais e será feito um esforço para que um número maior de profissionais seja preparado.

Rui comentou ainda sobre o novo concurso para a Polícia Civil, que deve ser lançado a partir de janeiro.

DÊ PLAY E ESCUTE ⬇️

Prefeito Augusto Castro e a primeira-dama Andrea Castro

Leia em: 2 minutos

Ao participar das festividades em comemoração aos 23 anos do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, o prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD) anunciou obras de requalificação, modernização e a consequente melhoria da qualidade dos serviços prestados na unidade hospitalar da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI). “Vamos investir na modernização. Com recursos próprios, vamos fazer com que o Hospital de Base seja o maior hospital ‘portas abertas’ de todo o interior da Bahia”, anunciou o prefeito.

Augusto aproveitou para lembrar a responsabilidade de Itabuna por ser um polo regional de saúde. “Esse hospital é um orgulho para a Bahia, porque tem uma estrutura que é financiada 100% pelo município. Por isso, a nossa responsabilidade é muito grande”.

“O Cemepi, por exemplo, com o apoio da Prefeitura de Itabuna, será reinaugurado em dezembro. O Hospital de Base recebeu um moderno arco-cirúrgico, adquirimos um equipamento de ponta para ressonância magnética, de modo a atender de forma satisfatória a demanda, além do retorno e ampliação dos procedimentos de cirurgias eletivas”, afirmou o prefeito.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

//

Leia em: 5 minutos

Obras em diversos segmentos estão transformando e fortalecendo a região sul, conhecida como um importante pólo econômico da Bahia. Com investimentos que ultrapassam os R$ 450 milhões em áreas como saúde, infraestrutura, saneamento e educação, o Governo do Estado segue valorizando e ampliando o potencial da região com intervenções que oferecem à população mais eficiência no atendimento médico, melhor mobilidade, acesso à água de qualidade, entre outros benefícios.

Uma das obras de grande porte realizadas na região foi a construção do Hospital Regional da Costa do Cacau, maior obra de saúde pública do sul baiano nos últimos 35 anos, que teve um investimento de R$ 87,7 milhões. Localizada em Ilhéus, a unidade beneficia 70 municípios, com a oferta de 225 leitos. Outro grande equipamento de Saúde entregue para a população do sul da Bahia foi a Policlínica Regional em Itabuna, que atende moradores de 29 cidades e contou com recursos da ordem de R$ 25 milhões para implantação.

Ainda na área da saúde, a região receberá ainda este ano o Hospital Materno-Infantil de Ilhéus, com 105 leitos. Com investimento superior a R$ 40 milhões, a unidade contará com UTI neonatal e pediátrica, além de ser referência para toda a região sul em cirurgia pediátrica e parto de alto risco.

Infraestrutura
Um importante vetor de desenvolvimento e que já figura como novo cartão postal da cidade, a Ponte Ilhéus-Pontal foi entregue no ano passado pelo Governo do Estado com um investimento de R$ 100 milhões. Bastante esperada por moradores e turistas, a primeira ponte estaiada da Bahia possui 533 metros de extensão, 5 metros de largura e abrange um sistema viário com 2,7 quilômetros e acessos ao Centro e ao Litoral Sul. Construída sobre o Rio Cachoeira, a ponte fomenta o turismo na região e facilita a mobilidade de cerca de 511 mil pessoas que moram nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus, Anselmo Clemente, garante que o impacto da ponte “foi totalmente positivo, porque havia uma única ponte que travava o trânsito pela manhã e no final da tarde, com prejuízos para o comércio. Hoje, as pessoas se deslocam com mais rapidez. A nova ponte era o que faltava para a cidade deslanchar como pólo comercial, industrial, turístico e prestador de serviços. É um divisor de águas na história da cidade”.

O equipamento ainda viabiliza que a produção da região possa ser escoada para diferentes modais, a exemplo do Porto de Malhada e o futuro Porto Sul. Segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, “a construção da Ponte Ilhéus-Pontal, aliada a outras ações como o acesso à Jaguaripe, na BA-883; acesso às praias de Itacaré; a duplicação da BA-001, em Ilhéus, do entroncamento da BR-251 até o Hotel Opaba e a restauração do acesso a Itabuna, na BR-101, estão contribuindo para o desenvolvimento desses municípios, ampliando também as possibilidades de negócios e logística de produtos e serviços”.

Também foram realizadas intervenções como a requalificação do semi-anel rodoviário de Itabuna, que contou com investimento de R$ 8,5 milhões. Outros exemplos de obras de infraestrutura rodoviária realizadas na região são as recuperações da BA-130/650, no trecho Ipiaú – Itagibá – Dário Meira; e da BA-678, no trecho entre Mascote e o entroncamento com a BA-270.

Porto Sul
No início deste mês de setembro, foi inaugurada a ponte sobre o Rio Almada, em Ilhéus, com capacidade de até 220 mil toneladas. Esta foi a primeira obra concluída entre as que antecedem a construção do Porto Sul. A ponte se junta a outras obras em andamento – 13 quilômetros de vias, rotatórias, desvios e trabalhos de sinalização, além de ações socioambientais. O complexo portuário está com 40% das intervenções que precedem o porto concluído.

Proprietário de uma loja de materiais para construção na Vila Juerana, Wellington Araújo é um exemplo de otimismo com a obra. Após o início das intervenções, ele começou a ampliar e modernizar a empresa e já contratou 15 novos funcionários. “Tem muita gente chegando de olho nas novas oportunidades, casas sendo alugadas, restaurantes abertos, enfim, há um clima de otimismo, porque não vamos depender somente do movimento do verão e dos feriados”, afirmou.

Em parceria com o Governo do Estado, o Porto Sul, que tem obras realizadas pela Bamin, vai receber investimentos da ordem de R$ 2,5 bilhões e poderá atracar navios de até 220 mil toneladas. Juntos, os projetos da Mina Pedra de Ferro e do Porto Sul vão gerar cerca de 55 mil empregos diretos e indiretos.

Saneamento básico
Mais intervenções para o melhoramento da saúde da população da região sul foram realizadas através de obras direcionadas ao saneamento básico, como a ampliação na Estação de Tratamento de Água (ETA)do Pontal e a entrega da primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário Ilhéus/Pontal, obras que juntas totalizaram mais de R$ 59 milhões em recursos investidos para garantir melhor qualidade de vida à população.

A construção da Barragem do Rio Colônia, no município de Itapé, é mais uma obra de infraestrutura hídrica que visa também a saúde das pessoas. Com um investimento de R$ 110 milhões, a barragem garante o abastecimento de água para cerca de 300 mil moradores da região, além de reduzir o risco de enchentes.

Educação, Cultura e Esporte
Os investimentos do Governo do Estado na região seguem acontecendo e outras obras estão em andamento. Na área da Educação, em Ilhéus, será construído um prédio escolar com 25 salas, para sediar o Colégio Estadual Rotary Renato Leite da Silva e o Colégio Estadual Paulo Américo. Mais 25 salas para abrigar o Colégio Estadual Félix Mendonça, além da modernização do Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate Nelson Schaun e do Colégio Estadual do Ceará. Segundo o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, “as obras fazem parte do conjunto de ações voltadas à requalificação da rede física das escolas estaduais”, a exemplo do que acontece em grande parte do estado.

A região sul também abriga um dos mais modernos equipamentos culturais do estado. O Teatro Candinha Dórea, em Itabuna, tem capacidade para receber diversos tipos de espetáculos além de figurar como um dos principais cartões postais da cidade. As obras foram realizadas graças a um convênio firmado pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), com a prefeitura para repasse dos recursos da ordem de R$ 30 milhões.

Na área esportiva, com atletas que se destacam internacionalmente na canoagem , a região recebeu também centros de treinamento especializados nessa modalidade nas cidades de Itacaré e Ubaitaba. A estrutura dos centros, consideradas de excelência, contempla garagem dos barcos, sala de musculação, refeitório, copa, despensa, área de serviço, sala da administração, sala de professores, sala de aula e deck flutuante. Uma terceira unidade semelhante às já entregues será inaugurada em Ubatã ainda em 2021.

Clientes, amigos e parceiros estão convidados a participar da festa

Leia em: < 1 minuto

Neste sábado (25.setembro), a Loja Santana Multimarcas comemora 3 anos de inauguração e tem festa para comemorar.

Clientes, parceiros e amigos estão convidados para celebrar essa data tão importante. A loja fica na Avenida Princesa Isabel, número 1401, bairro São Caetano, próximo ao semáforo que dá acesso à Rua do Paty.

Sua presença vai fazer a alegria de quem faz questão de oferecer produtos de qualidade e bom gosto.

//

O cacau utilizado pela ganhadora é oriundo do assentamento Tuerê que também já foi destaque de outras premiações internacionais sendo acompanhado pela Sedap // Fotos de Mateus Costa

Leia em: 2 minutos

O chocolate artesanal feito com a amêndoa de cacau produzida no município de Novo Repartimento, no estado do Pará, localizado na Região de Integração do Lago Tucuruí, ganhou o primeiro lugar no Prêmio CNA Brasil Artesanal 2021/Chocolate. A chocolateira premiada, Priscila França Rosendo, de São Paulo, adquiriu o cacau cultivado no assentamento Tuerê pelo produtor Francisco Cruz, de 34 anos, que é mais conhecido na comunidade como “Edvaldo”.

O anúncio dos vencedores foi feito na última semana, no dia 14 de setembro, através de uma transmissão virtual. Além do chocolate fabricado a partir da amêndoa de Tuerê, o Pará também esteve representado entre os melhores chocolates artesanais do Brasil através da Cacauway, da chocolateira Hélia de Moura, que ficou com o sétimo lugar. Todos os finalistas receberam certificado de participação.

TRADIÇÃO
Apesar de não ter participado diretamente da competição, o cacaueiro de Novo Repartimento diz que se sente honrado em ter processado uma amêndoa de qualidade. O agricultor ressalta que o feito é resultado de muito trabalho que realiza diariamente na sua propriedade de 10 hectares onde planta o fruto que garante o seu sustento e da família.

Desde os 13 anos de idade, como contou “Edvaldo”, aprendeu os primeiros passos no cultivo de cacau. O ensinamento foi repassado pelo pai. O produtor diz que para chegar ao nível de produção atual, foi muito importante o apoio que recebeu do Governo do Estado, através da cessão de estandes para participar do Festival Internacional de Chocolate e Flor Amazônia, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

//

Segundo Roma, até o momento, análise mostra acerto em 99,9% dos pagamentos em 2020 // Foto de Reila Maria/Câmara dos Deputados

Leia em: 2 minutos

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou hoje (21.setembro) à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados que o governo federal aprimorou os mecanismos de verificação dos candidatos ao auxílio emergencial. “Temos hoje, de maneira ativa, o processamento mensal de mais de 34 fontes de dados diferentes. Assim, mês a mês, nós conseguimos aprimorar [o cadastro] e estar atualizados em relação às pessoas que, de fato, são elegíveis para receber o auxilio emergencial”, disse Roma.

“Buscamos, para cada pessoa, identificar se ela não tem renda acima de meio salário mínimo [R$ 550] e se a renda familiar não excede a três salários mínimos [R$ 3.300]. E isso tem sido feito mês a mês, com o cruzamento de mais 34 diferentes fontes de dados”, acrescentou o ministro.

Roma destacou ainda que, até o momento, o governo já analisou cerca de 85% dos pagamentos identificados como suspeitos pela Controladoria-Geral da União (CGU). “Em 2020, a CGU apontou possíveis desconformidades da ordem de R$ 10 bilhões. Dos valores analisados até o momento, que representam 85% do total, mais de 99,9% estão de acordo com a legislação”, destacou Roma.

A audiência pública foi proposta pelo presidente da comissão, Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), e pelo deputado Jorge Solla (PT-BA).

VALORES
O deputado Aureo Ribeiro questionou o ministro sobre a redução do auxílio emergencial, que tinha os valores de R$ 600 e R$ 300 em 2020 e, em 2021, tem três faixas: R$ 150 para pessoas que vivem sozinhas, R$ 250 para famílias com mais de uma pessoa e R$ 275 para mulheres chefes de família.

“A diminuição do valor piorou ainda mais a situação de milhares de famílias, até porque a pandemia ainda não acabou e muitos empregos ainda não foram retomados”, observou Ribeiro. “Como viver com um auxílio de R$ 150? Por que o governo não teve a sensibilidade, com base em estudo técnico do Ministério da Economia e na situação financeira dos brasileiros, de trabalhar tecnicamente um valor superior, para que a economia não sofresse tanto neste momento?”, indagou Ribeiro.

Em resposta ao deputado, Roma disse que o valor do auxílio emergencial é uma decisão do Estado brasileiro que envolve o Orçamento, o governo e o Congresso. Ele destacou que, no momento, o Executivo trabalha pela aprovação da PEC dos Precatórios como meio de garantir recursos extras e de viabilizar o Programa Auxílio Brasil. Segundo o ministro, a ideia é incluir no novo programa de distribuição de renda os 14,6 milhões de cadastrados no Bolsa Família e os 25 milhões que foram identificados como vulneráveis durante a pandemia de Covid-19.

O evento acontece na próxima terça-feira, dia 28 de setembro, às 19hs, no auditório da ACI

Leia em: 2 minutos

O programa Empreender será retomado oficialmente no próximo dia 28, às 19 horas, no auditório da ACI, com uma palestra de sensibilização – Estratégias de Posicionamento Pós Pandemia, com o psicólogo Murilo Gomide. O projeto é uma realização da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, em parceria com a Federação das Associações Comerciais da Bahia – Faceb e o Sebrae.

O evento é gratuito, mas as inscrições são limitadas visando atender a capacidade de público estipulada pela vigilância sanitária. Os interessados já podem se inscrever através do link.

O objetivo do encontro é esclarecer aos micros e pequenos empreendedores como funciona o programa e de que forma eles podem participar, diante do novo cenário da pandemia. O projeto foi realizado no ano de 2019, com a duração de um ano na sede da entidade, onde os empresários foram contemplados com debates produtivos sobre problemas e soluções, cursos realizados a partir de demandas citadas nos núcleos, compras e vendas em conjunto, bem como a participação em feiras e missões.

Os segmentos de Padarias, Salão de Beleza, Mulheres e Jovens Empreendedores promoveram uma série de atividades e serão retomados. Já os novos grupos serão formados por empresários da rua Paulino Vieira, Bares e Restaurantes.

CURRÍCULO
Murilo Gomide é psicólogo com mais de 15 anos no estudo do comportamento humano; especialista em terapia cognitivo comportamental pela PUC- RS; especialista em gestão de pessoas com ênfase em consultoria; Business Coach pela sociedade Brasileira de Coaching – SP.

//

Leia em: < 1 minuto

A Bahia lidera a produção nacional de níquel, conforme dados obtidos pela Agência Nacional de Mineração (ANM). De acordo com os números, a produção mineral comercializada (PMC) até agosto de 2021 já é superior em mais de 70%, em comparação a todo o ano passado, além de ter ultrapassado o estado de Goiás, que ocupava a liderança em 2020. Este ano, a produção de níquel na Bahia já ultrapassa 800 milhões de reais, enquanto em todo o ano 2020 foi de pouco mais de 480 milhões.

Já a produção goiana, até agosto deste ano, é de aproximadamente 540 milhões. As informações foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

O PIB do agronegócio baiano, calculado e divulgado dia 14 pela SEI, registrou crescimento de 8,5% no segundo trimestre de 2021 na comparação com o segundo trimestre de 2020. Mais uma vez os resultados mostram a importância do segmento para a economia baiana.

O crescimento do PIB do agronegócio foi superior ao crescimento observado para o conjunto da economia baiana que no mesmo período apontou crescimento de 6,7%. “O agronegócio é composto pelo setor de insumos para produção agrícola e pecuária, pela produção agropecuária, indústria de produtos agro e também transportes e comercialização dos produtos”, explica Armando de Castro, diretor de Estatísticas da SEI.

//

Leia em: 2 minutos

Após articulação conduzida pelo ministro da Cidadania, João Roma, o Cine Glauber Rocha terá sua operação continuada. O Itaú Cultural, que operava o espaço, anunciou o fechamento do cinema. Contudo, graças às negociações, todos os equipamentos e instalações foram cedidos para os atuais sócios do Glauber Rocha, o que garantirá o funcionamento.

“O Itaú sempre foi parceiro da cultura brasileira e, por anos, apoiador do Carnaval de Salvador. A pandemia afetou os cinemas, impôs mudanças na sua política de patrocínios culturais e o fechamento de alguns cinemas do Itaú pelo Brasil. Com a articulação, negociação, diálogo com o Itaú e a intermediação da Febraban, chegamos a uma solução que garantirá a continuidade da operação do espaço”, disse o ministro.

“Todos os equipamentos e instalações foram cedidos para os atuais sócios do Glauber Rocha que, após ajustes na comunicação visual, reabrirá, sempre destacando o cinema brasileiro e projetos especiais formadores de plateia”, complementou.

O anúncio de fechamento provocou grande repercussão no estado, uma vez que o Cine Glauber Rocha é o único cinema de rua de Salvador. Além do cinema, o espaço ainda conta com uma livraria, um café e restaurante, sem contar no terraço que garante uma vista privilegiada para a Baía de Todos-os-Santos.

//

Se a indicação do deputado for aceita pelo governador Rui Costa, consumidor pode pagar R$ 0,55 a menos pelo litro da gasolina

Leia em: 2 minutos

O deputado Tiago Correia (PSDB) apresentou nesta 2ª feira (20.setembro) um projeto de indicação para reduzir o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado sobre os combustíveis, mas mantendo o mesmo patamar de arrecadação do governo da Bahia há um ano. No caso da gasolina, por exemplo, a alíquota cairia dos atuais 28% para 19%, o que possibilitaria ao consumidor pagar R$ 0,55 a menos por litro.

“Há um ano, o governo baiano arrecadava R$ 1,16 em média de imposto por litro de gasolina, que custava R$ 4,15. Hoje, com o aumento do preço, o governo passou a faturar R$ 1,70, ou seja, 46,5% a mais. Então, na hipótese de uma redução, o governo manteria a mesma arrecadação, e o consumidor pagaria menos pelo produto”, disse o parlamentar.

Tiago Correia lembrou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), tomou na semana passada a iniciativa de reduzir a alíquota do ICMS sobre os combustíveis. “O governador Rui Costa, que sempre critica o valor do litro da gasolina, poderia seguir o mesmo exemplo de seu colega”, afirmou Correia. Em sua justificativa do projeto apresentado à Assembleia, Correia ressaltou que os preços dos combustíveis impactam na inflação. “Mesmo considerando que os ricos têm mais acesso ao transporte particular, o aumento dos combustíveis é sentido pelos mais pobres de forma indireta, por meio do transporte público e do transporte de mercadorias e serviços”.

O parlamentar afirmou, também, que o preço da gasolina nos postos aumentou 32% desde o começo do ano, e mais de 40% em 12 meses. “O Estado não deve ter como característica um papel arrecadatório que contribui com o aumento da inflação e prejudica cada vez mais o contribuinte, que já sofre tanto com as altas cargas tributárias”, concluiu Tiago Correia.

Notícias mais lidas

Outros assuntos