Leia em: 6 minutos

Análise: o que levaria João Roma a desistir da cabeça de chapa na Bahia❓

Os nomes que já foram definidos para concorrer ao Governo da Bahia são: ACM Neto, ex-prefeito de Salvador e atual presidente nacional do DEM; e Jaques Wagner, do PT, senador e ex-governador por dois mandatos. Estes estão que nem “polvo”, garimpando aliados.

Enquanto isso, o representante do governo Bolsonaro, João Roma (Republicanos), ministro da Cidadania e ex-braço direito de ACM Neto vem aquecendo o seu nome em banho-maria. Porém, não deu a cartada final do sim (ainda).

Até agora, alguns fatos podem levar Roma a desistir da cabeça de chapa:

1️⃣ O bispo Márcio Marinho, presidente do Partido Republicanos na Bahia, disse que apoiará ACM Neto. Roma teria que mudar de sigla;

2️⃣ Roma “arriscaria” a concorrer ao Palácio de Ondina só para dar palanque a Bolsonaro. Mas perdendo, ficaria sem cargo de deputado ou senador. Aliás, ele vem caminhando para lançar a sua esposa, Roberta Roma, como deputada federal;

3️⃣ Recuaria para concorrer a uma possível vaga ao senado ou vice. Daí, a mais provável seria uma aliança com Neto. Logo, Roma teria que fazer as pazes com Neto pois andaram (ou andam) às turras desde que Roma assumiu o ministério. Esta é a mais difícil, mas não é impossível.

De fato, o que está decidido (mesmo!) é: Roma agirá conforme Bolsonaro mandar. Ou ele foi para o ministério à toa?

Enquanto o Capitão não define, Roma vem se movimentando com visitas de diversos prefeitos e deputados baianos em sua fazenda, localizada na região de Conceição da Feira.

⚠️ Prefeito de Itacaré pode se filiar ao PDT

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, deixou de ser o único prefeito do PT na região Sul da Bahia. O motivo da saída foi a sua insatisfação com o governador Rui Costa (PT).Fontes a par da política itacareense, dizem que Anízio pode se filiar ao PDT.

Ao que tudo indica, ele deve ser convidado oficialmente pelo partido. Vale lembrar que Antônio de Anízio foi vereador em 2004, pelo PRP, em 2008 se elegeu prefeito pelo PCdoB, em 2012 perdeu na reeleição para Jarbas Barbosa do PSB, e em 2016 voltou a prefeitura pelo PT, sendo reeleito também em 2020.

As pretensões políticas do prefeito ao se filiar a nova sigla estão movimentando os bastidores.

A ver.

💣 Tom Ribeiro ‘detona’ Marão 

Tom Ribeiro fez duras críticas ao prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD). Segundo ele, em seu programa de quinta-feira (10 de junho), Ilhéus estava há dois dias sem a coleta de lixo por conta da paralisação do profissionais da limpeza pública.

O apresentador também criticou o gestor pelos relatos de ônibus super lotados. Neste contexto, vale ressaltar que a Câmara de Ilhéus realizou uma audiência pública para tratar sobre os transportes, mas o relator, o vereador Augustão (PT), até hoje não conseguiu entregar o relatório ao prefeito. Dizem que ninguém consegue encontrar o prefeito no mapa.

Sem meias palavras, Tom detonou, perguntado: “Cadê o prefeito Marão?”

E, finalizou: “Vergonhoso!”.

Augusto Castro manda recado 👂

Com a proximidade do aniversário de Itabuna, no dia 28 de julho, o prefeito Augusto Castro (PSD) foi ao programa de Tom Riberio anunciar um pacote de obras. Ok, normal. Mas no fim da entrevista, mandou um recado: “Pouca conversa e mais ação”. A carapuça pegou em alguém…

👀 O propalador…

Toda vez que sai a notícia de uma sentença procedente a ação de vereadores cassados por fraude em cota feminina, prontamente o ex-vereador de Itabuna, Glaby Andrade (PDT), mais conhecido como Glebão, propala os links.

Se o mesmo acontecer em Itabuna, três vereadores podem perder o cargo na Câmara. Como quem não quer nada, Glebão fica de primeira classe, na espera.

Glebão perdeu a vaga para o vereador Dando Leone por uma diferença de 24 votos, nas últimas eleições de 2020. Por isso a ansiedade.

🚦 De vereador a prefeito ou deputado?

O presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Jerbson Moares (PSD), durante uma entrevista no Programa Tropa de Elite, na Gabriela FM, disse estar preparado para ser deputado estadual ou prefeito de Ilhéus. De concreto, por enquanto, é que a 🚦 luz amarela está acesa entre Jerbson e o prefeito Mário Alexandre, ambos do PSD.

  // O vereador Cosme Resolve (PMN) pediu aplausos dos colegas para ele mesmo. O fato ocorreu na última sessão da Câmara, quarta-feira (9 de junho). Dê play e escute! ⤵️

  // O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) estará na próxima semana no oeste da Bahia, segundo o site Bnews.

  // Ciro Gomes (PDT) cumpriu uma semana de agenda na Bahia. O ex-governador do Ceará passou pelo município de Euclides da Cunha. O presidente do PDT baiano, Félix Mendonça Júnior, e o marqueteiro João Santana, também estiveram presentes.

  // A secretária de Educação, Janaína Araújo, disse em entrevista ao Pauta.Blog que não teve uma experiência positiva no quesito das aulas on-lines com a filha. Realmente, as mães se desdobram na paciência para desempenhar o seu melhor como professora em tempos de pandemia. Clique e leia a entrevista completa👇

📌 Entrevista: “As brinquedotecas não se encaixam na modalidade de educação”, disse Janaína Araújo

  // O jovem vereador Israel Cardoso (PTC), disse em uma live com o jornalista e radialista Andreyver Lima, que sonha em ser um senador da República. Sem tergiversar, este jovem vai longe.

  // O empresário e fundador do partido Novo, João Amoêdo desiste de pré-candidatura à Presidência.

NOTA 🅾️

O presidente Bolsonaro se esforçou para influenciar na liberação de insumos do medicamento que ele gosta de receitar (cloroquina), mas não se empenha da mesma forma para usar máscaras. Usar? Agora quer dispensar o uso. Sim, enquanto somente 11% da população recebeu a segunda dose da vacina. Quem ‘entende’ de ciência é ele! (Só que não!)

NOTA 🔟

Os profissionais da imprensa (acima dos 40 anos) começaram a se vacinar esta semana.

Envie a sua sugestão de pauta: [email protected]

Janaína Araújo, Secretária Municipal de Educação de Itabuna

Leia em: 7 minutos

A Secretária Municipal de Educação, Janaína Araújo, fala em entrevista ao Pauta.Blog sobre uma série de assuntos que envolvem a educação no município de Itabuna, inclusive o polêmico retorno das aulas no sistema presencial ou híbrido, explica o motivo das brinquedotecas estarem funcionando, e também sobre os desafios da pasta. “As brinquedotecas não se encaixam na educação e sim modalidade de lazer”. Confira!

Pauta.Blog // Quem é Janaína Araújo?
Janaína Araújo // Sou professora do quadro efetivo da Prefeitura de Itabuna desde 2002, já trabalhei internamente em alguns setores da Secretaria de Educação, fui professora de escola coordenadora de projetos, trabalhei com formação de professores, também sou advogada, fui cedida durante alguns anos ao Núcleo de Assistência Jurídica e agora estou de volta como Secretária Municipal de Educação.

Pauta.Blog // Quais os principais desafios enfrentados ao assumir essa pasta?
Janaína Araújo // São muitos, dentre eles, o fato de eu ser do próprio quadro por ter que lidar com os meus pares, meus colegas, não mais como professora mas como gestora de uma Secretaria muito grande, enfim, lidar com a gestão de um espaço e de um quantitativo de pessoas e de demandas tão grandes como a Educação.

Outro desafio é a estrutura física das escolas é algo que nos preocupa. Já discutir com o prefeito Augusto Castro a questão da licitação para reforma dos prédios públicos, porque nós temos uma equipe pequena no setor de infraestrutura para sanar pequenos problemas nesse período que antecede a licitação.

E o nosso maior desafio é a pandemia, que de fato acaba trazendo todas as consequências do que estamos vivendo. Nova estruturação de trabalho, tendo que pensar na nova proposta pedagógica porque encaminhamos ao Conselho Municipal de Educação a unificação dos anos letivos 2020/2021, porque a própria lei da pandemia nos permite isso, trabalho com bloco de atividades, o que agente nunca pensou em fazer, a possibilidade de usar alguns meios tecnológicos para contato com os alunos, e o desafio maior que tem sido cobrança de uma parte da sociedade que é o retorno das aulas no sistema presencial/híbrido. Até fizemos consulta pública para saber a opinião da sociedade, por amostragem, e a maioria foi contra o retorno. A gente tem agora o desafio enorme que é estruturar as escolas para um possível retorno híbrido.

Pauta.Blog // Quantas escolas públicas o município tem e quantas estão prontas para o retorno das aulas?
Janaína Araújo // Temos 71 escolas na zona urbana e 21 na zona rural, dentre essas não sei precisar, o que posso precisar são as que estão com problemas, porque esse tem sido o nosso maior foco nesse momento e tratadas como prioridade para licitação. Seis estão com problemas graves na estrutura física, telhado, e as quatro escolas prováveis para o vetor disciplinar. As demais nós conseguimos trabalhar com a estrutura que tem. Provavelmente 85% das escolas prontas para o retorno.

Pauta.Blog // Não é necessário reformar as 10 salas para voltar às aulas?
Janaína Araújo // O que pensamos é que a decisão de retorno envolve muito mais o peso da saúde do que a questão pedagógica. E não vamos tomar decisão de forma unilateral. Para isso instituímos uma comissão com representantes de vários segmentos para avaliar a situação. Oficiamos inclusive o Ministério Público para que enviasse um representante para compor a comissão, mas eles disseram que não irá compor a comissão diretamente, por ser um órgão fiscalizador, mas estarão disponíveis para toda situação opinativa. Marcaremos uma reunião para o mais tardar terça-feira [dia 15 de junho], da próxima semana.

Pauta.Blog // Qual o percentual de profissionais da educação que estão vacinados?
Janaína Araújo // Não sei mensurar hoje [4ª feira, 9.junho]. Sabemos que parte desses profissionais já foram vacinados com as duas doses.

Pauta.Blog // O ano letivo 2020 foi encerrado?
Janaína Araújo // O ano letivo 2020 iniciou em 14 de setembro de 2020, naquele momento pensado para encerrar em maio de 2021, porém, quando assumimos a gestão e vimos a proporção que essa pandemia estava tomando, pensamos em unificar os dois anos letivos para garantir 800 horas de trabalho, sem necessariamente 200 dias letivos. E assim fizemos uma nova proposta e apresentamos ao Conselho Municipal de Educação, que aprovou, garantindo as 800 horas de trabalho, matrícula automática e o famoso conselho de classe que acontecerá uma vez e não duas, para os dois anos.

Pauta.Blog // Itabuna está há quase 450 dias sem aulas presenciais?
Janaína Araújo // Itabuna tem um diferencial em relação às outras cidades e governo do estado é que ficamos distante dos alunos entre março e setembro/2020, sendo que outras cidades ficou o ano de 2020 todo.

Pauta.Blog // Na sua opinião, quem arcará com o “gap” educacional, cognitivo e psicólogico desta geração que ficou de março a setembro sem aulas?
Janaína Araújo // Sabemos que existirá prejuízo. Sou pedagoga, sou mãe e sei da importância da interação na Educação Infantil para o desenvolvimento humano, trabalhei com psicopedagogia e com Educação Inclusiva, e sabemos que a interação gera diferencial na aprendizagem. Vivo isso com minha filha que pede todos os dias para ir para escola, só que estamos num momento que precisamos garantir algumas coisas que são anteriores a aprendizagem efetiva, e isso está na Constituição: nós temos três valores a serem preservados na ordem apresentada – Vida, Saúde e Educação – e é isso que estamos fazendo.

É complicado tomar uma decisão dessa porque quando retomar essa atividade você não abre unicamente o espaço escolar, retoma à vida normal em vários serviços e setores, como por exemplo, retoma o Serviço de Merenda Escolar que existe todo um protocolo a ser seguido e que não teremos condições de fazer essa fiscalização, inclusive o Conselho de Educação e de Alimentação Escolar. Retoma também o Transporte Escolar que certamente não teremos como fiscalizar todo esse trabalho, e retoma o aumento da quantidade de alunos frequentando o transporte público, entre outros. Esses são alguns dos dificultadores e que nos preocupa bastante.

Pauta.Blog // Está faltando ou ainda não chegou um planejamento ideal que envolve logística para o retorno das aulas?
Janaína Araújo // Existe esse planejamento, mas isso não significa que ele vai acontecer da forma pensada.

Pauta.Blog // Muitos tem sido os questionamentos sobre a reabertura de bares, shopping, eventos, entre outros e por que as escolas não?
Janaína Araújo // Nós temos uma responsabilização diferente quando se trata de menor, o adulto tem a sua opção de ir ou não, mas quando trabalhamos com menor não agimos sozinhos, envolve o Ministério Público e por isso chamamos o MP para participar da comissão, e que já se posicionou da forma que vai atuar.

Não adianta a gestão determinar o retorno das aulas e o MP no mesmo dia dizer não sob o argumento de que estamos tratando de menores e o MP não está participando da demanda, e isso pode acontecer. Não estamos lidando com maiores de idade e sim menores.

Pauta.Blog // A baixa transmissão do coronavírus entre as crianças tem sido noticiado entre profissionais da área de saúde… como você analisa essa questão?
Janaína Araújo // Já ouvíamos falar isso desde o começo, inclusive que só atingia os idosos e isso foi comprovado que não. Da mesma forma falava-se que não atingia crianças, e também foi comprovado que não, já ocorreram inclusive mortes de bebês, crianças e adolescentes, adultos em todas as faixas etárias.

A ciência está a todo tempo atuando e pesquisando e os estudos acabam sendo modificados. Inicialmente, até o momento, esse vírus pode não se desenvolver na criança, mas ainda assim a criança é o maior vetor de transmissão.

Pauta.Blog // Como você analisa a possiblidade do fechamento de 33 escolas da rede particular, em razão do não retorno das aulas presenciais?
Janaína Araújo // Entendo que é um momento difícil, inclusive para nós enquanto gestão. Infelizmente a gente tem vivido um momento em que a economia tem sofrido impacto em diversos setores, não somente as escolas, isto é uma consequência de toda essa problemática que estamos vivendo.

Acredito que a educação infantil está mais sofrendo essas consequências, porque é mais difícil haver uma interação on-line. Eu tenho filha em casa nessa fase de 3 anos e minha experiência enquanto mãe não foi positiva e isso acaba tendo um reflexo nas escolas que trabalham com a educação infantil porque a gente sabe que a interação é a maior fonte de aprendizagem.

Eu aproveito para esclarecer a questão das brinquedotecas, que não se encaixam na educação e sim modalidade de lazer, não tem obrigatoriedade de cumprir um currículo estruturado, carga horária.

Pauta.Blog // A Bahia recebeu nota zero e ficou em último lugar no índice de Educação à Distância. Abrir as escolas não iria na contramão dessa rota educacional negativa?
Janaína Araújo // A Bahia saiu em zero não foi pela avaliação, foi pela falta de trabalho realizado.

Pauta.Blog // Qual o posicionamento final do governo municipal para a volta às aulas?
Janaína Araújo // É fazer uma nova reunião com a comissão e sair de lá com outros critérios a serem estabelecidos e cumpridos, mas o que ficou estabelecido na última reunião foi prioridade na vacinação dos profissionais da educação e a realização da consulta pública e isso foi feito. A partir desse segundo momento tomaremos decisão em conjunto para serem definidos os próximos passos.

👉 Leia também a coluna Balão da Política e acompanhe o sobe e desce dos políticos.

Prefeito Augusto Castro, Gué e o vice-prefeito Guinho

Leia em: < 1 minuto

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro, em nome da comunidade itabunense, manifesta profundo pesar pelo falecimento do desportista Alex Pereira Costa, o popular Gué, que teve passagem como jogador e técnico de futebol no Itabuna Esporte Clube.

Também comandou a Seleção de Itabuna e diversas equipes no Campeonato Interbairros de Futebol.

Na parte social, contribuiu com o programa de Escolinha de Futebol na Vila Olímpica de Itabuna, que assistia quase 100 crianças e adolescentes de bairros carentes da nossa cidade.

Sua partida, constitui uma lacuna irremediável para todos nós que compartilhamos bons momentos de sua inesquecível irreverência e alegria.

Com seus familiares e amigos, compartilhamos a solidariedade dos amantes do esporte e do povo de Itabuna e pedimos a Deus que a todos conforte.

//

José Augusto Ferreira Filho tomará posse como venerável mestre da Loja Maçônica Acácia Grapiúna

Leia em: 2 minutos

As Lojas Maçônicas de Itabuna filiadas à Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia (GLEB) realizarão Sessões Magnas para empossar os Veneráveis Mestres eleitos no final de maio passado. A solenidade de posse será presidida pelo Grão-Mestre Arlindo Alves Pereira Neto, atendendo o protocolo de recomendações de segurança instituído pelo Ministério da Saúde.

Os novos Veneráveis a serem empossados no dia 1º de julho são José Augusto Ferreira Filho (advogado e servidor municipal) – Loja Maçônica Acácia Grapiúna; Paulo Alves Dantas (empresário) – Loja Maçônica Areópago Itabunense; Antônio Pimenta Neto (professor), reeleito ao cargo – Loja Maçônica Construtores do Templo; e Panagiotis Gerogiannis (empresário) – Loja Maçônica Areópago Grapiúna. Os mandatos são para o período 2021/2022.

Na Loja Maçônica 28 de Julho foi reeleito o Venerável Mestre Rafael Gama Moreira, cuja reassunção está confirmada para a segunda-feira (14-06), em Sessão Magna presencial, na qual serão adotados todos os protocolos de segurança; já o Venerável Mestre da Loja Maçônica Antônio Costa, José Joel Pereira Macedo, será empossado em data ainda a ser agendada. Os dois mandatos são para o período 2021/2023.

Atualmente existem em Itabuna seis Lojas Maçônicas: quatro filiadas à Grande Loja do Estado da Bahia (GLEB) – Loja Maçônica Areópago Itabunense, Loja Maçônica Acácia Grapiúna, Loja Maçônica Construtores do Templo e Loja Maçônica Areópago Grapiúna. As outras duas – Loja Maçônica 28 de Julho e Antônio Costa, são filiadas ao Grande Oriente do Brasil (GOB).

Para o Venerável Mestre eleito da Loja Maçônica Acácia Grapiúna, José Augusto Ferreira Filho, com a pandemia ampliaram-se os desafios da Maçonaria Universal, o que não é diferente em Itabuna. “Nossa missão é empreender esforços para transpormos as dificuldades impostas pela nova ordem internacional – como sempre fizemos –, em busca de construirmos uma sociedade mais justa”.

Para o Venerável José Augusto Ferreira, diante do novo cenário criado pela pandemia, em que não são recomendados os encontros presenciais, os maçons continuam se reunindo de modo virtual para que possam ouvir e analisar as demandas da sociedade. Na opinião do novo Venerável, cada vez mais os maçons de todas as lojas estão interagindo no sentido de contribuir com uma vida melhor à humanidade. 


Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado

*A análise do colunista não reflete, necessariamente, a opinião de Pauta.blog.br

Região do São Caetano começa a ser atendida com o abastecimento de água

Leia em: < 1 minuto

A Gerencia de Produção e Distribuição de Água da Emasa, vem regularizando o abastecimento de água em toda zona sul de Itabuna, que abrange a região do Bairro São Caetano. Desde o dia de ontem 6ª feira (11.junho), foi iniciado o fornecimento nessa região da cidade.

Segundo o gerente de Produção e Distribuição de Água, Moisés Ferreira Rosa, neste sábado haverá a ampliação no sistema de manobras que vai atender além do São Caetano, os bairros circunvizinho, a exemplo do Novo São Caetano, Pedro Jerônimo, Daniel Gomes, Jardim Primavera e Sarinha Alcântara.

A Emasa está trabalhando no Projeto de Ampliação do Sistema de Distribuição de Água. A empresa pretende construir uma adutora de 7 Km, ligando a Estação de Tratamento de Água (ETA), a dois reservatórios, sendo um instalado no Bairro Jardim Cordier (setor do Bairro São Caetano), com capacidade para acumular cinco milhões de litros de água, e outro, no Bairro Novo Lomanto, para armazenar três milhões de litros de água.

//

Bombeiros precisara quebrar parede para retirar o cão, que não apresentou ferimentos aparentes. Não há detalhes de como o animal foi parar no local // Foto de Divulgação/Corpo de Bombeiros

Leia em: < 1 minuto

Um filhote de pitbull, de apenas dois meses, ficou preso entre as paredes de dois imóveis no Parque Residencial, em Juazeiro, no norte da Bahia. De acordo com Corpo de Bombeiros, responsável pelo resgate do animal, o caso ocorreu no final da tarde de sexta-feira (11).

Os bombeiros detalharam que a guarnição do 9º Grupamento de Bombeiros Militar (9ºGBM/Juazeiro) foi acionada e no local tiveram que quebrar a parede de um dos imóveis para conseguir ter acesso ao cachorro. Não há detalhes de como o animal foi parar entre as duas paredes.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o processo de resgate demorou cerca de uma hora e foi realizado com bastante cuidado para não estressar o animal.

Após a retirada, os bombeiros observaram que não havia ferimentos aparentes e entregaram o cão para a tutora.

Os bombeiros orientaram que o filhote fosse levado para uma clínica veterinária para uma avaliação mais detalhada. Do G1

Gué era irmão do ex-jogador Alan Bahia, do Atlético Paranaense

Leia em: < 1 minuto

Morre Alex Pereira Costa de 46 anos, mais conhecido como Gué, vítima da Covid-19, morador do bairro São Pedro, em Itabuna. Era muito querido daquela comunidade, e também, ligado ao esporte.

Gué era irmão do ex-atleta Alan Bahia, volante do Atlético Paranaense por onde jogou por mais de 10 anos.

O vereador de Itabuna, Pancadinha (PMN), era muito ligado a Gué e lamentou: “Como pedi a Deus para que essa notícia não chagasse. Mas infelizmente ela chegou!! Você foi um dos meus principais incentivadores na #politica, irmão”.

Gué chegou a incentivar Pancadinha com a frase: “Pancadinha, vou acreditar em seu sonho. O seu sonho também é o meu sonho. Estamos juntos!”.

🙏 Que Deus conforte todos os familiares e amigos.

Marco Maciel no Plenário do Senado, durante seu último mandato como senador, que se encerrou em 2011 // Foto da Agência Senado 

Leia em: 3 minutos

Morreu neste sábado (12.junho) o ex-senador e ex-vice-presidente da República Marco Maciel.

Aos 80 anos, Marco Maciel convivia com a doença de Alzheimer desde 2014 e, em março deste ano, foi diagnosticado com covid-19. Voltou a ser internado esta semana devido a uma infecção bacteriana. O velório será de 14h30 às 16h30 no salão Negro do Senado e o sepultamento às 17h30 na Ala dos Pioneiros do Cemitério Campo da Esperança, em Brasília.

Pernambucano, Maciel teve seu nome ligado à política brasileira por 45 anos, de 1966 a 2011. No Senado, ocupou uma vaga por Pernambuco em três períodos: de 1983 a 1991, de 1991 a 1994 e de 2003 a 2011. A vice-presidência da República foi exercida por ele nos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso, de 1995 a 1999 e de 1999 a 2003.

Também foi eleito imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL), em 18 de dezembro de 2003, como oitavo ocupante da Cadeira nº 39, na sucessão de Roberto Marinho.

Recebeu ainda títulos de Cidadão Honorário de 42 cidades brasileiras, a maioria delas em Pernambuco. A ele é atribuída a autoria de frases célebres como: “Tudo pode acontecer, inclusive nada”.

CARREIRA POLÍTICA
Marco Antônio de Oliveira Maciel nasceu em Recife no dia 21 de julho de 1940. Casado com a socióloga Anna Maria Ferreira Maciel, foi pai de três filhos e avô de quatro netos. Era formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco e também foi professor e advogado.

Iniciou sua carreira política em 1963 ao ser eleito presidente da União Metropolitana dos Estudantes de Pernambuco, enquanto cursava Direito na UFPE. Elegeu-se em 1966 deputado estadual em Pernambuco pela Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido de sustentação do governo militar.

DEPUTADO FEDERAL
Também pela Arena, foi deputado federal por dois mandatos, de 1971 a 1974 e de 1975 a 1978. Eleito presidente da Câmara dos Deputados em fevereiro de 1977, enfrentou em abril o fechamento provisório do Congresso pelo então presidente da República, Ernesto Geisel, sob o pretexto de implementar a reforma no Poder Judiciário proposta pelo governo, cujo encaminhamento vinha sendo obstruído pela oposição.

No final de 1978, foi eleito pela Assembleia Legislativa de Pernambuco para o cargo de governador do estado, após indicação do presidente Ernesto Geisel, corroborada pelo sucessor de Geisel, general João Batista Figueiredo. Seu mandato terminou em 1982 e, no ano seguinte, chegou ao Senado.

VICE-PRESIDÊNCIA
Em 1994, Marco Maciel foi indicado pelo PFL para substituir o senador alagoano Guilherme Palmeira como vice-presidente na chapa de Fernando Henrique Cardoso. A candidatura de Palmeira havia sido inviabilizada após denúncia de favorecimento de empreiteira por meio de emendas ao Orçamento da União. Maciel havia sido um dos primeiros líderes de seu partido a defender o apoio do PFL ao nome de Fernando Henrique.

Durante a campanha, a oposição, representada pela candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, explorou o apoio de Maciel aos governos militares. Em sua defesa, o então senador alegou jamais ter colaborado diretamente com o regime, não tendo ocupado nenhum cargo no governo durante o período militar.

Em 1º de janeiro de 1995, Maciel tomou posse como vice-presidente da República. No exercício do cargo, manteve seu prestígio como negociador, discreto e influente. Com bom trânsito no Congresso Nacional, foi designado por Fernando Henrique como articulador político do governo. Dessa forma, coube a Maciel coordenar as negociações em torno da aprovação das reformas constitucionais defendidas pelo novo governo, entre as quais se destacavam as reformas administrativa e fiscal voltada para o controle do deficit público, a reforma da Previdência Social, a quebra do monopólio estatal sobre o petróleo e as telecomunicações, a reforma administrativa e a extinção dos obstáculos à atuação de empresas estrangeiras no país.

VOLTA AO SENADO
Em 1º de janeiro de 2003, deixou a vice-presidência da República e, no mês seguinte, assumiu sua vaga no Senado por Pernambuco, eleito pelo PFL. Tendo apoiado o candidato José Serra (PSDB) nas eleições de 2002, vencidas por Luiz Inácio Lula da Silva, Maciel passou a fazer oposição ao novo governo. Ainda em 2007, filiou-se ao Democratas (DEM), sigla que sucedeu o PFL.

//

Manchetes deste sábado, 12 de junho/2021

Leia em: < 1 minuto

// O GLOBO: Canais de internet lucram com fake news na pandemia

// TRIBUNA DA BAHIA: Vacinação na faixa dos 40 anos deve começar na próxima semana

// A TARDE: Anvisa autoriza aplicação da Pfizer em adolescentes

// FOLHA DE S.PAULO: Gargalos na rede ampliam risco energético no Sudeste

// O ESTADO DE S.PAULO: Câmara acelera projeto que afrouxa Lei de Improbidade

Notícias mais lidas

Outros assuntos