//

Famílias de Ipiaú e Itabuna estão envolvidas na dolorosa situação

Leia em: 2 minutos

Duas famílias enlutadas e vivendo a dor de não dar um enterro digno aos bebês que vieram a óbito no último sábado (15.janeiro) no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna. Isso porque um erro dentro da unidade hospitalar fez com que a família de Itabuna enterrasse o bebê que, na verdade, pertencia à família de Ipiaú.

O casal natural de Ipiaú estava com o bebê internado no hospital há 45 dias. No sábado, receberam um telefonema informando que a criança, infelizmente, havia falecido, porém, chegando ao hospital, a mãe não reconheceu o corpo da criança que foi entregue a ela. Além disso, ele estava com uma etiqueta no braço em que outro nome estava escrito.

A partir daí, os dois se dirigiram ao Complexo Policial de Itabuna para registrar um boletim de ocorrência sobre o caso. Chegando lá, eles se depararam com outro casal que também alegava que havia recebido um bebê que não era deles, porém o sepultamento já havia ocorrido.

Agora, as duas famílias se uniram para solicitar que o corpo do bebê enterrado seja exumado. Além disso, o corpo da outra criança continua no necrotério da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna porque a certidão de óbito precisa ser corrigida para que, então, o enterro aconteça.

Em entrevista concedida à Record TV Cabrália, o provedor da Santa Casa, Francisco Valdece, reconheceu o erro e afirmou que uma investigação interna já foi iniciada para que o responsável ou os responsáveis pelo erro sejam identificados e penalizados. A instituição declarou, ainda, que está auxiliando as famílias durante todo o processo.

LEIA TAMBÉM ⤵️

Inscrições abertas para processo seletivo da creche e dos colégios da Polícia Militar da Bahia

Essa apreensão causou um prejuízo de 14 milhões ao crime organizado

Leia em: 2 minutos

Policiais PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreenderam na noite de ontem (14.janeiro), 79 quilos de cocaína. A droga estava acondicionada em dezenas de pacotes escondidos dentro de um veículo Fiat Doblò e o traficante foi preso.

Na altura do quilômetro 288 da BR-101 do município de Laje, na Bahia, em abordagem, o motorista do furgão apresentou visível nervosismo e informações contraditórias sobre os motivos da viagem, o que levantou as suspeitas da equipe.

A equipe da PRF escoltaram a Dobló até a unidade policial de Santo Antônio de Jesus, e em seguida, foi realizada uma busca no interior do veículo. A cocaína estavam dispostas em 78 tabletes que estavam escondidos em compartimento secreto no teto do carro. Ao todo foram apreendidos 79Kg (setenta e nove quilos) da droga.

O condutor do veículo tem 44 anos de idade e é morador de Pontes de Lacerda, Mato Grosso. Porém não deu detalhes a respeito do transporte da cocaína.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, para formalização do auto de prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e pena pode chegar a 15 anos de prisão. 

LEIA TAMBÉM ⤵️

EXCLUSIVO❗ MINISTRO JOÃO ROMA CONFIRMA PRÉ-CANDIDATURA AO GOVERNO DA BAHIA; Assista!

Após primeiros socorros, Samu foi acionado para levar o homem ao Hospital de Base

Leia em: < 1 minuto

Na manhã de hoje (13.janeiro), uma guarnição da Polícia Militar passava pela Avenida Amélia Amado, centro de Itabuna, quando avistou um homem passando mal em via pública.

O Tenente Genivaldo e os Cabos Genérica e Porto Júnior prestaram os primeiros socorros ao cidadão que, possivelmente, estava tendo uma crise convulsiva. Prontamente, o Samu-192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgênci) foi acionado e o paciente foi levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. 

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

Operação Evil Harvest cumpriu dois mandados de busca e apreensão em Londrina e Cambé

Leia em: 2 minutos

Nesta 5ª feira (13.janeiro), a PF (Polícia Federal) deflagrou a Operação Evil Harvest, que desarticulou um grupo criminoso de tráfico de entorpecentes em Londrina, no Paraná. Cerca de 10 policiais federais cumpriram dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Londrina e Cambé.

Ao longo das investigações, a polícia descobriu que o grupo teria alugado um galpão comercial para transformá-lo em estufa clandestina, onde maconha era cultivada para ser revendida naquela região. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, uma pessoa foi presa em flagrante no momento em que fazia a manutenção das mudas de maconha.

A operação recebeu o nome de Evil Harvest em alusão à tentativa do grupo em cultivar a própria maconha revendida aos usuários finais. Em tradução livre, Evil Harvest significa Colheita Maldita.

Os investigados responderão pelo crime de tráfico de entorpecentes e associação criminosa, cujas penas máximas, somadas, podem atingir os 18 anos de reclusão. 

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

Polícia chegou até a droga e aos suspeitos depois de receber uma denúncia anônima pelo 191

Leia em: 2 minutos

Na noite de ontem (12 de janeiro), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 188 quilos de cloridrato de cocaína que estavam escondidos em um caminhão que saiu do Espírito Santo com destino ao Rio Grande do Norte. A apreensão ocorreu durante uma abordagem realizada na Unidade Operacional da PRF em Mata Redonda, no município de Alhandra, no estado da Paraíba.

De acordo com a PRF, o veículo foi abordado após uma denúncia anônima relatando que o condutor estava realizando manobras de direção perigosa, além de utilizar uma arma de fogo. Na abordagem, não foi encontrada a arma, porém, o entorpecente estava armazenado no compartimento de carga do caminhão.

O cloridrato de cocaína é a versão mais pura da droga, de elevado valor para o crime organizado e que renderia uma grande quantidade de droga ao ser misturada antes da venda para o destino final. O prejuízo estimado ao crime organizado chega a mais de 33 milhões de reais.

Ainda segundo a PRF, na ação, o condutor e o passageiro foram presos em flagrante e apresentados à sede da Polícia Federal de João Pessoa, juntamente com a droga apreendida.

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

Com o suspeito, polícia encontrou um revólver calibre 38, drogas e balanças de precisão

Leia em: < 1 minuto

Na manhã de hoje (13 de janeiro), um homem morreu depois de trocar tiros com policiais militares no Bairro Nova Ferradas, em Itabuna. O confronto aconteceu por volta das 10h30 durante um patrulhamento da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) no âmbito da Operação Força Total.

De acordo com informações cedidas pela polícia, o suspeito foi avistado pelas guarnições em um terreno baldio e, ao perceber a aproximação dos agentes, passou a efetuar disparos. Houve intenso revide e, após o término dos disparos, foi constatado que ele havia sido atingido. Prontamente, a polícia o socorreu até o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, onde foi constatado que ele não resistiu aos ferimentos.

No local onde ocorreu a troca de tiros, a polícia encontrou uma sacola contendo 3 balanças de precisão, além de 430g de maconha e 32 pinos de cocaína. Ainda segundo a polícia, o suspeito portava um revólver calibre 38 com 6 munições deflagradas. 

LEIA TAMBÉM ⤵️

Mulher entra em luta corporal com dupla de assaltantes no centro de Itabuna

Os policiais militares conduziram o suspeito e o simulacro à delegacia de Polícia Civil para adoção das medidas cabíveis. O telefone recuperado foi devolvido à mulher e as buscas continuam na tentativa de encontrar o outro criminoso

Leia em: < 1 minuto

Por volta das 10h de hoje (13.janeiro), uma dupla de assaltantes abordou uma mulher para roubar um aparelho telefônico na Rua Almirante Tamandaré, centro de Itabuna. A vítima, no entanto, resistiu à ação e entrou em luta corporal com os criminosos. Nesse momento, o simulacro utilizado pelos dois caiu no chão.

A mulher conseguiu, então, acionar as forças de segurança por meio do 190 e informar as características dos suspeitos. Em diligência, uma base móvel do 15º Batalhão de Polícia Militar de Itabuna identificou um homem que demonstrou nervosismo na presença dos agentes.

Apresentado à vítima, ela reconheceu o homem como sendo um dos autores do crime. Durante a revista pessoal, a polícia descobriu que ele estava com o celular que havia sido roubado da mulher. 

LEIA TAMBÉM ⤵️

Homem morre depois de atirar contra policiais militares no Bairro Nova Ferradas

Além da droga, polícia descobriu que veículo era roubado e motorista foi preso

Leia em: < 1 minuto

Na noite de ontem (11 de janeiro), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 320 quilos de maconha e recuperou um veículo que havia sido roubado no fim do mês passado. Na ocasião, o condutor da caminhonete foi preso ao apresentar nervosismo e não ter uma versão convincente sobre a droga que estava escondida no carro.

De acordo com a PRF, os agentes estavam realizando uma blitz da Lei Seca em Alto do Paraíso, no Paraná, quando o condutor, de 24 anos de idade, recebeu ordem de parada. Ao ser abordado pelos policiais, ele deu informações inconsistentes e, então, a polícia aprofundou a fiscalização.

Durante a checagem, foi constatado que a placa do veículo estava trocada e ele tinha sido tomado de assalto no município de Goioerê, também no Paraná. Diante da situação, o motorista foi preso e a droga e o veículo foram encaminhados para a Polícia Civil. 

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

Operação Intensificação visa coibir crimes e excessos no trânsito itabunense

Leia em: < 1 minuto

A Polícia Militar de Itabuna, por meio do 15º BPM, está realizando a Operação Intensificação nas ruas e avenidas da cidade. O efetivo de militares foi aumentado, assim como os números de abordagens em todo o município com o objetivo de coibir delitos de várias naturezas, assim como excessos no trânsito que possam ocasionar acidentes.

O objetivo da operação é garantir que a população se sinta ainda mais segura com a presença de mais policiais nas ruas. É claro que é possível ajudar no trabalho da PM fazendo denúncias anônimas por meio do 190. Então, se você flagrar alguma situação suspeita, não hesite em acionar a polícia e cumprir o papel de cidadão. 

Moradores relataram à polícia que criminosos dispararam para amedrontar a população e afastar a PM

Leia em: < 1 minuto

Na madrugada de hoje (11.janeiro), uma casa lotérica da cidade de São Félix, localizada no Recôncavo Baiano, foi invadida por criminosos que utilizaram diversos explosivos para ter acesso à instituição. Felizmente, não houve feridos.

Segundo informações repassadas por alguns moradores da cidade à polícia, os criminosos dispararam várias vezes para amedrontar a população e afastar a Polícia Militar. Depois de explodir e arrombar a unidade, o grupo fugiu do local tomando rumo ignorado.

Até o momento, buscas continuam sendo feitas na região na tentativa de identificar e prender os responsáveis pelo ataque. A Polícia Civil informou que a Coordenação de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), já está na cidade à procura dos autores.

No local, uma perícia foi feita para saber quais valores foram levados. As imagens obtidas por meio de câmeras de segurança podem ajudar nas investigações. 

📷 Foto: Redes Sociais

Notícias mais lidas

Outros assuntos