Leia em: 9 minutos

🤏 A prioridade de “milhões” do Poder Legislativo itabunense

Depois de 15 meses de mandato, os vereadores da Câmara de Itabuna parecem querer acordar do coma profundo em que estiveram até agora. Aliás, ao menos uma parte tem dado demonstrações de que pretende acordar e mudar a postura.

Se, de um lado, existem edis apenas “querendo aparecer” com discurso bonito e ensaiado, outros se esforçam para cobrar melhorias no transporte público e no abastecimento de água, pedir agilidade na construção das 1.100 casas para quem perdeu tudo na enchente, conscientizar sobre a importância das sessões hiperbáricas e solicitar pavimentação asfáltica e reformas em postos e escolas.

Há, também, aqueles que festejam quando praças são inauguradas nos bairros mesmo sabendo que, em alguns locais, (pasmem!) nem há posto de saúde. Já presenciamos, inclusive, o curioso caso do vereador que agradeceu pela limpeza de bueiros, o que é uma simples obrigação da prefeitura municipal.

No quesito “bajulação”, alguns se superam ao enaltecer o Poder Executivo abusando de expressões como “nossa gestão” e “parabéns ao meu prefeito, meu gestor e meu líder”. Uma dúvida: o papel do vereador é, de fato, fiscalizar o Executivo ou inflar o ego dele?

Para aquele que insiste em incorporar o espírito de “pai da reforma”, a felicidade é plena quando consegue reformar plenário, fachada, contratar empresas de segurança privada – diga-se de passagem pela bagatela de R$ 179 mil -, e “otras cositas más”. Reformar para dizer que fez alguma coisa, né?

Outra parte do grupo só pensa em aumento. Sim. Ampliar é com eles mesmo! Já aumentaram impostos (quem não está pagando o IPTU com um valor dobrado com relação ao ano de 2021?) e os próprios salários com a desculpa de que era preciso reajustar os vencimentos dos servidores e, consequentemente, eles foram junto no pacote. Além, óbvio, de quererem conceder a aprovação de um empréstimo de até 30 milhões de dólares ao Executivo. É coisa, hein?

De concretas e plausíveis, até o momento, são pouquíssimas as ações da Câmara de Itabuna. Por exemplo, no mês passado, uma festa perturbou o sossego dos moradores de mais de 25 bairros da cidade, mas o ItaPedro vai acontecer exatamente na Avenida Princesa Isabel, ou seja, os moradores que se virem para comprar tampões de ouvido. O que a Câmara fez para impedir o disparate? Nada!

Fica lançado aqui o desafio para que algum vereador apresente ao Pauta Blog e, principalmente, à sociedade, uma ação fiscalizatória financeira do Executivo municipal. Diante do posicionamento dos 21 vereadores, ou o prefeito Augusto Castro (PSD) é perfeito e está tudo ok ou “é melhor ficar de braços cruzados”!

Vale relembrar que, em 2020, apenas 3 vereadores conseguiram a reeleição. Já que 2024 é logo ali, não seria interessante começar a trabalhar desde agora e tentar tirar o atraso e a péssima impressão que a Casa tem passado para a população?

A prioridade “de milhões” da Câmara de Itabuna, por enquanto, tem sido dizer amém para tudo. Viva Itabuna!

🦠 Lata de sardinha com Ômicron

O pré-candidato à reeleição no Senado e líder do PSD na Bahia, Otto Alencar, soltou os cachorros em cima de um dos organizadores do PGP (Programa de Governo Participativo) Litoral Sul realizado no último sábado (4.junho) em Itabuna.

O lance foi o seguinte: os jornalistas foram convocados para uma entrevista coletiva com Jerônimo Rodrigues (PT), Geraldo Júnior (MDB) e Otto Alencar (PSD). Até aí, tudo bem.

Acontece que os blogueiros, jornalistas e radialistas não sabiam em qual local aconteceria essa coletiva e o organizador convocou todos para aguardarem o ônibus de Jerônimo chegar na Avenida Princesa Isabel. Quando o veículo chegou, a tropa da imprensa foi chamada para subir no ônibus.

Nós ficamos sem entender se iríamos pegar carona rumo à coletiva, mas, na verdade, a entrevista aconteceu ali mesmo. Creia! Todo mundo “junto e misturado” dentro da lata de sardinha.

Após alguns minutos, o senador e também médico, Otto Alencar, saiu de onde estava com Geraldo e Jerônimo e esbravejou: “Como convoca uma coletiva dentro de um ônibus?”.

Sem graça, o dono da ideia disse: “É porque não tinha local, senador”. Otto retrucou: “Com a Ômicron solta por aí?”. O humilde organizador finalizou dizendo que a situação não vai voltar a acontecer.

Resumindo: a lata de sardinha pode, mas, o medo da Ômicron, não.

🤝 Carismático é ele

Um fato que chamou a atenção foi o carisma do pré-candidato a vice-governador Geraldo Júnior (MDB). Ele fez questão de falar de forma gentil e cordial com a maioria dos comunicadores presentes no evento. Já Jerônimo Rodrigues (PT) não abandonou a sisudês em nenhum momento. Até para rir é “pesado”!

⚖️ Tranco pesado

O senador Otto Alencar vai fazer 75 anos e é nítido que ele não aguenta o tranco do “corredor do povão” provocado por Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior ao sair do ônibus até o palco. Em sinal de desespero, ele desgarrou da multidão e “sârtou” fora.

👀 Comitiva 1

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), chegou no ônibus da caravana de Jerônimo com a sua digníssima esposa e secretária municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Andrea Castro. Augusto estava radiante com o número de pessoas no PGP.

👀 Comitiva 2

O prefeito reeleito de Itacaré, Antônio de Anízio, que chegou a sair do PT (Partido dos Trabalhadores), também estava presente no ônibus de Jerônimo Rodrigues. No clique, o prefeito estava confabulando com o jornalista Domingos Matos, editor de O Trombone.

🦶 O gigante e os nanicos

Quem deu uma demonstração de marketing pesado foi o ex-prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (PSD). Lotou o Jardim do Ó, atravessou a Ponte do São Caetano com centenas de apoiadores e chegou no evento, literalmente, “nos braços do povo”. O comentário no evento era que “Marcone chegou gigante”. Os nanicos de Itabuna ficaram ofuscados ou Davi engoliu os Golias?

😎 Binóculo (1)

O Pauta Blog procurou bastante e, com a ajuda de um binóculo, avistou os vereadores de Itabuna presentes no evento: Erasmo Ávila (PSD), Manoel Porfírio (PT), Sivaldo Reis (PL), Luiz Júnior (DC) e Wilmaci Oliveira (PCdoB).

😎 Binóculo (2)

Ronda nos bastidores que o delegado de Polícia Civil e atual secretário de Segurança e Ordem Pública de Itabuna, Humberto Mattos (PSD), foi convidado pelo prefeito Augusto Castro para ir ao evento de Jerônimo Rodrigues (PT), porém não compareceu. Pelo visto, optou em ficar nanico com o prefeito e gigante com a tropa do pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil).

🦜 Papagaio agarrado

Quem agarrou no pé (literalmente) de Jerônimo Rodrigues foi o ex-vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior (PCdoB). Agarrou não, parecia um “papagaio de pirata” de primeira classe.

📊 Nova pesquisa

O instituto Real Time Big Data vai trazer uma nova pesquisa sobre a sucessão na Bahia para governador e senador ainda nesta semana. Após 22 dias sem pesquisas, a Record TV encomendou uma nova rodada.

👁️ A promessa do PSD jovem

O jovem Leonardo Guimarães, conhecido como Léo do Social, é o atual presidente do PSD Jovem Itabuna e vem correndo trecho com muita maturidade política. 2024 é logo ali e esse garoto promete, viu?!

🍾 Fanfarrão da promessa (1)

Rui Costa (PT) poderia ganhar o título de governador que mais promete no Brasil. Cumprir que é bom, é outra história. Agora, passou por Itabuna e prometeu uma nova avenida de acesso ao município. Primeiro, cadê as 1.100 casas para as pessoas afetadas pelas enchentes de dezembro de 2021? Prometer é com ele mesmo!

🍾 Fanfarrão da promessa (2)

O lema de Rui Costa é tudo para Ilhéus e, para Itabuna, é (quase) nada! E se contente com (tudo) isso.

🖐️ Escoteiro

O presidente da Câmara de Ilhéus, Jerbson Moraes (PSD), é o fiel escudeiro do deputado federal Paulo Magalhães (PSD), seja em Ilhéus ou na região. No último sábado, ambos estavam lado a lado no PGP Litoral Sul em Itabuna.

🔄 Metanóia

O vereador licenciado Éder Júnior (União Brasil), que é secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Ilhéus, estava comandando uma turma de Soane Galvão (PSB) no PGP de Itabuna. Sim, e é como? Júnior no evento de Jerônimo Rodrigues sendo que o edil é do partido de ACM Neto?

👀 Câmara de Itabuna

Nesta semana, o Pauta Blog vai trazer mais uma “continha” que o povo paga à Câmara de Itabuna. É de “nadar” na vergonha!

💸 Moeda de troca

O deputado federal João Bacelar, conhecido como Jonga, revelou o porquê do prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite (União Brasil), ter trocado o apoio da irmã, Kátia Bacelar (PL), por outra pré-candidata. Segundo Jonga, ele conseguiu direcionar quase 13 milhões de investimento para o município em troca do apoio do prefeito à Kátia, porém Moacyr a trocou por uma patrol de 600 mil que a deputado estadual Kátia Oliveira conseguiu. A entrevista do deputado federal foi concedida ao radialista Binho Shalom na Rádio Interativa. Uma moeda de troca escancarada: tome os 13 milhões e consiga os meus votos!

MOEDA DE TROCA❓ Deputado federal Jonga Bacelar dispara sobre mudança de posicionamento de prefeito Moacyr Leite: “Você trocar Kátia por uma patrol? Quem é a patrol, rapaz? De 600 mil ou 700 mil reais?”

🚫 Pesquisa Fake

Um candidato de Itabuna tentou se engrandecer relatando que estava super bem nas pesquisas, mas, quando solicitamos os dados, ele disse que foi de consumo interno. Ora, quantas de consumo interno circulam?

Chegou a dizer que estava mais bem avaliado do que o pré-candidato do prefeito. Como está bem e não “anda” pela cidade?

Na verdade, na verdade, tentou plantar uma fake news porque o ego “anda” nas alturas.

🔎 Na mesma mesa, não!

Não convidem para a mesma mesa os vereadores Erasmo Ávila (PSD), na direita, e Danilo da Nova Itabuna (União Brasil), na esquerda. Segundo informação de fonte, Erasmo tentou cumprimentar Danilo em um evento, mas ficou “papando vento”. No ar!

💰 Bagatela (1)

Para reformar o plenário Raymundo Lima, tem dinheiro, mas, para trocar a placa de sinalização da Câmara de Itabuna, falta bagatela.

💰 Bagatela (2)

O Pauta Blog ainda está levantando os custos da reforma do Plenário, mas o presidente Erasmo Ávila destinou R$ 187.548,00/ano para o aluguel do painel e o equipamento deu xabu no dia da inauguração. O presidente deu um migué, mas não colou, não.

🧘‍♂️ o Guru da política

🙄 Vice-prefeito na marcha-lenta

O Guru da Política teve acesso a informações preciosas sobre o vice-prefeito de Itabuna, Enderson Guinho (União Brasil). Segundo a fonte, ele perdeu três grandes oportunidades de 2021 até maio de 2022. Vamos aos fatos:

1️⃣ Foi aconselhado por um medalhão da política de Salvador a abandonar o barco e se desgarrar do Poder Executivo itabunense;

2️⃣ Teve a oportunidade de romper com o prefeito Augusto Castro (PSD) e sair como “vítima” da situação quando tiraram o QG da enchente da secretaria de Esportes e Lazer durante a enchente de dezembro;

3️⃣ Deixou de dar uma GRANDE GUINADA no próprio território político quando se recusou a fazer uma dobradinha com um grande político jovem da região. Guinho, inclusive, por falta de humildade, nem resposta deu ao possível parceiro.

Se o vice-prefeito está certo ou não em deixar de aproveitar as chances, só o pleito de outubro deste ano é que vai dizer.

🤡 Absurdo dos absurdos!

Para cumprir um determinado serviço em um órgão público em Itabuna, é necessário pagar 20% ao bonzinho administrador. Se a Polícia Federal não der jeito, a lei da colheita vai dar. Nada é invisível aos olhos do Criador dos céus e da Terra. Mi$ericórdia!

Matheus Vital é editor de Política do Pauta Blog. Envie a sua sugestão de pauta: [email protected]

Comunicadores foram convidados a participar de coletiva de imprensa dentro de ônibus

Leia em: 2 minutos

No último sábado (4.junho), o pré-candidato a governador, Jerônimo Rodrigues (PT), juntamente com o vice da chapa, Geraldo Júnior (MDB), e o pré-candidato à reeleição no Senado, Otto Alencar (PSD), estiveram em Itabuna para o Programa de Governo Participativo (PGP) Litoral Sul. O evento, segundo fontes ligadas ao governo estadual, reuniu cerca de 8 mil pessoas em uma arena montada na Avenida Princesa Isabel.

Antes do ônibus com a caravana chegar ao local do evento, os comunicadores foram convidados para uma coletiva de imprensa. Quando o veículo chegou, todos foram chamados para dentro do carro e ficou “no ar” onde aconteceria a entrevista. Pois bem! Foi ali mesmo! Todo mundo “junto e misturado” dentro da lata de sardinha.

O senador Otto Alencar, que também é médico, ficou indignado com a situação e “soltou os cachorros” em cima de um dos organizadores do PGP: “Como é que convoca uma coletiva dentro de um ônibus?”. Sem graça, o dono da ideia justificou: “É porque não tinha local, senador”. Otto retrucou: “Com a Ômicron solta por aí?”. O humilde organizador finalizou dizendo que a situação não vai voltar a acontecer.

Parece que o lado da Medicina falou mais alto que o lado político e o senador fez questão de lembrar que a pandemia da Covid-19 não acabou. Em ano eleitoral, costuma-se dizer que “pode tudo”, mas é fato que o coronavírus ainda está entre nós e todo cuidado é pouco.

//

Otto postou foto na rede social Instagram e disse que publicação foi pedido dos eleitores

Leia em: < 1 minuto

O senador e pré-candidato à reeleição, Otto Alencar (PSD), resolveu inovar na pré-campanha e postou uma foto no Instagram utilizando o famoso óculos modelo juliet da Oakley. Segundo o político, a publicação foi um pedido do eleitorado: “A galera pede, a gente entra na onda! Gostaram?”.

O que um político não faz em ano eleitoral, né?

//

Neto é líder tanto no cenário estimulado como na pesquisa espontânea;

Leia em: 2 minutos

Nesta 2ª feira (25.abril), o Instituto Paraná Pesquisas divulgou o resultado do levantamento realizado no estado da Bahia para entender como está o cenário do pleito de outubro. Segundo a instituição, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), e o senador e pré-candidato à reeleição, Otto Alencar (PSD), lideram as intenções de votos.

Em relação ao governo da Bahia, no cenário estimulado, que é quando os entrevistadores apresentam os nomes para os eleitores, ACM Neto marca 55,4% dos votos. Em seguida, está Jerônimo Rodrigues (PT) com 16,1% e João Roma (PL) com 10,1%.

NA ESPONTÂNEA
Já no cenário espontâneo, ou seja, quando os pesquisadores deixam o eleitor livre para lembrar os nomes dos candidatos, Neto figura com 20,9%. Depois dele, aparece Jerônimo com 5,8% e Roma com 3,8%.

PARA O SENADO

Otto Alencar tem o dobro de diferença em relação a João Leão.

Para o Senado Federal, o senador Otto Alencar aparece como o preferido dos eleitores baianos. Em segundo lugar, está o atual vice-governador do estado e pré-candidato ao Senado, João Leão (PP). Entretanto, a diferença entre eles é grande já que Otto tem 32,7% dos votos e Leão tem apenas 15,4%. E Raísa Soares (PL), com 7%. Por fim, Tâmara Azevedo (PSOL) soma apenas 5,6%.

Ainda de acordo com o Instituto Paraná, 1.820 pessoas foram questionadas durante a pesquisa e apenas pessoas com 16 anos de idade ou mais foram consultadas. As perguntas foram feitas entre os dias 19 e 24 de abril em mais de 80 cidades baianas.

//

Pré-candidata a deputada estadual, Soane Galvão (PSB), senador Otto Alencar e o prefeito Marão

Leia em: < 1 minuto

Na capital baiana, o prefeito Marão (PSD), em encontro com líderes políticos, articulou uma emenda de custeio no valor de R$ 2 milhões de reais junto ao senador Otto Alencar (PSD), por meio do deputado federal Otto Filho (PSD), com quem também é bem relacionado. O médico do povão é do time correria de Rui, e tem agregado muito para a cidade de Ilhéus, apresentando projetos e buscando recursos no estilo próprio que tem mostrado, de ir aos gabinetes, batendo de porta em porta.

O recurso de R$ 2 milhões será liberado para ajudar no custeio e funcionamento da estrutura da atenção básica de Ilhéus. “Graças a Deus e à força do trabalho, temos atraído investimentos públicos e privados para alavancar a nossa cidade. E com essa boa relação construída em todos os escalões de governo, como com o nosso querido deputado federal Otto Filho, e o nosso estimado Senador Otto Alencar, Ilhéus tem sido vista e tratada com respeito na Bahia, sobretudo pela efetividade das ações públicas com resultados concretos, refletindo na melhoria da qualidade de vida da população ilheense. Vamos seguir em frente!”, disse o prefeito de Ilhéus.

O encontro de Marão com Otto pai e Otto Filho, aconteceu ontem 3ª feira (12.abril), em Salvador.

"Eu gosto tanto da Bahia que eu desconfio que, em alguma encarnação, eu nasci na Bahia", declara Lula ao falar sobre carinho pelo estado

Leia em: 2 minutos

No evento de lançamento oficial da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) a governador da Bahia, o ex-presidente Lula (PT) discursou para o público presente e ressaltou o carinho que tem pelo estado: “Eu gosto tanto da Bahia que eu desconfio que, em alguma encarnação, eu nasci na Bahia”.

Ao falar sobre o candidato escolhido pelo PT para disputar o governo do Estado, Lula elogiou Jerônimo: “Quando fui avisado que deveria vir à Bahia para fazer a apresentação do companheiro Jerônimo, eu pensei que era aquele herói da televisão, Jerônimo, o herói do sertão. Quando eu cheguei aqui, descobri que era o secretário da Educação, mas o cara que nasceu na cidade de Aiquara e vai ser candidato a governador da Bahia, é um verdadeiro herói do sertão porque conseguiu ultrapassar todas as barreiras”.

Ainda durante o discurso, o ex-presidente falou sobre o compromisso de dar mais oportunidades às pessoas humildes: “Você não deixe o pobre por último no orçamento porque, se você for fazer o orçamento e atender todo mundo para deixar o pobre para o fim, quando chegar no pobre, não tem mais dinheiro. Então, comece priorizando as pessoas mais necessitadas. Quem precisa do Estado, não é o rico, são os pobres. Quando o pobre precisa de 10 reais, eles dizem que é gasto, quando o rico precisa de 1 bilhão, eles dizem que é investimento”.

O evento, que ainda contou com a presença do governador Rui Costa (PT) e do senador Jaques Wagner (PT), também marcou a pré-candidatura oficial do senador Otto Alencar (PSD) à reeleição. No local, várias lideranças políticas ligadas à base aliada compareceram para prestar apoio à chapa majoritária.

📷 Foto de Ricardo Stuckert

Senador Jaques Wagner, governador Rui Costa, ex-presidente Lula, pré-candidato ao governo, Jerônimo Rodrigues, pré-candidato a vice, Geraldo Júnior, e senador Otto Alencar

Leia em: < 1 minuto

Nesta quinta-feira (31.março), o ex-presidente Lula (PT) desembarcou em Salvador para participar do lançamento oficial da chapa majoritária na Bahia, que acontece nesta tarde no Espaço Wet. Na chegada, o petista foi recepcionado pelas duas maiores lideranças do PT no estado, que são o senador Jaques Wagner e o governador Rui Costa.

Nas redes sociais, Lula posou ao lado do pré-candidato a governador, Jerônimo Rodrigues (PT), além do pré-candidato a vice-governador, Geraldo Júnior (MDB), e o senador e pré-candidato à reeleição, Otto Alencar (PSD).

Um dos homens de confiança do prefeito Augusto Castro, José Alberto demonstra intimidade com a política

Leia em: 2 minutos

Depois que o prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), optou por retirar a primeira-dama e secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza, Andrea Castro, do tabuleiro político deste ano, começaram as especulações. Isso porque Augusto é experiente o suficiente para anunciar uma decisão dessa natureza e já ter outra carta na manga, claro.

Um dos fortes nomes escolhidos para concorrer a uma vaga na Alba (Assembleia Legislativa da Bahia) pode ser o de José Alberto Lima Filho, atual secretário de Gestão. Como de praxe, Augusto já começou a dar mais visibilidade ao secretário e, na semana passada, José Alberto concedeu entrevista ao Balanço Geral da Record TV Cabrália e à Rádio Interativa FM. Nas duas ocasiões, falou sobre o reajuste salarial concedido aos servidores da prefeitura e sobre a boa gestão de recursos do município.

José Alberto tem forte ligação com a comunidade católica e atua como diácono. Talvez esse seja o grande diferencial para tentar conquistar um público específico e, depois, migrar com força para as comunidades.

Nesta 2ª feira (21.março), o secretário esteve com Augusto Castro em Jequié durante a passagem do governador Rui Costa (PT) pela cidade para inaugurar o Hospital da Criança. No encontro, a dupla marchou ao lado do senador e líder do PSD na Bahia, Otto Alencar, o que pode ser um sinal de que o pré-candidato vai se filiar à legenda.

Secretário José Alberto, prefeito Augusto Castro e senador Otto Alencar juntos em Jequié; aceno à pré-candidatura pelo PSD.

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

Mauro Ribeiro, Bené e Porfírio, Piçarra, Marão e Gurita, Israel Cardoso, Valderico Junior, Charliane Sousa, Geraldo Simões, Ricardo Xavier, Marcelo Souza

"Otto não demonstrou essa vontade e, realmente, não era pedido dele, era uma solução que a gente estava montando", declara Wagner sobre decisão de Otto de concorrer à reeleição no Senado

Leia em: 5 minutos

“O partido tem maturidade. Quero ver se, daqui pra quarta, se escolhe o nome. Não tem dez nomes, na verdade, basicamente, tem três nomes”.

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta 2ª feira (7.março), o senador Jaques Wagner (PT) abriu o jogo sobre as articulações em torno da sucessão estadual da Bahia. Já faz mais de um mês que a base aliada está tentando montar uma estratégia e vários cenários já foram considerados, mas, agora, o partido parece ter sinalizado a decisão final.

De acordo com Wagner, o PT deve indicar um nome da própria legenda para concorrer ao governo do Estado, mas ninguém cogitado até agora deve ir para o sacrifício. Segundo o senador, chegou a hora de cravar a ideia que deve ser defendida até o mês de outubro: 📌 “Eu vou começar a botar um ponto final nessa história porque está esticando já demais. Meu nome estava colocado e eu tomei a decisão que, para mim, era muito mais importante estar com Lula na reconstrução do Brasil a partir do ano que vem pelo meu relacionamento com ele, pelo relacionamento que eu tenho com todos os partidos políticos e, modéstia à parte, pelo relacionamento que eu tenho hoje com embaixadas de fora daqui com quem eu converso e sei que me tem como ponto de referência. Então, eu comuniquei a Rui que eu não manteria minha candidatura e a gente tinha que montar uma estratégia”.

Ainda segundo Wagner, membros do PT não teriam aceitado a indicação de um nome da base para encabeçar a chapa: 📌 “Nós montamos uma primeira estratégia que seria para fortalecer a chapa Rui ser senador e, em consequência, puxaria Otto para candidatura a governador e o PP, com Rui saindo e João Leão sentaria 9 meses na cadeira, eles disseram tudo bem isso e mais algumas negociações. (…) Essa era a primeira estratégia que eu tinha montado. (…) Evidente que o PT não acolheu isso no primeiro momento porque tirar um vermelho para botar um azul na cabeça de chapa…”

Wagner deixou claro que o senador Otto Alencar (PSD) não demonstrou interesse em tentar ser governador e a decisão, por fim, foi respeitada pelo grupo: 📌 “Esse parto tem que ser rápido senão você fica sangrando no meio da rua. No sábado agora, eu diria que eu tive a última conversa, eu, ele [Otto], Rui e Caetano, que é o articulador político de Rui. Em duas horas e meia e três horas de conversa, apesar de já ter ido conversar com João Leão e o PP, em tese, estava tudo combinado. Ele não demonstrava tesão para fazer campanha e campanha sem tesão não existe porque campanha é uma coisa difícil. (…) Otto não demonstrou essa vontade e, realmente, não era pedido dele, era uma solução que a gente estava montando”.

Até a próxima quarta-feira (9.março), o Partido dos Trabalhadores deve anunciar quem vai concorrer na majoritária para tentar desbancar o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), apontado como líder nas últimas pesquisas: 📌 “Rui decidiu que vai ficar sentado na cadeira até o final e nós, nesta semana, vamos apresentar o nome do PT para a cabeça de chapa. Uma vez ele sentado na cadeira, ele vai querer fazer, como eu fiz e como Lula fez, vai querer fazer alguém do partido. Vai ter que conversar de novo com o PSD e o PP para ver como é que a gente ajusta essa chapa. João Leão, já estava praticamente combinado que, em 1º de abril, ele sentava na cadeira. Com isso, ele não senta. O partido tem maturidade. Quero ver se, daqui para quarta, se escolhe o nome. Não tem dez nomes, na verdade, basicamente, tem três nomes. Tem o nome do secretário de educação, Jerônimo, tem o nome do secretário de articulação política, Luiz Caetano, e tem o nome da prefeita de Lauro de Freitas, Moema”.

Por meio de nota, o PT da Bahia falou que a prioridade da legenda é a disputa nacional e a defesa da democracia, derrotando o bolsonarismo. Confira a nota na íntegra:

Desde 2019 o PT Bahia vem acumulando resoluções sobre Tática Eleitoral em reuniões da nossa Executiva, do Diretório Estadual e mesmo no nosso 7º Congresso.

Nelas, sempre reafirmamos nossa prioridade absoluta da disputa nacional, da defesa da democracia, derrota do bolsonarismo e sua agenda neoliberal, da reconstrução do nosso país simbolizada pela urgente e necessária eleição do Presidente Lula.

Entendemos ser fundamental o papel estratégico da Bahia enquanto quarto colégio eleitoral do Brasil e maior do Nordeste, região fundamental para a consolidação da vitória de Lula, do PT e nossos aliados na disputa nacional.

De forma madura e responsável, atuamos sempre considerando prioritária a manutenção da vitoriosa aliança partidária que vem implementando um programa mudancista ao longo dos últimos 15 anos na Bahia.

Na semana passada, demos acolhimento à decisão política do senador Jaques Wagner de não mais disputar as eleições 2022 e saudamos a decisão do governador Rui Costa de finalizar o mandato dado pelo povo baiano e ser o principal condutor do processo eleitoral na Bahia.

Com esse espírito de unidade e cientes da vitalidade política e eleitoral do Partido dos Trabalhadores na Bahia, reafirmamos nossa decisão de apresentar aos partidos aliados e ao conjunto da sociedade baiana uma candidatura do PT ao Governo do Estado.

Temos excelentes quadros disponíveis para assumir essa tarefa, tais como a prefeita Moema Gramacho, os secretários Luiz Caetano e Jerônimo Rodrigues.

O PT tem uma enorme tradição de democracia interna, de construção coletiva, de respeito às instâncias e seus ritos próprios. Convocamos reunião da Executiva Estadual para a próxima quinta-feira dia 10/03 e do Diretório Estadual para sábado, dia 12/03, para deliberar pelo nome que representará o PT e os nossos aliados na disputa eleitoral de 2022.

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

ANÁLISE❗ Metanoia na sucessão estadual baiana: João Leão dormiu governador e acordou sem caneta

Leia em: 6 minutos

🙌 Paz selada

O prefeito de Jussari, Antônio Valete, e o prefeito de Arataca, Ferlú Mansur, ambos do PSD, selaram a paz com as bênçãos do presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (PSD). A assinatura do acordo de paz aconteceu durante a visita do governador Rui Costa (PT) a Arataca. Com as diferenças deixadas para trás, os acenos demonstram que a parceria entre os municípios segue firme e forte.

💥 Pacotão para o ano todo

Ferlú tem motivos de sobra para sorrir durante o resto do ano. Isso porque o governador Rui Costa chegou com uma caneta cheia de tinta para anunciar um “pacotão” de 13 intervenções em Arataca. O ato foi acompanhado pela comitiva do governador, que contou com a presença do senador Otto Alencar (PSD), do deputado federal Otto Filho (PSD) e da deputada estadual Fabíola Mansur (PSB).

🔄 Prefeita lá e cá (1)

A presença da prefeita de Ibicaraí, Dra Monalisa Tavares (UB), em Arataca, durante a visita do governador, causou uma situação denominada “lá e cá”. Traduzindo o “lá”: “O governador foi extremamente solidário e, inclusive, Ibicaraí foi um dos primeiros municípios a assinar o convênio para reconstrução das casas. Nós conseguimos 150 casas”, explicou a doutora.

🔄 Prefeita lá e cá (2)

A Dra Monalisa justificou o “cá”: “A oposição partidária será discutida no momento certo”. Mesmo fazendo parte do grupo do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), o agradecimento especial de Dra Monalisa a Rui Costa, de acordo com o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), pode considerar que ela já esteja “do lado de cá”.

🔄 Prefeita lá e cá (3)

O governador Rui Costa (PT) prometeu ao município da gestora Monalisa 150 casas para moradores de áreas afetadas pelas chuvas, mas tem um ditado que diz que “o interesseiro ama o interesse”. Já um interlocutor ligado à prefeita diz que “ela vai votar em ACM Neto”. Está claro o motivo do “lá e cá”?

🤏 Apenas um detalhe

Nos bastidores, comenta-se que, para a pré-candidatura do prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral (PSD), à Alba (Assembleia Legislativa do Estado da Bahia), está faltando “apenas um detalhe”. O ajuste fino pode ser a confirmação do lançamento da candidatura do senador Otto Alencar (PSD) ao governo da Bahia. De jogador de futebol a prefeito e, agora, também deputado. Marcone é 1001 utilidades.

📷 Foto de Divulgação/Instagram Marcone Amaral

🤝 Cortejado

Em Arataca, o secretário de Relações Institucionais de Rui Costa, Luiz Caetano (PT), foi cortejado pelos prefeitos do sul da Bahia porque chegou anunciando em alto e bom tom: “O que tiver de pedido [de obras ou solicitações], vamos acelerar”. Os prefeitos se animaram. A corrida é porque o governador deve ficar à frente do Palácio de Ondina apenas até o dia 2 de abril. Depois, a corrida é rumo ao Senado Federal.

🤦‍♂️ O profeta (1)

Davidson Magalhães, atual presidente estadual do PCdoB, disse, em entrevista ao site O Tabuleiro, que achava difícil a manutenção da candidatura de Jaques Wagner ao governo da Bahia. Logo depois, veio a desistência do senador. Davidson profetizou?

🤦‍♂️ O profeta (2)

Questionado pelo Pauta Blog sobre a profetização, Davidson declarou: “Eu não profetizei, eu apenas disse que as duas não iriam se manter como, de fato, aconteceu. Não tinha como, dentro de um quadro político hoje na Bahia da correlação de forças políticas, manter duas candidaturas do PT. Não existe isso!”. O experiente político interpretou bem os fatos, mas, no fundo, profetizou.

🧐 Desvenda (1)

O senador Otto Alencar (PSD) chegou ao município de Arataca dizendo a alguns correligionários que tinha conversado com Jaques Wagner na terça (1º.março). Vem aí uma “desvenda” da candidatura?

🧐 Desvenda (2)

Otto foi indagado pela Coluna Balão sobre a possível candidatura ao governo do Estado, mas se esquivou: “Quero ser senador”. Com toda experiência, tirou de tempo.

🧐 Desvenda (3)

Certo mesmo é que o senador Otto foi bastante consultado pela base do governo na visita a Arataca, inclusive, pelo ex-presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação. Saiu da toca para bater continência ao futuro comandante da candidatura do Governo da Bahia?

🧐 Desvenda (4)

Ainda em Arataca, Otto, que já foi vice-governador em 2010, disse a um deputado que já enfrentou quatro majoritárias e, no final, saiu exausto. Será que ele vai aguentar “o tranco” de mais uma disputa dessa magnitude?

🤩 Desvenda certeira

“Não dá para improvisar. O nome de Otto é o nome para ganhar a eleição”, declarou o presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães. Otto nega, mas os aliados já admitem.

👎 Prefeito apagado

Jadson Albano (PP), prefeito de Coaraci, compareceu à visita de Rui Costa ao município de Arataca, mas quase não foi notado. Ou o prefeito é apagado?

😎 Tranquilão

Pense em um prefeito tranquilão…é o de Itaju do Colônia, Djalma Orrico. Sempre discreto e longe dos holofotes. Atualmente, está no PSD, mas já foi filiado ao PSDB. Orrico foi reeleito, mas venceu por uma diferença de apenas 44 votos para Valério Aguiar (PL).

😴 O capitão acordou

Para quem achou que o capitão estava dormindo, ele provou que está de olhos bem abertos e mirando as eleições de outubro. Durante entrevista ao programa de Maria Alice, o ex-prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, afirmou que é pré-candidato a deputado estadual pelo PL. Interlocutores afirmam, inclusive, que o capitão está confiante na vitória e não se arriscaria se não tivesse uma carta na manga. A afirmação, no entanto, deixa os adversários diretos em Itabuna, a primeira-dama Andrea Castro e o vereador Fabrício Pancadinha, com mais um motivo para se preocupar já que, no quesito popularidade, Azevedo é um nome de peso.

Diante desse cenário, tudo indica que o vice-prefeito e secretário de Esportes e Lazer de Itabuna, Enderson Guinho (União Brasil), vai “nadar de braçada” em busca de uma cadeira na Câmara Federal. Em solo grapiúna, por enquanto, não existe outro nome forte que se arrisque como candidato a deputado federal.

🧘‍♂️ o Guru da política

🙄 Prefeito no desespero

Reza a lenda que o prefeito de uma grande cidade no sul da Bahia está no modo desespero no volume máximo. O motivo é que governador dele não vai ser eleito, mas quer porque quer levar o vice para o seu time. Perder em 2022 sim, mas o gestor, com uma visão macro, não quer perder para o vice em 2024. Em uma esfera, uns dizem, partiu “investimentos”. Na outra, comenta-se “prefiro ficar no camarote”.

Matheus Vital é editor de Política do Pauta Blog. Envie a sua sugestão de pauta: [email protected]

Notícias mais lidas

Outros assuntos