//

O prefeito Eduardo Paes: “Estamos discutindo regras muito restritas que serão apresentadas ao nosso comitê científico”

Leia em: 2 minutos

Sem desrespeitar as restrições sanitárias adotadas para combater a covid-19 e a atual onda de gripe, o Rio de Janeiro poderá ter seu tradicional desfile de escolas de samba na Marquês de Sapucaí. A possibilidade foi levantada nesta 4ª feira (15.dezembro) pelo prefeito carioca, Eduardo Paes (PSD). Segundo ele, as outras duas formas de comemoração do Carnaval – desfile de blocos e bailes em recintos fechados – ainda dependem de análise mais cuidadosa.

De acordo com o prefeito, o desfile das escolas de samba do Carnaval está “garantido”. O evento do Grupo Especial – a 1ª divisão – será realizado em 27 e 28 de fevereiro de 2022, com seis agremiações atravessando a Sapucaí em cada noite. Paes avisou que só uma mudança radical nas regras sanitárias poderia afetar a realização dos desfiles, motivada pela piora significativa no quadro da pandemia da covid-19. Caso isso não ocorra, o Carnaval deve ser realizado seguindo os moldes das partidas de futebol na cidade, que já estão sendo realizadas normalmente. “Já estamos discutindo com a Liesa (liga das escolas de samba) regras muito restritas que serão apresentadas ao nosso comitê científico”, disse Paes.

“Marquês de Sapucaí nada mais é do que o estádio do samba”, disse o prefeito, destacando que o carnaval das escolas de samba exige preparação com antecedência e repasse de recursos públicos.

Ele explicou ainda que os bailes em espaços fechados, poderão ser realizados, uma vez que é possível exigir passaporte de vacinação e/ou testes dos frequentadores. Já o carnaval de rua, com a participação de blocos, “requer uma análise mais detalhada porque não há controle de quem participa da celebração”. E Paes concluiu: “Ou seja, não teremos necessariamente uma decisão uniforme sobre todas as formas de celebração da maior manifestação cultural de nosso país”, finalizou.

//

Sandro do Sindicato foi o terceiro vereador de Duque de Caxias assassinado neste ano

Leia em: < 1 minuto

O vereador de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Alexsandro Silva Faria, de 42 anos, mais conhecido como Sandro do Sindicato (Solidariedade), foi morto a tiros nesta 4ª feira (13.outubro) na Baixada Fluminense.

A polícia foi até o local após receber a informação de que havia um homem ferido por disparos de arma de fogo e, quando chegou, encontrou o edil dentro de um carro.

De acordo com a polícia, a vítima já estava sem vida quando foi encontrada pelos policiais. Sandro foi atingido por vários disparos de fuzil enquanto dirigia uma van e um inquérito policial já foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime.

Esse já é o terceiro vereador de Duque de Caxias assassinado neste ano. Em setembro, Joaquim José Quinze Santos Alexandre, mais conhecido como Quinzé (PL), foi morto em São João de Meriti. Já em março, Danilo Francisco da Silva, conhecido como Danilo do Mercado (MDB), foi assassinado ao lado do próprio filho. Com informações do Correio Braziliense.

LEIA TAMBÉM ⤵️

Vice-prefeito de Alagoinhas anuncia apoio a ACM Neto na corrida pelo governo do estado

Ex-jogador já está no quarto e deve receber alta nos próximos dias

Leia em: < 1 minuto

O ex-jogador de futebol e senador Romário Faria (PL-RJ), foi submetido a uma cirurgia de emergência para retirar a vesícula, ontem (9.setembro). A intervenção foi realizada no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro.

Por meio de nota, a assessoria do senador informou que o procedimento foi considerado um sucesso pela equipe médica e que o ex-jogador está no quarto e deve receber alta ainda nos próximos dias. Ainda na nota, a equipe de Romário agradeceu em nome dele aos médicos responsáveis pelo procedimento, Dr Aureo Ludovico de Paula e Dr José Ribamar Azevedo.

Ex-jogador tem sido sondado pelo PP no Rio de Janeiro

Leia em: < 1 minuto

O ex-atacante Edmundo Souza tem tido conversas com o Partido Progressistas para se lançar como candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições do próximo ano. As informações são do Blog do Ancelmo Gois, de O Globo.

Atualmente, o ex-jogador atua como comentarista esportivo, mas continua sendo um dos grandes ídolos do futebol e do time do Vasco. Na época, ficou conhecido como “Edmundo Animal” devido ao temperamento explosivo dentro de campo.

Mesmo tendo proximidade com vários políticos, pastor Silas Malafaia nunca se candidatou a nenhum cargo público

Leia em: < 1 minuto

Alguns grupos evangélicos estariam sondando o pastor Silas Malafaia para ser candidato ao Senado Federal nas eleições do próximo ano representando o estado do Rio de Janeiro.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Correio da Manhã, a candidatura do pastor representaria a população evangélica fluminense, que já era maioria na Baixada e em outras regiões da capital do Rio, como indicado no Censo de 2010. Ou seja, a candidatura do pastor agregaria uma boa fatia desses votos logo de cara.

O irmão de Silas, Samuel Malafaia (DEM), é deputado estadual pelo Rio de Janeiro e membro da Executiva Estadual do partido. Apesar de nunca ter se candidatado a nenhum cargo, Silas Malafaia sempre demonstrou bastante familiaridade com a política e proximidade com vários políticos da velha guarda, muitos deles também ligados a grupos evangélicos.

Recentemente, Malafaia acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em uma visita a Manaus, acompanhado de outros dois pastores. O pastor estaria, ainda que timidamente, medindo a temperatura ambiente nesse período pré-campanha ou apenas se aproveitando da popularidade desses políticos para se promover?

Ex-presidente Lula e o deputado Marcelo Freixo

Leia em: < 1 minuto

O deputado federal Marcelo Freixo, pré-candidato ao governo do Rio, sairá do PSOL (filiado desde 2005) e está de malas prontas para o PSB.

Freixo se reúne com ex-presidente Lula no Rio para articular candidatura ao governo do Rio pelo PSB.

Romário nega veemente as acusações feitas por Cabral

Leia em: < 1 minuto

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, disse em sua delação premiada que o senador Romário (PL) teria acertado com MDB de receber R$ 5 milhões, para apoiar a candidatura de reeleição a governador de Luiz Fernando Pezão, em 2014. Do valor acertado, segundo Cabral, Romário teria recebido R$ 3,5 milhões e o pagamento teria sido viabilizado por Hudson Braga, então subsecretário estadual de Obras do governo.

Para isso, Braga teria usado a estrutura financeira montada no governo Cabral, a chamada “taxa de oxigênio”, 1% do valor de contratos públicos pagos pelas empreiteiras como forma de propina. Além do dinheiro, Cabral teria acordado que Romário poderia indicar o presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec).

Em nota, através de sua assessoria de imprensa, o senador Romário respondeu que: “Essas delações têm servido amplamente para difamar adversários políticos para conseguir benefícios judiciais, sem que nada tenha sido provado”. 

Morre, aos 66 anos, o ex-deputado Jorge Picciani

Leia em: < 1 minuto

Jorge Picciani, foi ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e comandou o MDB por mais de uma década.

Picciani morreu esta madrugada em São Paulo e será enterrado no Rio de Janeiro.

Ele tinha 66 anos, tratava de um câncer na bexiga e estava internado desde o dia 8 de abril no Hospital Vila Nova Star.

//

Cachorro era do município de Duque de Caxias

Leia em: < 1 minuto

O Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal esta semana. O Rio não registra casos de raiva em cães e gatos desde 1995. O caso foi encaminhado por um veterinário de Duque de Caxias, que prestou atendimento a um cão que morreu no dia 6 de maio.

Segundo o Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Controle de Zoonoses e Agropecuária (Ivisa-Rio), a Secretaria de Estado de Saúde e o Sistema de Informação de Agravo de Notificação (Sinan) foram informados e a amostra retirada do animal foi encaminhada ao Instituto Pasteur para determinação da variante viral.

De acordo com o Ivisa-Rio, o animal teve contato direto com um morcego no dia 26 de março e não houve agressão à tutora do cachorro ou aos profissionais de saúde que o atenderam.

O instituto informou que será feita vacinação antirrábica nos dias 15 e 22 maio nos bairros vizinhos ao município de Duque de Caxias. Neste sábado (15), serão imunizados os animais de Parada de Lucas, Vigário Geral e Jardim América, na zona norte do Rio de Janeiro. Da Agência Brasil

Governador Cláudio Castro

Leia em: < 1 minuto

O governador Cláudio Castro virou alvo de um pedido de impeachment do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) em função da operação policial no Jacarezinho, que resultou em 28 mortes, entre elas a de um policial.

Segundo o parlamentar, Castro cometeu crime de responsabilidade por descumprimento da decisão do STF e permitir a operação da Polícia Civil no Jacarezinho.

A petição do deputado, que foi protocolada na Alerj junto ao presidente da casa André Ceciliano, com base no artigo 146 da Constituição Estadual do Rio de Janeiro, que diz que é crime de responsabilidade do governador que atentar contra: a existência da União, do Estado ou dos Municípios; o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e do Ministério Público; o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais; a segurança interna do país ou do estado, entre outros.

Notícias mais lidas

Outros assuntos