Leia em: < 1 minuto

O comércio de Itabuna funcionará em horário estendido nos dias 21 e 22 (das 9h às 20h). Na 5ª feira (23.junho), o funcionamento acontece em horário normal, das 9h às 18h. Após o feriado de São João (24.junho), os empresários reabrem as lojas no sábado (25.junho), em horário normal, das 9h às 13h.

“A expectativa de vendas é muito boa pensando no São João e nos festejos em nossa cidade, o Itapedro, que deve receber visitantes de todo Estado. Esses visitantes sempre acabam consumindo aqui e movimentando o comércio”, destacou o presidente do Sindicom, José Adauto Vieira.

Algumas empresas que abriram no último domingo (19.junho) não irão funcionar no sábado, mas o comércio irá funcionar com a maioria das empresas, garante o presidente do Sindicom.

Leia em: 2 minutos

Representantes da ACI, CDL e Sindicom estiveram reunidos nesta 5ª feira (24.fevereiro), com o diretor de Desenvolvimento de Negócios do Desenbahia, Agenor Martinelli e o gerente comercial do órgão em Salvador, Marko Svec, para tratar do empréstimo emergencial destinado aos comerciantes de Itabuna que foram atingidos pela enchente no mês de dezembro de 2021. Na oportunidade, foi entregue um ofício solicitando a brevidade no atendimento do referido crédito, entre outras demandas.

De acordo com o vice-presidente da ACI, Franklin Bastos, os representantes do órgão se comprometeram em dar celeridade aos processos de avaliação do empréstimo, tendo em vista que os empresários itabunenses estão tendo muitas dificuldades para retomar seus negócios em função do grande prejuízo financeiro causado pela enchente.

A reunião contou também com a presença do presidente da CDL, Carlos Leahy e do vice-presidente do Sindicom, José Adauto. Leahy ressaltou a importância da liberação do recurso para a retomada dos negócios e solicitou que a comunicação entre as entidades e o Desenbahia fosse mais assertiva e alinhada.

Ainda foi solicitada a inclusão do setor de eventos na consecução do crédito ou a criação de uma linha específica para o setor, devido aos danos que sofreram e sofrem desde o início da pandemia e que foram agravados pela enchente.

No final, os empresários pediram que sejam adotadas medidas especiais para garantir o bom funcionamento do Banco do Povo, que atende, principalmente, microempreendedores formais e informais. Adauto esclareceu que estes também foram bastante atingidos, e devido às excessivas burocracias, se vêem restringidos, e tem a instituição como a única alternativa para solicitar créditos.

//

A reunião foi ontem no Centro Administrativo Firmino Alves

Leia em: 2 minutos

Representantes da ACI, CDL, OAB, CRC, Sindicontasul, Mesb, ABIH, Sindicom, das Escolas Superiores e Empresas de Saúde, apresentaram um requerimento administrativo ao prefeito de Itabuna, Augusto Castro, ontem 5ª feira (21.outubro), solicitando algumas providências imediatas relacionadas ao ajuste do código tributário da cidade.

No documento, os empresários solicitam a suspensão do aumento de ISS (Imposto Sobre Serviços), mantendo-se as alíquotas na legislação vigente antes da referida votação. Eles ainda destacam a necessidade de uma clara definição acerca do aumento do IPTU, diante do desconhecimento do valor exato do tributo no ano de 2022, denotando extrema imprevisibilidade, apreensão geral e insegurança.

Ainda foi ponto de debate a suspensão do novo artigo 211-C, de flagrante inconstitucionalidade, que trata da entrega ao Fisco Municipal dos documentos fiscais que já são repassadas ao Estado sob pena de multa de até R$ 5.200,00. Além da solicitação para suspender o aumento da COSIP (Contribuição para o custeio da Iluminação Pública).

“Itabuna é uma cidade polo de educação. Com essa alteração de ISS de 3% para 5% significa um aumento de aproximadamente 65%. Assim, Itabuna terá uma das maiores alíquotas do país para o setor da educação”, relatou o professor e diretor geral da UniFTC, Dr. Kaminsky Mello Cholodovskis.

Na oportunidade, o prefeito informou que reunirá a equipe técnica do município com o intuito de buscar uma alternativa sobre alguns pontos questionados pelos representantes da economia da cidade. As entidades aguardam um posicionamento e as medidas para evitar um aumento da carga tributária e prejuízos para a economia da cidade.

LEIA TAMBÉM ⤵️

José Oduque, Pancadinha, PT de Itabuna, Augusto Castro, Câmara de Itabuna, Augustão, DEM-e-PSL de Itabuna, Capitão Azevedo e Charliane Sousa, Dr. Mangabeira, Isaquias Queiroz

Leia em: < 1 minuto

As entidades da: ACI (Associação Comercial e Empresarial) de Itabuna, juntamente com representantes do Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista), da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sindicontasul, CRC, OAB, Mesb e ABIH Nacional estiveram reunidos para alinhar as ações em defesa da sociedade civil e que precisam ser debatidas com o Poder Público Municipal.

Entre os assuntos, o aumento da carga tributária do município, que foi sancionada recentemente pelo prefeito Augusto Castro (PSD).

Os representantes estiveram planejando os próximos passos ontem, 4ª feira (13.outubro).

A reunião envolveu os seguintes órgãos: ACI, Sindicom, CDL, Secita e a UniFTC

Leia em: < 1 minuto

O presidente da ACI (Associação Comercial e Empresarial) de Itabuna, Mauro Ribeiro, juntamente com representantes do Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista), da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e do Secita (Sindicato dos Empregados no Comércio), assinaram nesta ontem 5ª feira (4.agosto), um convênio com a UniFTC, garantindo aos associados, descontos em cursos da instituição.

Terão acesso aos descontos, associados e seus dependentes diretos (esposa, marido e filhos) e indiretos (enteados e afilhados), desde que a comprovação do vínculo do dependente com o empregado se dê através da empresa conveniada, por meio de uma declaração em papel timbrado da empresa, comprovando o vínculo do dependente com o empregado.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

Notícias mais lidas

Outros assuntos