Augustão saiu do PT após não receber apoio na pré-candidatura a prefeito

Leia em: < 1 minuto

O vereador de Ilhéus, Augustão, vai se filiar, oficialmente, ao PDT amanhã (4.abril). O ato de filiação está previsto para começar às 18h na Cabana Barra Sol, localizada na Avenida Litorânea Norte, no Malhado.

Apesar do card do evento estar sendo amplamente divulgado com as fotos do presidente estadual da sigla, Félix Mendonça Jr., e do ex-deputado federal, José Carlos Araújo, a dupla não vai comparecer à filiação.

Augustão era filiado ao PT, mas, após o partido não apoiar a pré-candidatura dele a prefeito de Ilhéus, o vereador deixou a sigla.

Tem prefeito querendo amenizar o prejuízo, vice-prefeito confiante e pré-candidato apostando tudo para 2024

Leia em: 8 minutos

🖊️ Nunca é tarde para desvendar os bastidores da política

Após alguns meses em recesso, a Coluna Balão retorna para observar os cenários da política cacaueira. O ano promete seguir em ritmo frenético porque, quem está eleito não quer sair e, quem está de fora, quer entrar.

⛪ Papa de Ilhéus

Ao ser questionado por este Pauta Blog sobre ser o sucessor do prefeito Marão (PSD) em Ilhéus, o secretário Bento Lima adotou uma postura cautelosa e disse que, até então, não existe essa possibilidade.

A resposta, no entanto, sugere que o secretário apenas está aguardando o posicionamento de Marão para consolidar a própria candidatura. Bento, que também é conhecido como o “papa” da gestão, vai engrenar?

📺 Marão turista

Parece que o prefeito de Ilhéus, Marão (PSD), ativou o modo EAD de gerir a prefeitura. Passa mais tempo na capital baiana do que na cidade onde foi eleito. A pior gafe desta semana foi postar vídeo assistindo à estreia do remake de Renascer enquanto “o cacau caía” na cidade.

🤝 Aliança?

Os pré-candidatos a prefeito de Ilhéus, Valderico Junior (União Brasil) e Augustão (PT), se reuniram para discutir a política ilheense na sede da Rádio Gabriela FM. A dupla tratou sobre os desafios e oportunidades que o município enfrenta atualmente.

O mais curioso é que a dupla, além de pretender ocupar o mesmo cargo a partir de 2025, está em grupos políticos completamente opostos. Augustão é petista e faz parte da base do governo enquanto Junior é aliado de ACM Neto.

Será que vem uma aliança por aí?

⏯️ Plano B

O vereador de Ilhéus, Augustão (PT), já anunciou que é pré-candidato a prefeito mesmo se o Partido dos Trabalhadores não apoiá-lo. Nesse caso, o político vai mudar de legenda para concorrer ao pleito.

O que chama a atenção é que ele pretende investir na carreira de coach caso nada dê certo na política. Ter um plano B é essencial!

❓ Ou vai ou fica 

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), está tentando aprimorar o desempenho político. Com um empréstimo milionário prestes a ser concretizado, Castro elabora planos e projetos para elevar a imagem junto à população.

Em um esforço adicional, correu até Salvador para ter uma audiência com o governador do estado, Jerônimo Rodrigues (PT). O objetivo foi ampliar o caixa municipal e garantir recursos para novas obras e iniciativas que beneficiem a cidade.

Quanto mais o pleito se aproxima, o panorama local se aquece e vira alvo de avaliação da população. A incerteza paira sobre a reeleição de Augusto e a proximidade do mês de outubro trará respostas sobre a continuidade ou não do governo.

A contagem regressiva já começou!

⚠️ Não mostrou a que veio! (1)

O secretário Mauro Ribeiro, responsável pela secretaria de Indústria e Comércio de Itabuna, não demonstrou o propósito da sua gestão até agora. Com uma postura neutra, levanta questionamentos sobre sua eficácia na revitalização dos setores econômicos do município.

A falta de avanços palpáveis suscita preocupações entre os cidadãos, que esperam uma atuação mais enérgica capaz de impulsionar o desenvolvimento local.

🚫 Não mostrou a que veio! (2)

A ansiedade toma conta da população de Itabuna quando o assunto é chuva porque são evidentes os alagamentos em vários pontos da cidade. A inabilidade do superintendente de Serviços Públicos, Sousa Lino, em resolver questões relacionadas ao tema está claramente refletida na persistência dos problemas desde a enchente de dezembro de 2021.

O prefeito Augusto Castro, no entanto, insiste em mantê-lo no cargo. É o que dá colocar um empresário para ocupar a função que deveria ser de um engenheiro, no mínimo, competente e comprometido com o trabalho.

⚙️ Pavimento sem concreto

O engenheiro civil Chico França (PL) vai enfrentar inúmeros desafios para pavimentar seu caminho político rumo às eleições para prefeito de Itabuna. Falta carisma, desenvoltura e traquejo, apesar dos esforços para conquistar apoio nos bairros.

Até o momento, o nome de França é questionável quando o objetivo é conquistar o eleitorado mais humilde e se destacar no cenário político. Não deslanchou ainda! Será que vai?

🙆🏽‍♂️ De vice outra vez 1

Em meio aos compassos da política em Itabuna, o vice-prefeito Enderson Guinho (União Brasil) está investindo no valor estratégico e com os olhos voltados para o futuro. Ele deseja ou sonha ser vice-prefeito novamente, porém em outra chapa.

O comprometimento do jovem político dá a entender que ele vai lutar pelo cargo mais uma vez. Com quem pode ser: Capitão Azevedo (de vermelho) ou Pancadinha (de verde)? A conferir!

🙆🏽‍♂️ De vice outra vez 2

De concreto até agora, temos o fato de Guinho não desenhar a possibilidade de concorrer a uma vaga na Câmara de Itabuna. Figura experiente como vereador, Guinho está concentrado em vender a ideia de ser vice e não voltar ao Legislativo. A jogada pode ser interpretada como uma estratégia para colocar o União Brasil na partida.

🙆🏽‍♂️ De vice outra vez 3

Independentemente da decisão final, a presença de Guinho na arena política, certamente, influenciará os debates e as dinâmicas eleitorais. Os próximos meses prometem revelar mais detalhes sobre o destino desse jovem veterano.

🔍 Em ritmo de campanha

O pré-candidato a prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (PDT), já está em ritmo de campanha e tem tentado dialogar com várias classes de trabalhadores. Nesta semana, o político bateu um papo informal com alguns mototaxistas e salientou que, caso seja eleito, vai priorizar a melhoria na Infraestrutura dos bairros. O dilema está sendo emplacar!

🔄 Deputado lá e cá

O deputado estadual Pancadinha (Solidariedade) é, frequentemente, associado à postura de “lá e cá” quando se trata do governo estadual. A abordagem do itabunense parece envolver a busca ativa por recursos no Estado, ao mesmo tempo em corre para o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil), declaradamente opositor ao governo.

Essa dualidade levanta questionamentos sobre as verdadeiras inclinações políticas e compromissos partidários do deputado e deixa os eleitores atentos.

Enquanto isso, Pancada segue em cima do muro!

🏳️ Lago revolto 1

Em Itajuípe, a arena política tornou-se um campo de batalha intenso com o atual prefeito Léo da Capoeira (PSD) e o ex-prefeito Marcone Amaral (PSD) protagonizando um racha político. A caneta afiada de Léo não poupou nomes ligados a Marcone e intensificou ainda mais a distância entre os dois líderes.

Com o controle firme da máquina administrativa, Léo da Capoeira segue como um jogador estratégico que assumiu a dianteira para as eleições de outubro. A disputa promete ser acirrada!

🏳️ Lago revolto 2

Marcone não conseguiu se articular de maneira eficaz durante as últimas eleições para deputado estadual, mas parece que pretende tentar retornar ao Poder Executivo itajuipense. Apesar de difícil, deve indicar um nome para concorrer em outubro. Será?

💲 Duelo na Colônia

Em Itaju do Colônia, a gravura do candidato a prefeito Elder Fontes (PSD) parece refletir a imagem de um “político turista”, ou seja, alguém que quer vencer as eleições à distância. Ele nem sentou na cadeira ainda e já está assim, imagine como seria se vencesse as eleições?

O veredito final virá em outubro quando o povo decidir entre o milionário Elder e o “liso” pré-candidato Valério Aguiar (MDB).

🌬️ De vento em popa

O administrador e empresário, Edmar Luz (PP), vem se destacando no cenário político de Canavieiras há algum tempo. Luz já foi candidato a prefeito nas duas últimas eleições e bateu na trave ao ficar em segundo lugar, mas, neste ano, a perspectiva é muito melhor.

Edmar também é presidente do PP local e tem dialogado bastante com a população sobre os anseios do município. O nome do político tem sido ouvido nos quatro cantos da cidade e promete ser um forte candidato no pleito de outubro.

🚦 Novo rumo

O tenente-coronel Valci Serpa, ex-secretário de Trânsito em Itabuna e Ilhéus, é pré-candidato a vereador de Itabuna. A este Pauta Blog, o militar disse que ainda não bateu o martelo sobre o partido nem sobre o candidato a prefeito que vai apoiar no pleito de outubro.

🚧 Ventilação

Quem está cogitando lançar a pré-candidatura a vereador de Itabuna é o empresário Oton Matos. Oton foi secretário durante a gestão do ex-prefeito Vane do Renascer e é bastante conhecido nos bastidores políticos como um grande articulador.

👀 Criou coragem?

Nos bastidores, comenta-se que o vereador de Itabuna, Cosme Resolve (PMN), pode estar flertando com a oposição ao prefeito Augusto Castro. A informação foi confirmada por uma fonte ligada a este Pauta Blog.

Será que, após uma longa espera por resultados, Cosme resolveu buscar novos rumos?

O jogo do xadrez político no solo grapiúna não é para amadores!

⛓️ Medroso

Tem vereador do interior baiano que está “morrendo de medo” de ser denunciado ao Ministério Público pela prática criminosa da “rachadinha”. A conta é muito cara e pode ser cobrada a qualquer momento. Abre o olho, edil!

Matheus Vital é editor de Política do Pauta Blog. Envie a sua sugestão de pauta: matheus@pauta.blog.br

"Se o PT não me quiser, tem aquela coisa, né? Não é não! Quero ser pelo PT, mas, se não houver possibilidade, a candidatura tem que continuar", declarou Augustão

Leia em: 2 minutos

O vereador de Ilhéus, Augustão (PT), está avaliando, seriamente, a possibilidade de deixar o Partido dos Trabalhadores caso a legenda não apoie a sua pré-candidatura a prefeito neste ano. O edil confessou a este Pauta Blog que várias siglas já demonstraram interesse em tê-lo como nome.

Para o político, a decisão de disputar o cargo no Executivo já está tomada e a mudança de casa é apenas um detalhe: “Se o PT não me quiser, tem aquela coisa, né? Não é não! É igual quando a mulher não quer mais o marido, é não e cada um vai para o seu lado. Mas, eu sou do PT e quero sair pelo PT. Se ele não quiser, eu vou em outro partido porque eu sou pré-candidato a prefeito de Ilhéus. Quero ser pelo PT, mas, se não houver possibilidade, a candidatura tem que continuar”.

Questionado por este Pauta Blog se a nova casa seria o PDT, Augustão foi cauteloso: “Existem diversos convites, tenho mais de seis convites, mas eu volto a dizer que sou candidato pelo PT. Eu não posso dizer ainda que é pelo PDT ou se é por outra sigla, mas, uma vez o Partido dos Trabalhadores batendo o martelo em outra candidatura, vou procurar alguma sigla que sirva de alojamento para o projeto”.

Segundo o edil, o PT já foi informado sobre o seu desejo de concorrer ao cargo de prefeito, mas ele ainda não recebeu nenhum apoio nesse sentido: “Eu sinalizei para o PT de forma oficial desde o ano passado e, quando eu vim para o PT, o partido já sabia que eu estava com esse projeto em encaminhamento, mas, no momento, o nome era de Milton Cruz e a gente respeitou. Na última hora, o PT optou por outro nome. Desde lá, o PT sabia que eu era pré-candidato, mas o PT vem sinalizando para outra candidatura de alguém que não é filiado ao partido. Aqui em Ilhéus, as coisas são contrárias, então não é para estranhar”.

Augustão revelou que pretende mudar a tradição da mesma família comandando a cidade

Leia em: < 1 minuto

Na sessão ordinária realizada ontem (28.março), o vereador de Ilhéus, Augustão (PT), anunciou que é pré-candidato a prefeito da cidade nas eleições de 2024. Segundo o edil, o objetivo é promover mudanças no Executivo: “Estamos lançando nossa pré-candidatura a prefeito de Ilhéus para o próximo ano”.

O vereador Jerbson Moraes (PSD), mais conhecido como Jerbinho, também é pré-candidato a prefeito. Nesse sentido, atualmente, há dois nomes no Legislativo ilheense querendo ocupar a cadeira do Executivo.

Milena Almeida estava internada desde domingo e não resistiu

Leia em: < 1 minuto

Uma notícia muito triste tomou conta da Câmara de Vereadores de Ilhéus nesta quinta-feira (7.julho). A secretária de gabinete do vereador Augustão (PT), Milena Almeida, perdeu a vida aos 47 anos de idade.

Milena estava internada desde o último domingo (3.julho) e não resistiu ao agravamento no quadro de saúde. Pessoa bastante querida, vai deixar muitas saudades em todos os servidores e vereadores da Casa Legislativa ilheense.

O corpo da servidora está sendo velado na Rua Antônio Lavigne, nº 173, cento de Ilhéus, próximo à Igreja São Jorge.

Pré-candidato a deputado federal, Fábio Vilas-Boas, esteve reunido com Wesley Novais, presidente do partido no município, durante agenda no Sul baiano

Leia em: 2 minutos

O ex-secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, recebeu mais um importante apoio na região Sul do estado. Após reunião no último domingo (23), durante agenda em Uruçuca, o pré-candidato a deputado federal recebeu o apoio de Wesley Novais, presidente do diretório do PT naquele município.

“Dr. Fábio, ao longo dos quase sete anos em que esteve na secretaria de saúde do governo Rui Costa, comprovou ser um grande ser humano, além do grande quadro técnico da saúde que já presenciávamos. Entendo que existe, na sua possível candidatura, a chance de surgir uma nova liderança política, importante para Uruçuca e região”, disse Wesley Novais.

Wesley Novais é filiado ao PT há 23 anos, e preside o partido em Uruçuca pela segunda vez. Além dele e de Franceska Fran, estiveram presentes na reunião com Vilas-Boas lideranças como Gabriel Chaves, ex-presidente municipal do PT, Alessandro Lebrão (PSB), candidato a vice-prefeito em 2020, e Golinho Argolo, professor do IF Baiano.

“Atuo em Uruçuca há quase 30 anos e fico lisonjeado pelo grupo político que estamos formando no município. A região cacaueira precisa de representantes legítimos, que vivam e conheçam a realidade de quem vive aqui”, disse Vilas-Boas, que ainda não é filiado a qualquer partido, mas está em conversas avançadas com o MDB.

OUTROS APOIOS

Na mesma agenda em Uruçuca, Vilas-Boas recebeu o apoio de Franceska Fran (PT), vereadora de oposição mais votada nas eleições de 2020, sendo a única petista. Antes, em Ilhéus, o ex-secretário recebeu o apoio de Augustão (foto ⬆️), vereador da cidade, também do PT.

LEIA TAMBÉM NO PAUTA BLOG ⤵️

Guinho, Andrea Castro, Capitão Azevedo, Geraldo Simões, João Roma, Thiago Martins, Diego Pitanga, Ronaldão, Danilo da Nova Itabuna, Pancadinha, Charliane Sousa

Leia em: 7 minutos

💰 Um milionário que anda com um veículo Pampa, dos anos 80

O homem mais rico de Itabuna está quase um centenário (completou 98 anos na última 2ª feira, dia 18 de outubro). Empresário e agricultor, José Oduque Teixeira chegou a ser prefeito de Itabuna. Zé Oduque, como é mais conhecido, governou a terra Grapiúna entre 1973 a 1977.

Apesar de ser milionário, é humilde e sem ostentações: anda de Pampa ou Del Rey. Agora, repare a história a seguir.

Um Neto de Oduque certa vez me contou: – Meu avô outro dia foi comprar um terreno, mas quando foram olhar a escritura, o terreno já pertencia a ele (gargalhada!).

Será que tem imóvel o Oduquinho?

🔴 O PT de Itabuna

O novo nome como pré-candidato a federal de Itabuna está trabalhando nos bastidores para ganhar tração. O homem está empolgado e, depois que chegou de Salvador, não para. Está circulando!

🚀 O foguete do Pancadinha não tem ré

No mesmo ‘diazinho’ em que ACM Neto (União Brasil/DEM) chamou Pancadinha de “meu deputado”, em Ibicaraí, e o Pauta Blog publicou com exclusividade, o líder do governo Augusto Castro (PSD), o vereador petista Manoel Porfírio, levou Pancadinha ao prefeito. Oxe, e foi no mesmo dia isso? Claro!

Mas um interlocutor de Pancadinha (PMN) disse à Coluna Balão: “Foguete não tem ré”. Deu a entender que pré-candidatura a deputado estatual por Itabuna está cravada.

O noivo ACM Neto já deu a letra, mas se faltar combustível no foguete vai morrer politicamente. Repara!

Nos bastidores, dizem que o Pancadinha será quem melhor irá “marcar” a primeira-dama de Itabuna (que também é pré-candidata à Alba).

Até o Capitão Azevedo já pulou para Federal, para tentar dobrar com ele.

Está mais parecendo que 2022 é hoje.

🔎 A situação é complicada, mas Augusto Castro tenta se manter equânime

Encrenca à vista, e das grossas, para o prefeito de Itabuna. Augusto Castro (PSD) chegou no sábado (16.outubro), de Salvador, após passar uma semana por lá. E chegou enfrentando uma de suas maiores crises no governo de 2021: a tragédia do desabamento do muro de uma escola municipal no bairro da Califórnia, em que o pai e filho vieram a óbito.

Para complicar, um interlocutor forte que circula pelo Centro Administrativo Firmino Alves revelou à Coluna Balão: “O governo está demorando para alavancar”.

Contudo, isso pode trazer alguns dilemas importantes e destravar o que vinha parado ou de inversão de prioridades (tipo a educação).

Castro tenta se manter equânime, mas a situação é delicada.

Fiquemos atentos e a conferir os próximos ajustes.

📝 Do outro lado da educação 1

A Câmara de Itabuna segue SEM levantar a bandeira da volta às aulas (e deve continuar, pois o prefeito já decretou que aulas presenciais na rede municipal só em 2022).

O que bem tem é gente correndo atrás de garantir a reeleição e/ou querendo se aparecer, mas cobrar o #ReformarEscolas e #VoltaÀsAulas não vi um ainda. E prestem atenção: cobrar não é oba-oba, não. Cobrar é agir até acontecer, assim como foi com o #VoltaEventos. Tão lembrados? Se tiver UM pelo #ReformarEscolas e #VoltaÀsAulas, procurem o Pauta que iremos lançar no blog.

Aliás, tem sim vereador “gargantando” que tem o pedido de providência do novo Samu. Lembrem-se: quem tem o manual prático da avaliação de cada um é a sociedade.

E… quando a conta chegar não haverá mais tempo para se arrepender.

🎒 Do outro lado da educação 2

Um medalhão da gestão itabunense e que tem quilometragem disse ao Pauta: As aulas ainda não retornaram porque a comunidade mais carente não é a favor. Entendeu ou não?

✏️ Do outro lado da educação 3

Os mais necessitados são os que mais sofrem mesmo. Quase dois anos sem escola e um déficit educacional que jamais será recuperado. Em Itabuna não é diferente. Lá se vai mais ano e necas de aulas.

Agora restam pouco menos de 5 meses para março de 2022 e até lá vamos aguardar os estados das escolas para que as aulas retornem com segurança e conforto para os alunos.

🛩️ Teste de decolagem

Vem surgindo nos bastidores ilheense o nome do vereador Augustão (PT) como pré-candidato a uma cadeira à Alba (Assembleia Legislativa da Bahia). Será um teste de decolagem do nome?

⚠️ O mi-mi-mi do União Brasil em Itabuna

O DEM e o PSL de Itabuna caminham alinhados (e conversando) pelo bem do União Brasil (fusão entre DEM-e-PSL). Porém, nos bastidores uns levantam a bandeira de que o novo presidente tem/pode ser A ou B. Na minha avaliação e no “fringir” dos ovos, o apito tem que ser de quem tem voto.

As peças, de todo modo, se mexem. Mas o ponto final virá já-já do mandachuva do Democratas. E chega de mi-mi-mi.

💨 Movimentos lentos e opacos 1

O ex-prefeito de Itabuna conhecido por seus processos decisórios lentos, Capitão Azevedo (até o momento no PL), até agora não se decidiu se será titular ou reserva nas próximas eleições. Em outras palavras, se sairá candidato ou apoiará. Nesta semana chegou até ser ventilado o seu nome, mas ora é para estadual, ora federal. Vai entender!

Há quem queira ajudá-lo, mas com as tomadas de decisões opacas, fica difícil.

Enquanto a prometida estrutura não se concretiza, segue e continua refém de Salvador.

Também, se errar os próximos passos poderá ver o fim de sua carreira política.

💨 Movimentos lentos e opacos 2

A ex-vereadora Charliane Sousa (PCdoB) e candidata a prefeita de Itabuna vem sofrendo da mesma síndrome do Capitão Azevedo (PL): movimentos lentos e opacos. Como uma boa vereadora que foi (e de oposição), diga-se de passagem, não demonstrou para que foi para a Setre ainda. Ela não é ‘lentinha’ assim, mas virou.

🚣‍♀️ Isaquias Queiroz, Campeão olímpico, se casa em Ilhéus 

Em uma cerimônia realizada em Ilhéus, Isaquias Queiroz se casou com Laina Guimarães, mãe do pequeno Sebastian, de 4 anos. Dá-lhe o campeão olímpico na canoagem!

🩺 Não chame o doutor

Ao que tudo indica, é irreversível a situação política do Dr. Mangabeira (PDT). Ele se auto-desalojou dos partidos PDT e Podemos. Nas últimas semanas, o médico andou saindo dos grupos de WhasApp.

Parece que nem se cantarem aquela musiquinha “foram me chamar…eu estou aqui o que que há?” ele retorna. Porém, um sabichão disse à Coluna: “nunca diga nunca na política”.

Um #balãomurcho pra doutor e outros políticos compram foguetes.

🃏 Enigma político 1

Corre a informação por Salvador de que Itabuna está carente de pré-candidatos a deputado federal. E quanto aquele tal (velho) nome? Por lá está definido e deram as letras: joga no escanteio. Eita pêa!

🃏 Enigma político 2

Tem vereador de Itabuna que “morde” os cargos (muitos, por sinal) no governo Augusto Castro, mas invés de “assoprar” (agradecendo), desce o aço. É coisa!

🃏 Enigma político 3

Teve vereador de Itabuna que foi bater em Salvador para espernear por lá enquanto o prefeito estava passando o feriadão de Nossa Senhora Aparecida na capital. Falou alto nos bastidores, mas em público é mansinho. Vai entender!

🃏 Enigma político 4

Nos bastidores comenta-se uma eventual chapa a prefeito (e vice) em 2024. Os nomes estão em auge. Estão amadurecendo a fruta para o tempo certo. Promessa!

🃏 Enigma político 5

Tem vereador(a) de uma grande cidade na Bahia que pode receber um revés do partido. É briga de gente grande, ou melhor: “em partido de cigano é assim mesmo, brigam, brigam, mas depois se unem”. Será que virá com o Papai Noel?

🧘‍♂️ o Guru da política

Um amigo-guru, que costumo chamar de doutor da política, disse:

➖ O Ciro Gomes (PDT) não vai abrir mão da candidatura a presidente. Motivo: ego político.

➖ O governador tucano João Doria (SP) também não irá abrir mão pelo mesmo motivo. Porém precisa vencer as prévias do partido marcadas para 21 de novembro.

➖ Itabuna está PREPARADA para os “benefícios” do Porto Sul?

Envie a sua sugestão de pauta: matheus@pauta.blog.br

Vereador Augustão (PT) disse que tenta entregar relatório para Marão há 7 meses

Leia em: 2 minutos

O vereador Augustão (PT), convocou uma audiência pública para a próxima 5ª feira (16.setembro) na Câmara de Vereadores de Ilhéus. O objetivo é discutir a situação caótica do transporte público ilheense e tentar encontrar uma solução para o problema que já dura mais de um ano.

O convite se estende aos trabalhadores do transporte e entidades que operam o serviço, assim como ao Superintendente da Autarquia de Transporte e Trânsito (Sutram), Tenente Coronel Serpa, que assumiu o cargo há um mês. Há tempos, a população se queixa da má qualidade do serviço que tem sido oferecido pelas empresas que operam o transporte público em Ilhéus e o caso tem sido motivo de preocupação da Câmara.

Augustão, além de vereador, é presidente da Comissão de Transporte e elaborou, com o auxílio de membros da sociedade civil e alguns deputados, um relatório de mais de 200 páginas que apresenta os problemas recorrentes do transporte na cidade, mas também possíveis soluções. Segundo o edil: “Antes da pandemia, o serviço já era ruim, mas conseguiu ficar pior desde o início do ano passado. Agora, está um verdadeiro caos”.

Após uma série de reuniões realizadas ao longo do ano passado, foi elaborado o relatório. O problema é que, segundo Augustão, há 7 meses, o prefeito Mário Alexandre não encontra tempo para receber esse relatório das mãos do vereador: “Até hoje, não conseguimos entregar esse relatório para Marão. O prefeito finge não saber o que acontece e se faz de mudo sendo que ele não gastaria um centavo para receber o documento. A Sutram disse que já fez o papel dela e o MP também, mas a Justiça não julga o processo. Enquanto isso, o povo sofre”.

A dificuldade é ainda maior para os moradores da zona rural. O vereador relatou que a escassez de carros rodando após o horário das 13h00 dificulta a vida do trabalhador do comércio, por exemplo. A falta de ônibus dá lugar ao transporte alternativo que, por sua vez, não tem condições de oferecer a mesma segurança que um serviço regulamentado.

Na próxima audiência pública, Augustão pretende falar sobre o relatório e contar, finalmente, com a presença de algum representante do governo municipal.

Os índios Tupinambá foram recebidas em audiência oficial pelo presidente do Poder Legislativo, Jerbson Moraes (PSD)

Leia em: 2 minutos

Pela primeira vez, a composição da Câmara Municipal de Ilhéus conta com a representação dos índios Tupinambá: o vereador Cláudio Magalhães (PCdoB), de Olivença, litoral sul do município. Mas para o próprio Cláudio, há também um outro fato histórico a ser registrado no dia de ontem. Pela primeira vez na história, representações das 23 comunidades que compõem a área Tupinambá de Olivença, foram convidadas e recebidas em audiência oficial pelo presidente do Poder Legislativo, Jerbson Moraes (PSD).

Ao lado dele, esteve a bancada da minoria na Câmara, composta por Enilda Mendonça e Augusto Cardoso, o Augustão, ambos do PT, ao lado do próprio Cláudio. Eles deram vez e voz para que caciques Tupinambá pudessem apresentar as suas principais reivindicações.

INTEGRAÇÃO
A reunião foi resultado do primeiro seminário do Povo Tupinambá, ocorrido recentemente, quando, também, aconteceu uma assembleia com representações de toda a etnia indígena. O presidente da Câmara, Jerbson Moraes (PSD) esteve presente ao evento, na zona rural de Olivença, e fez o convite para que todos pudessem ser oficialmente recebidos na Câmara. Hoje, ele ouviu as demandas da comunidade com pautas diversas de educação, saúde, infraestrutura e, obviamente, o debate sobre a demarcação do seu território.

As lideranças explicaram que vivem o drama da iminência do governo federal retirar direitos constitucionais garantidos, decisão que atingiria a todas as comunidades indígenas do Brasil. Uma das maiores preocupações está relacionada à PL 490, em pauta no Congresso Nacional, que viabiliza a revisão nas terras demarcadas e tira a prerrogativa da Funai em definir o que são terras indígenas, trazendo a discussão para o próprio Congresso. “Caso passe, deixaremos de contar com uma avaliação técnica e histórica e passaremos a ter uma avaliação política”, lamenta Cláudio Magalhães. Os índios também aguardam com expectativa a votação no Supremo Tribunal Federal onde se questiona a legitimidade dos índios a partir da Constituição de 1988.

RECONHECIMENTO
Números apresentados na reunião apontam para a existência de sete mil índios e familiares em Ilhéus, conforme apresentado no Cadastro da Secretaria Especial de Saúde Indígena. Pela primeira vez eles foram, de fato, convidados para trazer reivindicações, anseios e informações sobre a luta pela sobrevivência. De acordo com Jerbson Moraes, o que ocorreu nesta quinta-feira foi a presidência fazer cumprir o que determina a Lei Orgânica do Município. Moraes vai atuar como o porta-voz dos Tupinambá nas reivindicações que fazem ao governo municipal. Um documento está sendo elaborado pela assessoria do presidente contendo as principais reivindicações e o grau de emergência para a execução dos benefícios reivindicados.

O empresário Waldemir Santos ainda criticou a taxa de sepultamento cobrada pelo município, considerando-a uma das mais caras da Bahia

Leia em: < 1 minuto

Há 22 cemitérios cadastrados em Ilhéus. Mas, infelizmente, não existe mais alternativa para novos sepultamentos no município. A informação é de Waldemir Santos, diretor de uma empresa local de serviço funeral. “Todos os cemitérios estão superlotados”, afirmou, 4ª feira (28.julho), no plenário da Câmara, ao atender a um convite do vereador Augustão (PT), para falar sobre o tema.

Waldemir disse que este é um problema enfrentado há décadas por Ilhéus. “Cemitérios apresentados como públicos próximos a nascentes de rios e até em terrenos particulares”, afirmou o empresário, lamentando, entre outras coisas, com o fato de Ilhéus não possuir nenhum servidor público concursado para a função de coveiro.

O empresário ainda criticou a taxa de sepultamento cobrada pelo município, considerando-a uma das mais caras da Bahia. “Varia de 65 a 215 reais”. Waldemir não apresentou apenas o quadro de dificuldade do setor. Disse que é preciso o município pensar urgentemente em alternativas e citou a possibilidade de construção de cemitérios verticais, como já ocorre em alguns municípios de menor porte da região.

O vereador Augustão disse que a dificuldade aumenta ainda mais para a família dos mortos, quando estes residem na zona rural. “Têm locais que familiares transportam corpos, via canoas, por mais de 40 quilômetros de distância, por falta de alternativas mais próximas”, denunciou.

Notícias mais lidas

Outros assuntos