A Sesau orienta que é preciso respeitar um intervalo de 14 dias entre a data de recebimento da vacina contra a Covid-19 e a da Influenza

Leia em: 2 minutos

A secretaria de Saúde de Ilhéus está convocando os idosos a partir de 60 anos e professores de escolas públicas e privadas para receber a vacina Influenza contra a gripe a partir desta terça-feira, 11. O grupo integra a segunda fase prevista na programação da campanha de vacinação da gripe Influenza e poderá ser imunizado até o dia 8 de junho.

As salas de vacina em Ilhéus funcionarão nos seguintes pontos: CAE III; PSF Conquista; UBS Joaquim Sampaio; UBS Euler Ázaro; UBS Banco da Vitória; UBS Posto Sarah Kubitscheck; PSF Nelson Costa; UBS Hernani Sá; PSF Nossa Senhora da Vitoria; PSF Ilhéus II; e UBS Olivença.

A orientação: é preciso respeitar um intervalo de 14 dias entre a data de recebimento da vacina contra a Covid-19 e a da Influenza.

Para o recebimento da vacina, o usuário deve apresentar documentos como CPF, cartão de vacinação (se tiver), cartão do SUS, o comprovante de residência, e, no caso de professores, deve ser também apresentado um documento que comprove o vínculo com a instituição de ensino, como carteira de trabalho, ou cópia contracheque atual, ou declaração de atuação assinada pelo diretor escolar. Já os professores da rede municipal de educação devem apresentar cópia do contracheque atual ou uma declaração de atuação assinada pelo diretor escolar para os contratados da Seleção 001/2021.

Etapas de imunização – A terceira fase começará no dia 9 de junho e se estenderá até o dia 9 de julho, com a vacinação contra a Influenza para pessoas acima de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros, forças de segurança e salvamento; e as forças armadas.  

//

A campanha é uma importante medida também no combate à pandemia de coronavírus (Covid-19). A vacinação contra a influenza prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e consequente sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19

Leia em: 2 minutos

Dez dias após o início da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, a Bahia contabiliza 126.430 imunizados até hoje (22.abril). O número corresponde a 2,5% do público-alvo de aproximadamente 5,1 milhões de pessoas. No estado, a meta é vacinar 90% deste total.

Entre os grupos priorizados nesta primeira fase, que vai até 10 de maio, a maior cobertura vacinal é registrada entre crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (8,7%), seguida de gestantes (8,1%), puérperas (8%), trabalhadores de saúde (3,8%) e povos indígenas (2,6%).

É necessário haver um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas de gripe e Covid-19. Orienta-se que seja priorizada a data de imunização contra o coronavírus e, posteriormente, a pessoa busque a vacina da gripe. De acordo com estratégia definida pelo Ministério da Saúde, a vacinação contra influenza acontecerá de forma escalonada:

📌 Primeira etapa (12/04 a 10/05) – crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde e povos indígenas;
📌 Segunda etapa (11/05 a 08/06) – idosos com 60 anos ou mais e professores das escolas públicas e privadas;
📌 Terceira etapa (09/06 a 09/07) – pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. 

Notícias mais lidas

Outros assuntos