//

Conselheiros do TCE apontaram irregularidades na gestão de Coronel à frente da Alba

Leia em: < 1 minuto

O senador Ângelo Coronel (PSD) foi multado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) em R$ 20 mil reais. A multa é referente ao período em que Coronel era deputado estadual e foi presidente da Alba (Assembleia Legislativa do Estado da Bahia) durante o ano de 2018.

De acordo com os conselheiros do TCE, foram encontradas irregularidades como o aumento de 20,28% dos gastos com Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) em relação ao exercício anterior, acúmulo ilegal de cargos por servidores da Alba, descumprimento da ordem cronológica de pagamentos a credores e transferências indevidas de recursos para a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Assalba) através de subvenções sociais.

Rodrigo Pacheco, Angelo Coronel, o prefeito de Rio, Eduardo Paes e Gilberto Kassab, presidente nacional do partido

Leia em: < 1 minuto

O advogado Rodrigo Pacheco, atual presidente do Senado Federal, é a mais nova aposta do PSD (Partido Social Democrático). “Comunico que, nesta data, tomei a decisão de me filiar ao PSD, a convite de seu presidente”, disse Pacheco.

Com a filiação, o PSD passa a contar com os três senadores que representam Minas Gerais: Antônio Anastasia, Carlos Viana e Pacheco. No Senado Federal, o PSD passa a ter 12 senadores, a segunda maior bancada da Casa.

O senador da Bahia, Angelo Coronel, esteve no evento e declarou: “Temos certeza de que o ingresso de Pacheco na família PSD representa a consolidação de uma terceira via forte para a disputa em 2022”.

O evento de oficialização da pré-candidatura de Rodrigo Pacheco foi manhã deste sábado (23.outubro), no Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM ⤵️

José Oduque, Pancadinha, PT de Itabuna, Augusto Castro, Câmara de Itabuna, Augustão, DEM-e-PSL de Itabuna, Capitão Azevedo e Charliane Sousa, Dr. Mangabeira, Isaquias Queiroz

Otto enaltece a vida simples e região onde nasceu

Leia em: < 1 minuto

O senador Otto Alencar (PSD) está visitando a Chapada Diamantina, onde posou ao lado do prefeito de Lajedinho, Antônio Mário (PSD). Otto é natural do município de Ruy Barbosa, também localizada na região da Chapada.

Otto enalteceu o estilo de vida simples e o prazer de estar no campo: “Em Lajedinho, ao lado da minha esposa Márcia, do prefeito Antônio Mário e de seus filhos Tiago e Diego, vendo a minha Chapada amada e querida, desfrutando do que mais amo: os prazeres simples da vida, a lida no campo, os bons amigos, sem os artifícios do poder que produz vaidade, capricho e arrogância. Salve a Chapada Diamantina. Viva o cidadão comum”.

Aproveitando o momento de folga e, ao mesmo tempo, voltando às origens, o senador continua traçando estratégias para 2022. Ao demonstrar apego à região onde nasceu e foi criado, o médico quer dizer à população que não virou as costas para o local onde aprendeu os grandes valores da vida. 

Lesão do senador não deve afetar andamento da CPI da Pandemia

Leia em: < 1 minuto

O senador Randolfe Rodrigues (Rede), vice-presidente da CPI da Pandemia, deslocou o ombro enquanto tentava defender um pênalti durante a cerimônia de inauguração de uma arena esportiva em Mazagão, no estado do Amapá, ontem (3.outubro).

O próprio parlamentar tornou pública a informação pelas redes sociais: “Amigos, desloquei o ombro direito quando tentei defender uma bola na manhã de hoje (ontem, domingo), durante a cerimônia de inauguração de uma arena esportiva no município de Mazagão. Estou bem, já em casa, e agradeço o tratamento recebido pelos profissionais de saúde onde fui muito bem atendido”.

A lesão do senador não deve afetar o andamento da CPI da Pandemia, que tem depoimentos previstos para esta semana. A presença dele, no entanto, ainda não está confirmada na sessão que está agendada para amanhã (5.outubro).

Leia em: < 1 minuto

O Pauta Blog obteve a informação de que o prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), estará hoje (16.setembro) em Camacã para prestigiar a visita do governador Rui Costa (PT) ao município.

O governador irá assina ordem de serviço para ampliação do Colégio Polivalente e autoriza reforma de Ginásio de Esportes.

Caso esse roteiro de afinação seja mantido, logo, logo, Augusto irá declarar apoio ao senador Jaques Wagner (PT) ao governo do Estado.

Ex-jogador já está no quarto e deve receber alta nos próximos dias

Leia em: < 1 minuto

O ex-jogador de futebol e senador Romário Faria (PL-RJ), foi submetido a uma cirurgia de emergência para retirar a vesícula, ontem (9.setembro). A intervenção foi realizada no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro.

Por meio de nota, a assessoria do senador informou que o procedimento foi considerado um sucesso pela equipe médica e que o ex-jogador está no quarto e deve receber alta ainda nos próximos dias. Ainda na nota, a equipe de Romário agradeceu em nome dele aos médicos responsáveis pelo procedimento, Dr Aureo Ludovico de Paula e Dr José Ribamar Azevedo.

Senador colocou nome à disposição para que partido avalie candidatura

Leia em: < 1 minuto

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) afirmou, em carta enviada ao partido, que ele seria uma boa opção à Presidência da República em 2022 já que a sigla estaria em busca de uma terceira via entre Lula e Bolsonaro.

“Essa decisão não é expressão de um desejo particular ou sonho pessoal, sinceramente não acredito em construções personalistas. Ao contrário, essa decisão é fruto do diálogo reiterado com diversos setores e da reflexão aprofundada sobre o momento histórico que vivemos”, comunicou o senador.

A atuação do senador na CPI da Covid tem sido avaliada de forma positiva e, também por esse motivo, ele teria se colocado à disposição para que o partido lance seu nome como candidato à Presidência no próximo ano.

Alessandro Vieira é delegado de polícia civil, senador de Sergipe, além de presidente estadual do Partido Cidadania e membro titular do Diretório Nacional do partido. Foi eleito em 2018 com 474.449 votos, o que equivale a 25,95% dos votos válidos.

Encontro do ex-presidente Lula e o senador Tasso Jereissati pode ter pesado na decisão

Leia em: < 1 minuto

A decisão do senador do Ceará, Tasso Jereissati (PSDB), de não disputar as prévias do partido para sucessão presidencial foi divulgada, com exclusividade, pelo Portal R7 ontem (23.agosto) e, mais tarde, corroborada pelo governador de SP, João Doria (PSDB), em participação no programa Roda Viva, da TV Cultura.

Até o momento, nem Tasso nem o PSDB se pronunciaram, oficialmente, sobre a desistência. Um encontro de Tasso com o ex-presidente Lula pode ter sido motivo de rusgas nos bastidores do partido.

O ex-presidente Lula e o senador se encontraram na esta durante uma visita de Lula a Fortaleza. O encontro foi encarado como um aceno do petista ao partido do tucano já pensando nas eleições de 2022 em uma estratégia de aproximação aos políticos que se posicionam contra o presidente Bolsonaro.

Lula, inclusive, postou uma foto ao lado do senador nas redes sociais falando sobre a importância do diálogo: “Democracia no centro da discussão. Os democratas desse país têm a responsabilidade e o desafio de resgatar a civilidade na política brasileira pelo bem do Brasil”.

📷 Foto de Ricardo Stuckert

LEIA TAMBÉM ⬇️

Fernando Gomes, Guinho vs Porfírio, Soane Galvão, Marão vs Augusto, Serpa, Bruno Reis, André Jatobá, Igor Kannário, Valdenor Ferreira

Senador Alvaro Dias protocolou o requerimento no TCU

Leia em: 2 minutos

O senador Alvaro Dias protocolou, esta ontem (23.agosto), requerimento no TCU (Tribunal de Contas da União) para que seja realizada auditoria com objetivo de apurar a alocação dos recursos federais transferidos ao CBC (Comitê Brasileiro de Clubes), no período de 2015 a 2021.

Nos últimos seis anos e meio, o comitê recebeu cerca de R$ 444 milhões decorrentes de repasses de prêmios de concursos de loterias federais, com objetivo de formar atletas olímpicos e paralímpicos. Os recursos foram garantidos por meio de proposta de Alvaro Dias, aprovada em 2011, quando o senador foi relator de alterações na Lei Pelé.

O texto da nova lei, com a inclusão de emenda do senador Alvaro Dias, possibilitou a destinação de recursos para a manutenção e ampliação do trabalho desenvolvido por cerca de 1.386 associações esportivas, filiadas à CBC, que passaram a receber repasses por intermédio das loterias esportivas.

De 2011 em diante a então CBC (que posteriormente passou a se chamar Comitê Brasileiro de Clubes) passou a receber os recursos das loterias para ajudar os clubes esportivos a fomentar e estimular a prática de esportes, com foco principalmente na formação de atletas olímpicos e paraolímpicos.

Dos R$ 444 milhões repassados nos últimos seis anos e meio ao Comitê Brasileiro de Clubes, R$ 37.102.000 foram transferidos este ano (até agora); R$ 82.763.000 em 2020; R$ 79.652.000 em 2019; R$ 55.782.000 em 2018; R$ 62.510.000 em 2017; R$ 58.462.000 em 2016; e R$ 67.990.000 em 2015.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 contaram com a participação de 303 atletas brasileiros, em 33 modalidades esportivas. O CBC fez um levantamento de todos os convocados e identificou que 88% deles, o que corresponde a 268 atletas, são oriundos dos Clubes formadores, mostrando a importância do segmento clubístico para o desenvolvimento do esporte de alto rendimento brasileiro e para as conquistas do País.

LEIA TAMBÉM ⬇️

Fernando Gomes, Guinho vs Porfírio, Soane Galvão, Marão vs Augusto, Serpa, Bruno Reis, André Jatobá, Igor Kannário, Valdenor Ferreira

Ex-governador da Bahia e senador Jaques Wagner (PT)

Leia em: < 1 minuto

O senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse hoje que a possibilidade de retomada das coligações partidárias nas próximas eleições é algo “muito ruim”. Na avaliação do petista, esse modelo representa uma espécie de estelionato, em que o eleitorado acaba sendo “enganado”.

“A coligação, na minha opinião, acaba sendo um estelionato eleitoral. A gente se junta só para a eleição. Então estamos enganando a torcida, o eleitorado. Você junta de A a Z”, disse o senador.

Notícias mais lidas

Outros assuntos