Denúncia do GAP ajudou empresário a descobrir furtos de caixas com documentos

Leia em: 2 minutos

O GAP (Grupo de Amigos da Praia) fez mais uma denúncia sobre o descaso com o meio ambiente na cidade de Ilhéus. Segundo o grupo, documentos de uma franquia que funcionava na Avenida Soares Lopes, estavam espalhados pelo local desde que o estabelecimento encerrou as atividades.

Em publicação nas redes sociais, o GAP afirma que os documentos da empresa se tornaram um amontoado de lixo e entulho no local, destruindo um dos maiores cartões-postais da cidade. Ainda na postagem, o grupo diz que tinha provas suficientes para denunciar a situação às autoridades competentes já que é um absurdo poluir uma parte dos 2,5km da Praia da Avenida, que abriga 53 espécies de aves e é local de desova de tartarugas marinhas.

Na mesma postagem, o GAP pediu explicações aos responsáveis pela antiga franquia e o empresário que se pronunciou, disse: “No processo de retirada de centenas de objetos do antigo estabelecimento que durou mais de 1 semana e muitos fretes para depósitos, fomos vítimas de furtos de objetos que foram observados depois. Impressora, computador, rádio wi-fi e outros objetos que estavam condicionados em caixas. Entre elas, descobrimos, graças às postagens do GAP, que também furtaram uma ou duas caixas que continham documentos e foram descartados próximo à pista de skate (…). No local, inclusive, como demonstra a foto, está se formando um lixão, com muito descarte de vários materiais. Ao tomar conhecimento do ocorrido ontem, recolhemos o material e vamos fazer um boletim de ocorrência para registrar o furto”.

No comentário, o empresário agradeceu ao trabalho de conscientização realizado pelo GAP de Ilhéus: “Aproveitamos para elogiar os trabalhos do @gap_ilheus na sua campanha de conscientização na preservação e conservação da natureza e nossas praias”.

Acompanhe o Pauta Blog pelo Instagram e/ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp: (73) 8869-7877.

Notícias mais lidas

Outros assuntos