//

MP solicitou que Justiça condene prefeitura e Embasa ao pagamento de R$ 500 mil em razão da má qualidade da água fornecida

Leia em: < 1 minuto

O Ministério Público da Bahia ajuizou ontem (25.janeiro) uma ação civil pública contra a prefeitura de Brumado e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para que os órgãos façam o controle de qualidade da água que tem sido fornecida à população. De acordo com o MP, os acionados devem fornecer a água de acordo com os padrões legais do Ministério da Saúde.

O MP pediu, também, que a Justiça determine que a prefeitura e a Embasa realizem a desinfecção periódica do sistema de distribuição, além de adotar outras ações necessárias para a manutenção preventiva e corretiva da água. Os órgãos devem, nos próximos 60 dias, elaborar material informativo sobre os cuidados com a limpeza dos depósitos de água como cisternas e caixas d’água.

Na ação, o Ministério Público requer que a Justiça condene os acionados ao pagamento, de forma solidária, de R$ 500 mil em razão do fornecimento de água de má-qualidade à população.

//

Serviço da Embasa deve ser concluído ainda na segunda-feira e, logo depois, abastecimento vai ser retomado

Leia em: < 1 minuto

A Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai interromper o abastecimento de água na zona sul e na região central de Ilhéus na próxima 2ª feira (9.janeiro). A empresa vai modernizar os equipamentos elétricos da área de captação do Rio do Engenho e, por isso, é necessário suspender a distribuição de água.

A conclusão do serviço está prevista para às 21h de segunda-feira e, logo depois, vai ser retomado o abastecimento, gradativamente. A estimativa é que a normalização aconteça em até 36 horas. A orientação é que a população use o recurso racionalmente para evitar o desabastecimento.

As localidades afetadas são Pontal, Nelson Costa, Urbis, Nossa Senhora da Vitória, Mambape, Ilhéus II, Cururupe, Ceplus, Barreira, Sapetinga, Jardim Atlântico, Condomínio Sol & Mar, Couto, Santo Antônio, Litoral Sul e adjacências.

//

Embasa solicitou reajuste de 13,35% nas tarifas

Leia em: 2 minutos

O governo de Jerônimo Rodrigues (PT) vai começar marcado por alguns aumentos, a exemplo do ICMS e das tarifas de água da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento). No caso da Embasa, a empresa solicitou à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) o reajuste de 13,35% na tarifa dos serviços.

De acordo com a Embasa, esse percentual corresponde à recomposição inflacionária do preço dos insumos envolvidos na prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, como energia elétrica e produtos químicos, e é fundamental para a manutenção da sustentabilidade financeira da empresa.

Ainda segundo a empresa, o novo marco do saneamento básico determina que as empresas devam alcançar uma cobertura de 99% de atendimento de abastecimento de água e 90% de atendimento de esgotamento sanitário nas áreas atendidas até 2033 e, dessa forma, é preciso haver investimento e, consequentemente, gastos.

Infelizmente, é mais um reajuste que o consumidor vai ter que incluir no orçamento e tentar equilibrar no final de cada mês. Pode parecer pouco esse aumento, mas, quando somado às demais despesas, vira uma bola de neve difícil de segurar. 

CLIQUE AQUI E LEITA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

FILA DA MORTE❗ Feira de Santana tem 23 pacientes aguardando transferência para hospitais pela Central de Regulação estadual

//

Leia em: < 1 minuto

A Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) divulgou um comunicado para informar a população sobre a realização de um serviço de manutenção nos equipamentos do sistema integrado de abastecimento de Salvador. Por esse motivo, o fornecimento de água vai ser interrompido na próxima segunda-feira (7.novembro) a partir das 8h.

De acordo com a empresa, a previsão é que o serviço seja concluído às 16h do mesmo dia e o abastecimento vai ser retomado de forma gradativa em até 24 horas. Por causa dessa situação, a empresa pede para que os moradores dos bairros afetados usem a água armazenada nos tanques de forma econômica para evitar o desabastecimento.

Confira a lista dos bairros afetados ⬇️

Alto do Coqueirinho
Arenoso
Arraial do Retiro
Bairro da Paz
Barreiras
Brotas
Boca do Rio
Cabula
Cabula VI
Calabetão
Caminho das Árvores
Cosme de Farias
Costa Azul
Curuzu
Doron
Engomadeira
IAPI
Imbuí
Itaigara
Itapuã
Jardim Armação
Jardim Santo Inácio
Liberdade
Mata Escura
Mussurunga
Narandiba
Novo Horizonte
Patamares
Pernambués
Pero Vaz
Piatã
Pituaçu
Pituba
Resgate
Retiro
Saboeiro
Santa Mônica
São Cristóvão
São Gonçalo
Stella Maris
Stiep
Sussuarana
Tancredo Neves
Trobogy

Inscrições seguem até o dia 30 de agosto e provas vão ser aplicadas em 23 de outubro

Leia em: < 1 minuto

No último sábado (30.julho), foi publicado o edital de abertura do concurso da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento), que vai ofertar 930 vagas para níveis médio, técnico e superior. As inscrições seguem até o dia 30 de agosto e podem ser feitas pelo site www.institutoaocp.org.br.

As provas objetivas e discursivas vão ser aplicadas no dia 23 de outubro em Salvador, Barreiras, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista e Paulo Afonso. As vagas disponíveis vão ser distribuídas em 167 cidades do estado.

O valor das inscrições varia de acordo com a formação do candidato. Para nível médio, o valor é de R$ 65, para nível técnico é de R$ 80 e, para nível superior, o valor é R$ 110.

Boa sorte aos interessados!

Clínicas têm solicitado descredenciamento do plano de saúde por falta de pagamentos

Leia em: < 1 minuto

Os trabalhadores da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) estão denunciando o serviço prestado pelo plano de saúde Promédica na região Sul do Estado. De acordo com os servidores, é frequente o descredenciamento de clínicas e, consequentemente, falta de atendimento especializado ofertado pela operadora.

Ainda segundo os funcionários, na maioria das vezes, a alegação das clínicas para deixarem de atender o plano de saúde é a falta de pagamento. Além disso, o plano tem limitado o valor de reembolso a R$ 200 nos casos em que é preciso antecipar do próprio bolso o pagamento da consulta quando não há especialista na cidade.

O Sindae (Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia) já enviou uma notificação à Embasa para sinalizar a situação do plano de saúde. O objetivo é que os atendimentos sejam regularizados em Senhor do Bonfim, Eunápolis, Jequié e Teixeira de Freitas e a empresa adote medidas mais enérgicas para restabelecer os atendimentos aos usuários.

Distritos de José Gonçalves, São Sebastião, São Domingos, Itaipu e Baixa do Cedro vão ser afetados, mas serviço vai ser normalizado nas 72 hora seguintes

Leia em: < 1 minuto

Na próxima 2ª feira (16.maio), a Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai interromper o abastecimento em algumas localidades de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. De acordo com a empresa, um serviço de melhorias na captação da barragem de Água Fria II vai ser realizado e, por esse motivo, é necessário interromper o fornecimento de água.

As localidades de José Gonçalves, São Sebastião, São Domingos, Itaipu e Baixa do Cedro vão ficar sem água, mas o serviço vai ser restabelecido, gradativamente, durante as 72 horas seguintes. Dessa forma, a orientação da Embasa é que a população utilize a água armazenada nos tanques de forma criteriosa até que a situação seja normalizada.

//

Leia em: 2 minutos

O vereador Tandick Resende (Cidadania) cobrou à Embasa uma solução definitiva para os inúmeros esgotos a céu aberto espalhados por toda a cidade. “Existem lugares que o esgoto está aberto há anos e os moradores continuam pagando a taxa de esgoto, isso não pode continuar”, reivindicou o vereador.

Segundo Tandick, os moradores das ruas afetadas relatam ter que conviver com o risco iminente de doenças e problemas de saúde causados pelos dejetos espalhados a céu aberto. “O que a Embasa está fazendo na nossa cidade atenta contra a saúde pública”, complementou o edil.

Além dos problemas na prestação do serviço do esgotamento sanitário, Tandick apontou que a pavimentação das ruas também vem sendo destruída por conta das falhas na prestação de serviço da empresa, “eles [Embasa] começam uma obra de manutenção ou implementação do esgotamento em uma rua e, quando terminam o serviço, não deixam a pavimentação da mesma forma que estava antes”, explicou Dr. Tandick

O parlamentar falou que as cobranças da população em relação à reparação das vias públicas danificadas pela Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) chegam todos os dias e que a empresa precisa dar uma solução para essa problemática. “A Embasa tem destruído praticamente toda a parte de via pública de Ilhéus”, concluiu.

Reiterando as cobranças realizadas à Embasa, Tandick apresentou nos últimos dias os Requerimentos Legislativos nº 267-268/2022, que cobram solução para essa problemática em algumas ruas da cidade.

//

Leia em: < 1 minuto

O abastecimento de água nos bairros da região centro-oeste de Ilhéus será interrompido nesta 2ª feira (25.abril) devido à necessidade de adequação operacional na Estação de Tratamento de Água no Centro.

Os locais afetados são: Malhado, Esperança, Teresópolis, Pacheco/Boa Vista, Conquista, Basílio, Tapera, Teotônio Vilela, Banco da Vitória, Moradas do Porto, Vila Cachoeira e Salobrinho.

A previsão é que o serviço seja concluído até às 18h ainda de 2ª feira (25,abril), quando será iniciada a retomada gradativa do abastecimento com estimativa de regularização completa nas 36 horas seguintes.

//

Serviço de manutenção na Estação de Tratamento de Água deve ser concluído até às 18h

Leia em: < 1 minuto

Amanhã (2.abril), a Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai interromper o abastecimento de água em alguns bairros da zona norte de Ilhéus. Segundo a empresa, a medida é para realizar uma manutenção na Estação de Tratamento de Água e a previsão é que o serviço seja concluído até às 18h.

Os moradores dos bairros Iguape, Distrito Industrial, São José, Novo Ilhéus, Jardim Savóia, Barra, São Domingos, São Miguel, Sambaituba, Aritaguá e adjacências devem fazer uso racional da água para que os reservatórios não fiquem desabastecidos durante o período.

Notícias mais lidas

Outros assuntos