Neto e União Brasil devem tentar ajudar Reis a se reeleger em 2024

Leia em: < 1 minuto

O ex-prefeito de Salvador e ex-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União Brasil), declarou, em entrevista ao Metro1, que não pretende voltar ao cargo de prefeito da capital baiana. De acordo com Neto, a intenção é que o grupo apoie a tentativa de reeleição de Bruno Reis (União Brasil).

Ainda segundo Neto, o apoio a Reis é fruto da atuação dele durante a campanha deste ano: “O nosso candidato em 2024 é Bruno Reis. As pessoas enxergaram nessa campanha a lealdade e o companheirismo dele”.

Humberto Mattos é secretário de Segurança e Ordem Pública de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

O atual secretário de Segurança e Ordem Pública de Itabuna, Humberto Mattos (PSD), está fazendo campanha para que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), seja o próximo governador do estado. Desde o 1º turno das eleições, o secretário da gestão do prefeito Augusto Castro (PSD) está empenhado em garantir a derrota do PT na Bahia após 16 anos.

De acordo com algumas informações obtidas por este Pauta Blog, Mattos esteve em Salvador para definir as estratégias para alavancar a campanha de Neto na região Sul do estado durante a disputa do 2º turno. Curioso é que o chefe de Mattos e prefeito de Itabuna está apoiando a campanha de Jerônimo Rodrigues (PT).

Recentemente, o secretário informou a este Pauta Blog que votaria em Jerônimo se Castro solicitasse, mas, pelo visto, o gestor deve ter dado carta branca para que ele mergulhasse de cabeça na campanha de Neto.

"Está dado o apoio a ACM Neto mesmo sem ter tido nenhum contato", declara João Roma ao dizer que o objetivo é derrotar o PT

Leia em: < 1 minuto

Ontem (6.outubro), o deputado federal e ex-candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), participou de um evento político em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, ao lado dos senadores eleitos Damares Alves (Republicanos) e Magno Malta (PL). Na ocasião, o ex-ministro da Cidadania pediu votos para que ACM Neto (União Brasil) seja eleito o próximo governador do estado.

Durante a campanha que antecedeu o 1º turno, Roma e Neto – que já foram aliados políticos no passado -, trocaram várias farpas públicas, mas, agora, Roma disse que o objetivo é derrubar o PT: “Na Bahia, eu não ficaria satisfeito em ocupar uma posição de neutralidade, pois eu acho que o líder político tem que saber que caminhos tomar e para onde seguir. Então, naturalmente, como durante toda a campanha, eu coloquei que o nosso adversário é o PT na Bahia e no Brasil. Portanto, eu não estarei com o PT, logo, isso significa o apoio a ACM Neto, está dado o apoio ao candidato ACM Neto mesmo sem ter tido nenhum contato”.

Leia em: < 1 minuto

Propaganda eleitoral gratuita começa na próxima 6ª feira, mas, enquanto isso, candidato utiliza redes sociais para atacar adversário.

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), está, no mínimo, mudando as estratégias diante do resultado das eleições do último domingo (2.outubro). Depois de ser apontado pela maioria das pesquisas de intenção de voto como o vencedor da eleição para o governo do estado, Neto vai disputar o 2º turno com o candidato petista, Jerônimo Rodrigues (PT).

Além de disputar o 2º turno, Neto ficou em segundo lugar e, por isso, deve ir “com tudo” para a campanha. Enquanto a propaganda eleitoral gratuita não começa, o candidato está utilizando as redes sociais para “atacar” o adversário e comparar os feitos de cada um na vida política. Vixe!

Guinho teve 12.410 mil votos dentro de Itabuna

Leia em: < 1 minuto

O vice-prefeito de Itabuna, Enderson Guinho (União Brasil), conseguiu 12.410 mil votos dentro da cidade na tentativa de se tornar deputado federal. Guinho foi o candidato mais bem votado para o cargo no município e, em relação a 2018, quando se candidatou a deputado estadual, o desempenho foi melhor já que, na ocasião, ele teve 8.444 mil votos.

O resultado de Guinho tem a ver com o eleitorado que já lhe é cativo, ou seja, jovens, comunidade católica e meio esportivo. Além disso, Guinho estava sendo apoiado por ACM Neto (União Brasil), com quem se encontrou algumas vezes para tratar estratégias de campanha cruciais para o desempenho alcançado.

Se Guinho foi o candidato a deputado federal melhor votado em Itabuna, Dr Isaac Nery (Republicanos) ficou em segundo lugar com 11.460 mil votos, seguido de Capitão Azevedo (PDT) com 10.428 mil votos. Em quarto lugar, ficou Dr Mangabeira com apenas 6.174 mil votos, que despencou de uma votação anterior com 19.994 mil votos para o mesmo cargo.

O deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que não é da região, mas sempre está pela cidade por causa da proximidade com o prefeito Augusto Castro (PSD), conseguiu se reeleger e, em Itabuna, conseguiu conquistar 5.375 mil votos.

Dayane se elegeu na era do bolsonarismo, depois abandonou tudo para correr atrás de Moro e, por fim, tentou pongar em ACM Neto

Leia em: < 1 minuto

A deputada federal Professora Dayane Pimentel (União Brasil) não conseguiu se reeleger nas eleições deste ano. Dayane teve apenas 29.979 mil votos em toda a Bahia, um resultado muito aquém dos 78 mil votos que ela precisaria para se reeleger e dos 136.742 mil votos de quando foi eleita pelo PSL lá atrás em 2018.

O desempenho de Dayane é considerado decepcionante, principalmente nas cidades de Itabuna e Ilhéus. As lideranças políticas estão tentando entender o que aconteceu já que, em 2018, Dayane conseguiu 3.994 votos em Itabuna e, agora em 2022, obteve apenas 1.305 votos.

Antigamente, Dayane se sustentou na era do bolsonarismo, mas, de um tempo para cá, largou tudo para correr atrás do ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) que, inclusive, foi eleito senador pelo estado do Paraná depois que não conseguiu apoio suficiente para ser candidato a presidente. Logo depois, Dayane também tentou “pongar” em ACM Neto (União Brasil), mas a estratégia “não colou”.

Pois bem! A sequência de escolhas ruins da deputada refletiu diretamente nas urnas e ela amargou a derrota. Com a perda de mais de 100 mil votos, vai ser difícil conseguir se reerguer politicamente a partir de agora.

Jerônimo Rodrigues e ACM Neto

Leia em: < 1 minuto

O petista Jerônimo Rodrigues e ACM Neto (União Brasil) vão disputar o 2º turno para o cargo de governador da Bahia. Contrariando quase todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até então, Jerônimo ficou em primeiro lugar com pouco mais de 49,32% dos votos válidos enquanto Neto ficou com pouco mais de 40,89%.

O “efeito Lula”, realmente, fez a diferença na campanha de Jerônimo e refletiu o que aconteceu hoje (2.outubro) nas urnas baianas. A partir de agora, os coordenadores de campanha começam a estudar as novas possibilidades e estratégias. Que comecem os jogos!

Leia em: < 1 minuto

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro (União Brasil), foi eleito senador pelo estado do Paraná nas eleições de hoje (2.outubro). Moro teve 1,9 milhão de votos, seguido de Paulo Martins (PL) que teve 29% dos votos e Alvaro Dias (Podemos), que ficou em terceiro lugar com 23% dos votos.

Neto lidera e abre grande vantagem em relação a Jerônimo

Leia em: < 1 minuto

Uma pesquisa de intenção de voto encomendada pelo site Política Livre ao instituto DataQualy aponta que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), continua liderando a sucessão estadual na Bahia. No cenário estimulado – quando os nomes são apresentados aos eleitores -, Neto aparece com 49,1% enquanto Jerônimo Rodrigues (PT) marca 29,6%.

Logo depois, vêm João Roma (PL) com 4,7% e Kleber Rosa (Psol) com 0,5%. Marcelo Millet (PCO) tem 0,3% e Giovane Damico teve 0,2%. Nulos e brancos somam 5,1% e 10,5% dos eleitores disseram que não sabem quem votar.

Já no cenário espontâneo – quando os nomes não são apresentados à população -, Neto marca 33,8% enquanto Jerônimo vai a 18,3%, seguido de Roma com 3,5% e Rosa com 0,2%. Os demais somam 1,4%, brancos e nulos somam 4,3% e não sabem e não responderam são 38,4%.

A pesquisa ouviu 2.027 pessoas em Salvador e outros 93 municípios baianos durante os dias 23 e 29 de setembro. Está registrada sob o número BA-05521/2022 e o levantamento tem margem de erro de 2,2% e nível de confiança de 95%.

Vereador Danilo da Nova Itabuna pelo União Brasil, em seu primeiro mandato

Leia em: 7 minutos

O Pauta Blog conversou com o vereador de Itabuna, Danilo da Nova Itabuna (União Brasil), sobre a atual parceria com o ex-prefeito de Itajuípe e candidato a deputado estadual, Marcone Amaral (PSD), e a declaração de apoio à reeleição de Paulo Magalhães (PSD) como deputado federal. Danilo disse que Marcone tem potencial para ser um grande líder regional e que Paulo tem sido mais atuante em Itabuna que o governador Rui Costa (PT).
Confira a entrevista completa:

Pauta Blog // Por que o senhor resolveu apoiar a candidatura de Marcone Amaral a deputado estadual?
Danilo da Nova Itabuna // É muito simples falar de Marcone porque Marcone é um ser humano simples e a simplicidade dele nos transmite um olhar de esperança. O cenário da nossa região está esquecido há muito tempo porque nós não temos representatividade no estado com deputados da nossa cidade. Marcone nasceu em Poções, foi morar em Itajuípe muito jovem, estudou em Itabuna e começou a carreira como jogador no Itabuna, se tornou um profissional e voltou para Itajuípe. Quando ele voltou para Itajuípe, foi para estar próximo da família e dos amigos, mas viu a necessidade de Itajuípe ter um gestor e uma pessoa que, realmente, cuidasse da cidade. Marcone entrou na campanha para prefeito em 2016 com 3% na pesquisa contra 68%. Mesmo assim, ele conseguiu ganhar a eleição e transformar aquela cidade, além de dar dignidade para aquele povo. Itajuípe não é um céu, mas está caminhando para, daqui a 4 ou 5 anos, ser uma grande cidade. Você chega no posto de saúde, tem médico, nas escolas tem merenda e ensino de qualidade. Essas coisas eu admiro em Marcone! Ele tem a vida estabilizada, mas abriu mão de curtir a aposentadoria para cuidar de gente, estar no dia a dia com famílias, levantando bandeiras, brigando pelas pessoas e por sua terra. Marcone, hoje, é a melhor opção para o Sul da Bahia. Eu acredito que, eleito, ele vai conseguir que os prefeitos tenham responsabilidade com o dinheiro público para somar nessa região.

Pauta Blog // Qual é a marca de Marcone como gestor em Itajuípe?
Danilo da Nova Itabuna // Nos últimos 45 dias, eu estive muito próximo de Marcone. Eu já andei com vários políticos e tive minha vida desde os 14 anos envolvido com política, mas eu nunca vi um ser humano de luz como aquele rapaz. Quando você pega um cara que se torna prefeito da cidade e não coloca nenhum parente na prefeitura e nunca ganhou propina de empresas! Eu andando com Marcone na Cinquentenário, tem pessoas que prestam serviço em Itajuípe e ele não conhece os fornecedores. Sabe o que é isso? Responsabilidade com o dinheiro público! É isso que nós queremos! Estou aqui sendo vereador, mas isso vai passar, mas eu quero um gestor na cidade que cuide do povo, que chame a responsabilidade, e Marcone é um ser humano com um coração diferenciado. Você não vê ele atacando ninguém nem falando mal de ninguém! Você nunca vai vê-lo querendo ser melhor que ninguém, ele só quer fazer a coisa certa. É o que ele sempre fala: “Vamos ser transparentes com as coisas do povo porque o que é do povo, a gente tem que dar para o povo”. Marcone não dá cesta básica em semana de eleição, tem um cadastro para aquelas famílias. Uma coisa que me marcou em Itajuípe foi eu conversando com uma pessoa e a pessoa falou: “Meu filho vai para a escolinha de futebol, treina, o município dá uma chuteira e, todo mês, eu ganho uma cesta básica”. A criminalidade em Itajuípe vinha crescendo de uma forma muito grande e ele conseguiu trazer as crianças para o esporte, fortalecendo a família e dando comida para quem tem fome. Isso me emociona em Marcone! Eu me sinto tranquilo falando de Marcone e queria ter essa tranquilidade para falar de todos os políticos que eu conheci, mas eu não tenho. Eu tenho certeza de que Marcone, como deputado, vai fazer a diferença.

Pauta Blog // Caso Marcone seja eleito, o que o senhor acha que ele vai levar de bom para Itabuna?
Danilo da Nova Itabuna // Marcone conheceu 40 países e tem uma visão totalmente diferente de muitas pessoas que passaram pela nossa região. Ele vai representar essa região de uma forma tão grande que não dá para pontuar a maior obra que ele pode conseguir. Não estou aqui dizendo que ele vai mudar Itabuna, mas ele vai apresentar a nossa região para o mundo. Itabuna vai estar nas maiores reuniões, a pauta de Itabuna vai mudar, a pauta de Buerarema vai mudar, Ilhéus vai ter o turismo reconhecido internacionalmente, um sheik da Arábia vai estar sentado ouvindo falar de Ilhéus, pessoas da Europa vão ouvir falar de nós. Nós temos um grande potencial no cacau, no turismo, e é isso que é preocupação! Marcone vai gerar emprego na região porque conhece os grandes e vai buscar isso. Ele gosta de dar emprego! Ele gosta de ver o povo trabalhando! Ele vai buscar indústrias para a nossa região e tenho certeza disso. Marcone está caminhando para se tornar o maior líder regional do Sul da Bahia!

Pauta Blog // Na última sessão realizada na Câmara de Itabuna, o senhor disse que estaria disposto a renunciar o mandato caso surgisse um candidato a deputado melhor que Marcone. O senhor sustenta esse posicionamento?
Danilo da Nova Itabuna // Eu renuncio o mandato! Em Itajuípe, tinha atraso de salários, escolas desgraçadas, não tinha creches, ruas com buracos e cheias de lixo. Marcone acabou com tudo isso e deu dignidade ao povo de Itajuípe! Não é história, não! Então, me mostrem aqui na região quem é que fez isso! Me mostrem quem é que tem a capacidade de, em 5 anos, transformar uma cidade. Você não vê um ato de corrupção no governo de Marcone. Você não vê escândalo! A enchente do ano passado acabou com a cidade e, em 90 dias, ele refez a cidade. Itabuna não conseguiu até hoje! A região não tem nenhuma cidade que se reergueu com tanta rapidez como Itajuípe. Isso é gestão e ser humano! É você não pensar na política, mas nas pessoas! Quando eu falo que eu desafio, por que ninguém vai? Nós não temos ninguém tão preparado como Marcone! Eu desafio todos os fornecedores que prestam serviço em Itajuípe a dizer que já viu corrupção de Marcone, mas não tem! Eu ando no dia a dia com Marcone e vejo a preocupação dele com o dinheiro público e com as pessoas mais necessitadas. Marcone não está em política para ser ladrão de dinheiro público! Ele está na política para ajudar as pessoas, gerar emprego e renda e dar dignidade ao povo. Estávamos caminhando no Bairro Novo Horizonte, ele viu esgoto a céu aberto e disse: “Isso é desumano! Isso aqui não é política, é humanidade!”. Marcone é diferente e Itabuna vai ter um grande líder! Vai ser referência no Catar, na Europa, no Rio, em São Paulo, em Salvador e aonde chegar. Itabuna tem um potencial muito grande que nós, itabunenses, não sabemos, mas, Marcone na Assembleia, essa região vai se desenvolver tanto que ninguém vai entender o que aconteceu.

Pauta Blog // Uma vez eleito deputado, Marcone pode ser candidato a prefeito de Itabuna?
Danilo da Nova Itabuna // Não tem ele querer, não! Quem precisa é a gente! Aí já não é mais a vontade de Marcone. Se Marcone, um dia, olhar para Itabuna, que eu não acredito que ele queira isso, mas, se um dia, Itabuna tivesse um gestor como Marcone, em 4 anos não resolveria tudo, mas levaria a cidade 70% para outro patamar. Marcone faria história em Itabuna! Você pode até dizer “esse cara é louco”, mas Marcone sairia de prefeito de Itabuna para disputar qualquer cargo na Bahia e ganharia a eleição. Muitas pessoas questionam que Itajuípe é pequena, mas o dinheiro que vai para lá também é pouco.

Pauta Blog // O senhor crê na possibilidade dele se candidatar à prefeitura de Itabuna?
Danilo da Nova Itabuna // Marcone é muito humano e, se o povo, realmente, continuar necessitando de um grande líder, ele pode ser o futuro prefeito de Itabuna. Que não seja em 2024 ou 2028, mas, um dia, Deus vai colocar um gestor em Itabuna como Marcone Amaral e é isso que eu mais peço a Deus. Tem que colocar em Itabuna um gestor com sentimento pelo povo pobre, pelos bairros periféricos, que a gente coloque asfalto onde tem cascalho, que a gente dê dignidade, que a mãe de família chegue no posto e tenha remédios, que a criança chegue na escola e tenha alimentação e ensino de qualidade, e Marcone é esse homem que pode transformar Itabuna.

Pauta Blog // O senhor declarou apoio à candidatura de Paulo Magalhães faltando poucos dias para as eleições. Por que a demora e por que a escolha pelo nome dele?
Danilo da Nova Itabuna // Eu não foquei na eleição para deputado federal porque eu quero muito o voto regional. Esse voto é muito forte e eu preciso levantar essa bandeira como eu tenho levantado, mas, hoje, poucos candidatos da nossa cidade têm chances para se eleger. Paulo é um forasteiro que mais vive em Itabuna. Nos últimos 8 anos, Paulo trouxe para Itabuna mais de R$ 25 milhões de emendas, então eu conversando com ele, ele me mostrou o que tem feito por Itabuna. Eu não me vendi para Paulo como muitos se vendem por aí! Eu tô indo para Paulo com o reconhecimento do que ele está trazendo para nossa cidade. Eu quero é isso para nossa cidade, eu não quero nada de Paulo, não! Fui lá para dizer que estava do lado dele pelo que ele está fazendo por Itabuna. Reconheço o trabalho que Augusto tem feito hoje e agradeço, primeiramente, a Deus, e depois a Paulo. Se não fosse Paulo aí, isso aí estaria um mangue! Paulo Magalhães ajudou mais que o governador.

Pauta Blog // O senhor afirma que o deputado federal ajudou mais a cidade que o próprio governador do estado?
Danilo da Nova Itabuna // No momento, sim! No momento, Paulo Magalhães tem sido mais útil que Rui Costa para Itabuna. Ou o prefeito vai mentir? Eu não consigo enxergar isso. Paulo é peça fundamental dentro da gestão Augusto Castro porque tem colocado dinheiro e buscado recursos para Itabuna, então acho que, nesse momento, eu tinha que reconhecer isso. Eu não tenho pregado isso a vida toda? Existem muitas pessoas boas, mas o voto de Paulo é de reconhecimento.

Notícias mais lidas

Outros assuntos