//

Gestor participou de reunião na sede da Agerba e cobrou celeridade nas intervenções realizadas no equipamento

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Ilhéus, Marão (PSD), esteve em Salvador e participou de uma reunião na sede da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), onde cobrou agilidade nas obras de melhoria e ampliação do Aeroporto Jorge Amado. De acordo com o gestor, a intervenção no equipamento é essencial para fortalecer o turismo ilheense porque é uma das portas de entrada do município.

A Socicam, empresa responsável por administrar o aeroporto, disse que a intervenção vai ampliar para 5 mil m² a área e possibilitar o dobro da capacidade de atendimento que, atualmente, é de 520 mil pessoas por ano. Além disso, a requalificação vai gerar novas oportunidades de negócio, fomentar a economia local e de toda a região Sul do estado.

O Aeroporto Jorge Amado é o terceiro maior em movimentação de turistas do estado, ficando atrás apenas de Salvador e Porto Seguro. Na estação do verão, por exemplo, um aeroporto considerado de primeira pode fazer a diferença no desempenho do trade turístico.

//

Arena do Rancho do Pimpo, situada 1,5 km depois de Nove Ferradas na rodovia BR-415 - Trecho Itabuna-Itapé.

Leia em: 2 minutos

A 1ª Vaquejada da Arena Rancho do Pimpo, 1,5 quilômetro depois de Nova Ferradas, na rodovia BR-415, teve início nesta 5ª feira (3.novembro), e se estenderá até domingo, dia 6.

A Vaquejada do Rancho do Pimpo está movimentando a área do comércio e de serviços do município por conta da chegada de muitos turistas, amantes da tradicional vaquejada. O evento conta com toda estrutura necessária para receber o público, o que inclui pizzarias, restaurantes de comida japonesa e churrasco, delicatessen, dentre outros.

A expectativa, de acordo com a coordenação do evento, é de que cerca de 3.000 pessoas circulem diariamente na Arena do Rancho do Pimpo.

Para o secretário municipal de Relações Institucionais e Comunicação, Thiago Barra Mendes, a Prefeitura de Itabuna reconhece a importância de ser uma grande incentivadora de ações como esta, que geram renda para o município.

O idealizador da 1ª Vaquejada do Rancho do Pimpo, Ângelo Affonso F. Neto (Pimpo), informou que foram gerados cerca de 100 empregos diretos.

“Temos muitos turistas circulando em nossa cidade em razão da vaquejada, a exemplo de Minas Gerais, boa parte da Bahia, o que inclui todas as regiões. Para se ter uma ideia, são 400 duplas que disputam a vaquejada”, afirmou Pimpo.

Ele encerra acrescentando que foi montada uma ótima estrutura para receber os visitantes, com muitos atrativos, a exemplo de cerca de 700 bois. “Quando se fala nos prêmios, por exemplo, serão distribuídos R$ 40 mil em prêmios para os vencedores”, encerrou.

//

Fragmentos foram recolhidos para avaliação

Leia em: < 1 minuto

Ontem (10.outubro), novas manchas de óleo voltaram a ser encontradas nas praias de Ilhéus, no sul da Bahia. A secretaria de Meio Ambiente disse que os resquícios foram encontrados em três localidades e já foram recolhidos para avaliação.

A Marinha do Brasil disse que enviaria equipes até os locais hoje (11.outubro) para avaliar a situação e monitorar os casos, mas existe a suspeita de que os fragmentos sejam provenientes do derramamento ocorrido em 2019.

📷 Fotos de Reprodução/Redes Sociais.

//

O Viva Ilhéus se tornou um reduto cultural no sul da Bahia, integrado ao calendário turístico do estado

Leia em: < 1 minuto

Com expectativa de lotação da rede hoteleira e aumento considerável de turistas, a edição do Viva Ilhéus 2022 promete ser a melhor dos últimos anos. Além de agente fomentador da economia no município, o evento se tornou um reduto cultural no sul da Bahia, integrado ao calendário turístico do estado.

A festividade acontece de 25 a 28 de junho e visa reuniu 50 mil pessoas por noite no circuito junino montado na Avenida Soares Lopes. Conforme a administração municipal, o Viva Ilhéus marca a retomada do setor de entretenimento, com participação de grandes nomes da música nacional e valorização dos artistas da região.

A cidade é reconhecida como um dos principais destinos de turismo cultural do mundo, cenário que ambientou os romances do saudoso Jorge Amado. A estrutura será composta por Vila Junina e Feira Criativa, com a participação de diversos produtores locais. Nos espaços, o público confere as iguarias, artesanato, rodas de capoeira, shows musicais, setor de entretenimento, comércio e arte.

“Além de atrair turistas, o Viva Ilhéus é mais uma alternativa para retomar a economia da nossa cidade. Então, esse evento é de suma importância, porque beneficia toda a cadeia turística, desde o vendedor ambulante até os estabelecimentos de grande porte”, frisou o prefeito Mário Alexandre.

//

O prefeito Mário Alexandre ressaltou que o evento faz parte da estratégia do governo municipal para impulsionar o turismo local

Leia em: 2 minutos

Com vocação natural para o turismo, Ilhéus promove um dos eventos mais importantes dedicados ao setor. Sob o tema “Destinos turísticos, novas atitudes”, a Prefeitura, por meio da Secretaria Especial de Turismo, e a Atil (Associação de Turismo de Ilhéus) realizam dos dias 26 a 28 de maio o Encontro de Gestores e Operadores de Turismo do Estado da Bahia, no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães.

A iniciativa, inédita no Brasil, conta com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, sendo voltada aos prefeitos, secretários e operadores de turismo de aproximadamente 130 municípios baianos. A programação inclui debates, conferências e palestras sobre o setor.

O prefeito Mário Alexandre ressaltou que o evento faz parte da estratégia do governo municipal para impulsionar o turismo local, com o objetivo de preparar os profissionais para os desafios e mudanças do mercado.

“A união entre os diversos agentes é fundamental para dar impulso ao desenvolvimento de Ilhéus e das cidades que fazem parte da nossa região. Nós acreditamos que esse trabalho de parceria é necessário para fortalecer a atividade turística, atender as demandas do setor e oferecer conforto e bem-estar aos visitantes e melhor qualidade de vida ao nosso povo”.

O evento também conta com a participação de 16 coordenadores das Câmaras Técnicas de Turismo e três presidentes de Conselhos Municipais de Turismo por zona turística, que terão oportunidade de discutir estratégias para novos produtos, destacando o potencial das cidades baianas, com foco na retomada econômica do setor.

CONHEÇA ILHÉUS
Capital da zona turística Costa do Cacau, Ilhéus se destaca pelo potencial e por ser um grande polo de desenvolvimento socioeconômico e cultural. Além dos atrativos artísticos, a cidade possui extensa área costeira, expressivo patrimônio histórico, festas e manifestações populares.

Confira a programação completa. Clique aqui. 

//

Caged aponta Ilhéus como o melhor resultado na geração de emprego nos últimos 12 anos // Foto de Clodoaldo Ribeiro

Leia em: < 1 minuto

Ilhéus é a única cidade da Costa do Cacau inserida na categoria A do Mapa do Turismo Brasileiro 2022-2023. A classificação, conferida pelo Ministério do Turismo desde 2019, possibilita ao município buscar investimentos junto ao governo federal para melhoria dos pontos históricos, além de pleitear apoio a eventos voltados ao incremento do fluxo turístico.

A permanência na categoria também reflete o empenho da gestão do prefeito Mário Alexandre para solicitar recursos direcionados à requalificação de importantes patrimônios, com foco no projeto “Ilhéus Rumo aos 500 Anos”.

Dos oito municípios pertencentes à região da Costa do Cacau, Ilhéus é o único que integra a categoria A. Conforme atualização feita este ano, a cidade atendeu com êxito todos os critérios do Ministério do Turismo.

A categorização tem como objetivo identificar o desempenho da economia do setor nos municípios a partir de cinco variáveis: quantidade de estabelecimentos de hospedagem; quantidade de empregos em estabelecimentos de hospedagem; quantidade estimada de visitantes domésticos; quantidade estimada de visitantes internacionais e arrecadação de impostos federais a partir dos meios de hospedagem.

//

A rede hoteleira local possui aproximadamente nove mil leitos, que vão desde empreendimentos de luxo a simples albergues

Leia em: 2 minutos

Mesmo sem os tradicionais blocos do Carnaval de rua, a rede hoteleira de Ilhéus registrou alta ocupação no período da festa momesca. Conforme a Secretaria Especial de Turismo, a taxa de ocupação ultrapassou 90%, o que representa um crescimento expressivo para o setor. A Setur explica que todo trade turístico obteve ganhos, com serviços que vão desde o receptivo, aluguel de veículos e entretenimento até o segmento de bares, restaurantes e cabanas de praia.

“Com planejamento e responsabilidade voltamos a impulsionar a atividade turística, abrindo novas possibilidades para que possamos oferecer diversos atrativos e para que os turistas possam visitar o nosso município durante todo o ano”, ressaltou o prefeito Mário Alexandre.

Considerada como um dos melhores destinos de lazer, gastronomia e entretenimento no Brasil, Ilhéus é uma das cidades mais importantes no cenário do turismo baiano. O verão ainda não acabou, mas os bons resultados já são visíveis. As ações articuladas pela Prefeitura, somadas ao trabalho desenvolvido pelas entidades ligadas ao setor aquecem a economia, superando as expectativas dos empresários.

Conforme a Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), a cidade possui 75 hotéis e pousadas registrados pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). Os estabelecimentos seguem todos os protocolos sanitários para reduzir o risco de transmissão da Covid-19. Com cerca de 75 quilômetros de praias exuberantes, Ilhéus recebe turistas de diversas partes do Brasil e do mundo, especialmente durante a alta temporada.

O momento promissor acompanha a tendência estadual, cujos ganhos do segmento de hospedagem cresceram 41% em toda a Bahia no ano passado.

//

Leia em: 2 minutos

A cachoeira de Paulo Afonso, no semiárido baiano, ganhou a atual denominação no século 18. Ela é formada por um conjunto de quedas d’água que podem alcançar 80 metros de altura, na zona turística Lagos e Cânions do Rio São Francisco.

Com a chegada na região da Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), em meados do século 20, para utilizar o potencial do rio na geração de energia, a cachoeira passou a ficar visível de acordo com o funcionamento das comportas das usinas da empresa.

Agora, após 12 anos, a cachoeira de Paulo Afonso pode ser admirada novamente por moradores da região e turistas. Isso foi possível por causa da cheia na bacia hidrográfica, que provocou a abertura das comportas e, consequentemente, o ressurgimento das quedas d’água.

Com a volta da atração turística, a visitação ao Parque da Chesf foi ampliada, em parceria com a prefeitura, seguindo protocolos sanitários e reforço nas medidas de segurança contra acidentes.

As informações sobre o passeio estão disponíveis nos sites da Chesf e da Prefeitura de Paulo Afonso. 

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

//

Leia em: < 1 minuto

O Estado da Bahia se posicionou contrário à retomada da temporada de cruzeiros no país. A exposição foi feita pela secretária de Saúde do Estado, Tereza Paim, e pelo secretário de Turismo do Estado, Maurício Bacellar, durante uma reunião, realizada de forma virtual, com representantes do Governo Federal e dos setores de saúde e de turismo de estados e municípios que recebem os navios.

Tereza Paim pontuou a atual situação que o país vem enfrentando com o aumento de casos de Covid-19 e também um surto de Influenza. “Além da explosão de casos dessas doenças, ainda estamos enfrentando na Bahia problemas por conta das chuvas, que levou mais de 175 municípios a decretar estado de emergência”. A secretária ainda destacou que 6 casos da variante Ômicron foram identificados em pessoas que estavam em navios atracados no porto de Salvador.

O secretário de Turismo reafirmou o posicionamento exposto pela secretária de Saúde. “Só é possível retomar qualquer atividade quando houver protocolo que atenda o atual cenário. Por enquanto não temos isso”, afirmou.

📷 Foto de Mateus Pereira/GOVBA

//

Projeto do novo Aeroporto da Costa do Descobrimento, em Santa Cruz Cabrália // Ilustração: Acquamarina

Leia em: 2 minutos

A construção do novo Aeroporto Internacional da Costa do Descobrimento, em Santa Cruz Cabrália, pelo Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Infraestrutura, proporcionará a ampliação da capacidade de recepção de passageiros vindos do Brasil e do exterior e também no transporte de frutos do mar para Ásia e América do Norte.

Para contribuir na elaboração do edital de licitação, as pessoas e as empresas interessadas na concessão e construção do equipamento podem participar da consulta pública até a próxima 6ª feira (14.janeiro). As sugestões devem ser enviadas para o e-mail [email protected] ou para o setor de Protocolos da Seinfra, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

A Costa do Descobrimento, conhecida pelas belas praias como Arraial D’Ajuda e Trancoso, é a segunda maior zona turística baiana em número de visitantes, recebendo cerca de 2 milhões de pessoas por ano, atrás apenas da Baía de Todos-os-Santos, com 4,8 milhões por ano, segundo a Secretaria de Turismo do Estado. O aeroporto a ser implantado irá substituir o de Porto Seguro, que tem a movimentação média anual de 1,8 milhões de passageiros e não pode mais ser ampliado por causa do crescimento da malha urbana no entorno. Com o começo da operação, a estimativa é aumentar esse número para 4,5 milhões de pessoas que embarcam e desembarcam pelo local até 2032.

O novo equipamento irá operar com aviação regular e geral e receberá aeronaves com capacidade para até 220 passageiros. A pista de pouso e decolagem terá 2.400m por 45m podendo chegar a 3.000m por 45m. A área do terminal de passageiros será de 30 mil m² e pode ser ampliada para 40 mil m².

A próxima etapa do processo será a audiência pública, que ocorrerá na segunda quinzena deste mês. Após a audiência, o aviso de licitação sairá no Diário Oficial do Estado (DOE). A previsão de duração da obra é de cinco anos após o início da concessão e, durante o período, a empresa vencedora do edital será responsável pela gestão do atual aeroporto de Porto Seguro.

O aeroporto será o quarto a ser construído no estado nos últimos anos, junto com Vitória da Conquista, Bom Jesus da Lapa e Senhor do Bonfim. 

Quer saber de outras notícias? Siga-nos no Instagram @pauta.blog.br.

Notícias mais lidas

Outros assuntos