Denúncia do GAP ajudou empresário a descobrir furtos de caixas com documentos

Leia em: 2 minutos

O GAP (Grupo de Amigos da Praia) fez mais uma denúncia sobre o descaso com o meio ambiente na cidade de Ilhéus. Segundo o grupo, documentos de uma franquia que funcionava na Avenida Soares Lopes, estavam espalhados pelo local desde que o estabelecimento encerrou as atividades.

Em publicação nas redes sociais, o GAP afirma que os documentos da empresa se tornaram um amontoado de lixo e entulho no local, destruindo um dos maiores cartões-postais da cidade. Ainda na postagem, o grupo diz que tinha provas suficientes para denunciar a situação às autoridades competentes já que é um absurdo poluir uma parte dos 2,5km da Praia da Avenida, que abriga 53 espécies de aves e é local de desova de tartarugas marinhas.

Na mesma postagem, o GAP pediu explicações aos responsáveis pela antiga franquia e o empresário que se pronunciou, disse: “No processo de retirada de centenas de objetos do antigo estabelecimento que durou mais de 1 semana e muitos fretes para depósitos, fomos vítimas de furtos de objetos que foram observados depois. Impressora, computador, rádio wi-fi e outros objetos que estavam condicionados em caixas. Entre elas, descobrimos, graças às postagens do GAP, que também furtaram uma ou duas caixas que continham documentos e foram descartados próximo à pista de skate (…). No local, inclusive, como demonstra a foto, está se formando um lixão, com muito descarte de vários materiais. Ao tomar conhecimento do ocorrido ontem, recolhemos o material e vamos fazer um boletim de ocorrência para registrar o furto”.

No comentário, o empresário agradeceu ao trabalho de conscientização realizado pelo GAP de Ilhéus: “Aproveitamos para elogiar os trabalhos do @gap_ilheus na sua campanha de conscientização na preservação e conservação da natureza e nossas praias”.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

Márcia Regin, Jaiane Guimarães e Rosângela Silva encontraram um fogão no centro de Ilhéus

Leia em: < 1 minuto

O GAP (Grupo de Amigos da Praia), continua seu incansável trabalho de limpeza na Princesinha do Sul: Ilhéus. Além das várias ações que são realizadas pelo grupo nas praias, eles também se deparam com situações absurdas e com o descaso da população no centro da cidade.

As três fundadoras do grupo: Márcia Regin, Jaiane Guimarães e Rosângela Silva posam ao lado de um fogão. Isso mesmo! Um fogão foi encontrado nas proximidades da Catedral de São Sebastião, centro da cidade, considerado um dos pontos turísticos de Ilhéus.

Sobre o flagra, o GAP classificou o achado como “inacreditável”. E é mesmo! Itens de grande volume geram inúmeros transtornos à natureza porque, geralmente, vão parar em lugares completamente impróprios, gerando desequilíbrio na fauna e na flora.

O grupo anuncia que faz a limpeza, mas solicita que o poder público ilheense se mobilize para que seja aplicada uma multa nos responsáveis por sujar a praia e outros locais públicos. Mais que justo!

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

Notícias mais lidas

Outros assuntos