ACM Neto e o prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM) // 📷 Fotos de Divulgação

Leia em: 3 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse na noite desta 2ª feira (27.setembro) que existe uma inversão de valores na Bahia. “Nosso estado devia ser primeiro lugar na educação, mas, infelizmente, é o último. Devia ser último em número de homicídios, mas, infelizmente, é o primeiro”, afirmou o ex-prefeito de Salvador, pouco antes de participar da reabertura do Horto Florestal Linaldo da Silva, em Camaçari.

De acordo com ACM Neto, o governador Rui Costa evita falar sobre segurança pública porque sabe que os índices de criminalidade na Bahia são alarmantes. “Os governantes da Bahia fingem que o problema não é deles, ficam procurando desculpas, mas, a realidade é que muitas cidades do interior têm um ou dois policiais para fazer a segurança de todo o município”, afirmou o democrata.

De acordo com ACM Neto, os baianos querem ação do governo, e não propaganda. “Eles (os governantes) querem responsabilizar as drogas pelos absurdos índices de criminalidade em nosso estado. Mas o que os baianos querem mesmo é que as drogas sejam combatidas; os usuários; tratados; e os traficantes, presos”.

Durante entrevista coletiva à imprensa de Camaçari (região metropolitana de Salvador), ACM Neto disse que está faltando na Bahia, há quase 16 anos, um governador que combata a criminalidade de frente e que tenha coragem de se expor no assunto. “Bandido não pode se criar na Bahia. Se muitos estados conseguiram reduzir os assaltos, roubos e mortes violentes, por que a Bahia não pode? Não vou falar que em quase 16 anos o PT não fez alguma coisa boa. Fez, sim, mas na educação e segurança pública, por exemplo, o fracasso foi total”.

Fusão DEM-PSL
Ainda em Camaçari, ACM Neto acrescentou que os entendimentos para a fusão do Democratas com o PSL estão bem adiantados. “Nosso objetivo é realizar a convenção para oficializar a fusão no próximo mês. Depois, vamos encaminhar as questões formais para o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e oficializar a criação do novo partido”.

Ao lado do prefeito Elinaldo Araújo (DEM), o presidente nacional do Democratas disse que, da fusão entre DEM e PSL, vai nascer o maior partido do Brasil. “Naturalmente, o caminho é ter um candidato à Presidência da República. Queremos construir uma frente mais ampla de debates, com diversos partidos. Um campo que deseja uma alternativa à polarização”.

Pouco antes de participar de um evento com jovens e lideranças políticas, ACM Neto disse que o fechamento da Ford é um símbolo da decadência econômica da Bahia. “A vinda da Ford foi uma conquista história para o Nordeste. Graças ao empenho do senador ACM, trouxemos para a Bahia a primeira montadora da região, mas as administrações do PT não foram capazes de definir estratégias para impulsionar o desenvolvimento econômico da Bahia”, afirmou.

O ex-prefeito de Salvador também falou sobre suas expectativas para os próximos anos. “Olhando para o futuro, precisamos traçar metas para que, a partir de 2023, haja um novo ciclo na Bahia, com geração de empregos, atração de investimentos, incremento do setor se serviços, fortalecimento do comércio e exploração de todo o potencial turístico da Bahia”.

Horto Florestal
O novo Horto Florestal Linaldo da Silva será aberto para visitação a partir desta terça-feira (28), dia em que Camaçari comemora 263 anos de emancipação política. O espaço, criado na década de 1970, possui cerca de 42 mil metros quadrados e foi completamente requalificado pela administração municipal.

Manu (DEM) está em Salvador e conversou com o ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB)

Leia em: < 1 minuto

Manuela Berbert é uma daquelas mulheres que sabe exatamente onde quer chegar! Além de empresária, jornalista, radialista e publicitária, a Manu, como é mais conhecida, também chegou à presidência do DEM Mulher de Itabuna e já se movimentou.

A empresária está na capital baiana desde a última 6ª feira (17.setembro) em busca de novos ares para alguns empreendimentos pessoais e encontrou tempo na agenda para confabular com o ex-deputado federal e líder do MDB na Bahia, Lúcio Vieira Lima.

Fontes ligadas ao Blog dizem que o encontro foi bastante satisfatório e as discussões sobre as próximas eleições entraram em pauta.

Manu já demostra que chegou para somar, correr atrás e movimentar o cenário político itabunense.

Quem escaramuça, abre portas, ou melhor: “ninguém segura uma mulher segura!”.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

Leão afirma que já apoiou vários candidatos e que chegou a vez dele

Leia em: 2 minutos

No último sábado (11.setembro), o vice-governador João Leão (PP), mais conhecido também como Bonitão, afirmou em entrevista ao Jornal da Boa, que é pré-candidato a governador do Estado e que pretende vencer ainda no 1º turno das eleições.

Questionado pelo jornalista Oziel Aragão sobre a aliança com a base atual, Leão foi categórico ao dizer que chegou a vez dele: “A aliança com a base é uma aliança. Eu já apoiei tantos! Apoiei Rui, apoiei Wagner, apoiei tantos…chegou a vez de uma ‘reciprocidadezinha’, né?”.

Leão também falou sobre a importância de dialogar com os demais partidos para entender como vai se configurar o cenário de 2022: “Nós vamos discutir, se eu vou sentar na cadeira de governador agora, se Rui será nosso candidato a senador(…). Vamos fazer uma composição de amigos como nós fomos durante esses anos todos. Amigos, sem briga, sem rancor, sem nada. Só cuidando bem da Bahia. É isso que nós queremos!”.

Para quem achava que o Leão tinha baixada tom com a vinda do ex-presidente Lula à Bahia: Segue a dor de cabeça pro PT. Ou pressão!

DÊ PLAY E ESCUTE ⬇️

LEIA TAMBÉM ⬇️

📌 Entrevista: “Tudo vai depender da decisão do grupo”, declara Erasmo Ávila sobre possível pré-candidatura a deputado

//

Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro depois de turnê pelo Nordeste

Leia em: < 1 minuto

O PoderData divulgou uma nova pesquisa que aponta que o ex-presidente Lula (PT) ampliou a vantagem sobre o atual presidente Bolsonaro (sem partido) em uma provável disputa de 2º turno pela presidência em 2022.

A pesquisa aponta que, se as eleições fossem hoje, 55% votariam no petista em um eventual 2º turno contra 30% que escolheriam o atual presidente. No levantamento anterior, realizado no início de agosto, a diferença era de 20 pontos. Agora, subiu para 25.

O resultado vem depois da peregrinação de Lula por cidades nordestinas em busca de alianças para 2022. O Nordeste é a região brasileira em que Lula tem mais apoio com 69% dos entrevistados da região que afirmaram que votariam no petista. No entanto, de acordo com a pesquisa, Lula vence Jair Bolsonaro em todas as regiões do Brasil, com exceção do Sul, onde há um empate técnico já que a diferença de 2 pontos percentuais fica dentro da margem de erro da pesquisa.

Esta pesquisa foi realizada no período de 30 de agosto a 1º de setembro de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. Foram 2.500 entrevistas em 472 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Leia em: < 1 minuto

Enderson Guinho (DEM) está empenhado até a medula na pré-campanha para deputado federal. O vice-prefeito de Itabuna chegou a Salvador nesta manhã de 3ª feira (31.agosto) para dialogar com o presidente nacional do DEM, ACM Neto.

Fontes afirmam que a pauta da reunião será para ajustar os últimos detalhes da agenda que o ex-prefeito de Salvador cumprirá em Itabuna ainda no mês setembro.

Guinho que também é secretário de Esporte e Lazer vem se articulando palmo a palmo na tangente rumo a 2022, ganhando assim, ainda mais força com a vinda de Neto ao solo Grapiúna.

O Pauta Blog segue sondando mais informações do encontro.

Neto lembra que a Bahia ocupa o 1º lugar em números de homicídios

Leia em: < 1 minuto

De fato, a campanha para 2022 já começou, ou seja, é tudo ou nada para assumir o Palácio de Ondina. Assim, o presidente Nacional do DEM, ACM Neto, em uma publicação nas redes sociais, disse que a Bahia é responsável por 14% das mortes violentas em todo o país e citou que o estado ocupa o 1º lugar em homicídios.

Neto ainda cita que o Estado precisa de um governador que “coloque para fora os bandidos, mas que, na Bahia, eles não possam se criar. O nosso estado precisa ser líder em geração de emprego e educação”.

Com o slogan #ABahiaPodeMais, ex-prefeito de Salvador propõe que os baianos façam uma reflexão do que existe atualmente e do que a população deseja para o futuro.

Certo é que 2022 é logo ali e o tabuleiro político na Bahia só está começando.

Senador colocou nome à disposição para que partido avalie candidatura

Leia em: < 1 minuto

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) afirmou, em carta enviada ao partido, que ele seria uma boa opção à Presidência da República em 2022 já que a sigla estaria em busca de uma terceira via entre Lula e Bolsonaro.

“Essa decisão não é expressão de um desejo particular ou sonho pessoal, sinceramente não acredito em construções personalistas. Ao contrário, essa decisão é fruto do diálogo reiterado com diversos setores e da reflexão aprofundada sobre o momento histórico que vivemos”, comunicou o senador.

A atuação do senador na CPI da Covid tem sido avaliada de forma positiva e, também por esse motivo, ele teria se colocado à disposição para que o partido lance seu nome como candidato à Presidência no próximo ano.

Alessandro Vieira é delegado de polícia civil, senador de Sergipe, além de presidente estadual do Partido Cidadania e membro titular do Diretório Nacional do partido. Foi eleito em 2018 com 474.449 votos, o que equivale a 25,95% dos votos válidos.

ACM Neto e Sheila Lemos (DEM), prefeita de Vitória da Conquista // Fotos Gilberto Júnior

Leia em: 2 minutos

O presidente nacional do Democratas ACM Neto em Vitória da Conquista, que os partidos que hoje estão ao seu lado terão prioridade para o diálogo e construção de uma eventual candidatura ao governo do estado. Ele, contudo, voltou a ressaltar que o momento é de percorrer o estado e dialogar com as pessoas e frisou que o caminho natural é que a pré-candidatura ao Palácio de Ondina seja oficializada até o final deste ano.

“A minha prioridade será para um diálogo e uma construção com os partidos que hoje já estão ao nosso lado, que começaram comigo em 2013 a transformação que Salvador vive. Nós, de lá pra cá, tivemos eleições vitoriosas e ampliamos bastante a nossa base política na capital, e espero poder montar um desenho que seja competitivo para as eleições do próximo ano. Agora, tudo no momento certo e, portanto, não há da minha parte nenhuma intenção de iniciar qualquer diálogo formal com os partidos agora em 2021, apenas em 2022”, disse ele.

Neto também criticou os governos petistas pelo atraso nas obras da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL). “O PT vai completar 16 anos de governo e até hoje a ferrovia não aconteceu, não saiu do papel”, cutucou. “Por muitos anos houve governo federal do PT e estadual do PT e a FIOL não avançou como poderia ter avançado. A gente espera que agora essa nova concessão, que resolve uma parte do problema, pelo menos daquela região de Caetité até o Porto Sul, e também a expectativa é que olhando pra frente possa se ter ela toda realizada como foi concebida, portanto vindo do Oeste até o Porto Sul”, finalizou.

Em entrevista a rádio de Bom Jesus da Lapa, ACM Neto citou a infraestrutura e a questão hídrica como desafios para o desenvolvimento da Bahia

Leia em: 4 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou nesta 2ª feira (31.maio) que o governo da Bahia tem sido um dos “mais perversos” na tributação sobre combustíveis. Em entrevista à rádio Nova Lapa FM, de Bom Jesus da Lapa, ele comentou sobre o novo aumento promovido pelo Executivo estadual do ICMS sobre combustíveis, variando de 11% a 23%. Foi o quinto crescimento do imposto somente este ano.

“Quando a gente olha o problema da Bahia hoje o governo é um dos que tem sido mais perversos em relação à tributação dos combustíveis. Toda hora é um aumento de ICMS. Todos os fatores internacionais que contribuem (para o aumento) se somam aos fatores locais, e a questão do ICMS é decisiva. É um dos tributos que mais oneram o combustível no Brasil. Ao contrário, devia o governo do estado estar pensando em desoneração para combustível, sobretudo para não penalizar o setor produtivo do nosso estado”, afirmou.

Ele pontuou que o aumento afeta a todos. “Quem abastece seu carro, sua moto, quem tem que abastecer seu ônibus ou caminhão para fazer frete, sabe o que eu estou falando. A consequência disso é em toda a cadeia, vai da coisa mais simples como a compra de um alimento até situações mais complexas envolvendo a política externa brasileira”, explicou.

Neto ainda ponderou que falta ao governo ações para dar suporte ao setor produtivo afetado durante a pandemia da covid-19. Ele lembrou que, enquanto prefeito de Salvador, implantou um pacote de medidas para atenuar os impactos provocados pela crise. “Fiz um pacote enorme para ajudar os setores econômicos, refinanciei dívidas, isentei multas e juros, dei desconto no principal para quem não conseguiu pagar imposto. Não adianta ter um estado rico se as pessoas estão pobres”, frisou.

ACM Neto comentou sobre infraestrutura e a questão hídrica, que na visão dele são desafios para potencializar o desenvolvimento da Bahia. Citou, por exemplo, a falta de uma indústria para beneficiamento da banana – Bom Jesus da Lapa é o maior produtor do país desta fruta. “Quando a gente olha não só a Lapa, mas Serra do Ramalho, Sítio do Mato, Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe que acabam tendo sua economia diretamente vinculada à capacidade de produção, a agricultura e o agronegócio para a Bahia têm que ser vistos de maneira estratégica, com olhar prioritário por parte do estado”, salientou.

Na infraestrutura, ele explica que é fundamental dar prioridade à recuperação, construção e a manutenção da malha viária, das estradas, para garantir mais segurança e qualidade de vida e também para garantir o escoamento da produção, integrando de maneira racional a região com os demais lugares do país.

Sobre a questão hídrica, ele diz que o legado dos governos do PT em pontos como barragens, no trabalho de armazenamento da água, de fazer água chegar de maneira mais fácil, é modesto. “Eu recentemente estava na Chapada Diamantina e onde você chega, no Oeste, no Sudoeste, em qualquer região da Bahia que tenha essa vocação para o agronegócio, é uma geral, todos dizem que está difícil porque a gente não tem acesso à água como precisava ter”, disse.

O presidente nacional do Democratas também comentou sobre a pobreza na Bahia e ressaltou que o caminho é ter um plano para promover o desenvolvimento econômico do estado. Vale lembrar que a Bahia tem o maior número de pessoas extremamente pobres, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Porque no fundo o que as pessoas querem é trabalho. As pessoas querem trabalhar, querem oportunidade para trabalhar, uma chance na vida para com o seu suor, produzir, e vencer na vida. E é isso que a Bahia precisa oferecer aos baianos: uma perspectiva de desenvolvimento futuro muito mais consistente, inclusive que preveja a superação dessas enormes desigualdades”, afirmou.

Ao falar sobre política, ACM Neto voltou a destacar que, caso seja candidato no próximo ano, será ao governo da Bahia. Disse, ainda, que seu desejo é “ver a Bahia liderar o país” e que, caso seja candidato e eleito, pretende ser “o melhor governador do Brasil”. Sobre o cenário nacional, afirmou que ainda é cedo para fazer prognósticos para 2022 e destacou o nome do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta como nome do partido no debate.

Ele falou também sobre o movimento “Pela Bahia”, iniciado recentemente por ele com o objetivo de percorrer o estado até maio de 2022. Iniciado na Chapada Diamantina, o movimento deve ter como próximo destino o Sudoeste do estado e, segundo Neto, a Lapa e a região também estão no radar para as edições seguintes. 

O OUTRO LADO

Em razão da matéria publicada em que ACM Neto fala que o governo da Bahia é um dos mais perversos quando se trata de tributação, a Sefaz esclarece que:

“Estão circulando informações equivocadas sobre o ICMS dos combustíveis. Neste caso, há um valor referencial pré-determinado para cobrança. Só depois que o preço real sobe ou desce na bomba, e isso é constatado em pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP), esse preço referencial que serve para cobrança do ICMS é ajustado. Logo, o ICMS não é nem nunca foi causa do aumento ou diminuição dos preços dos combustíveis, até porque só é ajustado com alguma defasagem.

Em nome dos fatos, é importante registrar que não há correlação entre os valores de referência para cobrança do ICMS sobre os combustíveis e os sucessivos reajustes praticados pelos postos na Bahia.

Observe-se, por exemplo, que mesmo com a última atualização dos preços referenciais para o diesel S10 tendo ocorrido em 1⁰ de fevereiro, os postos seguiram reajustando o combustível nos últimos meses em percentuais expressivos, totalizando um aumento de 21,75%.

Os reajustes ocorreram inclusive ao longo dos meses de março e abril, a despeito da desoneração de impostos federais sobre o diesel neste período, promovida pela União como forma de compensar os aumentos nas refinarias.

Os valores de referência válidos a partir do próximo dia 1⁰ de junho, 120 dias após a última atualização, baseiam-se em pesquisa realizada regularmente nos postos de todo o Estado pela ANP e, cumprindo a legislação nacional, meramente adequam a cobrança do imposto aos valores reais cobrados nas bombas”.

ATUALIZADA ÀS 17H57MIN DESTA 2ª FEIRA (31.MAIO)

Tudo indica que Valderico Júnior seja pré-candidato a deputado

Leia em: < 1 minuto

O ex-candidato a prefeito de Ilhéus, Valderico Júnior, se reuniu hoje com o pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto. Ele disse que tomou um café com o ex-prefeito de Salvador para discutir a política da Bahia.

“Agora o trabalho se intensifica para 2022, mostrando às necessidades do nosso povo cada vez mais de perto. E assim será, logo ele estará em Ilhéus e no sul da Bahia conversando sobre as questões da nossa região”, comentou Valderico Júnior.

E completou: “Falamos de futuro, mas também de como podemos colaborar com nossa região desde já. Reforçamos com os deputados Leur Lomanto Jr e Pedro Tavares todos os compromissos com o partido e principalmente com o nosso povo”.

O Pauta.Blog manteve contato com Valderico Júnior na tentativa de saber se ele pretende ser candidato a deputado, mas ele preferiu não revelar: “Ainda é cedo. Nosso foco agora é eleger o nosso governador. Faremos o que for melhor”.

Notícias mais lidas

Outros assuntos