Antes da fusão, Democratas de Itabuna era comandado pelo vice-prefeito Enderson Guinho

Leia em: 2 minutos

Em coletiva de imprensa realizada durante passagem pela cidade de Itabuna no último sábado (14.maio), o pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil), foi questionado sobre a atual situação do partido após a fusão entre o PSL e o DEM. Segundo o ex-prefeito de Salvador, nada muda até o momento e o direcionamento da legenda deve ser o mesmo adotado pelo extinto Democratas anteriormente.

De acordo com Neto, a prioridade era organizar a fusão dos partidos em todo o Brasil e, depois, ajustar os pormenores em cada cidade: “O partido foi criado há pouco tempo nacionalmente, então a prioridade era organizar o partido no Brasil. Primeira tarefa foi cumprida. A segunda tarefa era organizar o partido nos estados e o partido está organizado já em todas as 27 unidades da federação. A partir de agora, é que nós damos início à organização do partido nos municípios. Esse trabalho vai ser feito de maneira muito pontual no começo porque a gente está já no curso do processo eleitoral e, daqui a pouco, em menos de 5 meses, temos a eleição, que é a eleição estadual e federal. Então, nós vamos deixar a grande maioria dos municípios para uma organização posterior à eleição de outubro. Serão organizadas as cidades onde nós tivermos pré-candidatos do União Brasil. Onde existem pré-candidatos, onde nós temos que estruturar esse trabalho, nós vamos avançar”.

Em Itabuna, Neto disse que não haverá mudanças por enquanto e o estilo do Democratas vai prevalecer: “Aqui [em Itabuna], o partido vai seguir. O nosso desejo é que todo mundo possa estar junto porque o nosso desejo é de somar, não dividir, não excluir nem tirar ninguém. Minha vontade é que o PSL vire Democratas e que pessoas de outros partidos, todo mundo, venha para o União Brasil. A condução partidária vai seguir a linha que o Democratas tinha aqui até o momento da fusão”.

Vale lembrar que, antes da fusão, o vice-prefeito da cidade e pré-candidato a deputado federal, Enderson Guinho, era o presidente municipal do Democratas em Itabuna.

ACM Neto relembrou parceria entre pai de Keko e ex-prefeito de Una, Zé Pretinho, com Antônio Carlos Magalhães

Leia em: 2 minutos

O líder do partido União Brasil na cidade de Una, Keko, declarou apoio à pré-candidatura de ACM Neto (União Brasil) ao governo do estado. Além disso, o líder político declarou que vai apoiar a pré-campanha de reeleição do deputado federal Elmar Nascimento e do deputado estadual Sandro Régis, ambos do União Brasil.

A oficialização do apoio aconteceu depois de uma reunião realizada na última sexta-feira (13.maio) com a presença de deputados, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças regionais. De acordo com Keko, Neto é quem está melhor preparado para ocupar o posto de governador da Bahia: “Nosso grupo político apoia Neto por entender que ele está preparado para governar o nosso estado. Neto tem um cartão de visitas muito positivo que é a gestão em Salvador, que se tornou uma referência nacional. Acredito que ele pode contribuir muito para o desenvolvimento da Bahia e para resolver problemas que preocupam as pessoas, como na educação, segurança e geração de emprego e renda”.

Keko, inclusive, é filho do ex-prefeito de Una, Zé Pretinho. Ele foi elogiado pelos deputados por ser alguém jovem, mas que demonstra determinação e força: “Keko é um jovem promissor que busca a melhoria na vida do seu povo e da sua cidade e, portanto, fez a melhor escolha para o futuro da Bahia, que é apoiar ACM Neto”, disse Sandro Régis.

Já Elmar declarou que o apoio a Neto segue uma tradição que é sinônimo de fidelidade: “Não podemos esquecer da fidelidade ao nosso grupo, sempre estiveram juntos com ACM, Paulo Souto, Zé Ronaldo e agora com Neto”.

Lisonjeado com a parceria, Neto agradeceu o respeito que havia com o avô, Antônio Carlos Magalhães, e disse que espera que o mesmo aconteça entre ele e Keko: “Eu preciso ter um cara que nos defenda, que brigue por nós e nos ajude a governar a Bahia. Eu lembro do carinho que ACM, meu avô, tinha quando visitava Una. Era sempre bem recebido por Zé Pretinho e agora eu serei por Keko”.

Sandro Régis, Cacá Leão, ACM Neto, Keko e Elmar Nascimento.

Arismário Júnior disse que ex-prefeito de Salvador é o único nome capaz de fazer a Bahia retomar o protagonismo no Nordeste e no Brasil

Leia em: 2 minutos

O prefeito de Santaluz, cidade localizada na região sisaleira, Arismário Barbosa Júnior (Avante), anunciou nesta 2ª feira (16.maio) apoio à pré-candidatura de ACM Neto (União Brasil) ao governo da Bahia.

“Nosso grupo político se reuniu e decidiu participar desta caminhada do ex-prefeito ACM Neto. Pelo que realizou em Salvador durante oito anos e pela experiência na Câmara Federal, não há nenhuma dúvida que ACM Neto é o único nome capaz de fazer a Bahia reconquistar o protagonismo no Nordeste e no Brasil, que foi perdido nos últimos anos”, afirmou o prefeito.

Durante o encontro no escritório político de ACM Neto, o prefeito de Santaluz disse que vai se empenhar muito na campanha de Neto não apenas no município que administra, mas em toda a região. “A gente percebe nas ruas que o sentimento de mudança na Bahia é muito grande. Então, o que me cabe neste momento é trabalhar muito para que ACM Neto tenha uma grande vitória em Santaluz e na Bahia”.

Ao final, ACM Neto agradeceu o apoio e disse que, se for eleito, Santaluz terá um olhar diferenciado. “Nosso plano de governo, que será lançado em breve, contempla todas as regiões da Bahia. A população de Santaluz pode ter certeza de uma coisa: o que o PT não fez em todos esses anos, nós vamos fazer. Vamos investir muito em educação, saúde, segurança pública, geração de emprego e infraestrutura para colocar a Bahia em lugar de destaque no cenário nacional. Infelizmente, com o PT, a Bahia é lembrada em todo o Brasil por ser o estado mais violento e por ter a pior educação do país”.

Pré-candidato ao Governo da Bahia marca presença região Sul do estado

Leia em: < 1 minuto

O pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (União Brasil) visita os municípios de Una, Itabuna e Itajuípe neste final de semana. A agenda de encontros com lideranças políticas locais e com a população da região Sul começa amanhã, 6ª feira (13.maio), e segue até sábado (14).

ACM Neto estará acompanhado do deputado Cacá Leão (PP), que assumiu a pré-candidatura ao Senado pela chapa do ex-prefeito de Salvador.

Em Una, ACM Neto será recepcionado pelo prefeito Tiago Birschner (PP). No sábado, já em Itabuna, Neto inicia a agenda com reunião junto aos empresários locais. Em seguida, participa de ato político de lançamento da pré-candidatura do vereador Pancadinha (Solidariedade), que vai disputar o cargo de deputado estadual, em evento na AABB do município. A agenda será finalizada à noite, em Itajuípe, onde ACM Neto participa de reunião política no Salão Paroquial do município.

Leia em: 2 minutos

Filiado ao PSD, o prefeito de Maragogipe, Valnício Armede, anunciou que irá apoiar o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) na disputa pelo governo do estado. De acordo com ele, a decisão ocorreu por acreditar no projeto de Neto para a Bahia e por ter sido abandonado pelo governo do estado mesmo integrando a base aliada do PT.

“Está na hora de mudar. Eu não posso sofrer e ver meu povo sofrendo com a fila da regulação. Não posso ir para Salvador correr atrás de obra do e não conseguir e ainda mentirem para mim, falando que vai fazer”, disse Valnício neste domingo (8), durante visita de ACM Neto à cidade. “Tomei a decisão porque acredito no novo, e principalmente porque acompanhei de perto a gestão de Neto em Salvador”, declarou.

Segundo o prefeito, dos 13 vereadores que integram a Câmara Municipal, 9 vão apoiar ACM Neto na disputa pelo governo do estado. “Mesmo integrando a base do governo, nós fomos completamente abandonados pelo governo do estado”, afirmou o prefeito, que integra o PSD, um dos principais partidos da base aliada ao PT na Bahia.

📷 Foto de Divulgação

"Esse tipo de discurso confirma que essa turma está desesperada porque eles não têm o que falar de mim", declara o pré-candidato a governador da Bahia

Leia em: 2 minutos

Nesta 3ª feira (3.maio), o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União Brasil), concedeu coletiva de imprensa ao lado do vice-governador João Leão (PP) e do deputado federal Cacá Leão (PP). Na ocasião, Neto oficializou a retirada da pré-candidatura do vice-governador ao Senado e a substituição dele por Cacá, além de comentar as provocações dos adversários.

O pré-candidato a governador foi questionado sobre as críticas feitas pelos adversários sobre a pré-candidatura dele e sobre a postura adotada durante a pré-campanha. Com tranquilidade, Neto respondeu que a oposição está ‘perdida’, mas que ele não perde tempo porque a prioridade é pensar na Bahia: “Quando eu vejo na imprensa, é tanta doidice e mostra que essa turma tá perdida! Não vou atacar ninguém! Estou fazendo minha pré-campanha só construindo coisas boas, mas essa turma tá perdida! Um dá uma entrevista pela manhã dizendo que ACM Neto está a serviço do PT. O outro dá uma entrevista à noite dizendo que ACM Neto tem que se assumir Bolsonaro. Pelo amor de Deus, se definam! Estou dizendo isso porque acho que somente quem tem clareza do debate que está fazendo, nesse momento, sou eu! Estou debatendo a Bahia, estou cuidando dos problemas da Bahia e tô olhando o futuro do nosso estado. Eu não perco um milímetro do meu tempo com nada que não seja a Bahia!”.

Neto comentou, também, sobre os índices negativos do estado ao longo dos últimos anos em diversos segmentos e salientou que isso, sim, é importante e merece ser debatido: “Eu não estou acusando ninguém de nada, eu nem estou falando porque podia estar falando que fulano foi isso ou fez aquilo, que beltrano foi isso ou fez aquilo, eu não tô falando de nada. O meu tempo, em vez de eu ficar falando essas bobagens, eu dedico o meu tempo para mostrar que a Bahia tem, infelizmente, a pior educação pública do Brasil, que a Bahia é o estado mais violento desse país, que muita gente morre esperando na fila da regulação, que perdemos importância econômica no Brasil e no Nordeste e esses empregos estão indo embora. Isso é o que importa ao povo! Eu não preciso provar nada para ninguém! (…) Esse tipo de discurso confirma que essa turma está desesperada porque eles não têm o que falar de mim”.

ACM Neto foi quem convidou Valderico a concorrer às eleições deste ano

Leia em: 2 minutos

Na noite de ontem (28.abril), cerca de 500 pessoas se reuniram na Associação Desportiva 19 de março, em Ilhéus, para acompanhar o lançamento oficial da pré-candidatura do empresário Valderico Junior a deputado federal pelo União Brasil. O pré-candidato a governador pelo partido, ACM Neto, esteve no evento e foi o responsável por incentivar Valderico a participar das eleições deste ano.

Além de Neto, marcaram presença o atual vice-governador e pré-candidato ao Senado Federal, João Leão (PP), o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos), o deputado estadual Pedro Tavares (União Brasil) e o ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União Brasil).

No palco, ACM elogiou a postura de Valderico e disse que o objetivo é reescrever a história da Bahia. Neto salientou, inclusive, que o grande diferencial do futuro governo vai ser o povo: “Vou governar a Bahia ao lado do povo porque o povo da Bahia é o nosso grande padrinho. O povo da Bahia é o nosso grande protetor. O povo da Bahia é o nosso grande aliado e é para vocês que eu me comprometo em lutar para oferecer o melhor governo de todo o Brasil”.

Podemos já afirmou que vai apoiar ACM Neto e Uziel deve ser candidato a deputado federal

Leia em: < 1 minuto

De acordo com o site Bahia Notícias, o presidente estadual do Podemos, Gabriel Melo, confirmou que o apresentador Uziel Bueno está sendo sondado para ser vice na chapa do pré-candidato a governador João Roma (PL). Mesmo assim, o partido afirma que vai caminhar ao lado de ACM Neto (União Brasil).

Segundo Melo, o prazo para negociações já acabou e a sigla se comprometeu a apoiar o ex-prefeito de Salvador na tentativa de se tornar governador do estado: “Temos um DNA do Podemos de ser cumpridor, tudo na vida tem seu momento de planejar, executar. O prazo para negociações terminou e vamos dar apoio a Neto. Não temos nenhuma pré-disposição ou condição de caminhar com Roma, mesmo que ele ofereça a vice com a gente. O crescimento não é a qualquer custo”.

Mesmo com os convites do grupo de Roma, Uziel Bueno deve disputar uma vaga como deputado federal nas eleições de outubro pelo Podemos e, assim, a legenda cumpre o combinado de apoiar Neto ao Palácio de Ondina.

No cenário estimulado, ACM lidera com 61,54% e, no cenário espontâneo, o ex-prefeito de Salvador alcança 39,19%

Leia em: < 1 minuto

Na manhã de hoje (28.abril), o Instituto Séculus divulgou o resultado de uma pesquisa de intenção de voto para o governo da Bahia. Nos cenários avaliados, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), aparece como líder da preferência do eleitorado baiano.

No cenário estimulado, que é quando os entrevistadores apresentam os nomes dos pré-candidatos, ACM alcança 61,54%, seguido do ex-secretário de Educação do estado, Jerônimo Rodrigues (PT), com 11,26, e do ex-ministro da Cidadania, João Roma (PL), com 5,47%. Completam a lista o professor Kleber Rosa (PSOL) com 0,77% e o professor Giovani Damico (PCB) com 0,45%.

Já na pesquisa espontânea, que é quando os nomes não são sugeridos, ACM aparece com 39,19% dos votos e Jerônimo permanece como segundo colocado com 9,40%, seguido de Roma com 5,21%. O nome do governador Rui Costa (PT) foi citado pelos entrevistados e ele obteve 1,99%. Depois dele, tem Kleber Rosa com 0,13% e Giovani Damico com 0,13%.

De acordo com o Instituto, 1.526 eleitores com 16 anos de idade ou mais foram entrevistados em 72 municípios durante os dias 20, 21 e 22 de abril. A margem de erro do levantamento é contabilizada em 2,5% para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Pré-candidato ao Governo da Bahia tem 10 dos 13 gestores da Região Metropolitana de Salvador em sua base aliada

Leia em: 2 minutos

O projeto eleitoral de ACM Neto para o Governo da Bahia já conta com o apoio de 76,9% dos prefeitos responsáveis pelas gestões das cidades da Região Metropolitana de Salvador. Na última semana, migraram para a base aliada do ex-prefeito de Salvador os gestores de Candeias, Dr. Pitágoras, e de São Francisco do Conde, Antônio Calmon.

O prefeito Antônio Calmon ressaltou que ACM Neto é a esperança de dias melhores para a Bahia e que sua gestão em Salvador é o melhor cartão de visita para os outros 416 municípios do estado.

O grupo de apoio ao pré-candidato do União Brasil também conta com os prefeitos de Vera Cruz, Mata de São João, Salvador, São Sebastião do Passé, Simões Filho, Dias D’Ávila, Camaçari e Itaparica. A Região Metropolitana de Salvador representa cerca de 3,9 milhões de pessoas – número que retrata 26,5% da população de toda a Bahia.

INTENÇÕES DE VOTOS
O Instituto Paraná divulgou, nesta 2ª feira (25.abril), um levantamento sobre o cenário eleitoral na Bahia. De acordo com os dados da pesquisa, ACM Neto contabiliza 55,4% das intenções de votos – mais que o dobro da soma dos votos de todos os concorrentes.

Instituto Paraná Pesquisas divulga resultado de levantamento; ACM Neto e Otto Alencar lideram intenções de votos na Bahia

Notícias mais lidas

Outros assuntos