Jerônimo Rodrigues enfrenta vaias no São João de Amargosa // 📷 Reprodução/Youtube da TVE

Leia em: < 1 minuto

Na noite deste domingo (23.junho), durante as festividades do São João Raiz de Amargosa, o governador Jerônimo Rodrigues (PT), foi recebido com vaias e manifestações de descontentamento pelo público presente no evento tradicional no recôncavo baiano. Jerônimo estava acompanhado pelo prefeito do município Júlio Pinheiro (PT).

Surpreendido pelas vaias, o governador Jerônimo respondeu com um gesto irônico, fazendo “um coraçãozinho” com as mãos em direção à multidão. A reação não foi bem recebida pelo público, e o governador logo deixou o palco, deixando o cantor Flávio José sem entender o que estava acontecendo.

Encontro aconteceu hoje na capital baiana

Leia em: < 1 minuto

Nesta quarta-feira (24.janeiro), o governador do estado, Jerônimo Rodrigues (PT), recebeu o prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), em seu gabinete na capital baiana. Alguns secretários estaduais também participaram da reunião que discutiu o investimentos em mais obras para um dos maiores municípios do Sul da Bahia.

Nas redes sociais, o governador publicou algumas fotos e disse que o encontro foi positivo: “Nos reunimos para abrir mais um espaço de diálogo sobre novas obras de infraestrutura para a cidade, que beneficiarão a produção local, a mobilidade e a educação da nossa região”.

Neto se posicionou depois que um trabalhador foi assassinado por traficantes no Engenho Velho da Federação

Leia em: < 1 minuto

O ex-prefeito de Salvador e atual secretário-geral do União Brasil, ACM Neto, voltou a criticar o governador Jerônimo Rodrigues (PT), que o derrotou nas eleições de 2022. Segundo Neto, os índices de violência no estado são assustadores e a Bahia está “nas mãos dos bandidos”.

As declarações do ex-prefeito foram feitas depois que um morador da capital baiana foi assassinado por traficantes do Comando Vermelho por, supostamente, não deixar a facção instalar câmeras de videomonitoramento e internet no poste da casa dele.

Nas redes sociais, ACM relembrou os números de violência no estado no início deste ano: “Os primeiros dias de 2024 na Bahia foram de estrago na violência – não que em 17 anos de governos do PT tenham sido melhor em algo. Ontem, um trabalhador foi assassinado no Engenho Velho da Federação porque não seguiu as regras da facção que manda e desmanda no bairro”.

Neto disse que Jerônimo não tem tomado atitudes para frear os números negativos: “O governador insiste em cruzar os braços e minimizar o tamanho do problema. As consequências da falta de comando e de políticas públicas eficientes são trágicas”.

Assinatura acontece na sede do Senai Cimatec em Salvador

Leia em: < 1 minuto

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), vai assinar, ao lado do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o acordo de parceria entre o Governo Federal e o estado da Bahia para a implantação do Parque Tecnológico Aeroespacial da Bahia. A assinatura vai acontecer na sede do Senai Cimatec, em Salvador, na próxima quinta-feira (18.janeiro), às 10h.

O documento formaliza a criação do equipamento com o objetivo de promover o desenvolvimento regional da indústria aeroespacial. O parque será instalado, futuramente, na Base Aérea de Salvador. O Parque Tecnológico será um ambiente dedicado ao fomento do ensino, à realização de pesquisas avançadas e à promoção da inovação no campo aeroespacial.

//

Governador Jerônimo Rodrigues disse que aguarda os chineses para iniciar sondagem

Leia em: < 1 minuto

O ex-prefeito de Salvador e ex-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (UB), criticou a decisão do governador Jerônimo Rodrigues (PT) de adiar as obras de construção da ponte Salvador-Itaparica. Jerônimo chegou a dizer que a sondagem começaria no dia 8 de janeiro, mas, nessa quarta-feira (10.janeiro), anunciou “que aguarda os chineses porque foi o compromisso feito pela Embaixada e pelo líder do consórcio”.

Para ACM Neto, a promessa de construção do equipamento já virou ladainha: “Infelizmente, faltam até palavras pra definir o que virou essa novela da ponte Salvador-Itaparica. Depois de culpar o vento, responsabilizar o presidente chinês e inventar tantas outras ladainhas, o governador Jerônimo Rodrigues tem a coragem de começar o ano lançando mais uma lorota”.

Neto disse, ainda, que é preciso tratar a obra com comprometimento: “Do lado de cá, não vamos cansar de lembrar que a construção da ponte é uma obra muito importante para a Bahia e precisa ser tratada com mais seriedade, responsabilidade e respeito à população”.

Jerônimo vai visitar obras e participar de inaugurações em Itapé e Ubaitaba

Leia em: < 1 minuto

O governador do estado, Jerônimo Rodrigues (PT), vai visitar a região Sul da Bahia amanhã (28.dezembro). Por volta das 9h, Jerônimo vai até Itapé para visitar a obra do Estádio Municipal, as obras de requalificação da Praça Fenelon Santos, além da construção da ponte sobre o Rio Cachoeira na altura da BA-120. Jerônimo também vai entregar a pavimentação em paralelepípedo de algumas ruas da cidade e receber o título de Cidadão Itapeense.

Por volta das 14h, em Ubaitaba, o governador vai inaugurar a nova sede da delegacia de Polícia Civil e entregar a pavimentação em paralelepípedos dos bairros Armandão e Ruinha 2.

//

Policlínica vai beneficiar moradores de Ilhéus, Canavieiras, Coaraci, Gongogi, Itacaré, Maraú, Santa Luzia, Ubaitaba, Una e Uruçuca

Leia em: < 1 minuto

Na próxima segunda (11.dezembro), a partir das 9h, mais uma Policlínica Regional será entregue pelo Governo do Estado. A unidade, localizada na Rodovia Jorge Amado, em Ilhéus, será inaugurada pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT).

O governador também entregará seis vans e seis micro-ônibus para atender a população que utilizará os serviços da unidade. A Policlínica Regional vai oferecer consultas especializadas, pequenos procedimentos cirúrgicos e exames de média e alta complexidade.

Ainda em Ilhéus, Jerônimo vai entregar uma Unidade Básica de Saúde no Banco da Vitória. O local vai atender a demanda de cerca de seis mil habitantes ao disponibilizar consultórios médicos, odontológicos e de enfermagem, além de salas de vacina e curativos.

//

Caso PL seja aprovado, alíquota do ICMS vai passar de 19% para 20,5%

Leia em: < 1 minuto

O ex-prefeito de Salvador e ex-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (UB), criticou o Projeto de Lei que foi encaminhado à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT) e eleva a carga tributária do ICMS. Caso o PL seja aprovado, a alíquota vai passar de 19% para 20,5% a partir de 1º de janeiro de 2024.

Ao criticar o governo, Neto questionou porque não existe tanta agilidade para melhorar alguns índices importantes no estado: “Por que eles não atuam com a mesma velocidade para reduzir a violência, para melhorar a qualidade da educação pública da Bahia, para reduzir o desemprego e para tirar milhares de pessoas da fila da regulação?”.

Segundo o ex-prefeito da capital baiana, o pior é perceber que o imposto arrecadado não é investido na população: “O pior de tudo é que a gente paga imposto e, quando vai ver a qualidade do serviço público, da devolutiva, é uma vergonha, porque a Bahia é o estado mais violento do Brasil, o que tem mais desempregados e ocupa o penúltimo lugar na qualidade de ensino. Se isso não bastasse, o povo está morrendo na fila da regulação”.

Bastidores da política regional: Tem ex-prefeito cobiçado, briga interna de partido, ruptura de alianças e muitas articulações mirando 2024

Leia em: 10 minutos

🗣️ Para bom entendedor, meia palavra basta

O vereador de Itabuna, Diego Pitanga (por enquanto no PT), sinalizou ao prefeito Augusto que o líder político dele chama-se Lúcio Vieira Lima. Isso porque Pitanga chegou a ser nomeado assessor da secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado e comemorou a notícia: “Que o Senhor me abençoe nessa nova missão. Gostaria de agradecer ao amigo e governador Jerônimo Rodrigues (PT) pela confiança. Gratidão é a palavra”.

Acontece que o secretário da pasta é Dr. José Antônio Maia, ligado ao MDB de Vieira. Entendeu ou não? O recado de Pitanga foi bastante claro: Não valorizou, mas tem quem me valorize!

Na última sessão realizada na Câmara de Itabuna, Pitanga já havia demonstrado certa insatisfação com a gestão municipal ao criticar a demora do governo em realizar melhorias na localidade onde mora, mesmo ele tendo feito a solicitação há meses.

O pior é que o prefeito Augusto não rebate as críticas de Lúcio, logo, perdeu um soldado da política itabunense vindo em uma velha caixa de surpresa. Inclusive, Pitanga deixou no ar que o seguro morreu de velho, ou seja, escreveu, não foi atendido, bye bye. Revés para AC!

Esta Coluna Balão tentou manter contato com o setor jurídico da Câmara de Itabuna para entender se o vereador vai acumular as funções no município e no estado, mas não obteve retorno até o fechamento dessa edição.

📝 Recado da política (1)

Na política, é difícil alguém conseguir dizer que coloca a mão no fogo por outra pessoa.

📝 Recado da política (2)

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje! Enquanto ninguém acorda, o amanhã fica cada vez mais distante.

🥊 GS vs RP: Na mesma mesa, não!

Já diria o saudoso radialista e ex-vereador Roberto de Souza (escute o áudio ⬇️): Não convidem para a mesma mesa!

Nesse caso, a situação envolve o ex-prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (PT), e o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT). Recentemente, Simões disse que, se Rosemberg morasse em Itabuna, ele não apoiaria a reeleição do prefeito Augusto Castro (PSD). Bateu seguro, hein?

Por sua vez, Pinto sabe que não tem “jeitinho” político no PT e vai tentar inviabilizar a candidatura de Geraldo dentro do partido. Para isso, já alinhou uma reunião com alguns membros sob a liderança do vereador licenciado, Manoel Porfírio (PT), com o objetivo de fortalecer o apoio a Augusto Castro.

A briga interna no PT de Itabuna começou há algum tempo, mas essa confusão só deve acabar depois das convenções de 2024. Até lá, Porfírio conta com a ajuda de Pinto para auxiliar na queda de braço contra Simões e o presidente de honra do MDB na Bahia, Lúcio Vieira Lima.

O duelo é antigo, mas novos capítulos devem ir ao ar em breve!

👀 Azevedo é cortejado

Apesar de “parado” politicamente, o ex-prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (por enquanto no PDT), está sendo cortejado por vários partidos para oficializar a pré-candidatura a prefeito em 2024, no entanto, quem conhece o jeito de AZ, sabe que ele só vai tomar uma decisão aos 45 minutos do segundo tempo.

Azevedo vem de cinco derrotas consecutivas nas urnas; três para prefeito e duas para deputado. De concreto, até agora, é o fato do Capitão estar na quarta sigla e caminhando para a quinta.

Será que ele vai ter pulso firme para arcar com a própria decisão ou vai deixar Salvador definir o seu futuro (de novo)?

✅ Marão enfrenta maré revolta em Ilhéus

Bento, Marão e Fábio Júnior.

O prefeito de Ilhéus, Marão (PSD), está com uma batata assando na mão, mas, pelo visto, vai esperar queimar os dedos para tomar uma atitude. Alguns casos polêmicos envolvendo os secretários Fábio Manzi Júnior (Turismo) e Bento Lima (Gestão) vieram à tona recentemente, mas o gestor escolheu o silêncio.

Na semana passada, Fábio foi parar na delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos sobre uma suposta ameaça feita à esposa. Maria da Penha ou não, o fato é que Júnior chegou ao local acompanhado de dois advogados, pagou fiança e foi liberado. Já Bento Lima foi alvo de uma operação da Polícia Federal, mas permanece tranquilamente no governo.

Enquanto isso, Marão não se posiciona e finge que nada está acontecendo dentro da prefeitura. Que coisa, hein?

❗ Senado Político Itabunense (SPI)

O cerimonialista Paulo Lima, que preside o SPI (Senado Político Itabunense), convidou Lúcio Vieira Lima para comparecer ao local. Em alguns momentos, Lima teve que colocar “ordem” na sessão por causa dos ânimos exaltados de alguns presentes.

O Senado vem dando um show ao propor discussões políticas voltadas para o desenvolvimento de Itabuna. Parabéns a todos os “Senadores”!

❓ Danilo da Nova Itabuna no MDB?

O dono do controle do MDB na Bahia, Lúcio Vieira Lima, convidou o vereador Danilo da Nova Itabuna (UB) para se filiar à legenda. Assista ao vídeo ⬇️!

🚫 Mangabeira no circuito

Lúcio Vieira Lima chamou Dr. Mangabeira (PL) para conversar com o ex-prefeito Geraldo Simões. Escute ⬇️ o posicionamento do ex-candidato a prefeito de Itabuna e ex-candidato a deputado:

 

🔍 França sem expressão

O pré-candidato a prefeito de Itabuna pelo PL, Chico França, rebateu a foto de Mangabeira e Lúcio na rede social: “Outras fotos podem circular como quiserem, mas, a foto de verdade é essa!”.

França é tecnicamente capacitado, porém, segue sem expressão política e, principalmente, sem carisma e proximidade com o povo.

😎 Púlpito diferente

O convidado do Senado Itabunense, Lúcio Vieira Lima, chegou alguns minutos atrasado e excedeu o período de funcionamento do Café Pomar. O experiente político não perdeu o rebolado e subiu em um banco na Avenida Cinquentenário para responder a todas as perguntas feitas pelos Senadores.

🔰 Presentes

O ex-vereador de Itabuna, Clóvis Loiola, marcou presença no Senado para ouvir as palavras de Lúcio.

Loiola chegou a ser condenado a 19 anos e cinco meses de prisão em regime fechado por causa de contratações irregulares de empresas por meio de processos licitatórios nulos e fraudulentos. O caso aconteceu em 2012.

💡 João antenado

Quem também esteve presente no Senado foi o presidente do PMN municipal, João Preto. Será que ele estava representando o deputado estadual Pancadinha (Solidariedade)? Perguntar não ofende!

🔄 Aproximação de fininho ou jogo lá e cá?

No último sábado, o vereador Solon Pinheiro (Solidariedade) posou com Geraldo Simões e Lúcio Vieira Lima. O ato pode representar uma tímida aproximação?

O mais estranho é que, menos de 24 horas depois, no domingo pela manhã, Solon correu para abraçar o prefeito Augusto Castro. Na política, essa jogada é conhecida como “lá e cá”.

Abre o olho, Solon! Tem colega de mandato que tirou foto com o grupo da oposição e, depois, ficou parecendo folha de papel em branco com medo do gestor municipal ficar sabendo.

🕹️ Sem controle

No quesito Segurança Pública da Bahia, o governador Jerônimo Rodrigues (PT) ainda não mostrou resultados. Talvez se ele tivesse o mesmo empenho que tem para viajar, o cenário baiano seria outro.

Falou em viajar, Jerô é o rei! Ele ganha disparado até para o ex-governador e atual ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa (PT). E olha que o apelido de Rui era “correria”. Imagine!

Enquanto o rei Jerô sobe e desce pra cima e pra baixo, a Bahia segue sem controle com cada vez mais registros de crimes contra a vida. Situação preocupante!

📷 Foto de Feijão Almeida

🥳 Cansou de pedir

O vereador da base do prefeito Augusto Castro, Piçarra (Solidariedade), deve ter cansado de esperar o poder público e resolveu “meter a mão na massa” para recuperar uma passarela localizada no Bairro Fonseca.

Nas redes sociais, o edil soltou o verbo: “Vereador Piçarra e equipe fizeram um grande mutirão para a recuperação da passarela na rua Betildes Fonseca”.

A verdade é que, para garantir os votos, cada um vai se virando como pode!

🥱 Calado!

Segundo informações obtidas por esta Coluna Balão, o vereador Glebão (PDT) fica calado nas sessões por motivos de saúde já que sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) há pouco tempo.

Enquanto isso, Itabuna está esperando o edil pegar no microfone e falar em nome do povo.

🛑 PSOL Bahia sob novo comando (1)

Um dos fundadores do PSOL, o servidor público Zem Costa, foi derrotado na convenção estadual do partido realizada nesse final de semana em Salvador. Por apenas seis votos de diferença, Zem não foi escolhido para comandar a legenda na Bahia.

Mesmo com a derrota, Zem foi escolhido delegado da sigla e vai até Brasília, em breve, para representar o PSOL e lutar pelo acolhimento das pautas defendidas pelo Partido Socialista.

Sobre as eleições municipais de 2024, Zem disse que não vê empecilho em apoiar a pré-candidatura de Geraldo Simões, mas que não pode responder pela legenda: “Eu não tenho problema nenhum em sentar e apoiar Geraldo, que é um cara de esquerda e que eu gosto muito, mas eu não posso mais falar pelo partido. A gente precisa sentar e discutir”.

🛑 PSOL Bahia sob novo comando (2)

O ex-candidato a vice-governador da Bahia, Ronaldo Mansur, foi o presidente eleito do PSOL ao conquistar 106 votos dos delegados. Após a vitória, Mansur disse que pretende transformar o partido na maior força política da esquerda socialista.

Ronaldo lidera a corrente Revolução Solidária e planeja ter candidaturas próprias a prefeito em vários municípios da Bahia no próximo ano. O partido, inclusive, decidiu se afastar da composição do governo Jerônimo e entregar todos os cargos de confiança.

👠 Representação feminina

A líder política e técnica de Enfermagem em Itabuna, Solange da Saúde, posou ao lado do novo presidente do PSOL e comemorou o resultado. Para ela, o grande objetivo, a partir de agora, é buscar o alinhamento e o fortalecimento da sigla que tem 18 anos de existência.

📣 Quem não ouve conselho…

O vereador Luiz Júnior da Saúde (DC) não perdeu a chance de cutucar o prefeito Augusto Castro. Ao criticar a atuação da secretária municipal de Infraestrutura, Sônia Fontes, o edil mandou um recado para a gestão: “Augusto, toma cuidado com o secretariado!”.

Vale ressaltar que o vereador faz parte da base aliada, mas, assim como alguns aliados, não está satisfeito com os pedidos feitos e não atendidos pelo secretariado.

Dizem por aí que, se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia. Vai entender, né?

2️⃣ Nos dois lados

Nos bastidores, interlocutores comentam que o deputado estadual Pancadinha anda conversando com o governador Jerônimo. Vale ressaltar que o Solidariedade, partido ao qual é filiado, já compõe a base do governo estadual.

Pancadinha, no entanto, foi eleito com o apoio do ex-prefeito de Salvador e ex-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (UB), a quem demonstra extrema gratidão.

Hoje, ao participar de uma reunião ao lado do prefeito da capital baiana, Bruno Reis (UB), ele se declarou como componente da bancada da minoria. Então, tá!

🍽️ Almoço político

A ex-vereadora de Itabuna, Charliane Sousa, pode estar com os pés de volta ao MDB, partido pelo qual chegou a se candidatar à prefeitura de Itabuna no pleito de 2020.

Após a passagem do mandachuva Lúcio Vieira Lima pela cidade, Charliane iniciou diversas reuniões, inclusive com o empresário do ramo esportivo, Roberto Lemos, mais conhecido como Beré da Mangabinha, que é pré-candidato a vereador. Beré já atuou como assessor político e estava acompanhado pelo empresário do ramo farmacêutico, Railan Silva (de vermelho).

Não existe almoço de graça, né? Qual será que foi a pauta discutida entre o trio e que pode acender o farol de alguns políticos itabunenses?

⚠️ Cada vez mais longe!

Quem se perdeu no caminho entre as eleições gerais de 2022 e as municipais de 2024 foi o Dr. Isaac Nery (por enquanto no Republicanos). O ditado popular diz que “diga-me com quem andas e lhe direi quem és”, porém, politicamente, o médico não anda com ninguém e continua pregando o extremismo por aí.

O viés escolhido por Dr. Isaac pode custar caro em 24 porque, sozinho, ele tende a ficar cada vez mais longe do Centro Administrativo Firmino Alves.

Matheus Vital é editor de Política do Pauta Blog. Envie a sua sugestão de pauta: matheus@pauta.blog.br

Aliado de Jerônimo Rodrigues, Júnior Muniz dispara contra Rosemberg Pinto: "O líder tem que respeitar o deputado!"

Leia em: 2 minutos

O deputado estadual Júnior Muniz (PT) demonstrou ter ficado incomodado com uma atitude do também deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Rosemberg Pinto (PT). Segundo Muniz, ele foi procurado pela secretária de Pinto com um pedido para que ele não assinasse a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Planserv.

Nos corredores da Alba, Muniz disparou: “Vou assinar a CPI que aparecer. Me ligaram agora com a secretária do líder pra não assinar a CPI. Quem tem que ligar pro deputado é o líder. O líder tem que respeitar o deputado. Vou assinar qualquer CPI que aparecer”.

Ao site BNews, o líder do governo na Alba disse que não tem conhecimento da irritação do deputado: “Eu, na realidade, não ouvi nenhuma fala do deputado Júnior Muniz. Eu tenho orientado a todos deputados e deputadas que não assinem nenhuma CPI para que a gente possa tomar uma decisão coletiva porque CPI, às vezes, ao invés de ajudar a resolver o problema, acaba desdobrando para determinadas questões que agudizam o problema e não buscam uma solução”.

Após toda a polêmica, o deputado Júnior Muniz voltou atrás e anunciou que vai retirar a assinatura do requerimento que autoriza a instalação da CPI. Segundo ele, o secretário estadual de Relações Institucionais, Luiz Caetano, pediu para que ele reconsiderasse a decisão e não se posicionasse contra o governo dessa forma. 

Notícias mais lidas

Outros assuntos