Ex-jogador já está no quarto e deve receber alta nos próximos dias

Leia em: < 1 minuto

O ex-jogador de futebol e senador Romário Faria (PL-RJ), foi submetido a uma cirurgia de emergência para retirar a vesícula, ontem (9.setembro). A intervenção foi realizada no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro.

Por meio de nota, a assessoria do senador informou que o procedimento foi considerado um sucesso pela equipe médica e que o ex-jogador está no quarto e deve receber alta ainda nos próximos dias. Ainda na nota, a equipe de Romário agradeceu em nome dele aos médicos responsáveis pelo procedimento, Dr Aureo Ludovico de Paula e Dr José Ribamar Azevedo.

Ex-jogador tem sido sondado pelo PP no Rio de Janeiro

Leia em: < 1 minuto

O ex-atacante Edmundo Souza tem tido conversas com o Partido Progressistas para se lançar como candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições do próximo ano. As informações são do Blog do Ancelmo Gois, de O Globo.

Atualmente, o ex-jogador atua como comentarista esportivo, mas continua sendo um dos grandes ídolos do futebol e do time do Vasco. Na época, ficou conhecido como “Edmundo Animal” devido ao temperamento explosivo dentro de campo.

Mesmo tendo proximidade com vários políticos, pastor Silas Malafaia nunca se candidatou a nenhum cargo público

Leia em: < 1 minuto

Alguns grupos evangélicos estariam sondando o pastor Silas Malafaia para ser candidato ao Senado Federal nas eleições do próximo ano representando o estado do Rio de Janeiro.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Correio da Manhã, a candidatura do pastor representaria a população evangélica fluminense, que já era maioria na Baixada e em outras regiões da capital do Rio, como indicado no Censo de 2010. Ou seja, a candidatura do pastor agregaria uma boa fatia desses votos logo de cara.

O irmão de Silas, Samuel Malafaia (DEM), é deputado estadual pelo Rio de Janeiro e membro da Executiva Estadual do partido. Apesar de nunca ter se candidatado a nenhum cargo, Silas Malafaia sempre demonstrou bastante familiaridade com a política e proximidade com vários políticos da velha guarda, muitos deles também ligados a grupos evangélicos.

Recentemente, Malafaia acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em uma visita a Manaus, acompanhado de outros dois pastores. O pastor estaria, ainda que timidamente, medindo a temperatura ambiente nesse período pré-campanha ou apenas se aproveitando da popularidade desses políticos para se promover?

Ex-presidente Lula e o deputado Marcelo Freixo

Leia em: < 1 minuto

O deputado federal Marcelo Freixo, pré-candidato ao governo do Rio, sairá do PSOL (filiado desde 2005) e está de malas prontas para o PSB.

Freixo se reúne com ex-presidente Lula no Rio para articular candidatura ao governo do Rio pelo PSB.

Romário nega veemente as acusações feitas por Cabral

Leia em: < 1 minuto

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, disse em sua delação premiada que o senador Romário (PL) teria acertado com MDB de receber R$ 5 milhões, para apoiar a candidatura de reeleição a governador de Luiz Fernando Pezão, em 2014. Do valor acertado, segundo Cabral, Romário teria recebido R$ 3,5 milhões e o pagamento teria sido viabilizado por Hudson Braga, então subsecretário estadual de Obras do governo.

Para isso, Braga teria usado a estrutura financeira montada no governo Cabral, a chamada “taxa de oxigênio”, 1% do valor de contratos públicos pagos pelas empreiteiras como forma de propina. Além do dinheiro, Cabral teria acordado que Romário poderia indicar o presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec).

Em nota, através de sua assessoria de imprensa, o senador Romário respondeu que: “Essas delações têm servido amplamente para difamar adversários políticos para conseguir benefícios judiciais, sem que nada tenha sido provado”. 

Morre, aos 66 anos, o ex-deputado Jorge Picciani

Leia em: < 1 minuto

Jorge Picciani, foi ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e comandou o MDB por mais de uma década.

Picciani morreu esta madrugada em São Paulo e será enterrado no Rio de Janeiro.

Ele tinha 66 anos, tratava de um câncer na bexiga e estava internado desde o dia 8 de abril no Hospital Vila Nova Star.

//

Cachorro era do município de Duque de Caxias

Leia em: < 1 minuto

O Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal esta semana. O Rio não registra casos de raiva em cães e gatos desde 1995. O caso foi encaminhado por um veterinário de Duque de Caxias, que prestou atendimento a um cão que morreu no dia 6 de maio.

Segundo o Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Controle de Zoonoses e Agropecuária (Ivisa-Rio), a Secretaria de Estado de Saúde e o Sistema de Informação de Agravo de Notificação (Sinan) foram informados e a amostra retirada do animal foi encaminhada ao Instituto Pasteur para determinação da variante viral.

De acordo com o Ivisa-Rio, o animal teve contato direto com um morcego no dia 26 de março e não houve agressão à tutora do cachorro ou aos profissionais de saúde que o atenderam.

O instituto informou que será feita vacinação antirrábica nos dias 15 e 22 maio nos bairros vizinhos ao município de Duque de Caxias. Neste sábado (15), serão imunizados os animais de Parada de Lucas, Vigário Geral e Jardim América, na zona norte do Rio de Janeiro. Da Agência Brasil

Governador Cláudio Castro

Leia em: < 1 minuto

O governador Cláudio Castro virou alvo de um pedido de impeachment do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) em função da operação policial no Jacarezinho, que resultou em 28 mortes, entre elas a de um policial.

Segundo o parlamentar, Castro cometeu crime de responsabilidade por descumprimento da decisão do STF e permitir a operação da Polícia Civil no Jacarezinho.

A petição do deputado, que foi protocolada na Alerj junto ao presidente da casa André Ceciliano, com base no artigo 146 da Constituição Estadual do Rio de Janeiro, que diz que é crime de responsabilidade do governador que atentar contra: a existência da União, do Estado ou dos Municípios; o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e do Ministério Público; o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais; a segurança interna do país ou do estado, entre outros.

Danilo do Mercado, vereador de Duque de Caxias

Leia em: 2 minutos

O vereador de Duque de Caxias Danilo Francisco da Silva, conhecido como Danilo do Mercado (MDB), foi morto a tiros na última terça-feira (10.mar), no bairro Jardim Primavera, na Baixada Fluminense. O filho do político, Gabriel Francisco, de 25 anos, também morreu no local.

Os dois estavam a cerca de cinco quilômetros de casa quando um homem, ainda não identificado, atirou com um fuzil nos dois. Danilo foi o oitavo vereador mais votado da cidade da Baixada Fluminense, com 6.080 votos.

Em nota, a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) informou que investiga o caso. O delegado Uriel Alcântara afirmou à CNN que, a princípio, a investigação seguirá na linha de execução.

A DHBF também informou que Danilo do Mercado é investigado por homicídios, constituição de milícia e grupo de extermínio, esbulho possessório (grilagem de terras), extorsão e ameaça.

Fernanda Costa, do MDB, filha do traficante Fernandinho Beira-Mar, assume a vaga que era de Danilo na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias.  

A dentista Fernanda Costa (MDB), vereadora de Duque de Caxias (RJ) e filha do traficante Fernandinho Beira-Mar assume vaga na Câmara de Duque de Caxias

Notícias mais lidas

Outros assuntos