Bekos

//

Durante ação conjunta com a polícia civil, foram recuperados 700 mil quilowatts-horas (KWh) de energia, em apenas uma unidade da zona rural

Leia em: 2 minutos

Em operação realizada no município de Alcobaça, a Coelba, em conjunto com a Polícia Civil e Técnica de Teixeira de Freitas, flagrou uma fazenda produtora de café com furto de energia nas instalações. A irregularidade desativada representou um desvio de 700 mil quilowatt-hora (KWh), energia suficiente para abastecer mais de seis mil residências durante um mês, o equivalente para abastecer o município de Jucuruçu por 2 meses.

No trabalho de perícia, realizado por técnicos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas, foram retirados 150 metros de cabos, um transformador clandestino, isoladores e demais equipamentos que eram utilizados em uma rede elétrica construída para levar a energia furtada até a unidade.

O desvio de energia já ocorria há aproximadamente cinco anos. O valor da energia desviada será recuperado através da cobrança ao proprietário da fazenda, que responderá pelo crime de furto de energia. A partir deste valor será realizada a arrecadação de impostos Estaduais e Federais que são revertidos para sociedade.

A fazenda alvo desta operação foi mapeada através de análises dos softwares da Coelba, associados a sensores inteligentes que controlam o fluxo de energia elétrica na rede de distribuição, e que auxiliaram as ações de investigação de campo. O “gato de energia” encontrado representava, ainda, um risco a segurança para a população local, uma vez que a ligação foi feita fora dos padrões técnicos.

CRIME E DENUNCIAS
A Coelba ressalta que o furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. Por isso é importante a denúncia de fraudes e furtos de energia. O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. As denúncias são feitas de forma anônima através do telefone 116 ou pelo site, na parte de Serviços, na aba Denúncia de Irregularidade.

//

O atendimento ao público foi ampliado e passou a ser feito também pelo WhatsApp (71) 3370-6350, Facebook e pelo site oficial

Leia em: < 1 minuto

Os clientes da Coelba, que possuem contas de energia elétrica com mais de 180 dias de atraso, têm até sexta-feira (16) para participar da campanha Saldão 30%O desconto pode ser aproveitado por clientes de todas as classes, podendo ser residencial, comercial, industrial, poder público ou qualquer outro que possua faturas com mais de seis meses de atraso no pagamento. Para participar do Saldão basta entrar no portal de negociações da Coelba. ​

A Campanha Saldão 30% é mais uma iniciativa da Coelba com a finalidade de contribuir com seus clientes durante a pandemia. Nos últimos 12 meses, a concessionária ampliou as formas de pagamento digital, com possibilidades de quitação via PicPay, Pix, RecargaPay e débito em conta, além dos agentes bancários tradicionais. A fatura pode ser entregue via e-mail, para evitar contato com o papel e contribuir com o isolamento social e meio ambiente.

//

Os documentos comprovam as dívidas deixadas pela ex-gestora

Leia em: < 1 minuto

Apesar das dificuldades financeiras que estão sendo enfrentadas pelo município de Arataca, por conta de dívidas herdadas da gestão anterior, o prefeito Fernando Mansur (PSD) tem buscado incessantemente, meios que possam regularizar tais dívidas. Ele reconhece que levará tempo para sanar os débitos que entre as despesas estão a Coelba e Embasa, mas que não deixará de pagar tudo que estiver pendente.

Ele informa que existe dívida no valor de R$ 1.218.521,09 referente a convênio de consignação. Também existe um outro consignado de servidores do município no valor de R$ 6.667,29. Já com a Embasa, o débito soma R$ 198.499,76, e com a Coelba R$ 249.287,74.

Fazendo uma soma somente destes débitos levantados até o momento, a dívida atual da Prefeitura Municipal de Arataca chega a R$ 1.672.975,88.

Uma dor de cabeça para o atual gestor, Fernando Mansur, onde buscará colocar Arataca novamente nos trilhos.

 

Notícias mais lidas

Outros assuntos