//

Serviço da Embasa deve ser concluído ainda na segunda-feira e, logo depois, abastecimento vai ser retomado

Leia em: < 1 minuto

A Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai interromper o abastecimento de água na zona sul e na região central de Ilhéus na próxima 2ª feira (9.janeiro). A empresa vai modernizar os equipamentos elétricos da área de captação do Rio do Engenho e, por isso, é necessário suspender a distribuição de água.

A conclusão do serviço está prevista para às 21h de segunda-feira e, logo depois, vai ser retomado o abastecimento, gradativamente. A estimativa é que a normalização aconteça em até 36 horas. A orientação é que a população use o recurso racionalmente para evitar o desabastecimento.

As localidades afetadas são Pontal, Nelson Costa, Urbis, Nossa Senhora da Vitória, Mambape, Ilhéus II, Cururupe, Ceplus, Barreira, Sapetinga, Jardim Atlântico, Condomínio Sol & Mar, Couto, Santo Antônio, Litoral Sul e adjacências.

//

Embasa solicitou reajuste de 13,35% nas tarifas

Leia em: 2 minutos

O governo de Jerônimo Rodrigues (PT) vai começar marcado por alguns aumentos, a exemplo do ICMS e das tarifas de água da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento). No caso da Embasa, a empresa solicitou à Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) o reajuste de 13,35% na tarifa dos serviços.

De acordo com a Embasa, esse percentual corresponde à recomposição inflacionária do preço dos insumos envolvidos na prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, como energia elétrica e produtos químicos, e é fundamental para a manutenção da sustentabilidade financeira da empresa.

Ainda segundo a empresa, o novo marco do saneamento básico determina que as empresas devam alcançar uma cobertura de 99% de atendimento de abastecimento de água e 90% de atendimento de esgotamento sanitário nas áreas atendidas até 2033 e, dessa forma, é preciso haver investimento e, consequentemente, gastos.

Infelizmente, é mais um reajuste que o consumidor vai ter que incluir no orçamento e tentar equilibrar no final de cada mês. Pode parecer pouco esse aumento, mas, quando somado às demais despesas, vira uma bola de neve difícil de segurar. 

CLIQUE AQUI E LEITA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

FILA DA MORTE❗ Feira de Santana tem 23 pacientes aguardando transferência para hospitais pela Central de Regulação estadual

Reajuste de 9,95% foi autorizado pela pefeitura

Leia em: < 1 minuto

Por meio de um decreto publicado na edição do Diário Oficial do Município do dia 8 de novembro, o prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), autorizou o reajuste nas contas de água do município. A partir do mês de dezembro, a Emasa (Empresa Municipal de Águas e Saneamento) está autorizada a aumentar os valores das tarifas de água e esgoto em 9,95%.

De acordo com o decreto da prefeitura, o reajuste vale-se para que a empresa possa realizar investimentos no serviço que é prestado à população, além de precisar custear os contratos, principalmente o que está ligado ao fornecimento de energia elétrica. Ainda segundo o decreto municipal, houve elevação nos valores dos insumos e, por esse motivo, é preciso repassar os valores para o consumidor final.

Fato é que os moradores de diversos bairros da cidade têm se queixado do constante desabastecimento de água por longos períodos. Mesmo assim, o reajuste nas contas é para toda a população e não existem exceções relacionadas às pessoas que precisam comprar água em outros estabelecimentos quando a Emasa não cumpre o seu papel na totalidade.

//

Obras do novo sistema de abastecimento de água de Itabuna

Leia em: 2 minutos

As obras do Projeto Mais Água para a Cidade, executada pela Emasa (Empresa Municipal de Águas e Saneamento), segue avançando pelo Bairro Jaçanã. O projeto visa solucionar o problema do abastecimento de água. Até agora, já foram implantados 1.480 metros de rede adutora e 600 metros de rede de distribuição.

De acordo com o encarregado da obra Osmair Ribeiro, da C&R Engenharia, empresa responsável pela execução do projeto, até a próxima semana a rede adutora que segue pela Rua 15 de Novembro estará concluída e será ligada à rede implantada nas proximidades de um posto de combustíveis na Avenida Manoel Chaves.

A Emasa e a Prefeitura estão investindo nessa primeira etapa do Projeto Mais Água para a Cidade, pouco mais de R$ 17 milhões. Na segunda fase, com a implantação de dois reservatórios, com capacidade para armazenar três e cinco milhões de litros de água, nos bairros Novo Jaçanã e Novo Lomanto, respectivamente, mais de 80% dos bairros da zona sul de Itabuna terão o fornecimento de água regularizado, eliminando o atual sistema de manobras.

A previsão de conclusão das obras é para o primeiro trimestre de 2024 beneficiando os bairros que compõem a zona sul da cidade, que são os que mais sofrem com o atual sistema de manobras. Em alguns casos, o fornecimento de água é executado a cada 15 dias.

Com a conclusão do projeto, os bairros da região do São Caetano, Pedro Jerônimo, Banco Raso, Vila Anália, Sarinha dentre outros terão fornecimento de água diariamente.

As obras também contemplarão os bairros que abrangem o Conceição, São Judas Tadeu, Vila Zara e Góes Calmon, que passarão a ser abastecidos a cada cinco dias.

Já os bairros da zona oeste, que engloba Nova Itabuna, Ferradas e Nova Ferradas, terão o fornecimento de água a cada seis dias.

//

Leia em: < 1 minuto

A Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) divulgou um comunicado para informar a população sobre a realização de um serviço de manutenção nos equipamentos do sistema integrado de abastecimento de Salvador. Por esse motivo, o fornecimento de água vai ser interrompido na próxima segunda-feira (7.novembro) a partir das 8h.

De acordo com a empresa, a previsão é que o serviço seja concluído às 16h do mesmo dia e o abastecimento vai ser retomado de forma gradativa em até 24 horas. Por causa dessa situação, a empresa pede para que os moradores dos bairros afetados usem a água armazenada nos tanques de forma econômica para evitar o desabastecimento.

Confira a lista dos bairros afetados ⬇️

Alto do Coqueirinho
Arenoso
Arraial do Retiro
Bairro da Paz
Barreiras
Brotas
Boca do Rio
Cabula
Cabula VI
Calabetão
Caminho das Árvores
Cosme de Farias
Costa Azul
Curuzu
Doron
Engomadeira
IAPI
Imbuí
Itaigara
Itapuã
Jardim Armação
Jardim Santo Inácio
Liberdade
Mata Escura
Mussurunga
Narandiba
Novo Horizonte
Patamares
Pernambués
Pero Vaz
Piatã
Pituaçu
Pituba
Resgate
Retiro
Saboeiro
Santa Mônica
São Cristóvão
São Gonçalo
Stella Maris
Stiep
Sussuarana
Tancredo Neves
Trobogy

Augusto Castro assinou a ordem de serviço do Projeto Mais Água para a Cidade

Leia em: 2 minutos

Cerca de 120 mil itabunenses residentes em 36 bairros que sofriam com a falta de água serão beneficiados pelo Projeto Mais Água para a Cidade, cuja Ordem de Serviço foi assinada pelo prefeito Augusto Castro (PSD) na manhã desta 5ª feira (11.agosto), na Praça Adami, centro de Itabuna. Centenas de pessoas prestigiaram o ato contou com a presença do presidente da Emasa (Empresa Municipal de Águas e Saneamento), Raymundo Mendes Filho.

O prefeito de Itabuna comemorou a assinatura da Ordem de Serviço, com o início imediato das obras que beneficiaram moradores da região dos bairros São Caetano, Pedro Jerônimo, Banco Raso, Vila Anália, São Pedro e Sarinha. “Famílias de bairros que recebiam água a cada 15 dias em suas casas, passarão a ter água diariamente nas suas torneiras. Um benefício que representa melhoria da qualidade de vida de metade da população de Itabuna”, afirmou.

“A outra parte da população que não será beneficiada diretamente pelo projeto, passará a ter operações intermitentes reduzidas para cada cinco dias”, completou o prefeito. Ele disse ainda que o projeto Mais Água para a Cidade prevê a ampliação da estação elevatória de água tratada, na ETA (Estação de Tratamento de Água), no São Lourenço, com o acréscimo de duas motobombas. Além disso, haverá a implantação de 6.049 metros de rede adutora e pouco mais de 2 mil metros de rede de distribuição.

Já presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, destacou a satisfação dar início a uma obra que beneficiará famílias que há muitos anos sofrem com a falta d’ água. “Um problema de décadas que está sendo resolvida pela determinação e sensibilidade do prefeito Augusto Castro. É um projeto concebido pelos técnicos da Emasa e que estava sendo trabalhado desde o primeiro dia desta administração”, comentou.

Enquanto transcorria a solenidade no centro, operários e máquinas rasgavam o solo para abri valetas por onde passarão a tubulação em ruas do bairro Jaçanã. A movimentação surpreendeu pessoas que se disseram satisfeitas com o começo das obras para o tão sonhado projeto de levar água às suas torneiras.

Os bairros que abrangem as áreas do Conceição, São Judas Tadeu, Vila Zara, Góes Calmon passarão a ser abastecidos a cada cinco dias. Já os bairros da zona oeste, que engloba Nova Itabuna, Ferradas e Nova Ferradas passarão a ter fornecimento de água a cada seis dias.

Distritos de José Gonçalves, São Sebastião, São Domingos, Itaipu e Baixa do Cedro vão ser afetados, mas serviço vai ser normalizado nas 72 hora seguintes

Leia em: < 1 minuto

Na próxima 2ª feira (16.maio), a Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai interromper o abastecimento em algumas localidades de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. De acordo com a empresa, um serviço de melhorias na captação da barragem de Água Fria II vai ser realizado e, por esse motivo, é necessário interromper o fornecimento de água.

As localidades de José Gonçalves, São Sebastião, São Domingos, Itaipu e Baixa do Cedro vão ficar sem água, mas o serviço vai ser restabelecido, gradativamente, durante as 72 horas seguintes. Dessa forma, a orientação da Embasa é que a população utilize a água armazenada nos tanques de forma criteriosa até que a situação seja normalizada.

//

Leia em: < 1 minuto

O abastecimento de água nos bairros da região centro-oeste de Ilhéus será interrompido nesta 2ª feira (25.abril) devido à necessidade de adequação operacional na Estação de Tratamento de Água no Centro.

Os locais afetados são: Malhado, Esperança, Teresópolis, Pacheco/Boa Vista, Conquista, Basílio, Tapera, Teotônio Vilela, Banco da Vitória, Moradas do Porto, Vila Cachoeira e Salobrinho.

A previsão é que o serviço seja concluído até às 18h ainda de 2ª feira (25,abril), quando será iniciada a retomada gradativa do abastecimento com estimativa de regularização completa nas 36 horas seguintes.

//

Leia em: 2 minutos

A Emasa (Empresa Municipal de Águas e Saneamento) reestabeleceu o fornecimento de água nesta madrugada, em Itabuna, depois de pouco mais de 48 horas com o fornecimento de energia elétrica interrompido em função das chuvas e fortes ventos que atingem o sul da Bahia. O sistema será restabelecido gradualmente.

A queda de postes e fiação na rede elétrica que atende a Estação de Captação de Água, em Rio do Braço, distrito de Ilhéus, aconteceu sexta-feira passada, dia 15. Por isso, uma força tarefa foi montada com técnicos da Emasa e também da concessionária Coelba para normalizar a situação.

NOVA REDE ADUTORA
Para resolver em até 90% os problemas no fornecimento de água, a Emasa e a Prefeitura de Itabuna desenvolveram o projeto do novo Sistema de Abastecimento de Água, que consiste na ampliação da estação elevatória, com o acréscimo de dois conjuntos de motobombas, a implantação de pouco mais de dois quilômetros de rede adutora e a construção de dois reservatórios, um com três milhões de litros, no Bairro Novo Lomanto, e outro, com cinco milhões de litros no Bairro Novo Jaçanã.

De acordo com o presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, o novo sistema que será implantado é o maior investimento já realizado pela empresa nos últimos 40 anos. “Serão aportados recursos da ordem de R$ 26 milhões na construção do novo sistema de abastecimento. Com isso, cerca de 80% dos bairros de Itabuna terão água com maior regularidade”, diz.

A previsão, segundo Mendes Filho, é de que as obras do sistema de ampliação do abastecimento de água seja iniciado no segundo semestre deste ano. “Essa obra é uma das prioridades da gestão do prefeito Augusto Castro. Vamos dar início ao processo de licitação em breve e buscar recursos externos para que o consumidor tenha água com regularidade”, afirma o presidente da Emasa.

Serviço de manutenção da Coelba afeta fornecimento de água pela Embasa

Leia em: < 1 minuto

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informou que, nessa terça-feira (15.fevereiro), o abastecimento de água vai ser interrompido na zona norte de Ilhéus devido à interrupção no fornecimento de energia elétrica pela Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

A interrupção do fornecimento se deve à manutenção da rede e a Coelba estima que o serviço seja concluída até às 18h de amanhã, quando será iniciada a retomada gradativa do abastecimento de água. Nesse período, orienta a Embasa, é interessante que os moradores façam uso racional e consciente da água para evitar o desabastecimento.

As localidades afetadas são: Iguape, Distrito Industrial, São José, Novo Ilhéus, Jardim Savóia, Barra, São Domingos, São Miguel, Sambaituba, Aritaguá, Urucutuca e adjacências.

Notícias mais lidas

Outros assuntos